VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

quarta-feira, 20 de julho de 2016

335 mil peregrinos de 185 países confirmaram presença na JMJ na Polônia. Fora da Europa, o Brasil é o país com maior número de inscritos para a JMJ 2016

SYDNEY, AUSTRALIA - JULY 20: Pilgrims attend the Final Mass at Southern Cross Precinct during World Youth Day Sydney 2008 on July 20, 2008 in Sydney, Australia. Organised every two to three years by the Catholic Church, World Youth Day (WYD) is an invitation from the Pope to the youth of the world to celebrate their faith. The celebration, being held in Sydney from July 15, 2008 to July 20, 2008, will mark the first visit of His Holiness Pope Benedict XVI to Australia. (Photo by World Youth Day)A organização das Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) 2016, que vão decorrer na cidade polaca de Cracóvia, anunciou hoje que mais de 335 mil peregrinos de 185 países e territórios confirmaram a sua inscrição no evento da Igreja Católica.

A delegação portuguesa, com cerca de 7 mil elementos, é a 9ª mais numerosa entre os inscritos, que pela primeira vez na história das JMJ, iniciadas em 1987, incluem peregrinos do Kosovo, Bangladesh, Gibraltar, Mianmar ou Sudão do Sul.

O Brasil aparece nesta lista na 7ª posição, fazendo do português uma das línguas mais faladas na JMJ 2016, a par do polaco, italiano, espanhol e inglês.

O padre Pawel Rytel Adrianik, porta-voz da Conferência Episcopal Polaca, adiantou à Rádio Vaticano que o encontro de Cracóvia será uma “JMJ social”, potencializada pela presença do Papa Francisco.

“Esperamos 2 milhões de jovens. Se cada um deles tiver pelo menos 500 amigos, alcançar mil milhões de pessoas não é uma utopia”, aponta.


A página da JMJ 2016 no Facebook, traduzida em 20 línguas, teve mais de 1,5 milhões de ‘gostos’ em todo o mundo; a conta no Twitter, em 13 línguas, conta com 220 mil seguidores.

Voluntários de 31 países estão empenhados em levar para as redes sociais a mensagem da JMJ, que pela segunda vez se realiza na Polônia, terra natal de São João Paulo, criador este evento internacional de jovens católicos.

A organização do evento apresentou hoje, em conferência de imprensa, um inquérito feito a participantes no encontro de Cracóvia, no qual os jovens revelam a intenção de “aprofundar a sua fé” e de “melhorar a sociedade como um todo”.

O estudo, enviado à Agência ECCLESIA, teve 7400 respostas de 100 países diferentes e foi conduzido pela empresa espanhola ‘GAD3’.

Participar num evento com o Papa Francisco tem também peso na decisão dos jovens.

As JMJ nasceram por iniciativa de João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

O próximo encontro mundial de jovens realiza-se entre 26 a 31 de julho e tem como tema ‘Bem-aventurados os misericordiosos, porque encontrarão misericórdia’.

Este é um acontecimento religioso e cultural que, a cada três anos, reúne jovens de todo o mundo durante uma semana.

Cada JMJ realiza-se, anualmente, a nível diocesano no Domingo de Ramos, alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos numa grande cidade: em 1987, Buenos Aires (Argentina); em 1989, Santiago de Compostela (Espanha); em 1991, Czestochowa (Polónia); em 1993 em Denver (EUA); em 1995, Manila (Filipinas); em 1997, Paris (França); em 2000, Roma (Itália); em 2002, Toronto (Canadá); em 2005, Colónia (Alemanha); em 2008, Sidney (Austrália); em 2011, Madrid (Espanha) e Rio de Janeiro (Brasil), em 2013.

Agência Ecclesia

Nenhum comentário:

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°