terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Bebê curada de um tumor por intercessão de Santo Antônio

Baby Pep_Um milagre. De Santo Antônio. Nem os médicos sabem explicar o que aconteceu, diante de exames e relatórios, repetidos inúmeras vezes com o mesmo diagnóstico: Kairyn teria nascido com uma terrível doença no cérebro, que lhe dava poucas esperanças de sobrevivência.

Pelo menos até 13 de junho de 2014, quando as coisas mudaram. Segundo os pais, graças à intercessão de Santo Antônio, a quem tanto haviam invocado durante a difícil gravidez.

Quando Kairyn ainda era um feto, sua mãe foi submetida a uma primeira ecografia. E então veio o veredicto: a menina tinha uma mancha muito feia na parte direita do rosto. O ginecologista encaminhou os pais a um colega especialista de Verona.

O segundo exame não apenas confirmou o diagnóstico, senão que mostrou um quadro clínico ainda mais grave: além da má-formação, havia uma infecção em curso, que colocava em risco a vida da menina e também a da mãe.

A última viagem à Bolonha

Por conselho dos médicos, o casal decidiu ouvir um novo parecer, o de um especialista em Bolonha. Mas a espera pela consulta deveria durar pelo menos dois meses. Então, a avó da menina se confiou à oração, dirigindo-se a Santo Antônio.

Um gesto do Papa gera polêmica na internet


gesture
Usar as mãos para se comunicar como os surdos está na moda para dizer: Eu Te Amo!

Nas redes sociais, um gesto inofensivo do Papa Francisco para demonstrar proximidade às famílias surdas das Filipinas está causando todo tipo de polêmicas e comentários mal-intencionados.

Durante o encontro do Papa com as famílias na Arena de Manila, na sexta-feira passada, o cardeal Tagle ensinou ao Papa uma expressão em língua de sinais para dizer aos surdos que o Papa os amava.

O Papa e o cardeal Tagle fizeram o gesto em meio à música a aos cantos dos milhares de fiéis presentes no encontro (veja o vídeo acima).

Muitas pessoas se ergueram para difamar o Papa nas redes sociais, dizendo que ele estaria fazendo um suposto gesto satânico.

O que o Papa quis dizer foi nada mais do que a junção das iniciais "i", "l" "y", em língua de sinais, ou seja: I Love You.

Igrejas são incendiadas em protesto contra a revista francesa Charlie Hebdo

Igrejas são incendiadas em protesto contra a revista francesa Charlie HebdoA publicação de uma charge do profeta Maomé na capa da revista francesa Charlie Hebdo, depois do atentado à sede da publicação, motivou um protesto violento nas ruas de Niamey, capital do Níger, na África. Durante os protestos, pelo menos duas igrejas foram incendiadas.
Segundo a BBC, o protesto começou do lado de fora da maior mesquita da cidade, e polícia usou gás lacrimogêneo para dispersar a multidão. A embaixada francesa no país pediu que seus cidadãos ficassem em casa.
A capa da última edição da revista, que motivou os protestos, traz uma charge em que Maomé segura um cartaz em que se lê “Je suis Charlie” (Eu sou Charlie). A frase, em francês, tem sido usada desde o ataque à publicação como forma de protesto contra a morte dos chargistas, e também como forma de manifestar repúdio aos ataques terroristas.
Com o grande apelo popular da frase, os 60 mil exemplares originais da edição se esgotaram nas bancas, e a revista já providenciou a impressão de mais sete milhões de cópias.

