domingo, 21 de maio de 2017

Veja o calendário das celebrações presididas pelo Papa em junho


Foi publicado esta quinta-feira, 18, o calendário das celebrações a serem presididas pelo Santo Padre no mês de junho.

No dia 4, domingo de Pentecostes, o Pontífice presidirá à santa missa às 10h30 locais na Praça São Pedro.

No domingo, dia 18, solenidade de Corpus Christi, o Papa presidirá à Eucaristia às 19h locais na Basílica de São João de Latrão – sede da Diocese de Roma –, seguida da Procissão com o Santíssimo até a Basílica de Santa Maria Maior e da Bênção Eucarística.

Na quinta-feira, dia 29, solenidade dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo, Francisco presidira à santa missa às 9h30 locais na Basílica Vaticana, com a bênção dos pálios para os novos arcebispos metropolitanos.

Com relação à mudança de data da celebração de Corpus Christi, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Greg Burke, fez a seguinte declaração:

“O Santo Padre Francisco decidiu transferir a celebração litúrgica de Corpus Christi – que se celebra na quinta-feira 15 de junho – para o domingo, dia 18 de junho, a fim de favorecer uma maior participação do Povo de Deus, dos sacerdotes e dos fiéis da Igreja em Roma. Há ainda um segundo motivo: quinta-feira em Roma é um dia normal de trabalho, e assim fazendo se criam menos problemas para a cidade.”

Fonte: Canção Nova

Papa: o amor a Deus e ao próximo é o maior mandamento do Evangelho

O Papa encontrou os fiéis e peregrinos presentes na Praça São Pedro neste domingo para a oração mariana do Regina Coeli.

O encontro foi marcado também pelo anúncio da criação de 5 novos cardeais.

Francisco recordou o Evangelho do dia, que nos “leva àquele momento comovente e dramático que é a última ceia de Jesus com os seus discípulos. O evangelista João recolhe da boca e do coração do Senhor os seus último ensinamentos, antes da paixão e da morte. Jesus promete aos seus amigos que, depois d’Ele, receberão um outro paráclito, ou seja, um outro “advogado”, defensor e consolador, “o Espírito da verdade”, e acrescenta: “Não vos deixarei órfãos, virei até vocês”.

Estas palavras – prosseguiu o Papa  – transmitem a alegria de uma nova vinda de Cristo: Ele, ressuscitado e glorificado, está no Pai e, ao mesmo tempo, vem a nós no Espírito Santo. E nesta sua nova vinda se revela a nossa união com Ele e com o Pai: “Vocês saberão que eu estou no meu Pai e vocês em mim e eu em vocês”.

Treze votos a favor do reconhecimento da sobrenaturalidade das primeiras sete aparições de Medjugorje, um voto contra e uma abstenção. Conclusão final da comissão vaticana.

medjugorje-prayer-youth-festival_1
Treze votos a favor do reconhecimento da sobrenaturalidade das primeiras sete aparições de Medjugorje, um voto contra e uma abstenção. A maioria dos votos suspensivos e muitas dúvidas sobre o prosseguimento do fenômeno das aparições que aconteceram entre o final de 1981 e hoje. Este é o resultado final do trabalho da comissão sobre Medjugorje instituída em 2010 por Bento XVI e presidida pelo cardeal Camilo Ruini.

O Papa Francisco mencionou esse relatório durante a conversa com os jornalistas durante o voo de retorno de Fátima, quando revelou a diferença entre as primeiras aparições e o fenômeno posterior, dizendo: “Uma comissão composta por bons teólogos, bispos e cardeais. A relação da comissão é muito, muito boa”. Como se sabe, a indicação das palavras do Pontífice é positiva sobre os frutos espirituais e as conversões (“pessoas que se convertem, que encontram Deus, que mudam de vida. E isto não graças a uma varinha mágica”), mas negativa sobre as aparições que continuam atualmente: “Eu, pessoalmente, sou mais malvado, prefiro a Nossa Senhora Mãe em vez da Nossa Senhora chefe de um escritório de telégrafos e que diariamente envia uma mensagem com hora marcada”.

Uma comissão instituída por Ratzinger
Entre 17 de março de 2010 e 17 de janeiro de 2014, por vontade de Bento XVI, foi instituída uma comissão presidida por Ruini. Além do ex-presidente da Conferência Episcopal da Itália, faziam parte dela os cardeais Jozef Tomko, Vinko Puljic, Josip Bozanic, Julián Herranz e Angelo Amato. Além disso, era integrada pelo psicanalista Tony Anatrella, os teólogos Pierangelo Sequeri, Franjo Topic, Mihály Szentmártoni e Nela Gaspar, o mariólogo Salvatore Perrella, o antropólogo Achim Schütz, o canonista David Jaeger, o relator das Causas dos Santos Zdzislaw Józef Kijas, o psicólogo Mijo Mikic e o oficial da Doutrina da Fé Krzysztof Nykiel.

Ataque satânico contra mosteiro que guarda relíquia do rosto de Cristo.

EqX_xONEAs autoridades policiais estão investigando o ataque ocorrido no domingo, 7 de maio, contra o Mosteiro da Santa Face, em Alicante (Espanha), no qual picharam referências satânicas no cristal que protege a relíquia e foram encontradas várias cruzes invertidas.

Segundo a tradição, a Santa Face é um dos dois sudários com o qual Verônica enxugou o rosto de Cristo durante a Paixão. Este mosteiro é um importante lugar de peregrinação na segunda quinta-feira depois da Semana Santa desde o ano 536.

O sacerdote responsável pela abertura do mosteiro encontrou na manhã de domingo três números seis pichados em uma cruz invertida no cristal blindado que protege a relíquia da Santa Face, assim como várias cruzes da Via Sacra também foram invertidas.

De acordo com as últimas informações publicadas pelo jornal ‘El Mundo’, a autora dos fatos seria uma jovem que foi identificada pelas câmeras de segurança e que, aparentemente, se escondeu na noite de sábado, 6 de maio, dentro do templo para causar a destruição.

Maior gráfica de bíblias do mundo fica na China comunista.

naom_5912b00942f2d
“Produzimos alimento para a alma”, resume à agência Lusa Qiu Zhonghui, presidente da empresa Amity Printing, fundada em 1987, com o objetivo de responder à procura interna de bíblias, depois da destruição em massa de exemplares durante a Revolução Cultural (1966-76).

Na maior fábrica de bíblias do mundo, na costa leste da China, as sagradas escrituras são impressas por operários fardados de azul, em mais de uma centena de línguas.

Pequim e a Santa Sé não têm relações diplomáticas e as manifestações católicas na China são apenas permitidas no âmbito da Associação Patriótica Chinesa, a igreja aprovada pelo Governo e independente do Vaticano.

Convictamente ateu e marxista, o Partido Comunista Chinês (PCC) proíbe os seus membros – mais de 80 milhões – de seguir qualquer religião, enquanto apela aos católicos do país para aderirem ao “socialismo com características chinesas” e funcionarem “independentemente” de forças externas.

A tradição antirreligiosa do país remonta à Revolução Cultural, uma radical campanha política de massas lançada pelo fundador da China comunista, Mao Zedong durante a qual “queimaram-se muitos livros, incluindo bíblias”, explica Qiu Zhonghui.

