quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

FELIZ 2016 !!!!



"Quem poderia acusar os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? Cristo Jesus, que morreu, ou melhor que ressuscitou, que está a mão direita de Deus, é quem intercede por nós!" (Rom 8,33-34).



Seja Bem-vindo 2016
Seja Bem-vindo Espírito Santo


Não há nenhuma acusação para aqueles que estão no Senhor, 2015 foi marcado pelo poder de Deus em em nossas vidas, louvado seja Deus. Oramos  e confiamos que 2016 será o ano da graça, da Misericórdia e do Senhorio de Jesus para nossas famílias.


Este ano gritamos  para que todos ouçam principalmente as forças do mal espalhadas nos ares que na RCC Camocim e nas casas daqueles que participam do Grupo Renascer: "Jesus Cristo é o Senhor"
" Tudo concorre para o bem daqueles que esperam no Senhor.
Esperamos  ansiosos as novidades de Deus para nossa vida neste ano que vem chegando, proclamamos  e profetizamos  um ano de VITÓRIA em nome de Jesus.
Agradecemos aos nossos servos fiéis que foram instrumentos do Espírito Santo na Evangelização e a todos Nossos Visitantes do Blog para que o Senhor Derrame Benção em Abundância!   


Que venha 2016!
Que venha as bençãos!
Que venham as almas para Jesus!
Que se abram os reservatórios dos ceús!

 São os votos do Blog Grupo Renascer Camocim.

Conselhos de três grandes santas da Igreja para você

Santas
No início de cada ano as pessoas geralmente se imputam alguns objetivos para serem cumpridos ao longo do ano. Assim, para a vida espiritual, propomos também uma meta e, para isso, nada melhor que tomar como modelo três conselhos de três grandes santas da Igreja: Santa Teresa de Jesus, Santa Catarina de Sena e Santa Teresa de Lisieux, seguindo as indicações extraídas da obra “Doctoras de la Iglesia”, do Padre Antonio Royo Marín.
O primeiro conselho vem de Santa Teresa d’Ávila, que conseguiu progredir espiritualmente de uma forma extraordinária mesmo não tendo diretores espirituais satisfatórios. Na época dela, havia a convicção de que quando a pessoa crescia espiritualmente deveria deixar de lado a reflexão sobre a humanidade de Cristo, sua Paixão, o quanto Ele nos amou, enfim, a meditação concreta sobre o Evangelho. Para eles, quanto mais alto o nível de vida mística, maior deveria ser a contemplação da Trindade.
Santa Teresa de Jesus, como grande doutora, notou o erro desse tipo de pensamento. Para ela, em todas as etapas da caminhada espiritual é imprescindível a meditação sobre a humanidade de Cristo. Ele é o caminho. Em sua obra “Caminho de Perfeição”, ensina às monjas que utilizem de imagens de Cristo crucificado, chagado e, a partir da imagem, meditem sobre o grande amor que Deus tem pela humanidade.

O ano novo e a verdadeira Paz

verdadeira paz
Qual seria o sentimento mais desejado na virada de ano? Acho que você concordará comigo: A Paz. Todos desejam uns aos outros a paz, vestem-se de branco, esperam um ano seguinte melhor do que o foi o ano passado. Bons sentimentos nos invadem nestas festas de final de ano, ressurge uma esperança de uma vida melhor, de uma família mais unida, de menos confusão e mais paz.
A paz que desejamos é geralmente sinônimo de sossego, ausência de guerras, menos intrigas, uma convivência mais agradável. Mas aqui se encontra um primeiro erro, achamos que a paz se faz através de cumprimentos, votos e desejos de final de ano, mas não é assim! A Paz não é um sentimento, a paz se faz com atos.
Se queremos a paz que significa tranquilidade, ao invés do branco deveríamos no vestir de rede, fantasiar-nos de folha de coqueiro e espalhar cocos pela casa, simbolizando que, em 2015, o que mais queremos é o sossego de uma rede debaixo de um coqueiro. Mas acho que não é bem isso que queremos. Talvez em alguns dias no ano, mas já pesou isso durante o ano todo? Não sei se daria muito certo. Então queremos o quê?

Papa abre amanhã a porta santa da Basílica de Santa Maria Maior

porta santa santa maria maiorÀs 17h de sexta-feira 1 de janeiro de 2016, solenidade de Maria Santíssima Mãe de Deus, na basílica papal de Santa Maria Maior, o Papa Francisco abrirá a Porta santa e celebrará a missa.
Santa Maria Maior foi o primeiro templo dedicado no Ocidente a Nossa Senhora, onde o Papa costuma rezar sempre que parte e retorna de suas viagens apostólicas internacionais. O título Nossa Senhora Salus Populi Romani é o mais querido pelo povo da “cidade eterna”. Ao longo dos séculos, muitos Papas tiveram uma especial devoção pela Virgem. A Basílica de Santa Maria Maior foi o primeiro lugar que Francisco visitou para rezar publicamente, no dia seguinte de sua eleição como pontífice.
A história dessa veneração tem início no século IV. A Virgem apareceu a um rico casal e, ao mesmo tempo, ao Papa Libério, pedindo-lhes que construíssem uma basílica, em sua honra. Na manhã do dia seguinte, 5 de agosto, em pleno verão romano, foi-lhes indicado pela providência onde deveriam construir a grande igreja: o Monte Esquilino apareceu, nevado. Daí vem a devoção da Virgem ou Nossa Senhora das Neves, como é também conhecida.
papa19O apelido “salvadora dos romanos” remonta aos acontecimentos dos finais do século VI, quando os habitantes de Roma sofriam por causa de uma peste. No ano 590 o papa Gregório Magno levava esta imagem da Virgem, precedendo a uma procissão suplicante pela salvação da cidade. Em algum momento visualizou um anjo no céu que estava escondendo a espada do castigo. Em pouco tempo, a peste cessou.
Da redação, com Rádio Vaticano