Muitos muçulmanos consideram como uma ofensa a retratação do profeta Maomé, e a publicação motivou também protestos contra a revista no Paquistão, no Sudão, na Algéria e na Somália.
No Níger, uma ex-colônia francesa, centenas de manifestantes se reuniram nas ruas gritando “Deus é grande” em árabe. Além disso, um grupo de pessoas depredou lojas administradas por cristãos em Zinder, no sul do país.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Pesquisa aponta aumento no número de igrejas evangélicas que apoiam o casamento gay


Pesquisa aponta aumento no número de igrejas evangélicas que apoiam o casamento gayO número de igrejas evangélicas que apoia o casamento gay aumentou consideravelmente na última década. Pelo menos é o que aponta uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa de Religião Pública, nos Estados Unidos.
Segundo a pesquisa, nos últimos anos os evangélicos têm mudado de opinião sobre o assunto, e muitos não se posiciona

O número de igrejas evangélicas que apoia o casamento gay aumentou consideravelmente na última década. Pelo menos é o que aponta uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa de Religião Pública, nos Estados Unidos.

Segundo a pesquisa, nos últimos anos os evangélicos têm mudado de opinião sobre o assunto, e muitos não se posicionam mais com completa oposição ao casamento gay, como é defendido por muitos religiosos cristãos que veem o homossexualismo como um grave pecado.

Novo recorde mundial: seis milhões de pessoas na missa presidida pelo Papa nas Filipinas.

philippines_pope_asia_r
O Papa Francisco reuniu seis milhões de pessoas neste domingo sob a chuva em Manila, um recorde mundial para uma missa papal, na qual enviou uma poderosa mensagem aos pobres ao fim de seu giro pela Ásia.
“Temos seis milhões” de pessoas, anunciou o presidente da Autoridade de Desenvolvimento de Manila, Francis Tolentino. Desta forma, a participação superou o último recorde, também registrado nas Filipinas em 1995 para uma missa do papa João Paulo II, que contou com a participação de cinco milhões.
Em sua homilia, o Papa evocou o Santo Menino (Jesus), muito venerado nas Filipinas. “Que o Santo Menino possa continuar abençoando as Filipinas e apoiando os cristãos desta grande nação em sua vocação de ser testemunhas e missionários da alegria do Evangelho na Ásia e em todo o mundo”, disse perante a multidão.

Crenças religiosas jamais devem ser usadas para justificar a guerra e a violência


el-papa-con-creyentes-de-sri-lanka

“Pelo bem da paz, nunca se deve permitir que as crenças religiosas sejam utilizadas para justificar a violência e a guerra”, disse o Papa Francisco em seu discurso aos líderes religiosos do Sri Lanka no Bandaranaike Memorial International Conference Hall da capital cingalesa. No encontro com os líderes budistas, muçulmanos, hindus e cristãos do Sri Lanka, o Santo Padre assinalou que “temos que exigir às nossas comunidades, com claridade e sem equívocos, que vivam plenamente os princípios da paz e da convivência encontrados em cada religião, e denunciar os atos de violência que se cometam”.
O Pontífice, que foi o último dos líderes religiosos em dirigir seu discurso, disse também às autoridades que “a Igreja Católica deseja cooperar com vocês, e com todos os homens de boa vontade, na busca da prosperidade de todos os cidadãos do Sri Lanka”. “Espero que minha visita ajude a impulsionar e aprofundar nas diversas formas de cooperação inter-religiosa e ecumênica que se empreenderam nos últimos anos”, afirmou.

Haiti: cinco anos depois do terremoto, como está a Igreja católica no país?


haiti_1401-622x395

 Uma delegação de 12 pessoas partiu do Haiti, para Roma, onde participou do encontro que  no Vaticano no sábado, 10 de janeiro, no quinto aniversário do terremoto que devastou a nação em 12 de janeiro de 2010. Foi o que anunciou o Presidente da Conferência Episcopal do Haiti (CEH), Card. Chibly Langlois, Bispo de Les Cayes, que guia a delegação. “A comunhão da Igreja: Memória e esperança para o Haiti, cinco anos depois do terremoto” é o tema sobre o qual refletirão cerca de 200 pessoas: além da delegação do Haiti, de fato, foram convidados os representantes dos Dicastérios vaticanos, de algumas Conferências Episcopais, de organizações de ajuda e cooperação, os superiores gerais de congregações religiosas e os embaixadores junto à Santa Sé.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by