VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Rede Nacional de Intercessão Dezembro 2015: O Ano da Misericórdia

altNeste mês ocorrerá a abertura do Ano Santo da Misericórdia: O jubileu dedicado à misericórdia de Deus. O rosto da misericórdia é o título da bula pela qual o Santo Padre convoca toda a Igreja para viver este ano sob o olhar da Misericórdia de Deus em modo extraordinário. Entenda o que é o Ano Santo da Misericórdia e como vivenciá-lo:
Os Anos Jubilares ocorrem a cada 25 anos. Como o último foi em 2000, o próximo seria somente em 2025. Porém o Papa Francisco proclamou o JUBILEU EXTRAORDINÁRIO DA MISERICÓRDIA, que terá início na Solenidade da Imaculada Conceição em 2015, no dia 8 de dezembro, e se concluirá no dia 20 de novembro de 2016, com a solenidade de Jesus Cristo Rei do Universo.
Ao anunciar o Jubileu da Misericórdia na Bula Papal escrita em abril deste ano, o Papa Francisco lembrou que a Igreja tem como missão anunciar a misericórdia de Deus e que, por meio dela, precisa chegar ao coração e a mente das pessoas. Assim, ele convocou os homens e as mulheres de bem, em especial os cristãos, a peregrinarem até Roma e a voltarem-se mais para Deus, tanto nos atos pessoais como no estilo de vida que levam, em busca do perdão divino.
“Queridos irmãos e irmãs, pensei em como a Igreja pode tornar mais evidente a sua missão de ser testemunha da misericórdia. É um caminho que inicia com uma conversão espiritual. Por isso, decidi realizar um Jubileu extraordinário que tenha no centro a misericórdia de Deus. Será um Ano Santo da Misericórdia. Queremos vivê-lo à luz da Palavra do Senhor: ‘Sejais misericordiosos como o Pai’ (Lc 6, 36)”, explicou o papa na homilia de 13 de Março de 2015.  
Existem diversos textos que falam sobre a misericórdia de Deus na Bíblia. Em Mateus 9,13 Jesus diz: "Ide aprender o que significa: Prefiro a misericórdia ao sacrifício porque Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores". Ainda em Mateus (12,7), Cristo lembra as palavras do Profeta Oséias: "Eu quero a misericórdia e não os sacrifícios".

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a Porta Santa da Basílica de São Pedro, no Vaticano, e termina quando a mesma se fecha. O rito inicial do jubileu será a abertura da Porta Santa na Basílica de São Pedro. Trata-se de uma porta que é aberta somente durante o Ano Santo e simboliza o conceito de que, durante o Jubileu, é oferecido aos fiéis um “percurso extraordinário” para a salvação.
Em cada uma das quatro maiores basílicas de Roma: São Pedro, São João de Latrão, São Paulo Fora dos Muros e Santa Maria Maior, tem uma Porta Santa. As portas dessas basílicas serão abertas sucessivamente à abertura daquela da Basílica de São Pedro. Aqueles que seguirem as normas da Constituição Apostólica Indulgentiarum Doctrina durante este período receberão a indulgência divina.
Resumidamente ela ocorre quando o fiel atravessa com devoção uma das Portas Santas espalhadas pelo mundo, recita o Creio, o Pai Nosso e a Ave Maria na intenção do Papa, confessa piedosamente seus pecados e participa da Santa Eucaristia. “Espero que a indulgência jubilar chegue a cada um como uma experiência genuína da misericórdia de Deus, que vai ao encontro de todos com o rosto do Pai que acolhe e perdoa, esquecendo completamente o pecado cometido”, refletiu o Pontífice.
Para viver e obter a indulgência, os fiéis são chamados a realizar uma breve peregrinação rumo à Porta Santa, aberta em cada Catedral ou nas igrejas estabelecidas pelo Bispo diocesano, e nas quatro Basílicas Papais em Roma, como sinal do profundo desejo de verdadeira conversão.
“Estabeleço, igualmente, que se possa obter a indulgência nos Santuários onde se abrir a Porta da Misericórdia e nas igrejas que tradicionalmente são identificadas como Jubilares. É importante que este momento esteja unido, em primeiro lugar, ao Sacramento da Reconciliação e à celebração da santa Eucaristia com uma reflexão sobre a misericórdia”, recordou o Papa.
“Será necessário acompanhar estas celebrações com a profissão de fé e com a oração por mim e pelas intenções que trago no coração para o bem da Igreja e do mundo inteiro”, acrescentou Francisco.
Portanto, no jubileu extraordinário da misericórdia de Deus, convocado pelo Sumo Pontífice, o Santo Padre o Papa Francisco, todos os intercessores são convidados a recorrerem intensamente ao amor misericordioso de Deus através da poderosa intercessão de Maria Santíssima, buscando vivenciar com empenho e grande senso de responsabilidade o chamado que o Senhor nos fez para a Cruzada Nacional do Rosário nos unindo as intenções do Papa Francisco.
Neste mês de dezembro e no próximo mês de janeiro devemos intensificar as nossas orações adicionando o terço da Misericórdia ao mistério do Rosário que já estamos meditando diariamente na Cruzada Nacional. A Cruzada Nacional do Rosário é uma prática de misericórdia muito importante que devemos intensificar neste Ano Jubilar em favor do Santo Padre o Papa Francisco, da Igreja no mundo, do Brasil e da RCC.
Se você está engajado na Cruzada Nacional do Rosário, não deixe de se cadastrar. Para isso, basta acessar o formulário através deste link:http://goo.gl/forms/fhhjtJDvGr
Deus nos abençoe!
Núcleo Nacional do Ministério de Intercessão

INTENÇÕES PARA ESTE MÊS
1.    Para que cesse a violência no Brasil e no mundo.

2.    Pelo Encontro Nacional de Formação (ENF), 27 a 31/01/16.

3.    Pela unidade entre todos os membros da RCC do Brasil.

4.    Pela elaboração do material de formação nacional dos Ministérios de Intercessão e de Comunicação Social.

5.    Pela Reunião de Oração do seu Grupo de Oração (pelo pregador, dirigente, músicos e demais servos e pelas pessoas que participam da Reunião de Oração).

6.    Pelos Grupos de Oração na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil.

7.    Pelos Ministérios da RCC no seu Grupo de Oração, Diocese, Estado e no Brasil.

8.    Pelas necessidades espirituais e financeiras dos escritórios diocesano, estadual e nacional da RCC.

9.    Pelos projetos da RCC na Diocese, no Estado, no Brasil na América Latina e no Mundo.

10.  Pelos eventos de evangelização da RCC no seu Grupo de Oração, na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil.

11.  Pela Reunião dos Conselhos Diocesano, Estadual e Nacional neste ano.

12.  Pelas coordenações do seu Grupo de Oração, da RCC na sua Diocese, no seu Estado e no Brasil (Coordenadora Nacional: Katia Roldi Zavaris e sua família).

13.  Pela Santa Igreja, pelo Santo Padre, o Papa Francisco, pelo seu Bispo diocesano, pelos Sacerdotes, Diáconos, Religiosos e Religiosas e pelos Seminaristas.

14.  Pelas casas de missão da RCCBRASIL e pelos missionários e missionárias.

15.  Pela construção da Sede Nacional da RCC do Brasil e pelos seus colaboradores.

16.  Para que todos os membros da RCC do Brasil se abram para a moção da Reconstrução.

Nenhum comentário:

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°