Município na Indonésia proíbe comemorações de Ano Novo

indonésiaPelo terceiro ano consecutivo os cidadãos cristãos da cidade de Banda Achém, capital da província de Achém (Indonésia), não poderão celebrar a festa do Ano Novo em locais públicos. O município é o único lugar na Indonésia que adota a Lei Sharia, uma interpretação extremista do livro sagrado do islamismo, o Alcorão.
O comunicado foi feito pelo vice-prefeito de Banda Achém, Zainal Arifin. Ele justificou que as comemorações não fazem parte da cultura islâmica. “Chegamos a um acordo com as lideranças sociais de Banda Achém que as celebrações para o ano novo estão proibidas, porque não são eventos do calendário islâmico e não fazem, portanto, parte da cultura islâmica”, destacou.
Não muçulmanos
A proibição vale apenas para os muçulmanos: “Do ponto de vista moral – destacou Arifin – é totalmente errado que os muçulmanos de Achém comemorem a festa de Ano Novo. Permitimos aqueles que não são muçulmanos de festejar a data, mas não devem fazê-la em público perturbando a população local”.
Illizza Sa’aduddin Djamal é a primeira prefeita de Banda Achém favorável às regras. A província, no entanto, é governada por Zaini Abdullah, ex-ministro do exterior e do Movimento por Achém Livre, grupo separatista islâmico que intermediou um acordo de paz com o governo da Indonésia.

Fonte: Rádio Vaticano

Enquanto celebrávamos o natal, no Vietnã centenas de católicos foram proibidos de celebrar o nascimento do salvador.

view

As Missas de Natal de duas paróquias de uma Diocese vietnamita não puderam celebrar o Natal por causa das restrições impostas pelas autoridades comunistas locais, segundo denunciou a AsiaNews. Este fato deixou ao menos oito mil fiéis católicos sem a possibilidade de celebrar o culto divino na Solenidade, o que constitui uma clara violação da liberdade religiosa e as leis locais.
A primeira paróquia afetada foi a de Dak Lak, na municipalidade de Dak Mon, que conta com ao menos cinco mil fiéis católicos. A segunda é a de Xe Dang, na vila de Kon Pia, no distrito Tumoron, onde mais de três mil pessoas haviam se reunido para as celebrações religiosas.
A justificativa dada pelas autoridades comunistas é o veto realizado previamente aos dois sacerdotes destas paróquias. Os membros do Comitê do povo local, de orientação comunista, enviaram uma carta ao Bispo no qual se convidava ao prelado para registrar e a realizar um pedido por escrito para todas as eucaristias futuras, assim como para enviar novos sacerdotes em substituição dos que catalogaram como “não gratos”.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Papa destaca a humildade como o grande mistério de Deus

papa humildade
Milhares de peregrinos participaram da última Audiência Geral do ano, na Praça S. Pedro. Como de costume, antes de pronunciar a sua catequese, o Papa saudou os presentes a bordo do seu papamóvel, fazendo a alegria dos fiéis.
Ao se dirigir aos peregrinos, Francisco refletiu sobre a devoção ao Menino Jesus, o protagonista do presépio nesses dias natalinos. Muitos santos e santas cultivaram essa devoção, como por exemplo Santa Teresa de Lisieux, que como monja carmelita escolheu o nome de Teresa do Menino Jesus. Ela soube viver aquela “infância espiritual” que se assimila justamente meditando a humildade de Deus que se fez pequeno por nós.
“E este é um grande mistério, Deus é humilde! Nós que somos orgulhosos, repletos de vaidade e acreditamos ser grandes, e somos nada! Ele é grande, é humilde e se faz criança. Este é um verdadeiro mistério!”, disse o pontífice, acrescentando que toda a vida terrena de Jesus é revelação e ensinamento, sendo a morte e ressurreição a expressão máxima do seu amor redentor.
Para crescer na fé, afirmou Francisco, seria necessário contemplar com mais frequência o Menino Jesus, não obstante se saiba pouco de sua infância: da apresentação ao Templo e a visita dos Reis Magos, há um salto de doze anos até a peregrinação de Jesus com Maria e José para a Páscoa. Todavia, prosseguiu, podemos aprender muito de sua vida se olharmos para o modo de ser das crianças.

