terça-feira, 16 de agosto de 2016

Caritas lança fundo humanitário de emergência para a Síria

REUTERS1610945_Articolo
A cidade síria de Aleppo está quase toda destruída e um acordo político entre as partes parece distante. Os apelos da Nações Unidas por uma trégua humanitária ainda não foram ouvidos. Aleppo, a cidade símbolo de convivência entre cultura e religião, atravessa um dos momentos mais duros de sua história.

Há cinco ano, as forças armadas em campo não poupam qualquer meio para obter a vitória. É necessária uma trégua, os conflitos atingem os mais fracos, os doentes, as crianças. Na cidade já faltam comida, água, remédios.

Apelos de Paz

“Infelizmente, continuam chegando notícias de vítimas civis na Síria, principalmente em Aleppo. É inaceitável que tantas pessoas inocentes, civis e sobretudo tantas crianças, paguem o preço deste conflito, o preço de um coração fechado e da falta de vontade de paz dos poderosos”.


Este foi o milésimo apelo do Papa Francisco para a paz na Síria.

Apelos como este não param de chegar: a Comunidade de Santo Egídio também pediu uma trégua para a cidade.

“A história – escreveu recentemente Andrea Riccardi, fundador da Comunidade – se dará conta de tantos mortos e de tanta destruição. É preciso parar enquanto ainda existe um pouco de esperança e vida. Não podemos deixar que Aleppo morra debaixo dos nossos olhos”.

Caritas

Desde o início do conflito a Caritas tem fornecido comida, assistência de saúde, alojamentos, proteção e meios de subsistência para os habitantes da Síria e refugiados.

No ano passado, a Caritas ajudou 1,3 milhão de pessoas.

Em julho, uma vídeo mensagem do Papa à Caritas lançou uma campanha pedindo que todas as partes envolvidas nos conflitos se encontrem para o diálogo, a fim de buscar uma solução pacífica na qual seja assegurado o sustento das milhares de pessoas atingidas pela guerra e devolvida a esperança a todos os sírios, dentro e fora do país.

Fundo Humanitário de emergência

Para responder as necessidades das famílias em Aleppo, a Caritas da Síria, lançou um fundo de emergência.

A Caritas Italiana agradece a arrecadação de um milhão de euros destinados aos países do Oriente Médio que acolheram refugiados (Jordânia, Líbano, Turquia, Grécia). Em 2016 já foram disponibilizados cerca de 500.000 euros para projetos de assistência básica, medicamentos e alojamentos.

Fonte: Rádio Vaticano


Nenhum comentário :

 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by