VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Paróquia de Camocim realiza Solene Consagração a Nossa Senhora.

fotos: Ana Alice
Na tarde do último  sábado (16/7/16), dia de Nossa senhora do Carmo, na Paróquia Senhor Bom Jesus dos navegantes de Camocim,  um grupo de 25 pessoas, dentre elas paroquianos e leigos , se consagraram a Jesus Cristo pelas mãos de Maria entregando-se, voluntariamente, como “escravos do amor”.A Santa Missa foi presidida por pe. Evaldo Carneiro, pároco da Cidade.
Eles passaram por três meses de preparação estudando o Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, que ensina o método de consagração a Jesus Cristo pelas mãos da Virgem Maria, que foi a consagração do Beato João Paulo II e tantos outros santos e santas da Igreja Católica. A formação foi dado primeiramente por membros da Comunidade Shalom.
O objetivo deste ato é que os consagrados passem a fazer todas as coisas por Maria, com Maria e para Maria que foi a escolhida por Jesus para ser sua Mãe, para serem semelhantes a ela. Em breve Haverá uma segunda turma, sem data definida ainda.
fotos Beatriz Silveira
O Tratado da Verdadeira Devoção, grande legado de São Luís Maria para a Igreja.
Consagração segundo o Tratado da Verdadeira Devoção, de São Luís Maria. O “Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem” é uma obra de São Luís Maria Grignion de Montfort (☆1673 – ✝1716), escrita por ele pouco antes de sua morte. O livro nos fala da devoção a Nossa Senhora e da necessidade da consagração a Ela. Além disso, o Tratado nos dá um método simples e eficaz de consagração, de nos entregar inteiramente a Maria.

O manuscrito do Tratado ficou perdido durante 130 anos, de 1712 a 1842, quando foi encontrado em uma caixa por um padre da congregação fundada por Montfort. Isto foi predito pelo Santo em seu Escrito: “Prevejo que muitos animais frementes virão em fúria para rasgar com seus dentes diabólicos este pequeno escrito […] Ou pelo menos procurarão envolver este livrinho nas trevas e no silêncio duma arca, a fim de que não apareça” (TVD 114).
A finalidade deste livro, segundo São Luís Maria, é mostrar como Maria Santíssima ainda é desconhecida, o que é uma das razões de Jesus Cristo não ser conhecido como deve ser. O Tratado nos leva ao conhecimento do Reino da Virgem Maria e ao conhecimento do Reino de Cristo. São Luís também diz que Jesus veio ao mundo por Maria e por Ela deve voltar no fim dos tempos: “Ela deu Jesus Cristo ao mundo a primeira vez, a há de fazê-lo resplandecer também na segunda vez” (TVD 13).
O Tratado foi promulgado pelo Papa Pio IX em 12 de maio de 1853, em Roma. Através de um decreto, os escritos de São Luís foram declarados isentos de qualquer erro que pudesse ser obstáculo para a sua beatificação. Além disso, muitos outros papas aprovaram o Tratado e concederam indulgências a quem se consagrasse pelo método de Grignion de Montfort. Dentre eles, talvez o mais célebre e conhecido seja o saudoso Papa João Paulo II, que conheceu o Tratado já na sua infância e particularmente consagrou-se a Maria segundo o Tratado.
Gessivandro Queiroz

Nenhum comentário:

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°