VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

quinta-feira, 5 de março de 2015

Encontrada possível casa onde o Menino Jesus viveu sua infância

Encontrada possível casa onde o Menino Jesus viveu sua infânciaO jornal britânico Daily Mail apresenta as declarações de Ken Dark, especialista em arqueologia cristã e do século primeiro, que diz que pode ter sido encontrada a casa em Nazaré onde Jesus passou sua infância.


Dark se remete a um escrito do monge irlandês Adomnán, texto baseado em um relato do Bispo franco Arculfo de uma peregrinação que fez à Nazaré, que fala de uma igreja “onde antes estava a casa na qual o Senhor se nutriu em sua infância”.


O relato do monge Adomnán, intitulado ‘De Locis Sanctis’ (Dos Lugares Santos), descreve a casa como localizada entre dois túmulos e sob uma igreja. A casa analisada por Dark -que corresponde a estas características- é talhada em uma colina de pedra calcária, tem alguns quartos e uma escadaria. Sobrevive uma de suas portas, se conserva parte do solo calcário e se encontraram ali dentro vasos quebrados e artefatos também em rocha calcária. A pedra calcária era muito usada pelos judeus, que a consideravam relacionada com a pureza.


Dark, que trabalha com a Universidade de Reading, argumenta que a casa encontrada foi recoberta tanto por uma igreja da época bizantina, como por outra do século XII. Não é qualquer monumento que é assim protegido.


A casa fica ao lado do Convento das Irmãs de Nazaré, e ao outro lado da rua da igreja da Anunciação em Nazaré.


Tanto os túmulos laterais, como a casa foram decoradas com mosaicos do período bizantino, realçando não somente sua importância, mas abrindo a possibilidade de que fossem objeto de veneração.


Fonte: Gaudium Press

Canonização das beatas da Terra Santa será uma alegria

Canonização das beatas da Terra Santa será uma alegriaO Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, espera que a canonização do próximo dia 17 de maio de duas beatas da Terra Santa, María Bwardy de Jesus Crucificado e María Alfonsina Ghattas, alegre o povo palestino.


María Bwardy de Jesus Crucificado, da Ordem das Carmelitas descalças e María Alfonsina Ghattas, fundadora da Congregação das Irmãs do Rosário de Jerusalém, viveram na segunda metade do século XIX e foram exemplos de santidade durante toda sua vida, parte da qual transcorreram na Palestina.


O anúncio de sua canonização chegou em 14 de fevereiro deste ano, durante o Consistório Ordinário Público no Vaticano, onde o Papa Francisco disse que as duas religiosas serão canonizadas em uma cerimônia conjunta com a Irmã Giovanna Emilia de Villeneuve, uma religiosa francesa fundadora da Congregação das Irmãs da Imaculada Conceição de Castres.

Como explicar a um ateu que Deus existe

atheism

Ultimamente, tenho tido a oportunidade de compartilhar ideias e diálogos profundos e de altura com ateus, sobretudo quanto ao tema de discórdia entre nós, que é a tão discutida existência de Deus.
 
Nestes diálogo, uma das coisas mais interessantes que aprendi é que existe certa obsessão dos ateus por "comprovar" que Deus não existe, mencionando certas ações de Deus, eventos bíblicos, ou tentando ridicularizar Deus com relação à sua "ausência" diante de certos acontecimentos atuais.
 
No entanto, o que me chama a atenção é que tentam fundamentar a "não existência" usando como argumento Aquele que tentam negar. Aristóteles teria recordado aqui seu princípio de não contradição, que nos ensina que algo não pode ser e não ser ao mesmo tempo.
 
Sobre a intenção de conhecer
 
Antes de entrar na questão, é importante levar em consideração que, para encontrar Deus, a Verdade em si mesma, é preciso estardispostos e abertos a encontrá-la, de maneira que, ao deparar-nos com ela, saibamos reconhecê-la.

3 regras fundamentais para os leitores da missa


Lay person at Mass proclaiming a reading from the ambo_
Pergunta do leitor
 
"Eu gostaria de saber se há indicações precisas do magistério ou da tradição que expliquem como um leitor deve se comportar durante a missa. As leituras do dia e os salmos não devem ser lidos, mas anunciados. Poderiam fazer um pequeno elenco dos erros mais comuns? Por exemplo, às vezes ouço "É Palavra do Senhor", ao invés de "Palavra do Senhor". Também há quem coloque muita ênfase em ler, às vezes mudando fortemente o tom de voz nos diálogos diretos... Há quem levante o olhar aos bancos e quem, ao contrário, mantém os olhos fixos no texto... Obrigado."
 
Resposta (Enrico Finotti, liturgista)
 
A Palavra de Deus na celebração litúrgica deve ser proclamada comsimplicidade e autenticidade. O leitor, em resumo, deve ser ele mesmo e proclamar a Palavra sem artifícios inúteis. De fato, uma regra importante para a própria dignidade da liturgia é a da verdade do sinal, que afeta tudo: os ministros, os símbolos, os gestos, os ornamentos e o ambiente".
 
Também é preciso solicitar a formação do leitor, que se estende a 3 aspectos fundamentais:

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°