Dom Edimilson Neves toma posse como bispo da Diocese de Tianguá

A imagem pode conter: 1 pessoa, em péDom Edimilson Neves tomou posse neste último sábado, 20, como novo bispo de Tianguá, na região da Ibiapaba. Em Missa na Catedral Sant’Ana, o agora bispo emérito, dom Francisco Javier Hernandez Arnedo, passa o báculo (símbolo do pastor que conduz o rebanho) para dom Edimilson, na presença de centenas de fiéis, padres e demais bispos da região, entre eles dom Gilberto Pastana, de Crato. O início da celebração aconteceu às 16h, na entrada da cidade, e a transição às 17h, na Catedral Sant’Ana.
Dom Edimilson Neves, filho de Jardim, foi eleito bispo em fevereiro pelo Papa Francisco, sendo ordenado no mês seguinte. Ele deixa vasto legado espiritual para a Região do Cariri, sobretudo, enquanto esteve à frente da Catedral Nossa Senhora da Penha, tanto que seu lema episcopal evoca o Salmo 69, que diz: “O zelo por Tua casa me consome”, isto é, uma alusão a sua trajetória nesses vintes anos de sacerdócio.
“Desejo zelar pela casa do Senhor como lugar do encontro e da celebração da vida”, assegurou, quando da sua nomeação.
Dom Edimilson tem 48 anos e é um dos bispos mais jovens do Brasil. Foi transferido da Diocese de Crato, onde ocupava o cargo de cura da Catedral, para substituir
dom Javier, que teve aceitado o pedido de renúncia por idade. Pelo direito canônico, o bispo deve renunciar ao cargo quando completa 75 anos.
Pequena biografia
Dom Francisco Edimilson Neves Ferreira, natural da cidade de Jardim, nasceu em três de outubro de 1969. Ingressou no Seminário São José aos vinte anos. Transferido para o Seminário Regional em Fortaleza, concluiu a formação no Seminário da Prainha, sendo licenciado em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará.
Ordenado presbítero no 12 de dezembro de 1997, foi pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Crato, professor, prefeito de disciplina e diretor espiritual do Seminário Diocesano São José, em Crato. Dois anos depois, foi nomeado coordenador diocesano de pastoral, cargo que exerceu durante 14 anos. Também trabalhou como vice-diretor do Colégio Pequeno Príncipe desde 1998. Sua eleição para a missão de bispo aconteceu em 15 de fevereiro; A ordenação episcopal em 22 de março.                   (Diocese de Crato)

sábado, 6 de maio de 2017

Papa em Fátima, “com Maria, peregrino na esperança e na paz”

A viagem do Papa a Fátima nos dias 12 e 13 de maio será uma “peregrinação”. Os detalhes desta que será a 19ª viagem internacional de seu Pontificado foram apresentados na manhã desta sexta-feira na Sala de Imprensa da Santa Sé, pelo seu Diretor, Greg Burke.

“Com Maria, peregrino na esperança e na paz”. Este é o lema da Viagem Apostólica do Santo Padre, que pela primeira vez estará em no Santuário de Fátima em Portugal, precisamente cem anos após as aparições de Nossa Senhora aos três pastorzinhos na Cova da Iria.

Francisco visitará o Santuário português 50 anos após a viagem do Papa Paulo VI – o primeiro Pontífice a peregrinar àquele Santuário mariano e no sulco das três viagens de São João Paulo II – 1982, 1991 e 2000 – e mais recentemente de Bento XVI, em 2010.

A peregrinação do Papa Francisco atende ao convite do Presidente da República e dos bispos portugueses, em pleno mês mariano. Na ocasião o Papa canonizará Francisco e Jacinta Marto, que junto com Lúcia dos Santos, presenciaram as aparições de Nossa Senhora entre maio e outubro de 1917.

Por que chamamos a Virgem Maria de Nossa Senhora?

nossa-senhoraO título de Senhor e Senhora, desde os primeiros séculos do Cristianismo, eram usados para os senhores de escravos, muito comum naquele tempo. Dentro desse contexto, a Virgem Maria disse ao anjo: “Eis aqui a escrava do Senhor” (Lc 1, 38).

Mas “Jesus é o Senhor”, como disse São Paulo (Fl 2,11); é o Rei dos Reis; e Sua Mãe é Rainha por consequência. Por isso, a Igreja entendeu que deveria chama-lá de Senhora. Os súditos do Rei eram também servos da Rainha. Ora, se somos súditos de Jesus, o somos também de Maria. A Ladainha Lauretana chama a Virgem Maria de Rainha dos Anjos, Rainha dos Santos, Rainha dos Apóstolos, Rainha dos Mártires, Rainha dos Confessores, Rainha da Virgens, Rainha dos Profetas. Ora, toda Rainha é Senhora em seu reino.

A Virgem Maria é aquela “cheia do Espírito Santo”, como a saudou sua prima Santa Isabel, que em alta voz disse: “Bendita és tu entre as mulheres” (Lc 1,42). Ela é “a filha predileta de Deus”, diz o Concílio Vaticano II (LG n. 53), “aquela que, na Santa Igreja, ocupa o lugar mais alto depois de Cristo e o mais perto de nós” (Lumen Gentium, n. 54).

A mãe de 101 anos que cuidou do filho de 63 até a morte.

mae101anos
Quando Meliah Md Diadh faleceu, em sua localidade de Kampung Bukit Nambua, na Malásia, ela tinha 101 anos de idade e uma única preocupação: quem iria cuidar do seu filho caçula, Abdul, de 63 anos, completamente dependente dela devido a graves deficiências que, desde o nascimento, o impediam de caminhar, falar, alimentar-se e vestir-se sozinho?
Nunca foi fácil“, desabafou ela, pouco tempo antes de falecer. “Ele é adulto, mas eu não me importo, eu sempre vou cuidar dele porque ele é a única pessoa que eu tenho no mundo e eu o amo acima de todas as coisas. E também quero que ele aproveite o tempo que falta
De fato, nunca foi fácil, mas ficou ainda mais difícil quando Meliah perdeu o marido. Foram mais de 20 anos de viuvez em meio a desafios econômicos e emocionais permanentes, agravados pela perda, também, dos filhos mais velhos, falecidos precocemente. Embora Meliah tenha recebido ajuda de amigos e parentes mais distantes, a mãe e o filho caçula contavam basicamente um com o outro.
Quando era questionada sobre o grau de sacrifício envolvido nos cuidados de um filho com limitações tão sérias, sendo ela própria centenária e tendo também ela grandes limitações, essa mãe extraordinária sempre foi categórica ao responder que NUNCA foi um incômodo nem jamais se arrependeu de ter dedicado a vida a cuidar do filho.
Mas a força dessa mulher não resistiu aos seus problemas respiratórios e ao peso natural do tempo: Meliah partiu aos 101 anos de idade. Os mesmos parentes que a ajudaram também acolheram Abdul, de quem continuam cuidando agora.
Aleteia

* Rio Branco/Acre: a capital onde mais católicos deixam a Igreja no Brasil.

