VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

terça-feira, 25 de agosto de 2015

5 passos para perdoar seu(sua) esposo(a)

Sad couple after having quarrel © Rido / Shutterstock_Apresentamos, a seguir, um exercício prático de cura para preparar-se para o caminho do perdão. Você pode realizá-lo durante o tempo que achar necessário, mas sugerimos que seja pelo menos por uma semana, no início.

Como cônjuges, precisam dedicar um espaço, um tempo para um diálogo sincero e aberto.

O exercício do perdão

1. O primeiro passo é individual: no momento de mais calma do dia para cada um, pegue um caderno e um lápis.

2. É o momento de serenar o coração e pensar: por que motivos meu cônjuge precisa me perdoar? Em que falhei ou estou falhando? Por que razões sou consciente de que preciso receber perdão? Aqui é muito importante recordar: você está se colocando no lugar dele(a). Seja consciente dos seus erros e dos defeitos que incomodam ou prejudicam a vida conjugal e familiar.

Nota: escrever tudo o que vier à sua mente. Tudo aquilo que humildemente você reconheça como motivos para pedir perdão. É importante fazer isso durante vários dias. Deixar de lado os pensamentos referentes às “ofensas recebidas”. Primeiro, é preciso reconhecer os próprios erros, suas dívidas com seu cônjuge.


3. Depois de vários dias (pelo menos uma semana) fazendo o exercício anterior, chegou a hora de fazer o contrário: uma lista das coisas que você precisa perdoar no seu cônjuge. Também aqui é preciso escrevê-las com a maior caridade e respeito possível, não condenando, deixando a porta aberta para o arrependimento.

4. Em um dia estabelecido, reservem um tempo (o mais longo possível) para compartilhar um com o outro o que escreveram durante o tempo de exercício individual. Se fizerem bem esta parte, os frutos podem ser maravilhosos.

5. Juntos, procurem um acordo para evitar, no futuro, aquilo que fere ou incomoda o outro. Também é o momento em que se materializa o perdão na renovação do amor, reconhecendo Deus como sua fonte. Pode surgir um propósito para ser revisado periodicamente. Cada casal encontrará a melhor maneira de dar continuidade a isso para o seu crescimento.

Algumas pautas para saber se estamos fazendo bem o exercício

- Vejo meus erros antes de apontar os do meu cônjuge?
- No momento de pensar sobre aquilo que tenho de perdoar no meu cônjuge, faço-o com respeito e compaixão?
- Não deixo nada de fora, por mais doloroso que seja?
- No momento de dialogar: evito as discussões, renuncio à atitude de justificar-me, dou ao meu cônjuge a oportunidade de explicar as situações? Acredito sinceramente no meu cônjuge?
- Faço o exercício com pressa? Faço somente por compromisso, para agradar o outro? É um desejo e um encontro buscado e querido?
- Cresce em mim a convicção de que este é o caminho pelo qual podemos crescer no amor?
sources: pildorasdefe.net
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: