quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

PARTICIPE DO SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO SANTO


Sem dúvida, os Seminários de Vida no Espírito Santo constituem-se um dos momentos mais expressivos do trabalho de evangelização da Renovação Carismática Católica em todo o Brasil. Trata-se de encontros abençoados que, a partir de pregações querigmáticas e de momentos fortes de fraternidade e de oração, proporcionam experiência singular com o amor de Deus Pai, o encontro pessoal com Jesus Cristo, Senhor e Salvador, bem como a graça do batismo no Espírito Santo. Reconhecendo a relevância destes encontros, nosso blog disponibilizará, semanalmente, textos que abordam os temas específicos dos Seminários de Vida no Espírito Santos, rogando ao Bom Deus que nos favoreça com um conhecimento crescente de Sua Palavra e desperte em nós a docilidade às moções do Espírito Santo... 


Ah, desde já você fica sabendo que,  a Renovação Carismática Católica de Camocim, convida a todos a fazerem uma experiência de amor com a pessoa de Jesus, através do anúncio do querigma. 

Acontecerá nos dias 13 e14 de fevereiro 
Inscrições gratuitas no local dia 13 de fevereiro  às 14:00 hs no Colégio Georgina. 


Maiores informações  pelo fone: 992353364. Agende e participe! 
Certamente você testemunhará um poderoso momento espiritual que marcará sua vida.



Segue abaixo uma breve reflexão sobre os conteúdos que estarão disponíveis em nossa nova série de postagens.




O Semeador (introdução ao Seminário de Vida no Espírito Santo)



"A que caiu na terra boa são os que ouvem a palavra com coração reto e bom, retêm-na e dão fruto pela perseverança." (Lc 8, 15)



O centro da pregação dos apóstolos na Igreja Primitiva consistia em anunciar Jesus Cristo, o Messias esperado, que foi morto pelos pecados da humanidade, ressuscitou ao terceiro dia e foi constituído, por Deus Pai, o Senhor e Salvador do mundo inteiro: "O Deus de nossos pais ressuscitou Jesus, que vós matastes, suspendendo-o num madeiro. Deus elevou-o pela Sua mão direita, como príncipe e salvador; a fim de dar a Israel o arrependimento e a remissão dos pecados." (At 5, 30 - 31).

Viver com alegria a quaresma

Viver com alegria a quaresma
Nesta quaresma, tempo de renovação espiritual e reconciliação, motivados pelo apelo do Papa Francisco: “Convido todo o cristão, em qualquer lugar e situação que se encontre, a renovar hoje mesmo o seu encontro pessoal com Jesus Cristo ou, pelo menos, a tomar a decisão de se deixar encontrar por Ele, de O procurar dia a dia sem cessar.”(Exortação apostólica Evangelii gaudium, n.3), somos chamados a percorrer os caminhos que a Igreja nos oferece para que nos libertemos do pecado, tristeza, vazio interior, solidão. Entre estes caminhos, o papa, diversas vêzes, indicou o sacramento da penitência ou reconciliação.


O papa, na Audiência geral de 19 de fevereiro de 2014, nos recordou algo fundamental:


“O Sacramento da Penitência e da Reconciliação brota diretamente do mistério pascal. Com efeito, na noite de Páscoa o Senhor apareceu aos discípulos, fechados no cenáculo e, depois de lhes dirigir a saudação: «A paz esteja convosco!», soprou sobre eles e disse: «Recebei o Espírito Santo! A quantos perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados» (Jo 20, 21-23). Este trecho revela a dinâmica mais profunda contida neste Sacramento. Antes de tudo, a constatação de que o perdão dos nossos pecados não é algo que podemos dar-nos a nós mesmos. Não posso dizer: perdoo os meus pecados. O perdão é pedido a outra pessoa, e na Confissão pedimos o perdão a Jesus. O perdão não é fruto dos nossos esforços, mas uma dádiva, um dom do Espírito Santo, que nos enche do lavacro de misericórdia e de graça que brota incessantemente do Coração aberto de Cristo Crucificado e Ressuscitado. Em segundo lugar, recorda-nos que só se nos deixarmos reconciliar no Senhor Jesus com o Pai e com os irmãos, conseguiremos verdadeiramente alcançar a paz. E todos nós sentimos isto no coração, quando nos confessamos com um peso na alma, com um pouco de tristeza; e quando recebemos o perdão de Jesus, alcançamos a paz, aquela paz da alma tão boa que somente Jesus nos pode dar, só Ele!”

15 fatos esclarecedores sobre o Ano Litúrgico e a Quaresma

15 fatos esclarecedores sobre o Ano Litúrgico e a Quaresma
Quaresma é um período muito específico e muito especial do ano litúrgico cristão.
MAS O QUE É O ANO LITÚRGICO?
1. O ano litúrgico, ou ano cristão, é o espaço de tempo ao longo do qual a Igreja recorda progressivamente a salvação realizada por Deus. A Igreja distribui nesse período os diversos tempos litúrgicos que celebram o mistério de Cristo.
2. O ano litúrgico dura de fato um ano, mas não começa nem termina nos dias 1º de janeiro e 31 de dezembro, como o ano civil. Suas datas de começo e fim são móveis.
3. O início do ano litúrgico são as vésperas do I Domingo deAdvento, que ocorre no dia 30 de novembro ou no domingo mais próximo a essa data. O Advento, portanto, é o primeiro tempo litúrgico do ano cristão e nos prepara para o Nascimento de Jesus. Seu término acontece logo antes das vésperas do Natal do Senhor.
4. Nas vésperas do Natal do Senhor, tem início o segundo tempo litúrgico do ano cristão: o Tempo do Natal. Ele se estende até o domingo depois da Epifania, ou seja, o dia 6 de janeiro ou o primeiro domingo seguinte ao dia 6 de janeiro.