ac rio branco centro administrativo
“Se há quem duvide da transição religiosa no Brasil, a capital do Acre é um exemplo de cidade que já promoveu a mudança de hegemonia entre católicos e evangélicos (especialmente para a população feminina e jovens). Impressiona o ritmo ocorrido nas últimas duas décadas, pois os católicos caíram cerca de 2% ao ano, enquanto para o Brasil a queda foi de 1% ao ano”, escreve José Eustáquio Diniz Alves, doutor em demografia e professor titular do mestrado e doutorado em População, Território e Estatísticas Públicas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas – ENCE/IBGE, em artigo publicado por EcoDebate.
Depois de 500 anos de predominância católica, o Brasil está passando por uma transição religiosa, com declínio das filiações católicas e aumento das filiações evangélicas, além do aumento do percentual de outras religiões e do percentual de pessoas que se declaram sem religião.
10_04_figura1_ecodebate
Esse fenômeno acontece em todo o território nacional, mas com ritmos diferentes nas regiões, nos estados e nos municípios. A Unidade da Federação com menor percentual de católicos era o Rio de Janeiro, com somente 45,8%, segundo o censo demográfico de 2010. A Unidade da Federação com maior percentual de evangélicos era Rondônia, com 33,8%.
Estes dois estados são os mais avançados na transição religiosa, segundo os últimos dados do IBGE. A razão entre evangélicos e católicos (REC) era de 71,1% em Rondônia e de 64,1% no Rio de Janeiro. Para o Brasil a REC era de 34,3% em 2010, significando que existia 34,3 evangélicos para cada 100 católicos.
Mas em termos das capitais, a cidade de Rio Branco, no Acre, é a mais adiantada na transição religiosa no Brasil, com uma REC de 100%, ou seja, o número de católicos e evangélicos estava praticamente empatado, em 2010.

A família mórmon que se converteu graças a Maria e à Eucaristia.

odulioA família Odulio, de origem filipina, vive hoje em uma cidade norte-americana onde a maioria da população é mórmon: Salt Lake City, no Estado de Utah.

No Sábado Santo deste ano, porém, a família recebeu os sacramentos do Batismo, da Confirmação e da Comunhão durante a Vigília Pascal: eles tinham se convertido à Igreja católica graças à Virgem Maria e à Santíssima Eucaristia.

Rico Odulio, o pai, nasceu nas Filipinas. Sua família, que era católica, aderiu à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, cujos membros são mais conhecidos mundo afora como mórmons. Mas ele continuou frequentando uma escola católica devido à sua boa qualidade, embora reconhecesse que “é muito difícil crescer em meio a duas igrejas”.

Foi na igreja mórmon que Rico conheceu a mulher que se tornaria sua esposa, Heidi. Durante o namoro, viajaram como missionários à cidade filipina de Cebu e lá permaneceram dois anos, mas separados. Ao se reencontrarem, casaram-se conforme o rito mórmon. Tiveram dois filhos que, desde pequenos, aprenderam dos pais o hábito da oração e da partilha em família.

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Programe-se para a Festa do Jubileu

Inscrição

Para participar do evento do Jubileu de Ouro da RCC é necessário fazer uma inscrição. O valor das inscrições variam de acordo com o período de efetivação e podem ser feitas de 1 de dezembro de 2016 até o dia 16 de junho de 2017.
ATENÇÃO! As vagas para inscrição no evento são limitadas. Não deixe para a última hora.

Confira abaixo os prazos e valores:

Lote 1 - R$ 85,00 (Prazo: 01/12/16 à 28/02/17)
Lote 2 - R$ 95,00 (Prazo: 01/03/17 à 30/04/17)
Lote 3 - R$ 105,00 (Prazo: 01/05/17 à 16/06/17)
No local - R$ 120,00

Com a efetivação da inscrição, o participante receberá um kit de participação que será distribuído no local do evento. 
FAZER INSCRIÇÃOACESSAR MINHA INSCRIÇÃO
Você COORDENA uma CARAVANA??
- Reuna os dados de todas as pessoas e faça você a inscrição das mesmas.
- Antes de começar a inscrevê-los, você dever cadastrar a sua caravana.
CADASTRAR CARAVANAACESSAR INSCRIÇÕES DA CARAVANA

Sejamos verdadeiros carismáticos



Leia abaixo a carta 01/2017 à Renovação Carismática Católica do Brasil, escrita pela presidente do Conselho Nacional da RCC, Katia Roldi Zavaris. As cartas bimestrais trazem partilhas e direcionamentos espirituais para o trabalho de evangelização desenvolvido pelo movimento em todo o Brasil. É muito importante que você compartilhe este documento com o seu Grupo de Oração.



CARTA À RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL



Doc. 01/2017
Vitória/ES, 31 de março de 2017.


Queridos irmãos e irmãs, amada família carismática, que a paz de Jesus esteja em plenitude com cada um de vocês!

Ao escrever esta carta, tenho um profundo sentimento de gratidão por tudo que vivemos em Duquesne/Pensilvânia, nos Estados Unidos, durante a conferência em comemoração ao Jubileu de Ouro da RCC no mundo, que aconteceu entre os dias 15 e 19 de fevereiro de 2017, data que marca os cinquenta anos do “Final de Semana de Duquesne”, quando teve início a Renovação Carismática Católica.

Gratidão que se redobrou também pelos muitos eventos e “grupos de oração de ouro”, que aconteceram em todo Brasil, como uma referência ao nosso sentimento brasileiro: “Duquesne é aqui!” – vivemos em nossa nação um verdeiro Pentecostes! Foram dias de muitas bênçãos e de muitas graças. Dias para louvar a Deus por estes cinquenta anos de caminhada, mas também dias para escutarmos de Deus o direcionamento para o caminho que temos à nossa frente. Um caminho ainda não percorrido no qual desejamos que cada passo que dermos seja conduzido pelo Espírito Santo.

Neste sentido, gostaria de partilhar com vocês algumas das coisas que o Senhor nos tem falado quando nos reunimos, seja através da voz de nossos pioneiros, seja através da voz da Igreja, nos pronunciamentos do Papa, dos bispos e dos padres, seja através de pregações ou até de profecias.

Papa: a Igreja é um povo. Mas um povo sonhado por Deus

“Deus é sempre fiel à sua aliança: foi fiel à promessa com Abraão e à salvação prometida em seu Filho, Jesus”. Este foi o centro da homilia proferida pelo Papa na manhã de quinta-feira (06/04) na missa da Casa Santa Marta.

A primeira leitura narra a aliança que Deus fez com Abraão, que Jesus e os fariseus chamam ‘pai’, porque foi ele que gerou “este povo, que hoje é a Igreja”. Abraão confia, obedece quando é enviado para outra terra, recebida em herança. Homem de fé e de esperança, acredita quando lhe é dito que teria um filho, aos 100 anos, “com a esposa estéril”. “Quem quisesse descrever a vida de Abraão, poderia dizer: ‘É um sonhador’”, disse o Papa. “Era um sonhador da esperança, mas não era um louco”, explicou:

“Colocado à prova depois de ter o filho, lhe é pedido que o ofereça em sacrifício: obedeceu e foi adiante, contra qualquer esperança: este é o nosso pai Abraão, que vai avante, avante, e quando viu Jesus, ficou cheio de alegria. Sim: a alegria de ver que Deus não o havia enganado, que Deus – como rezamos no cântico – é sempre fiel à sua aliança”.