22 agentes pastorais da Igreja Católica assassinados em 2015

missa
Agência Fides, do Vaticano, diz que número é a «ponta do icebergue» de perseguição global contra cristãos
A agência Fides, do Vaticano, revelou hoje que 22 agentes pastorais da Igreja Católica foram assassinados em 2015, número que apresenta como a ‘ponta do icebergue’ de uma “perseguição global contra cristãos”.
“O Estado Islâmico, o Boko Haram, a discriminação nos vários países em que a religião é um assunto de Estado tornam árdua e heroica a situação dos cristãos, sujeitos a atentados e massacres”, refere o relatório anual, divulgado esta manhã.
Pelo sétimo ano consecutivo, o maior número de mortes aconteceu na América, onde houve oito assassinatos; a África registou cinco mortes, a Ásia sete e dois na Europa.
O elenco refere-se não só aos missionários, mas a todo o pessoal eclesiástico que faleceu de forma violenta ou que sacrificou a sua vida consciente do risco que corria.
A agência de notícias sublinha que a maior parte das mortes aconteceu após “tentativas de assaltos” violentos.
Segundo os dados da agência do Vaticano para o mundo missionário, entre 2004 e 2015 morreram mais de 275 agentes pastorais da Igreja Católica, incluindo três bispos.

A médica ateia que avaliou 1.400 milagres e os confirmou: “Eles existem!”

jacalyn-duffin

A hematologista canadense Jacalyn Duffin estava observando no microscópio “uma célula letal de leucemia”.
Olhando para a data do exame, concluiu: “Fiquei persuadida de que o paciente cujo sangue estava examinando tinha que ter morrido”.
Entretanto, o paciente estava bem vivo.
A hematologista não sabia: ela estava participando da investigação de um milagre.
Duffin, 64, é também uma prestigiosa historiadora, tendo presidido a Associação Americana de História da Medicina e a Sociedade Canadense de História da Medicina, além de ser catedrática dessa disciplina na Queen’s University, de Kingston, Canadá.
O fato se deu em 1986 e foi o seu primeiro contato com as canonizações da Igreja.
A amostra de medula fora tirada de uma jovem de 30 anos ainda viva. Estudava-se a veracidade do milagre no contexto do processo de canonização da primeira santa canadense, Maria Margarida d’Youville (1701-1771), fundadora das irmãs da Caridade, elevada à honra dos altares 14 anos depois.

McDonald’s causa polêmica ao divulgar nome de Jesus.

540x350_donald

Nos últimos dias, uma imagem da frente de uma lanchonete da rede McDonald’s no estado do Tennessee tem gerado muita polêmica.
O motivo é que os funcionários pintaram a imagem de um presépio e escreveram a frase “O nome dele é Jesus” em uma das vitrines. Ao lado, a palavra “Alegrai-vos”.
Além da família sagrada (José, Maria e Jesus), o desenho mostra anjos, uma vaca, um pastor e uma ovelha. Um usuário do Facebook publicou uma foto da lanchonete e ela se tornou um dos assuntos mais comentados dos últimos dias na rede social.
No primeiro dia ela viralizou, com mais de 133.000 pessoas curtindo, 82.484 compartilhando, e quase 7.000 comentários.

Uma missa no inferno

cracolandia_1-608x400 

De volta do Brasil para a França, Jean-Marc Potdevin testemunha a ação de alguns frades no coração das periferias devastadas pelas drogas

 A Cracolândia é um “conceito” chocante não só para os brasileiros, mas também para os estrangeiros que visitam essas ruas de São Paulo tomadas por viciados em drogas e por uma sujeira indescritível. Os rostos são cadavéricos, as órbitas vazias. Eles parecem zumbis; doentes, vegetam sobre pedaços de papelão, colchões e cobertores velhos em meio ao lixo, quando não deitados sobre o próprio asfalto.
O crack é uma das piores drogas existentes, viciante na primeira experiência: uma verdadeira prisão feita de química. Crianças jogadas nas ruas começam na droga muito cedo. Aos 9 anos. Ou menos.
Colidem na minha mente as imagens dessas pessoas deitadas no asfalto com a das pessoas deitadas nas praias do Brasil. Como foi que estas vieram parar aqui?
Em meio a essa visão do inferno, caminham outras pessoas, bem conhecidas na vizinhança. É a Fraternidade O Caminho. Espiritualidade franciscana. Jovens consagrados, radiantes de uma alegria quase nunca vista em contextos de maior conforto material. Eles vivem na pobreza por escolha, na periferia da Cracolândia, lançando-se toda semana, todo dia, à “pesca” daquelas pessoas para tentar tirá-las do inferno.
“Recuperar” é a palavra que eles usam: trata-se tanto de resgatar das ruas e das drogas quanto também de restaurar aqueles homens e mulheres no âmbito físico, psicológico, social e espiritual.
 O testemunho completo, em francês, está disponível no site Cahiers Libres.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Além de anúncio querigmático, Jesus no Litoral (MA) prepara apelo pela paz


