VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Padres são ordenados em campo de refugiados no Iraque

AP3542912_ArticoloO Arcebispo sírio-católico de Mossul, Kirkuk e Curdistão no Iraque, Dom Yohanno Petros Moshe, ordenou três novos sacerdotes em um campo de refugiados em Irbil, na sexta-feira (05/08).

Um deles é Padre Roni Salim Momika, para quem o evento é um grande “encorajamento de alegria e esperança para a comunidade em que serve”. Com ele, na igreja pré-fabricada no campo de refugiados Aishty 2, foram ordenados sacerdotes os diáconos Emad e Petros.

Os 5.500 cristãos que moram neste campo foram forçados a fugir de Qaraqosh em agosto de 2014, com a chegada dos homens do Estado Islâmico que a invadiram e destruíram.

Dia triste agora ficou mais feliz

O recém-ordenado sacerdote explicou que este sábado, 6 de agosto, foram lembrados os dois anos do evento, mas que graças à providência divina, agora esta data será recordada também com alegria.

“Este dia, antes era um dia ruim porque nós nos tornamos refugiados e o ISIS ocupou Qaraqosh, porém agora se transformou em algo de bom com a nossa ordenação… algo que dá esperança à nossa gente”.

Padre Roni afirma que quer dar aos cristãos “força, esperança e coragem para seguirem suas vidas e estar com os pobres e os que sofrem”. Na essência, conclui, “nossa missão é levar Cristo às pessoas”.

Fonte: Rádio Vaticano
PAIS TEXTEIRA 02
José seguiu os passos de seu Filho, fazendo-se e deixando-se fazer por Ele pai e discípulo, sendo guiado de forma velada, somente por sonhos; nunca presenciou nada de extraordinário, mas viveu o ordinário de forma extraordinária pela fé


“Fé é a certeza das coisas que não se veem”, diz São Paulo. Esta fé foi vivida de forma incomparável por São José. O autor da Carta aos Hebreus diz que Jesus aprendeu a obediência pelos sofrimentos. José seguiu os passos de seu Filho, fazendo-se e deixando-se fazer por Ele pai e discípulo, sendo guiado de forma velada, somente por sonhos; nunca presenciou nada de extraordinário, mas viveu o ordinário de forma extraordinária pela fé.

José não assistiu a um milagre de Cristo, pois faleceu antes de sua vida pública. Sua anunciação foi feita em sonhos, os anjos que se manifestaram aos pastores não lhe apareceram. As ordens de Deus eram sempre por sonhos. José tinha decidido obedecer sem entender e continuar obedecendo sem entender até o fim de sua vida.

Edith Stein e a Ciência da Cruz

edith steinA canonização de Edith Stein, no dia 11 de outubro de 1998, como todo ato solene da Igreja ao declarar a santidade de uma pessoa, apresentou-a como modelo de vida. Santa Teresa Benedita da Cruz – nome que Edith Stein adotou ao entrar no Carmelo – buscou no recolhimento interior a fonte de um dinamismo avassalador que a levou a uma produção de mais de mil e quinhentas páginas impressas, numa das quais declarou: ‘quanto mais profundamente alguém é atraído para Deus, tanto mais intensamente deve ‘sair de si’ para irradiar ao mundo vida divina’.
Saint_Edith_Stein
Nascida em 12 de outubro de 1891, Edith Stein foi a sétima filha de um casal de judeus piedosos habitantes de um gueto na cidade de Breslau (hoje Wroclaw, no sudoeste da Polônia). Seu pai morreu em uma viagem de negócios quando ela tinha apenas três anos, o que fez sua mãe assumir o comércio familiar de madeiras. Com o amadurecimento nos estudos, especialmente da filosofia, irá se desligando da religião: ‘a sede da verdade era minha única prece’.

Em Göttingen, reúne-se ao grupo da fenomenologia de Husserl, de que faziam parte Dietricht von Hildebrand e Max Scheler. Dedica-se com empenho às pesquisas acadêmicas até que em agosto de 1914 interrompe os estudos e ingressa na Cruz Vermelha para colaborar no cuidado das vítimas da primeira Guerra Mundial. Husserl a convida para ir a Friburgo organizar os seu manuscritos em 1916.

Papa faz doação a país africano afetado pela seca

pope francisO Papa Francisco doou 400 mil dólares ao Reino de Lesoto a fim de “combater a seca que afeta o país e todo o sul da África devido ao fenômeno climático El Niño”.

Foi o que afirmou ao jornal online “African Independent” o Núncio Apostólico Dom Peter Bryan Wells que nos dias passados apresentou ao Rei de Lesoto, Letsie III, as credenciais para o início de sua missão diplomática.

“Trata-se de um gesto particularmente significativo, porque não é comum que o Papa faça doações desse tipo diretamente aos governos. Nos procedimentos da Santa Sé em caso de catástrofes, as ofertas são feitas por meio de agências como a Caritas Internacional ou as Conferências Episcopais locais”, explicou o arcebispo que é também representante pontifício na África do Sul, Botswana, Namíbia e Suazilândia.