Conheça o Significado dos tempos vividos no período da Semana Santa

Quaresma

Tempo litúrgico de conversão em preparação para a Páscoa. Tem a duração de 40 dias, com início na Quarta-feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos. Neste tempo os cristãos são incentivados a aprofundar a vida de oração, viver o jejum e praticar a caridade. O termo quaresma remete há 40 dias e nos lembra os 40 anos em que o povo hebreu passou no deserto no caminho do Egito à terra prometida e os 40 dias de jejum de Jesus no deserto. A duração da Quaresma se baseia também na simbologia do número 40 na Bíblia, que caracteriza preparação e prova. Na Bíblia,caracteriza as intervenções sucessivas de Deus: Davi, como Saul, reinou 40 anos; o dilúvio durou 40 dias; Moisés serviu a Deus no Monte Sinai durante 40 dias e durante 40 anos Moisés conduziu o povo de Israel na peregrinação pelo deserto até chegaram à Canaã.

Domingo de Ramos

Marca o início da Semana Santa. É a comemoração litúrgica que recorda a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém onde Ele iria celebrar a Páscoa judaica com seus discípulos. A liturgia da palavra evoca a Paixão do Senhor no Evangelho de São Lucas. A Procissão de Ramos tem como objetivo apresentar a peregrinação que cada cristão realiza sobre a Terra buscando a vida eterna ao lado do Senhor. O ato de levar os ramos para casa serve para recordar da união com Cristo na luta da salvação do mundo.

A técnica não salvará o homem. Artigo de Joseph Ratzinger.

82b4012b34f84418869f39037b153b1f
Foi publicado nesta terça-feira, 4 de abril, o livro Il tempo e la storia. Il senso del nostro viaggio [O tempo e a história. O sentido da nossa viagem] (180 páginas), uma coleção de escritos de Joseph Ratzinger inéditos na Itália. São textos dos anos 1970, anteriores à nomeação episcopal do papa emérito, que está prestes a completar, no próximo dia 16 de abril, 90 anos.

Um trecho do livro foi publicado por La Stampa.

” Hoje cresce de novo a angústia que parecia ter desaparecido no momento otimista do pós-guerra. Quando os homens puseram pela primeira vez o pé na lua, ninguém pôde escapar do entusiasmo, do orgulho, da alegria pela grande obra que o ser humano tinha conseguido realizar naquele momento. Acolheu-se o evento como a vitória não de uma nação, mas da humanidade.

No entanto, no momento da alegria, entrelaçavam-se os motivos de uma profunda tristeza, porque o mesmo homem que tinha feito tal obra inédita não é capaz de impedir que, ano após ano, milhares e até milhões de pessoas morram de fome, porque não é capaz de dar a milhões de seres humanos, seus irmãos, uma existência digna do ser humano, porque não é capaz de pôr fim à guerra e de parar a crescente onda de violência. O poder técnica não é necessariamente um poder humanitário; o poder de agir sobre si mesmo está em um plano totalmente diferente no que diz respeito à execução técnica.

PROCISSÃO DOS PASSOS

A imagem pode conter: 2 pessoas, atividades ao ar livre
A Paróquia Senhor Bom Jesus dos Navegantes  de Camocim convida a todos para participar, nessa sexta-feira (07/04), da Procissão dos Passos, também conhecida como Procissão do Encontro, quando Jesus encontra-se com sua mãe, Maria. Segundo a organização, a programação terá início com a Santa Missa, que acontecerá na Igreja de Bom Jesus dos Navegantes (Matriz), às 16:00h, logo após  acontecerá a procissão pelas ruas da cidade. 
Nosso Senhor dos Passos é uma invocação de Jesus Cristo e uma devoção especial na Igreja Católica a ele dirigida, que comemora o trajeto percorrido por Jesus desde sua condenação à morte no pretório até o seu sepultamento, após ter sido crucificado no Calvário. 
No século XVI se fixaram 14 momentos principais deste trajeto, embora o número tenha variado na história do catolicismo de sete a 39. Estes pontos principais são chamados de as estações ou os passos da Paixão de Cristo ao longo da Via Sacra ou Via Crucis. Em Camocim, serão 7 momentos a partir da frente da Igreja Matriz no sentido Rua Dr.João Thomé-Beira Mar (dobrando à esquerda na Rua Engenheiro Privat).

Gessivandro Queiroz

sexta-feira, 31 de março de 2017

MUTIRÃO DE CONFISSÕES NA PARÓQUIA SÃO FRANCISCO DAS CHAGAS EM CAMOCIM

Imagem relacionada
A confissão ou sacramento da penitência é indispensável na vida daqueles que querem viver na fidelidade com Deus. Quando pecamos perdemos a comunhão com o senhor e só pela confissão recebemos o perdão e do retorno à vida da graça.

O Sacramento da Penitência é o sacramento da conversão profunda, porque realiza, de maneira sacramental, o apelo de Jesus à conversão e o esforço de regressar à casa do Pai, do qual o pecador se afasta pelo pecado. Diante do sacerdote o pecador confessa os seus pecados, reconhecendo o delito e pedindo a santidade de Deus e a sua infinita misericórdia.

Na Quaresma, existe esta tradição muito bonita de procurar a Misericórdia de Deus na confissão pedindo perdão pelos pecados cometidos. Vivencia-se nesse período um verdadeiro retiro de 40 dias em preparação para a Páscoa; a grande festa do cristianismo. Esse tempo favorável, tempo da graça, tempo da misericórdia, é um grande convite do Senhor a vivermos uma virada em nossas vidas.



Para facilitar o atendimento dos fiéis, a paróquia São Francisco das Chagas de Camocim promove, na próxima  terça-feira, dia 04 de abril, o mutirão de confissões.

participe!

Pe. Raniero Cantalamessa: “O Espírito Santo nos introduz no mistério”

“O Espírito Santo nos introduz no mistério” foi o tema da IV Pregação da Quaresma do Pe. Raniero Cantalamessa, ofmcap ao Papa Francisco e à Cùria, na Capela Redemptoris Mater, no Vaticano. Eis o texto na ìntegra:

“Refletimos nas duas primeiras meditações quaresmais sobre o Espírito Santo, que nos insere, nos introduz, na plena verdade sobre a pessoa de Cristo, fazendo-nos proclamá-lo Senhor e verdadeiro Deus. Na última meditação passamos do ser para o agir de Cristo, da sua pessoa para as suas obras, e, especialmente, para o mistério da sua morte redentora. Hoje nos propomos meditar sobre o mistério da sua e da nossa ressurreição.

São Paulo atribui abertamente a ressurreição de Jesus da morte, à obra do Espírito Santo. Ele diz que Cristo “foi constituído Filho de Deus com poder, segundo o Espírito de santidade, em virtude da ressurreição dos mortos” (Rm 1,4). Em Cristo, tornou-se realidade a grande profecia de Ezequiel sobre o Espírito que entra nos ossos secos, ressuscita-os dos seus túmulos e faz de um grande número de mortos “um grande exército” de ressuscitados à vida e à esperança (cf. Ez 37, 1-14).