RENOVAR 2016 EM CAMOCIM: UMA BENÇÃO A CADA DIA

Enquanto muitas expressões religiosas fazem retiros espirituais, fora do perímetro urbano, o que é muito viável e importante, a Renovação Carismática Católica, na maioria dos lugares onde existe um Grupo de Oração, não "arreda o pé" dos centros urbanos, anunciando o amor de Deus Pai para com a humanidade, a salvação alcançada pelos méritos de Cristo Jesus e a ação santificadora do Espírito Santo. 
Certamente trata-se de uma luta nas proporções de Davi contra Golias, pois, enquanto os eventos carnavalescos contam com verbas públicas, patrocínio de diversas empresas e grande envolvimento das pessoas, os encontros carismáticos contam com Divina Providência que age através da solidariedade de irmãos que querem ser instrumentos de Deus na construção de um mundo novo, a luz do projeto de Jesus Cristo. 
Santa Missa e Benção do Santíssimo -
Com Frei Deusimar: Área Pastoral São Francisco - Camocim-CE
Se na "Festa das Carnes" prostituição, drogas, violência, insegurança, mortes, gastos desenfreados são assuntos quase sempre presentes, nos eventos cristãos realizado nesse período, brotam fraternidade,
paz, alegria (sem ressaca), crescimento espiritual, renovação interior, estabilidade financeira, enfim, frutos do estar na presença de Deus. 
É por isso que nós dizemos que você não pode perder o evento cristão realizado na sua cidade. Certamente ele vai foi uma grande bênção e, acredite, marcará positivamente a sua vida. 
Momentos de Adoração
Em Camocim, a RCC realizou nos dias 06, 07, 08 e 09 de fevereiro o RENOVAR 2016, O encontro é o uma opção para aqueles que não querem participar da "Festa das Carnes" e que, no referido período, optaram por crescer na intimidade com Deus e no conhecimento de Sua Palavra. 
O encontro adotou como tema neste ano "‘’Vê a alegria que te vem de Deus” ( Br 4, 36b)", obedecendo ao direcionamento dado pelo Conselho Nacional da RCC para todos os eventos promovidos pelo movimento carismático nesse período em todo o Brasil. 
O encontro contou com o apoio dos servos da RCC Camocim, sendo que as pregações foram  ministradas pelo Ministério de Pregação de Camocim, levando o amor de Deus através de palavra com intrepidez, na ousadia do Espírito Santo. Foram quatro dia de Bençãos,  aberto para todas pessoas, quer caminhem ou não na RCC, quer sejam ou não católicas. Com  entrada  gratuita. E, como já falamos anteriormente, as graças foram  abundantes.
 Então, valeu a pena participar. Louvamos a Deus por nos envolver com uma alegria que não tem fim e  por tamanhas graças vivenciadas.
RCC Camocim-CE
Ah, contamos também com o apoio da Paróquia Senhor Bom Jesus e nossos queridos colaboradores, que somaram forças para realização deste evento, a fim de que muitas vidas fosse atingidas, resgatadas e restaurados por meio do Renovar 2016.

Agora colheremos os frutos desta missão...Louvado seja Deus!

veja todas as fotos do renovar 2016 acessando: 
https://www.facebook.com/gruporenascercamocim


por Gessivandro Queiroz

Papa: “Quem esquece o perdão, esquece Deus”

ANSA949863_LancioGrande“Quando se esquece a necessidade do perdão, lentamente se esquece de Deus, de lhe pedir perdão e de saber perdoar”. Foi a advertência do Papa na homilia da missa celebrada na Basílica de São Pedro nesta terça-feira (09/02), diante de cerca de 1 mil frades capuchinhos, em Roma para venerar as relíquias de Padre Pio e de Padre Leopoldo Mandic, no Jubileu extraordinário da Misericórdia.
“Os capuchinos receberam do Senhor o dom de perdoar – reconheceu o Pontífice. Em meio a vocês, há muitos bons confessores, porque se sentem pecadores e rezam: sabem perdoar porque sabem rezar.
O humilde é um grande confessor, quem se sente puro só sabe condenar”.
Não machucar o fiel
Francisco ressaltou que “o confessionário é para dar o perdão, não para condenar. E quando não se pode dar a absolvição, pelo menos não se machuque o fiel que vem se confessar em busca do perdão, do conforto, da paz em sua alma; vem para encontrar um pai que o abrace e lhe diga que lhe quer bem. Então, por favor, não se cansem nunca de perdoar!”.

Desfiles de carnaval: sincretismo misturou Maria com sacerdotisas, ritos tribais e deusas pagãs em nome da “paz entre as religiões”. Será mesmo este o caminho?

PINT2278_ed
A escola de samba paulista Águia de Ouro apresentou o enredo “Ave Maria Cheia de Faces“, cuja proposta era “homenagear o sentimento da feminilidade e da maternidade” a partir de figuras religiosas femininas. Embora o título do enredo desse a entender que Nossa Senhora seria a protagonista, o que se viu foi um confuso sincretismo que fez sambar de Maria a deusas pagãs, passando por sacerdotisas e elementos tribais diversificados. Aliás, já no início do desfile, as sacerdotisas realizavam um ritual em torno a um caldeirão, de dentro do qual surgia… Nossa Senhora.
Um dos carros alegóricos representava um templo egípcio e se propunha a traçar um paralelo entre os deuses Ísis e Osíris e a Sagrada Família de Nazaré. De que tipo de paralelo se tratava não ficou claro. Divindades pagãs da mitologia greco-romana também se uniram à mistura, enfatizando “a força matriarcal”.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by