Segundo o núncio, neste caso “o Papa aproveitou a ocasião para demonstrar que vivemos o que dizemos, não damos simplesmente ensinamentos vazios”.

Atenção irmãos de temperamento colérico, calma! conheça 3 santos irados e furiosos!

raiva3Muitos acontecimentos recentes têm levado não pouca gente a se enfurecer contra a injustiça, contra líderes políticos, contra a mídia, contra os terroristas e outros semeadores de violência.

O sentimento de raiva faz parte do ser humano. Até Jesus ficou com raiva em certas ocasiões. Mas temos que distinguir o seguinte: sentir raiva é natural e, às vezes, até elogiável, já que é sinal de sadia indignação diante do mal; no entanto, não podemos dizer o mesmo quanto à ira que busca vingança: consentir na ira é pecado.

A ira é um desejo de vingança: ela consiste em desejar o mal contra alguém como punição. É louvável impor uma reparação voltada a corrigir vícios e conservar o bem da justiça, mas é ilícito desejar o mal como vingança (cf. Catecismo, nº 2302).

A raiva diante do terrorismo, do racismo ou da corrupção, por exemplo, é uma reação apropriada, que manifesta o nosso desejo de corrigir vícios e proteger a justiça. Acontece que, muitas vezes, não conseguimos controlar essa raiva – e podemos confundir a sadia indignação diante do mal com um desejo odioso de vingança.

Muitos santos tiveram de brigar com os seus sentimentos de raiva e se cuidar para não cair no pecado da ira. Eles viam o que havia de profundamente errado no mundo e sentiam raiva, mas, em vez de ceder à tentação de destruir, usaram a força da sua indignação para lutar com ainda mais energia pela restauração da justiça através da caridade.

Confira esses três exemplos de santos que podem ajudar você a canalizar a sua raiva de forma adequada!

Catedral de São Paulo acolhe caçadores do pokémonGO e viraliza na internet.


arquidiocese-de-sao-paulo-pokemon-go-02-624x624
Arquidiocese de São Paulo chamou a atenção dos internautas neste final de semana ao publicar uma série de tiradas bem humoradas e acolhedoras aos caçadores de Pokémon, jogo que virou febre no Brasil desde seu lançamento e tem nas Igrejas local de captura de muito dos bichinhos que podem ser  caçados virtualmente mediante aplicativo.
Em uma das dicas, usando ao fundo a imagem da Catedral da Sé de São Paulo, o desenho de um padre acolhedor e  pokémons, a arquidiocese propõe um desafio extra aos jogadores:“que tal fotografar algo nesta igreja que você tenha gostado? Compartilhe com a hastag #PokemonGoIgrejaSP e nós vamos compartilhar sua experiência em nossos canais”. 
A ação conquistou o público e rapidamente viralizou na internet. Em poucos minutos as potagens obtiveram mais de quatro  mil e quinhentos engajamentos direto, sendo comentários elogiosos os principais. “Não sou uma pessoa espiritual e religiosa, mas eu dou os parabéns para este post, pois foi o primeiro manifesto de uma instituição religiosa que vejo que foi mais sensato e cordial, e inclusive convidando os jogadores a conhecerem as pessoas e o local, em vez de recriminar e condenar”, disse um dos internautas.
arquidiocese-de-sao-paulo-pokemon-go-03-624x624

Você sabia que a Igreja Católica é atualmente constituída por 24 Igrejas autônomas “sui juris”?

igreja-caldeia
Pois é! A Igreja Católica não se limita ao rito romano. Ela é uma grande comunhão de 24 Igrejas, sendo 1 ocidental e 23 orientais.
O ramo ocidental é representado pela tradição latina daIgreja Católica Apostólica Romana. É chamado “ocidental” por conta da localização geográfica de Roma e não porque a sua presença se restrinja a países do Ocidente: na verdade, a Igreja Católica de rito romano está presente no mundo inteiro e tem dioceses em todos os continentes, de Portugal ao Japão, do Brasil à Rússia, de Angola à China, do Canadá à Nova Zelândia.
As Igrejas católicas orientais também têm fiéis espalhados pelo mundo, mas, por razões históricas, estão mais fortemente presentes nos lugares onde surgiram. Possuem tradições culturais, teológicas e litúrgicas diferentes, bem como estrutura e organização territorial própria, mas professam a mesma e única doutrina e fé católica, mantendo-se, portanto, em comunhão completa entre si e com a Santa Sé.
Todas as 24 Igrejas que compõem a Igreja Católica são consideradas Igrejas “sui juris”, ou seja, são autônomas para legislar de modo independente a respeito de seu rito e da sua disciplina, mas não a respeito dos dogmas, que são universais e comuns a todas elas e garantem a sua unidade de fé – formando, na essência, uma única Igreja Católica obediente ao Santo Padre, o Papa, que a todas preside na caridade.

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°