Mas, não gostaria de continuar a minha meditação seguindo essa linha de raciocínio.  Fazer do Espírito Santo o princípio inspirador de toda a teologia (intenção da assim chamada Teologia do terceiro artigo!) não significa colocar o Espírito Santo, à força, em toda afirmação, nomeando-o a cada passo. Não estaria na natureza do Paráclito que, como aquela da luz, ilumina todas as coisas permanecendo, ele próprio, por assim dizer, na sombra, como nos bastidores. Mais que falar “do” Espírito Santo, a Teologia do terceiro artigo consiste em falar “no” Espírito Santo, com tudo o que esta simples mudança de preposição comporta.

Vaticano e os maiores atrativos do menor país do mundo

Se você ainda não escolheu seu pacote para a Convenção Shalom 35 anos, corra! Pois a programação acontece em meados de setembro próximo e alguns eventos acontecerão no Vaticano ou em suas proximidades. Então, prepare-se para visitar um dos lugares mais belos e impressionante desta viagem inesquecível.

Mas o que tem no menor país do globo, que abriga 800 moradores, para reunir pessoas de várias partes do mundo e visitas em um só lugar? Primeiro, o Estado da Cidade do Vaticano é o núcleo oficial da Igreja Católica, gerida pelo bispo romano, o Papa, que reside no Palácio Apostólico; tem o italiano e o latim como idiomas oficiais.

O turismo de natureza religiosa, também atrai as pessoas aos principais pontos mais visitados: a Praça de São Pedro, onde o Papa encontra os fiéis por meio das celebrações e eventos e a Basílica de São Pedro, lugar de oração e das mais belas obras de arte e arquitetura.

Portanto, fique de olho em cada detalhe no Vaticano, para que nada se perca:

Fora Basílica de São Pedro

Localizada no Vaticano, é a maior e mais importante Igreja católica do mundo. Observe a cúpula de 132 metros de altura que equivale a um prédio de 44 andares. Ela pode ser vista de quase toda a cidade de Roma e não é de impressionar só pelo lado de fora. Para apreciar a vista 360º mais alta e mais surpreendente de toda a cidade de Roma você pode subir os 551 degraus até o interior da cúpula ou utilizar o elevador. A vista é belíssima!

Eu espero por alguém que conte a Deus o quanto é grato por me amar

Para que apressar o relógio se existe o tempo certo para tudo? Para que me encher de dúvidas se entreguei tudo a Deus?

Eu não quero alguém ao meu lado para me bajular, ignorar os meus erros e nunca me confrontar. Tenho aprendido a cada dia mais que o amor não é aceitar tudo, mas fazer o possível para me tornar o melhor que posso ser para quem amo e também para mim. Não espero alguém perfeito, mas com toda a certeza espero alguém de verdade, que sinta com tudo de si e saiba me amar da forma que devo ser amada. Assim como eu também preciso sentir com tudo de mim e amar o outro como deve ser amado.

Não me desespero por estar no tempo da espera, mas me esforço para ter a paciência de esperar sem questionar. Para que apressar o relógio se existe o tempo certo para tudo? Para que me encher de dúvidas se entreguei tudo a Deus? O meu coração está sob os cuidados Dele, onde deve sempre estar. Não me importo tanto assim se for preciso esperar tanto tempo parar estar com quem amo, porque não o espero para ser preenchida, porque com Deus eu já sou completa.

Que doença eu tenho, doutor Google?



Conselhos para quem costuma pesquisar assuntos de saúde na internet

Atire a primeira pedra quem nunca foi direto para o Google pesquisar o nome da doença e seus tratamentos depois de sair do consultório médico com uma informação importante sobre sua saúde!

Alguns estudos falam que mais de 50% das pessoas conectadas à internet neste momento estão pesquisando informações sobre saúde de forma direta ou indireta e, o que é mais importante, que a informação que elas vão encontrar impactarão em suas decisões.

Na internet, existem mais de 10 milhões de páginas sobre saúde. Estas páginas desenvolvem aplicativos que estão cada dia mais disponíveis nos tablets e smartphones. As informações também se movem através de fóruns e redes sociais. De fato, saúde, viagem e jogos são os principais temas mais presentes na internet e que motivam o desenvolvimento de novos produtos tecnológicos.

O que queremos é nos transformar em especialistas em nossas doenças. Isso é bom, porque um cidadão informado é um paciente empoderado, que quer tomar suas decisões sobre sua saúde e sua doença.

No entanto, na internet tem de tudo: informação validada e não-validada, rumores, mentiras e falsos conselhos. Durante um tempo, foram desenvolvidos selos de qualidade que garantiam que a informação de determinada página tinha suporte científico e não incluía informações falsas.

Entretanto, muitas informações de saúde não ficam só nas páginas oficiais. Fóruns, Twitter, Facebook e até mensagens de WhatsApp compartilham avisos sobre hipotéticos ou reais efeitos secundários de medicamentos, dietas que curam doenças e pedidos de ajuda financeira para supostas crianças doentes.

Você sabe qual é o país mais feliz do mundo?

Brasil aparece em 22º lugar no ranking das nações com maiores índices de felicidade

O que torna um país mais feliz do que o outro? Acesso de sua população à saúde? Renda? Belezas naturais?

Para a Rede de Solução em Desenvolvimento Sustentável, que todos os anos elabora o relatório sobre os países mais felizes do mundo, são seis os itens que devem ser estudados para estabelecer o ranking da felicidade: PIB per capita, expectativa de vida saudável, generosidade, exposição da corrupção, liberdade para fazer escolhas e apoio social. O estudo é feito a pedido da ONU (Organização das Nações Unidas)

Estes critérios foram analisados pela Rede com base em indicadores e em entrevistas feitas com os moradores de 155 países. Neste ano, a Noruega foi considerada o país mais feliz do mundo, desbancando a Dinamarca, que, no ano passado, ficou em primeiro lugar na classificação geral. O top 4 da lista ainda conta com outros países nórdicos: a Islândia ocupa o terceiro lugar e a Suíça, o quarto.

No outro extremo da lista, estão os países tidos como os “menos felizes do mundo”: República Centro-Africana,  Burundi, Tanzânia e Síria.

 América Latina

A Costa Rica é o país mais feliz da América Latina e ocupa o 11º lugar na classificação global. A nação é seguida pelo Chile (20º lugar no ranking mundial), Brasil (22º lugar do mundo), Argentina (24º lugar) e México (25º).

Brasil

O Brasil caiu 5 posições no ranking global do ano passado para cá. Em 2016, o país ocupava o 17º lugar na classificação mundial. Este ano, ficou em 22º. As notícias de corrupção, alta no desemprego e a crise econômica podem explicar este desempenho.

quarta-feira, 29 de março de 2017

MUTIDÃO DE CONFISSÕES NA PARÓQUIA S. BOM JESUS DOS NAVEGANTES


A PARÓQUIA S. BOM JESUS DOS NAVEGANTES em   Camocim, realiza , um mutirão de confissão para os fiéis de toda a comunidade, no próximo dia 04 de Abril, a partir das 8 da manhã.

