terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Papa: o Senhor nos convida diariamente a dizer “eis-me”

O Papa Francisco celebrou a missa na capela da Casa Santa Marta esta terça-feira (24/01), centralizando a sua homilia na Carta aos Hebreus proposta pela liturgia do dia.

Quando Cristo vem ao mundo, diz: “Tu não quiseste nem te agradaram vítimas, oferendas, holocaustos, sacrifícios pelo pecado’. ‘Eu vim para fazer a tua vontade’”. Estas palavras de Jesus – explicou o Papa – desfecham uma história de “eis-me” concatenados: “a história da salvação” é “uma história de ‘eis-me’”.

Depois de Adão, que se esconde porque tinha medo do Senhor, Deus começa a chamar e a ouvir a resposta daqueles homens e mulheres que dizem: “Eis-me. Estou disposto. Estou disposta”. Do eis-me de Abraão, Moisés, Elias, Isaías, Jeremias, até chegar ao grande “eis-me” de Maria e ao último “eis-me”, o de Jesus. “Uma história de ‘eis-me’, mas não automáticos”, porque “o Senhor dialoga com aqueles que convida”:

Emmanuel, o recém-nascido abandonado no lixo e salvo pela Madre Teresa

O seminarista francês Emmanuel Leclercq é autor, entre vários outros livros, de “Méditer avec Mère Teresa” (“Meditar com a Madre Teresa”). Doutor em filosofia moral, ele esteve em Roma na semana para a canonização da Madre Teresa de Calcutá e deu uma entrevista à rádio francesa RTL, na qual narrou a sua história singular.

Emmanuel contou que nasceu em 9 de setembro de 1982 na favela Amravaki, de Bombaim, e, dez dias depois, foi abandonado pela mãe em uma lata de lixo em frente a um orfanato da congregação das Missionárias da Caridade.

Quis a Providência que, naquele mesmo dia, a própria Madre Teresa fosse visitar o local e encontrasse a criança, imediatamente levada para dentro daquela que Emmanuel considera a sua primeira casa de verdade.

“Eu devo tudo à Madre Teresa. Devo a ela o meu nascimento, devo a ela, por completo, toda a minha vida“, disse o seminarista. Se não fosse por ela, acrescentou, “eu não estaria aqui na Praça de São Pedro para agradecer ao Senhor e rezar“.

10 conselhos de são Francisco de Sales para a felicidade da alma

Conta-se que, depois de sua morte, descobriu-se que sua mesa de trabalho estava toda arranhada por baixo, porque, com seu temperamento forte, preferia arranhar a mesa a responder sem amor e sem mansidão para as pessoas.
Essa mesa era de um santo, de São Francisco de Sales, Doutor da Igreja, fundador da Ordem da Visitação, titular e patrono da família salesiana, fundada por Dom Bosco, que se inspirou nele ao adotar o nome [salesiano]. Também é patrono dos escritores e dos jornalistas devido ao estilo e ao conteúdo de seus escritos.
Homem de bondade e amabilidade, que sabia manifestar a misericórdia e a paciência de Deus a quantos encontrava, propôs uma espiritualidade exigente, mas tranquila, fundamentada sobre o amor, porque amar a Deus “é a suma felicidade da alma nesta vida e na eternidade”.
Preparamos 10 conselhos espirituais de São Francisco de Sales, pautados no livro de sua autoria “Filoteia”, onde o santo em vários assuntos, com sua sabedoria, introduz o fiel a uma vida devota:
– Confissão: Con

Pornografia na Internet. Rompa com o silêncio, busque ajuda!

info-destrave-passos-contra-pornografia
clique para Ampliar
Superando o número de viciados no “crack” e na heroína, a adição à pornografia na Internet surge no mundo moderno como uma nova forma de vício, com resultados mais devastadores do que os provocados por essas drogas tradicionais.
Quase 30% do tráfico produzido na Internet em nível global se referem à pornografia. Segundo estimativas de especialistas, esse mercado detém 146 milhões de páginas na web, visitadas diariamente por milhões de pessoas, com ingressos de milhões de dólares, superando os das grandes companhias como Google, Microsoft, eBay, Appel ou Netflix.
Para o Instituto Max Planck, da Alemanha, que vem estudando o assunto, “um dos problemas que aponta o autor é que precisamente hoje em dia se tem um grande acesso a essa droga (vivemos na era das comunicações), em qualquer lugar e inclusive em qualquer momento [com internet nos celulares e semelhantes]. A isto se há que somar, como foi dito, o grande número de páginas da web dedicado à pornografia, que cada dia, por certo, é maior”.
Isso porque “a pornografia se converteu em algo ‘normal’ nesta época, na que se difundem sem nenhum pudor condutas sexuais através das numerosas maneiras que existem hoje em dia de ‘compartilhar’ algo. Não é estranho encontrar-se com uma ‘erotização’ da cultura, de uma ‘pornificação’ da sociedade, na qual tudo vale, e na qual o normal é criar ícones sexuais para todo tipo de pessoas, a pornografia e o sexo ao gosto do consumidor”.

Crescem as conversões ao Catolicismo nos Estados Unidos.

batismo-620x420Notícias vindas dos Estados Unidos dizem que um milhão de pessoas se converteram ao Catolicismo em apenas oito anos.(*)
Com efeito, de 2005 a 2012 a Igreja Católica incorporou, pelo batismo ou por sua adesão à fé os que já eram batizados em outras comunidades cristãs, um milhão de adultos.

Em 2012 — último ano do qual se tem dados concretos —, dos que ingressaram na Igreja pelo batismo 13% eram adultos e 87% crianças.

Alguns números
Felizmente isso vem aumentando. Por exemplo, em 2016 forão batizados na Diocese de Galveston-Houston 2.300 catecúmenos, somados aos que já o eram, mas que serão recebidos agora na plena comunhão católica. Eles são 1.913 em Atlanta, 1.666 em Los Angeles e 1.350 em Nova York.

Já a Arquidiocese de Washington batizou na última Páscoa mais de 650 catecúmenos adultos.

Como posso mandar uma carta ao Papa Francisco?

Pope-Francis“Uma ligação mudou a minha vida: o Papa Francisco me disse que, se fosse preciso, ele batizaria o meu filho.” Quem conta isso é Anna, uma jovem romana que, ao ficar grávida, descobriu que o pai da criança era casado e não tinha intenção alguma de cuidar do filho nem de continuar com ela.

Apesar de tudo, ela decidiu continuar com a gravidez e, como desabafo, já que se sentia solitária e infeliz, escreveu uma carta ao Papa Francisco há alguns meses. Para a sua surpresa, há poucos dias, ela recebeu uma ligação do Pontífice em pessoa, quem a motivou e lhe deu esperança, garantindo-lhe que, se tiver problemas pela sua condição de mãe solteira, ele mesmo batizaria o menino.

Como esta, o Papa Francisco recebe centenas de cartas por dia, milhares por semana. Algumas das pessoas que lhe escrevem recebem uma ligação pessoal do Papa; outras recebem uma resposta por escrito, com a ajuda dos seus colaboradores. Mas todas são lidas e atendidas, por meio de um escritório da Secretaria de Estado, que organiza a correspondência do Papa.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by