alt200 missionários das 12 dioceses do Maranhão estão inscritos na 6ª edição da missão Jesus no Litoral (JNL) – Uma Virada Radical. O evento acontece nos dias 27/12 a 02/01 de 2016 , sempre nas praias da capital do estado, São Luís (MA), que é a segunda maior extensão litorânea do país. Nesse ano, além das atividades esportivas, de dança, teatro e toda evangelização, os missionários irão realizar duas grandes ações de pedido pela paz, uma nos quatro principais terminais de integração da cidade (Cohama, Cohab, São Cristovão e Praia Grande) e uma Caminhada, no dia 1º de janeiro, na Avenida Litorânea. Toda programação será gratuita e aberta ao público.
Desde o mês de outubro até os dias da missão, toda a RCC do Maranhão está envolvida em uma Campanha de Oração, organizada pelo Ministério de Intercessão. Foi feita uma Novena de Pentecostes, como intenção pelos missionários, coordenação e todas as pessoas que serão alcançadas pela missão.
Nesse ano, o JNL traz como principal diferencial a mudança na abordagem durante o querigma, proposta com base na avaliação feita na Conferência para Líderes Jovens do Ministério Jovem (MJ), em Brasília. A nova abordagem levou em consideração a avaliação dos métodos aplicados durante a apresentação do querigma (em até três minutos), desenvolvida pela equipe da missão do Paraná, estado idealizador e propagador da missão, desde 2002 e aplicado até o ano passado, por todos os estados que realizam a missão, no Brasil. Com base na experiência adquirida no decorrer desses anos e aprofundamento doutrinário, a equipe atualizou o método de anúncio do querigma feito no JNL.

sábado, 26 de dezembro de 2015

O Postal de Natal do Papa


images-51a8feb939040c5b772c4ae60d897cc7_3O Papa Francisco escolheu uma frase de São Leão Magno, ‘Exultemus in die salutis nostrae’ («Exultemos no dia da nossa salvação), para o seu cartão de votos natalícios deste ano.
No postal foi reproduzida a imagem ‘Os anjos em adoração ao Menino Jesus’ de Carlo Maratti (Maratta).
Nascido em 1625 em San Germano di Camerano (Ancona), Maratti foi uma figura central da pintura italiana da segunda metade do século XVII.
Formado em Roma (onde faleceu em 1713) na escola de Andrea Sacchi, entre os máximos expoentes do classicismo, é autor de importantes obras sacras que ainda hoje é possível admirar no Vaticano e nalgumas igrejas da cidade.
Fonte: Ecclesia

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

O Senhor está no meio de nós!

jesus-menino
Eis que vos anuncio uma grande alegria: nasceu para nós Aquele que é a luz que ilumina as trevas do mundo, e Ele veio para salvar a todos do pecado e do mal. Veio para ser o caminho novo, tecido na obediência à vontade do Pai que nos quer todos santos.
Por isso, a volta do ano trouxe-nos a santa celebração do Natal do Senhor Nosso Jesus Cristo. Historicamente, o natalício do Cristo, nosso Deus, ocorreu há mais de dois mil anos; no entanto, na potência do Santo Espírito, o Natal acontece hoje misticamente nos santos mistérios que celebramos com piedade e unção. Cada um de nós que participa desta celebração sagrada conserve no coração essa certeza: nos gestos, nas palavras, nos ritos da Santa Liturgia, a graça do santo Natal do Senhor faz-se realmente presente e verdadeiramente inunda a nossa vida! Para nós, aqui reunidos, o Natal é hoje, o Natal é agora. Aquele que veio e que virá, vem hoje para nós!
O Evangelho nos anuncia: “O Verbo se fez carne e habitou entre nós!” Em outras palavras: o Filho eterno do Pai, Luz gerada da Luz, Deus verdadeiro gerado eternamente do Deus verdadeiro, para salvar o mundo com a sua piedosa vinda, hoje nasceu homem verdadeiro, homem entre os homens, de Maria, a Virgem!

Papa Francisco, Maria e o “sim” que mudou a história da humanidade


papa nossa senhora
A oração do Papa Francisco em uma noite de Natal foi dirigida à Nossa Senhora. “Olhemos o presépio e façamos este pedido à Virgem Mãe: Ó Maria, mostrai-nos Jesus!”, afirmou o pontífice na Missa da Vigília de Natal de 2014.

O Papa reza à Maria porque sabe que ela, como ninguém, pode nos mostrar Jesus, que nos mostra o Pai. Porque o “sim” da jovem de Nazaré, sinal da intimidade e comunhão total com Deus, foi determinante para mudar a história da humanidade. Ela pode nos ajuda a amar e a acolher o Salvador.
Confira artigo do professor Felipe Aquino:
Santo Agostinho disse que: “Adão, sendo homem, quis tornar-se Deus e perdeu-se. Cristo, sendo Deus, quis fazer-se homem para a salvação do homem. Por seu orgulho, o homem caiu tão baixo que só podia ser levantado pelo abaixar-se de Deus”.
O pecado original nos fez perder a filiação divina; a humanidade foi expulsa do paraíso; e só poderia se reconciliar com Deus se houvesse a salvação por meio de Deus mesmo.
Mas, para que o Filho de Deus pudesse se tornar também homem, e nosso Salvador, sem deixar de ser Deus, era preciso que fosse concebido por uma mulher. Desde a queda de Adão e Eva Deus já tinha prometido que a salvação da humanidade viria por meio de uma Mulher, já que o demônio seduziu a primeira mulher para injetar seu veneno na sua descendência. Deus disse à Serpente maligna: “Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gen 3,15). Esta Mulher prometida no Protoevangelho era Maria.
Este projeto de Deus para a nossa salvação se realizou como São Paulo explicou: “Mas quando veio a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, que nasceu de uma mulher e nasceu submetido a uma lei, a fim de remir os que estavam sob a lei, para que recebêssemos a sua adoção. A prova de que sois filhos é que Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai!” (Gal 4,4). Por meio da Virgem Maria veio o Salvador, que nos reconciliou com Deus por Sua morte e ressurreição. Nele nos tornamos novamente filhos de Deus por adoção, pelo Batismo, e Deus enviou o Espirito Santo aos nossos corações.

