VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

São José e o Santo Natal



União-de-José-e-Maria-1-427x400
“José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, pois o que nela foi gerado vem do Espírito Santo. José, ao despertar do sono, agiu conforme o Anjo do Senhor lhe ordenara e recebeu em casa sua mulher. Mas não a conhecer até o dia em que ela deu a luz um filho. E ele o chamou com o nome de Jesus” (Mt 1,20-25).

Quase todos os cartões de Natal que nós recebemos no tempo do Santo Natal, com certeza, haverá um homem em pé, no fundo da cena, olhando por sobre o ombro de Maria, mostrada em destaque o cuidando do bebê Jesus. Seu nome é José e, após as narrativas do Natal, pouco se ouve falar dele. Se não soubéssemos algo mais, pensaríamos que José era um espectador insignificante ou, na melhor das hipóteses, uma mera necessidade de respaldar a reivindicação de Jesus ao trono de Davi.

Mas, na verdade, o papel desempenhado por José era estrategicamente importante. Se ele tivesse desobedecido ao mandamento do anjo, de receber Maria como sua mulher (Mt 1,20), ele teria, numa perspectiva humana, colocado em risco toda a missão salvadora de Jesus. Receber Maria como sua mulher era uma tarefa arriscada. A percepção pública de que ele era o pai do bebê o colocava em risco uma séria violação da lei judaica e o tornava uma desgraça pública. No entanto, hoje somos todos agradecidos por ele ter se disposto a arriscar sua reputação para participar e ser um facilitador do desdobramento do plano de Deus.
As perspectivas de Maria e José podem nos ajudar a redescobrir o maravilhoso sentido do Santo Natal não apenas como uma época de celebração, mas em todo tempo da nossa vida. É uma dádiva que o nosso amoroso Deus se dispôs a nos conceder para tornar Seus. Para Maria e José, aqueles acontecimentos foram milagrosos e continua sendo em nossos corações para sempre.
José é o modelo de pai que ensina como a mais alta pedagogia do silêncio. Sua educação é forte pelo testemunho e pelo olhar de amor celestial.
José, homem justo (Mt 1,19), ou seja, santo homem de Deus que obedeceu a divina revelação e  cooperou com o Senhor Deus no projeto da redenção humana.
José não quis aparecer, a luz é seu filho Jesus. Sua missão foi obedecer, proteger, silenciar para que o Emanuel pudesse estar sempre presente conosco.
Santo Ambrósio dizia: “Se amais São José, imitai-lhe as virtudes”.
O Natal só pode ser uma verdadeira FESTA de amor em família com José e Maria.

Nenhum comentário:

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°