Todos os anos, no período quaresmal, a Igreja Católica propicia os mutirões em todas as paróquias da Diocese, a fim de levar os cristãos a vivenciarem o tempo de penitência com mais intensidade buscando a conversão pessoal e de toda a sociedade para a construção de um mundo melhor para todos, conforme a proposta de Jesus Cristo. 

Sobre a Confissão

Confissão ou Penitência é o Sacramento instituído por Nosso Senhor Jesus Cristo, para que os cristãos possam ser perdoados de seus pecados e receberem a graça santificante. Também é chamado de sacramento da Reconciliação.
Para se fazer uma boa confissão são necessárias 5 condições:
a) um bom e honesto exame de consciência diante de Deus;
b) arrependimento sincero por ter ofendido a Deus e ao próximo;
c) firme propósito diante de Deus de não pecar mais, mudar de vida, se converter;
d) confissão objetiva e clara a um sacerdote;
e) cumprir a penitência que o padre nos indicar.
O católico deve confessar-se no mínimo uma vez por ano, ao menos a fim de se preparar para a Páscoa

O mutirão será realizado durante todo o dia!

Papa Francisco convida a crer em Deus para sair do desespero e da morte




Na catequese desta quarta-feira na Audiência Geral, o Papa Francisco recordou a figura de Abraão, “Pai da fé”, que acreditou contra toda esperança, confiou e descobriu que Deus faz sair do desespero.

Abraão também “é pai na esperança e isso porque em sua vida já podemos acolher o anúncio da ressurreição, da vida nova que vence o mal e a própria morte”.

“O Deus que se revela a Abraão é o Deus que salva, o Deus que faz sair do desespero e da morte, o Deus que chama à vida. Na história de Abraão, tudo se torna um hino ao Deus que liberta e regenera, tudo se torna profecia”.


O Papa comentou a carta de São Paulo aos Romanos, que diz que Abraão, “acreditou, sólido na esperança, contra toda esperança”, dado que Deus lhe tinha prometido descendência embora fosse idoso e sua mulher estéril. “Neste ponto, Paulo nos ajuda a compreender a relação muito estreita entre a fé e a esperança”, acrescentou.

Desconhecidos invadem Igreja para roubar hóstias consagradas


O objetivo era roubar as hóstias consagradas, pois deixaram tudo o que tinha valor material, expressou frei Gilberto Urbaez, pároco da igreja de Nossa Senhora da Consolação, em Maracaibo (Venezuela), ao denunciar a profanação que o templo sofreu na noite de 24 de março.

A Conferência Episcopal Venezuelana (CEV) informou que o roubo ocorreu entre as 23h (hora local) e a meia-noite. “Um vigia perto escutou alguns ruídos e acreditou que vinham de um centro comercial vizinho. Chamaram a polícia e os funcionários perceberam um pedaço oco em uma das portas laterais. Jogaram uma pedra e a madeira cedeu”.

O Episcopado acrescentou que “tudo indica que os intrusos se dirigiram diretamente ao sacrário, onde estavam guardadas as hóstias consagradas”.

“Foi um roubo limpo. Geralmente quando entram assim em uma igreja, buscam coisas de valor material. Havia computadores, telefones, objetos, mas só levaram o corpo de Nosso Senhor e o livro de leituras que usamos para ler a Palavra. Isso nos causa uma profunda dor”, indicou o sacerdote na nota divulgada pela CEV.

Famoso músico católico Martín Valverde sofre acidente de carro junto com sua família


 O famoso músico católico Martín Valverde sofreu um acidente de carro ontem, em Guadalajara (México), junto com a sua esposa Lizzy e o seu filho Jorge Pablo.

Segundo informou em um vídeo no Facebook o também músico Kiki Troia, depois de conversar com os médicos que atendem a família Valverde, “os prognósticos de todos é encorajador, mas ainda não chegam a fazer estudos”.
“Os três estão conscientes, um pouco doloridos, sobretudo Martín que está com o pescoço dolorido”, disse Troia e explicou que os médicos “fizeram tomografias” e “estão descartando questões graves”.

“Até agora não encontraram nada grave em nenhum dos três, embora o acidente tenha sido muito violento, foi muito forte”, assinalou.

ACI

Messiah: Netflix prepara série sobre “segunda vinda” de Jesus

Uma das novas produções anunciadas pela Netflix é uma série chamada Messiah [Messias], que mostrará como o mundo de hoje reagiria a um homem que começa a fazer milagres no Oriente Médio.

Classificado como “drama”, o material está em fase inicial e será escrita por Michael Petroni (A Menina que Roubava Livros). A ideia foi do casal de produtores Mark Burnett e Roma Downey, responsáveis pela minissérie “A Bíblia”, do canal History que foi sucesso no mundo todo.

Ambos são evangélicos e repetidas vezes disseram que pretendem usar seus talentos para anunciar o Evangelho.
Segundo o Deadline, a premissa de Messiah é mostrar a “segunda vinda de Jesus”. Contudo, não se trata do arrebatamento. O Messias do título seria uma espécie de exercício teológico que coloca Cristo desenvolvendo seu ministério hoje em dia de maneira similar ao que fez dois mil anos atrás.
Ainda não há muitos detalhes sobre o roteiro, que acaba de receber o sinal verde da Netflix. Não há previsão de estreia, mas não deverá ser antes de 2018.

Símbolo secreto cristão: por que o peixe?

Além de código para se reconhecerem nos tempos de clandestinidade, o anagrama era uma proclamação de fé!

O cristianismo continua sendo a religião mais perseguida do planeta (confira os números neste relatório). Considerando que o próprio Cristo foi crucificado, é fácil imaginar que os inícios da fé cristã não tenham sido nada fáceis. E não foram mesmo: as perseguições contra os cristãos já eram frequentes e brutais nos três primeiros séculos do cristianismo, quando a fé em Cristo precisava ser vivida praticamente na clandestinidade por grande parte dos conversos.

Num contexto tão cruel, como um cristão poderia saber se outra pessoa também era cristã?

Além de tomar as precauções mais evidentes, como informar-se sobre a outra pessoa previamente sempre que possível, os primeiros cristãos utilizavam “códigos secretos” para confirmar se estavam mesmo diante de um irmão da mesma crença.

O único medo da santa que viu Nossa Senhora de Lourdes

Havia guerra e pavor ao redor, mas o que ela temia era de outra natureza: "Eu só tenho medo dos maus católicos"

Santa Bernadette Soubirous é a menina para quem Nossa Senhora apareceu em Lourdes. Algum tempo depois das aparições, ela entrou para a vida religiosa, no convento de Nevers, adotando o nome de Irmã Marie-Bernard.
Em 1870, a guerra franco-prussiana rumava para o seu fim, com a derrota de Napoleão III. No entanto, os soldados da Prússia que marchavam pelo norte da França ainda representavam uma real ameaça e causavam pavor à população.
Por volta de 9 de dezembro, com os prussianos já nos limites do departamento de Nièvre, cuja capital é Nevers, o cavaleiro Gougenot des Mousseaux foi visitar a religiosa no convento para lhe fazer algumas perguntas.

Você sabe o que é a tibieza ?