* O milagre de Madre Teresa, contado por um dos médicos especialistas: “é realmente incrível, não há precedente”

WIKI-Madre_Teresa_2
“A minha experiência profissional colocou-me várias vezes diante de eventos difíceis de explicar de uma perspectiva científica, mas o que aconteceu em 2008, com um engenheiro brasileiro, é realmente incrível…”. São as palavras do Professor. Carlo Jovine, perito oficial da Congregação para as Causas dos Santos, neurologista principal do hospital São João Batista da Ordem de Malta.
O prof. Jovine participou da Junta Médica designada pelo Vaticano para analisar, de uma perspectiva científica, a cura extraordinária de Marcilio Haddad Andrino, engenheiro mecânico nascido em Santos, perto de São Paulo, por intercessão de Madre Teresa de Calcutá. O milagre pelo qual o Papa Francisco autorizou a Congregação a promulgar o decreto dando o  sinal verde para a canonização.
Em dezembro de 2008, aos 35 anos, o engenheiro Andrino foi hospitalizado com urgência. Tinha ficado doente de repente e apresentava graves distúrbios neurológicos. Os testes especializados tinham mostrado a presença de oito abcessos cerebrais, oito seja, oito pontos com infecção na área do cérebro.

Padre Pio. Os Papas o admiravam, mas o Santo Ofício emitiu decretos de condenação. Entenda o que aconteceu.

pio

 Padre Pio sofreu ao longo de sua vida a incompreensão e a hostilidade de muitos. No entanto, todos reconhecem hoje que foi um grande homem e um santo frade.
Para tentar entender e explicar como e por que o frade de Pietrelcina provocou reações tão controversas, Renzo Allegri publicou o livro La passione di Padre Pio (A Paixão de Padre Pio), publicado pela Mondadori.
Para desvendar o significado do que aconteceu com o pe. Pio, o famoso escritor investigou milhares de documentos guardados no arquivo secreto do Vaticano e também do Santo Ofício.
Allegri também trabalhou nos documentos dos arquivos da Ordem dos Frades Capuchinhos da Província Capuchinha de Foggia e arquivos privados de leigos, que tiveram papeis importantes neste caso. Muitos desses documentos são inéditos.
Renzo Allegri já escreveu outros nove livros sobre São Pio de Pietrelcina, todos publicados pela Mondadori, todos best seller, todos traduzidos para várias línguas.
O escritor disse que este último livro “é o mais importante porque coloca o dedo na ferida do mal, ou seja, Satanás que, para arruinar a obra de Deus, constrói armadilhas diabólicas que podem enganar até mesmo os representantes da Igreja. Uma questão extremamente importante e também atual”.
***

Conheça o país onde celebrar o natal é crime com pena de 5 anos de cadeia.

map-brunei-location-1
Cinco anos de cadeia: esta é a pena que um pequeno país muçulmano da ilha de Bornéu pode aplicar a quem cometer o crime de… celebrar o Natal!
O sultão da monarquia absolutista de Brunei, Hassanal Bolkiah (foto), de 67 anos, estabeleceu esta pena para quem for descoberto aderindo de algum modo às festividades natalinas, ainda que seja apenas mediante o envio de augúrios de Natal a parentes e amigos (The Telegraph, 22 de dezembro).
Os não muçulmanos até podem celebrar o Natal no país, desde que seja apenas dentro das próprias comunidades e com a devida permissão das autoridades.
O Ministro de Assuntos Religiosos declarou que as medidas “antinatalinas” pretendem evitar “celebrações excessivas e abertas, que poderiam prejudicar a aqidah (fé) da comunidade muçulmana”. Dos 420.000 habitantes do país rico em petróleo, 65% são muçulmanos.
brunei-hassanal_bolkiahNo início deste mês, um grupo de imãs divulgou mensagem aos fiéis islâmicos de Brunei advertindo contra celebrações “não ligadas ao islã”. Para eles, “os muçulmanos que seguem os atos daquela religião (o cristianismo) ou usam os seus símbolos religiosos, como a cruz, velas acesas, árvore de Natal, cantos religiosos, augúrios natalinos, decorações e sons que equivalham a respeitar aquela religião, vão contra a fé islâmica” (Borneo Bulletin).
“Alguns podem achar que a questão é frívola, mas, como muçulmanos, (…) nós devemos evitar as celebrações de outras religiões para não influenciar a nossa fé islâmica”, arremataram.
Apesar das medidas intolerantes, não faltam residentes de Brunei que rejeitaram a proibição e postaram fotos natalinas nas redes sociais, usando a hashtag #MyTreedom (trocadilho com “tree“, árvore, e “freedom“, liberdade, em inglês).

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

São José e o Santo Natal



União-de-José-e-Maria-1-427x400
“José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, pois o que nela foi gerado vem do Espírito Santo. José, ao despertar do sono, agiu conforme o Anjo do Senhor lhe ordenara e recebeu em casa sua mulher. Mas não a conhecer até o dia em que ela deu a luz um filho. E ele o chamou com o nome de Jesus” (Mt 1,20-25).

