sexta-feira, 24 de junho de 2016

Na miséria da Índia, ele encontrou esta bebê – e não ficou só olhando.

Roona-Begum
Abril de 2013: o fotógrafo Arindam Deywas chega a uma vila miserável do nordeste da Índia.
É lá que ele conhece, em choque, a bebê Roona Begum, de 18 meses. Devido a problemas na gestação, Roona tem hidrocefalia, ou acúmulo de água no cérebro.
A bebê não consegue andar – aliás, nem sequer se arrasta. Os pais mal podem arcar com os tratamentos e vivem à espera de um milagre.
855348-roona-begum
Diante deste cenário, Arindam decide fazer o que está ao seu alcance: pelo menos, espalhar a imagem e a história de Roona pelo mundo usando a internet.
Começa então um fenômeno magnífico de solidariedade e de ajuda concreta!

960529-india-health-social-poverty-hydrocephalus
As fotos compartilhadas nas redes sociais comovem milhares de pessoas do mundo inteiro. As pessoas querem saber quem é, onde está, como ajudar. Começam as ofertas de doações. A campanha online arrecada 62 mil dólares, quantia suficiente para pagar o tratamento e a cirurgia que tirariam o acúmulo de líquido do cérebro de Roona.

roona-begum-3
Mais de 3 anos e 10 cirurgias depois, Roona a
gora pode sorrir pela primeira vez!


Roona-Begum-seen-at-the-hospital
Somos todos possíveis anjos uns dos outros. Às vezes, só é preciso levantarmos o olhar para além do nosso próprio umbigo.

Nenhum comentário :

 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by