Em alguns períodos da nossa vida, podemos detectar em nós alguns dos sintomas da tibieza: a frieza, a apatia, o desânimo, a insatisfação com Deus e conosco mesmo, a falta de estímulos para a oração diária, e até mesmo a falta de forças para decidir por algo ou desistir de alguma coisa. Se sofremos deste mal, há esperança para nós e o remédio é infalível: precisamos de um novo, belo e santo Pentecostes!


É preciso, em primeiro lugar, tomar consciência da nossa condição de necessitados de uma renovação constante do Espírito Santo em nossa vida. O clamor constante e a abertura necessária à ação da graça farão de nós homens e mulheres fervorosos, capacitados pelo Espírito a transbordar no mundo o amor infinito de Deus.

Uma alma tíbia é uma alma morna, fraca, preguiçosa, desanimada e sem fervor. Esta “doença” traz sérias conseqüências, não só à nossa vida espiritual, mas a todas as realidades da nossa existência. Ela é consequência do pecado e desenvolve-se com facilidade nas almas que não são muito amigas das renúncias, sacrifícios e orações. Mas pouco adianta dizer, simplesmente, que é preciso aplicar à doença da tibieza o remédio do fervor. Seria como dizer a um doente que o remédio para ele é a saúde, ignorando que este é o seu problema: a falta de saúde.

* Meu grande “erro” foi assistir a uma missa católica – Ex-protestante, agora padre católico – Carter Griffi

4695cb3b19cbf906e45dac0da0913068_L


é um sacerdote da Arquidiocese de Washington, DC. Presbiteriana Renovada, ele se converteu ao catolicismo, enquanto freqüentava a Universidade de Princeton.

Meu grande erro foi assistir a uma missa católica. Tudo começou inocentemente, visitando uma amiga católica que participou de uma universidade do sul, uma jovem mulher que eu queria impressionar pelo meu desejo grande de espírito de ir à igreja com ela. Mas a minha vida nunca mais foi a mesma desde que daquele domingo de abril de 1992 No dia seguinte, retornando para Nova Jersey onde frequentava a faculdade, eu tinha oito horas para refletir a experiência daquela Missa. Ele tinha feito uma impressão indelével, e ao retornar para o dormitório, perguntei a um amigo católico sobre me levar para o padre de sua paróquia. Eu tinha algumas perguntas que precisavam ser respondidas.

Eu cresci em uma família presbiteriana, bastante consistente, e eu sempre tinha abrigado um interesse na religião. Os negócios do meu pai nos levaram no estrangeiro, quando eu era muito jovem, e a maior parte da minha infância foi passada em países da América Latina. A maioria dos meus amigos que eram “sérios” sobre religião eram de fato católicos, então eu cresci tocado por uma visão favorável da Igreja. Quando vivemos no Brasil, participei de uma escola católica de língua Inglesa, e eu lembro vividamente de ser uma das poucas crianças que não tinham condições de receber a Sagrada Comunhão durante a missa semanal. Era aquela fome de receber Nosso Senhor, da graça da conversão e da fé para crer na presença real de Cristo na Eucaristia.

Conheça alguns documentos oficiais da Igreja Católica contra a escravidão.


sem ttulo-1
1 – Em 13 de Janeiro de 1435, através da bula Sicut Dudum, o papa Eugénio IV mandou RESTITUIR À LIBERDADE os cativos das ilhas Canárias.
2- Em 7 de setembro de 1462, o papa Pio II (1458-1464) deu instruções aos bispos contra os tratamentos dos negros proveniente da Etiópia condenando o comércio de escravos como magnum scelus (grande crime)
3- Em 1537, o papa Paulo III (1534-1549), através da bula Sublimus Dei (23 de Maio) e da encíclica Veritas ipsa (9 de Junho), lembrava aos cristãos que os índios “das partes ocidentais, e os do meio-dia, e DEMAIS GENTES”, eram SERES LIVRES POR NATUREZA.
4- Em 1571 Tomás de Mercado, TEÓLOGO DE SEVILHA, declarava DESUMANA E ILÍCITA A TRAFICÂNCIA DE ESCRAVOS. Em sua Summa de TRATOS Y CONTRATOS, este autor afirmava não haver justificativa para negócio tão infame.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Você sabe quais são os critérios utilizados para definir as datas dos santos?

Vamos começar com um pouco de História. Há muitos, muitos séculos, quando o Cristianismo estava em seu início e ninguém tinha em mente um conceito como o do calendário litúrgico, a Eucaristia começou a ser celebrada sobre as sepulturas dos mártires, de modo a venerar a memória deles. Para isso, era escolhido, com bastante lógica, o aniversário de morte, que era chamado de dies natalis. Mas o “nascimento” aqui era, na realidade, o nascimento para a vida eterna, a glória.

O dies natalis – o aniversário de morte – continuou sendo ao longo dos séculos (e ainda é) o principal critério para definir o dia de cada santo.

No entanto, nem sempre é possível utilizar este critério. Em alguns casos, esta data não é conhecida com exatidão. Em outros, coincide com datas de solenidades especiais, que convém não misturar com outras celebrações.

O que se faz, então, é buscar uma data apropriada, atendendo a várias circunstâncias. O principal ponto é levar em conta os calendários locais. Explico: muitos santos são venerados em âmbitos reduzidos – uma diocese ou um país – antes de serem considerados santos pela Igreja universal. Depois da canonização, a dada usada localmente é transferida para o calendário universal.

Outros critérios também se podem utilizar, como os sucessos de particular importância na vida do santo em questão. Por exemplo: quando se trata de um Papa, pode ser o aniversário do dia de sua eleição. É o caso de são João Paulo II, já que 2 de Abril, dia em que ele faleceu, é uma data em que, na maioria dos anos, coincide com as celebrações da Semana Santa ou da Páscoa.

12 motivos para confiar nossas súplicas a São José



Amado São José!

Do abismo da minha pequenez, ansiedade e sofrimento, eu te contemplo com emoção e alegria no céu, mas também como pai dos órfãos sobre a terra, consolador dos tristes, amparo dos desvalidos, regozijo e amor dos teus devotos perante o trono de Deus, do teu Jesus e de Maria, tua santa Esposa.

Por isso, pobre e necessitado, a ti dirijo hoje e sempre as minhas lágrimas, meus rogos e clamores da alma, meus arrependimentos e esperanças; e hoje, especialmente, trago a ti uma dor para que alivies, um mal para que remedies, uma desgraça para que impeças, uma necessidade para que socorras, uma graça para que obtenhas para mim e para as pessoas que amo.

E durante trinta dias contínuos te pedirei, em reverência aos trinta anos que viveste na terra com Jesus e Maria, e te pedirei, urgente e confiadamente, invocando as diversas etapas e sofrimentos da tua vida. Sobram-me motivos para ter a confiança de que não tardarás em ouvir o meu pedido e remediar minha necessidade; tão firme é minha fé na tua bondade e poder que tenho certeza de que me conseguirás o que preciso e até mais do que te peço e desejo.

1 – Peço-te pela bondade divina que levou o Verbo Eterno a se encarnar e nascer na pobre natureza humana, como Deus de Deus, Deus Homem, Deus do Homem, Deus com o Homem.