Quase todos os cartões de Natal que nós recebemos no tempo do Santo Natal, com certeza, haverá um homem em pé, no fundo da cena, olhando por sobre o ombro de Maria, mostrada em destaque o cuidando do bebê Jesus. Seu nome é José e, após as narrativas do Natal, pouco se ouve falar dele. Se não soubéssemos algo mais, pensaríamos que José era um espectador insignificante ou, na melhor das hipóteses, uma mera necessidade de respaldar a reivindicação de Jesus ao trono de Davi.

Shalom realiza ação natalina no Hospital Regional em Sobral


12399324_965240450203436_343644277_nO Hospital Regional do Norte, em Sobral, entrou em clima de natal na última quarta-feira (17). Membros da Comunidade Católica Shalom juntamente com funcionários do HRN realizaram visitas a pacientes de diversos setores levando um pouco do espírito natalino. Muita emoção marcou a ação, que faz parte do Projeto Mãe das Dores, realizado pela comunidade.
Na oportunidade, foram visitados os setores UTI Pediátrica, Setor de Neonatologia, Clínica Pediátrica, Centro de Reprodução e Assistência a Mulher, Clínica Médica e Emergência Adulta e Pediátrica. Os missionários da Comunidade Shalom buscaram transmitir uma mensagem de esperança e paz aos pacientes através da apresentação cantada da música ‘É Natal’.
Celebração Eucarística
O HRN também realizou na sexta-feira (19) uma Missa presidida pelo Padre Airton, que contou com a presença do diretor do Hospital,  Daniel Hardy, além de colaboradores de diversos setores. A celebração foi animada pelo ministério de música da Comunidade Católica Shalom. Ao final, foi exibido um vídeo produzido pelo grupo de humanização do Hospital, deixando uma mensagem de Natal a todos.

Papa nomeia sucessor de Dom Erwin para Xingu


nomeacao
O Papa acolheu na manhã de quarta-feira (23/12) o pedido de renúncia de Dom Erwin Kräutler, que deixa, por razão de idade, a condução da Prelazia do Xingu após 35 anos.

Em seu lugar, foi nomeado o franciscano João Muniz Alves, que até o momento era o Guardião da Comunidade Franciscana de São Luís do Maranhão. Dom João Muniz Alves 8 nasceu em 8 de janeiro de 1961 em Carema, município de Santa Rita, na Arquidiocese de São Luís do Maranhão. Emitiu seus primeiros votos na Ordem dos Frades Menores em 1986 e os votos solenes em 1991. Foi ordenado em 1993. Depois de estudar filosofia e teologia em Teresina, no Piauí, obteve o doutorado em ambas em Roma.
Já como sacerdote, foi vigário paroquial, mestre de postulantes, pároco e definidor da vice-Província franciscana da diocese de Bacabal (MA). Em 2014 foi visitador geral da Província franciscana de Moçambique. Atualmente, exerce seu ministério como guardião da comunidade de São Luís do Maranhão, Vigário paroquial, formador e professor de teologia moral.
Até a sua posse, Dom Erwin Krautler permanece na condução da Prelazia, como Administrador Apostólico.
Fonte: Rádio Vaticano

Como a Itália está respondendo a imposição da Ideologia de gênero nas escolas? Indo alem do não!


download
Contra a tentativa de impor a ideologia de gênero nas escolas italianas, centenas de milhares de pessoas saíram às ruas gritando “Defendamos nossos filhos” na histórica manifestação de 20 de junho, em Roma. A ação cidadã penetrou nos corredores dos prédios institucionais e teve os primeiros efeitos práticos. Como resposta à ideologia de gênero, já se espalham por toda a Itália cursos de educação da afetividade e da sexualidade com abordagens, métodos e conteúdos bem diferentes dos propostos pelos defensores daquela ideologia.
Uma realidade que destaca as “boas práticas educativas” é Il Filo e la Rete, “que surgiu há um ano dentro das seções locais do Fórum das Associações Familiares, intérpretes do desconforto de muitos pais que tiveram de lidar com cursos impregnados pela ideologia de gênero nas escolas”, disse à ZENIT Lodovica Carli, ginecologista e presidente do Fórum de Associações Familiares da Apúlia, região do sul da Itália.
Coordenadora da iniciativa Il Filo e la Rete, Carli explica: “Faz um ano, estavam se formando as primeiras comissões para oferecer alternativas à ideologia de gênero. Nós entramos em contato com eles para conceber em conjunto os instrumentos jurídicos necessários para que os pais pudessem fazer valer o seu direito e dever de educar os filhos opondo-se à interferência da ideologia de gênero”.

O matrimônio e a família são, para a ideologia de gênero, ‘dois modos de violência permanente contra a mulher’. Igreja discorda profundamente.

Ideologia-de-Genero
“Em última análise, nesta sociedade tão turbulenta, a Igreja é a única que está defendendo os pequenos da ideologia de gênero ou do aborto… e atacam a Igreja porque é a única instituição que falta para cair. Por isso não temos que dobrar-nos, e essa é a mensagem de Jesus”. Assim falou Mons. Juan José Omella, arcebispo eleito de Barcelona, na apresentação do livro “Relativismo e ideologia de gênero” (Voz de papel) que aconteceu no passado dia 14 em Logroño, na paróquia de São Paulo, perante 120 pessoas.
Depois de felicitar o padre Pedro Trevijano pela atualidade e oportunidade do seu livro, o prelado, de origem aragonesa, manifestou que “é preciso ter coragem e humildade para pregar a verdade em todo momento”.
Em seu discurso, o arcebispo eleito de Barcelona referiu-se ao Papa Francisco, “tão querido e social, mas que, ao mesmo tempo, prega uma doutrina clássica. O Papa diz: ‘Eu não julgo ninguém, mas não estou de acordo com isso e aquilo…; eu não condeno, mas nem sequer estou de acordo com tal coisa…’”.
Assim, Mons Omella alertou para a ameaça da ideologia de gênero em nossa sociedade: “Somos todos iguais, é verdade, mas com dignidade. Mas somos diferentes fisicamente, psicologicamente … não confundamos, somos iguais em dignidade, mas o homem e a mulher são diferentes”.

Igrejas protestantes reinventam natal com personagens de Star Wars: “Natal cósmico”!

star_wars_nativity
O novo filme da série Star Wars, “Episódio VII: O Despertar da Força”, foi lançado mundialmente nesta quinta (17). É a temporada de Natal, onde os cinemas acabam atraindo um público maior que a média no restante do ano.
Algumas igrejas americanas também querem atrair pessoas para seus cultos natalinos e decidiram “mesclar” as duas coisas. O resultado são ‘presépios’ com os personagens da saga no lugar das tradicionais figuras de José, Maria e até Jesus.
Na cidade de Morristown, Nova Jersey, a Liquid Church, uma das igrejas que mais crescem no estado, realizará o “Natal cósmico”. Além do presépio vivo com a princesa Leia, Han Solo, Chewbacca, além dos androides C3PO e R2D2, serão três semanas com o sermão focado nos paralelos entre a mitologia de Star Wars e os princípios cristãos.
No estado de Illinois, a igreja United Community Church, de Middletown, está recontando a história de Natal através de um concurso com a temática de Guerra nas Estrelas. A Christian Church da cidade de Clarendon Hills, no mesmo estado, está apostando que a estratégia atrairá pessoas “que estão mais familiarizados com a saga “Star Wars” que com os dois primeiros capítulos do Livro de Lucas”.

“Se você julga as pessoas, você não tem tempo para amá-las”. Deixemo-nos converter por frases inesquecíveis da Beata Teresa de Calcutá.

Madre-Teresa-de-Calucutá
1) Se você julga as pessoas, você não tem tempo para amá-las.
2) A maior doença do Ocidente hoje não é a lepra nem a tuberculose; é ser indesejado, não ser amado e ser abandonado. Nós podemos curar as doenças físicas com a medicina, mas a única cura para a solidão, para o desespero e para a desesperança é o amor. Há muitas pessoas no mundo que estão morrendo por falta de um pedaço de pão, mas há muito mais gente morrendo por falta de um pouco de amor. A pobreza no Ocidente é um tipo diferente de pobreza – não é só uma pobreza de solidão, mas também de espiritualidade. Há uma fome de amor e uma fome de Deus.
3) Qual é o meu pensamento? Eu vejo Jesus em cada ser humano. Eu digo para mim mesma: este é Jesus com fome, eu tenho que alimentá-lo. Este é Jesus doente. Este tem lepra ou gangrena; eu tenho que lavá-lo e cuidar dele. Eu sirvo porque eu amo Jesus.
4) Sejam gentis uns com os outros na sua casa. Sejam gentis com as pessoas. Eu acho que é melhor você errar na bondade do que fazer milagres com falta de bondade. Muitas vezes, uma só palavra, um olhar, um gesto rápido, e as trevas enchem o coração da pessoa que amamos.

Esta é a oração rezada pela família do miraculado que levará à canonização de Madre Teresa

O milagre alcançado por um brasileiro por intercessão de Madre Teresa de Calcutá aprovado pelo Vaticano para a canonização da Beata teve início com uma oração e a fé de uma família. O homem da Diocese de Santos (SP) foi curado de maneira inexplicável após seus familiares receberem de um sacerdote um santinho de Madre Teresa e intensificarem suas orações.
O miraculado tinha múltiplos tumores no cérebro. Seus parentes tiveram contato com a Beata Madre Teresa por intermédio de Padre Elmiran Ferreira, que os acompanhou na época da doença, tendo visitado o homem no hospital. 
O sacerdote deu uma oração de Madre Teresa para que a família rezasse de maneira intensa e assim o fizeram. Segundo ele, “a Madre Teresa tornou-se conforto e alento naquela longa jornada”.
 
A seguir, a oração que a família do miraculado rezou:

“Beata Teresa de Calcutá,
tu permitiste ao sedento amor de Jesus na Cruz tornar-se uma chama viva dentro de ti.
Chegaste a ser luz do Seu amor para todos.
Obtém do coração de Jesus... (pedido)
Ensina-me a deixar Jesus penetrar e possuir todo o meu ser, tão completamente, que a minha vida também possa irradiar a Sua luz e amor para os outros.
Amém.”