2 – Suplico-te pela tua obediência ao Espírito ao não abandonares Maria, mas tomá-la como esposa e ao seu filho como teu, tornando-te pai adotivo de Jesus e protetor de ambos.

O padre brasileiro que foi morar no lixão para resgatar as pessoas jogadas no lixo

O padre brasileiro Airton Freire de Lima nasceu em 1955 na cidade de São José do Egito, Pernambuco, e, ainda jovem, foi estudar em Recife: desenho e arquitetura, teologia e psicologia.

Ordenado diácono em 8 de dezembro de 1981 – dia da Imaculada Conceição – e sacerdote em 13 de fevereiro de 1982, foi designado pároco em Arcoverde, no agreste pernambucano, onde, poucos meses depois, a convite de um grupo de jovens, veio a conhecer um local da cidade que era usado como depósito de lixo.

E o lixo que encontrou ali foi chocante. No meio dele, famílias inteiras não apenas catavam lixo para a subsistência como também moravam no lixão, como se elas próprias fossem “lixo humano” descartado ao léu: jogadas fora, à própria sorte, elas se “alimentavam” dos restos de comida achados no lixo e das esmolas que pediam nas ruas; elas “viviam” em barracos de papelão ou de lata, sem água, sem sanitários, sem luz elétrica, sem rua pavimentada, sem escola, sem assistência médica; elas viviam à margem da sociedade, inclusive da assim chamada sociedade cristã.

quarta-feira, 1 de março de 2017

Bispo comenta tema da CF 2017, sobre biomas brasileiros

cartaz-da-campanha-da-fraternidade-2017
Dom Leonardo Steiner diz que a encíclica do Papa Francisco sobre meio ambiente motivou escolha do tema

É lançada nesta Quarta-Feira de Cinzas, 1º, a Campanha da Fraternidade (CF), uma iniciativa anual da Igreja Católica no Brasil e que envolve toda comunidade com diversas ações pastorais. Este ano, o tema é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida’ e o lema ‘Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15) e busca alertar a população para os cuidados com Criação, de modo especial, com os seis biomas que compõem o Brasil.

De acordo o secretário-geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, bispo auxiliar de Brasília (DF), a proposta do tema é enfatizar as belezas e diversidades de cada bioma brasileiro, criando uma relação da vida com a cultura de cada povo que habita esses lugares.

“Nós já tínhamos pedido para tratar sobre o bioma cerrado, a três anos atrás, e tendo diante de nós a Laudato Si, o Conselho Pastoral resolveu escolher a realidade dos seis biomas brasileiros e dos povos que habitam esses biomas”, disse.

O bispo acrescenta que a Encíclica do Papa Francisco, “Laudato Si, sobre o cuidado da Casa Comum”, foi o principal motivo na definição do tema, já que o Pontífice sempre manifesta sua preocupação com o cuidado com a Terra. Em uma de suas homilias, o Santo Padre afirmou que Deus trabalha a favor de sua criação e que é dever de cada um responder com responsabilidade a Ele.

Papa Francisco convida à defesa da criação em mensagem pela Campanha da Fraternidade

O Papa Francisco enviou uma mensagem por ocasião do lançamento da Campanha da Fraternidade 2017, no Brasil, na qual recorda que o tema “Fraternidade: biomas brasileiros e a defesa da vida” é um convite à defesa da criação.

“O objetivo da Campanha da Fraternidade deste ano, inspirado na passagem do Livro do Gênesis (cf. Gn 2,15), é cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do Evangelho”, afirma o Pontífice, em referência ao lema deste ano que é “Cultivar e guardar a criação”.

O Santo Padre lembra ainda que, “todos os anos, a Campanha da Fraternidade acontece no tempo forte da Quaresma”. Nesse sentido, assinala que se trata “de um convite a viver com mais consciência e determinação a espiritualidade pascal”.

“A comunhão na Páscoa de Jesus Cristo – acrescenta – é capaz de suscitar a conversão permanente e integral, que é, ao mesmo tempo, pessoal, comunitária, social e ecológica”.

Confira a seguir a mensagem completa do Papa Francisco:

Queridos irmãos e irmãs do Brasil!

Papa: Quaresma, período de penitência finalizado a nos renovarmos em Cristo

Dando continuidade ao ciclo de catequeses sobre a Esperança, o Papa Francisco refletiu nesta Quarta-feira de Cinzas (01/03) sobre a “Quaresma, caminho de esperança”.

Às cerca de 10 mil pessoas presentes na Praça São Pedro, o Pontífice se dirigiu lembrando que a Quaresma é um tempo de preparação para a Páscoa. Nestes quarenta dias, o Senhor nos chama a sair de nossas trevas e a encaminharmo-nos rumo a Ele, que é a Luz. Quaresma é período de penitência finalizado a nos renovarmos em Cristo, a renascermos ‘do alto’, do amor de Deus. E é por isso – explicou – que a Quaresma é, por natureza, tempo de esperança.

Neste sentido, é preciso olhar para a experiência do Êxodo do povo de Israel, que Deus libertou da escravidão do Egito por meio de Moisés, e guiou durante quarenta anos no deserto até entrar na Terra da liberdade.

Foi um período longo e conturbado, cheio de obstáculos, disse Francisco:

“Simbolicamente dura 40 anos, ou seja, o tempo de vida de uma geração. Muitas vezes, o povo, diante das provações do caminho, sente a tentação de voltar ao Egito. Mas o Senhor permanece fiel e guiado por Moisés, chega à Terra prometida: venceu a esperança. É precisamente um ‘êxodo’, uma saída da escravidão para a liberdade. Cada passo, cada fadiga, cada provação, cada queda e cada reinício… tudo tem sentido no âmbito do desígnio de salvação de Deus, que quer para seu povo a vida e não a morte; a alegria e não a dor”.

Mensagem do Papa Francisco para a Quaresma 2017

A Palavra é um dom. O outro é um dom.

Amados irmãos e irmãs!

A Quaresma é um novo começo, uma estrada que leva a um destino seguro: a Páscoa de Ressurreição, a vitória de Cristo sobre a morte. E este tempo não cessa de nos dirigir um forte convite à conversão: o cristão é chamado a voltar para Deus « de todo o coração » ( Jl 2, 12), não se contentando com uma vida medíocre, mas crescendo na amizade do Senhor. Jesus é o amigo fiel que nunca nos abandona, pois, mesmo quando pecamos, espera pacientemente pelo nosso regresso a Ele e, com esta espera, manifesta a sua vontade de perdão (cf. Homilia na Santa Missa , 8 de janeiro de 2016).

A Quaresma é o momento favorável para intensificarmos a vida espiritual através dos meios santos que a Igreja nos propõe: o jejum, a oração e a esmola. Na base de tudo isto, porém, está a Palavra de Deus, que somos convidados a ouvir e meditar com maior assiduidade neste tempo. Aqui queria deter-me, em particular, na parábola do homem rico e do pobre Lázaro (cf. Lc 16, 19-31). Deixemo-nos inspirar por esta página tão significativa, que nos dá a chave para compreender como temos de agir para alcançarmos a verdadeira felicidade e a vida eterna, incitando-nos a uma sincera conversão.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by