Dez santos cujo exemplo nos ajudarão a viver o Ano da Misericórdia


O Jubileu da Misericórdia foi iniciado no dia 8 de dezembro e acontecerá até o dia 20 novembro de 2016. Apresentamos agora uma lista de dez Santos cujo testemunho nos animará a viver a misericórdia durante este Ano Santo.
São João Paulo II (1920-2005)
Teve uma juventude muito dura pelo ambiente de ódio e destruição da Segunda Guerra Mundial. Durante seus mais de 25 anos de pontificado, São João Paulo II teve um espírito missionário. Realizou 104 viagens apostólicas fora da Itália e 146 no interior deste país.
Seu amor pelos jovens o levou a iniciar as Jornadas Mundiais da Juventude. Promoveu o diálogo inter-religioso.
Um de seus gestos mais recordados foi pedir perdão pelos pecados da Igreja em toda sua história.
Perdoou ao turco Alí Agca, que atirou nele na Praça de São Pedro, e inclusive o visitou na prisão.
Santa Faustina Kowalska (1905-1938)
A esta santa polonesa, Deus revelou o mistério de sua misericórdia conhecida como o Terço da Divina Misericórdia, cuja festa é celebrada no segundo domingo de Páscoa.
Irmã Faustina teve uma vida de piedade e caridade. No convento foi cozinheira, jardineira e porteira.
Também conseguiu um alto grau de união com Deus e lutou por vencer-se a si mesma e alcançar a santidade.
O Senhor concedeu a Irmã Faustina revelações, visões do céu, do purgatório e do inferno; o dom da profecia, a graça de ler as almas e os estigmas ocultos.

Que o Espírito Santo seja mais conhecido e mais honrado


alt“Quem, ó Santo Padre, pode fazer com que o Espírito Santo seja mais conhecido e mais honrado, senão o Vigário de Jesus sobre a terra (...). Portanto, Santo Padre, somente o senhor, pode fazer com que os cristãos retornem ao Espírito Santo, para que o Espírito Santo retorne a nós, abata o domínio do demônio e nos conceda a desejada renovação da face da terra”. É com essa ousadia de profeta que Elena Guerra se dirige ao Santo Padre Papa Leão XIII e inicia o grande marco, dos últimos séculos, da graça de Pentecostes sobre a face da terra.
Convencida pelo próprio Espírito Santo, a Beata Elena escreve cartas ao Papa Leão XIII, a fim de difundir na Igreja uma maior atenção ao culto e devoção a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade. Expressões inspiradas por Deus no coração da freira Italiana, essas cartas foram recebidas pelo Papa, que instaurou um novo tempo para a Igreja, um benefício para todo o mundo, especialmente para, o movimento que nasceria muitos anos depois, a Renovação Carismática Católica. O pedido da beata, levou o Papa a consagrar o século XX ao Espírito Santo.
Cheia de profetismo, as cartas da apóstola do Espirito Santo, depois de mais de um século em que foram escritas, chegam até os dias atuais. E mesmo tantos anos mais tarde, esses escritos convidam cristãos, de todo o mundo para um retorno ao Cenáculo.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

ENTENDA! Por que foi Autorizada pelo Vaticano a reconciliação de Padre Cícero com a Igreja

Foto: Wikipedia

REDAÇÃO CENTRAL, 14 Dez. 15 / 03:46 pm (ACI).- Padre Cícero Romão Batista, o conhecido sacerdote nordestino com fama de santo e que faleceu punido pelo Vaticano, foi reconciliado com a Igreja Católica. Assim anunciou o Bispo de Crato (CE), Dom Fernando Panico, neste domingo, 13. A ocasião para tornar público o fato foi a abertura da Porta Santa da Catedral de Nossa Senhora da Penha, pelo Ano da Misericórdia.
“O Papa, com a autoridade que ele tem, depois dos estudos feitos e todo o aconselhamento que houve, escutou a voz da misericórdia”, disse Dom Panico durante a celebração.
Padre Cícero, conhecido pelo seu envolvimento na política, sofreu suspensão da ordem sacerdotal por parte Santa Sé, em 1894, sob acusação de manipulação da fé. Segundo o site da Diocese de Crato, em 2006, Dom Panico formou uma comissão e deu entrada na Congregação para Doutrina da Fé, no Vaticano, ao processo de reabilitação de Padre Cícero, ou seja, a recuperação da ordem que havia sido suspensa. Mas, “como o padre já havia falecido e as punições cessadas, não tinha o que o Papa reabilitar”, afirma o texto da diocese nordestina.

Os “10 Degraus do Amor” segundo o grande místico São João da Cruz

S João da CruzO primeiro degrau faz a alma enfermar-se proveitosamente… porque nele a alma morre para o pecado e para todas as coisas que não são de Deus.
O segundo degrau faz a alma buscar a Deus sem cessar.
O terceiro degrau da escala amorosa é o que faz a alma agir e lhe dá calor e ardor para não pecar. Diz o salmista: “Feliz quem teme o Senhor e se entusiasma com seus mandamentos” (Salmo 11,1)… Considera pequenas as grandes obras que fazes pelo Amado; as que são muitas, considera poucas.
O quarto degrau é o constante sofrimento sem desânimo.
O quinto degrau do amor impele a alma a desejar a Deus impacientemente.
O sexto degrau faz a alma correr com leveza para Deus e tocá-lo muitas vezes e, sem desfalecer, correr pela esperança. O amor a faz tão forte que a leva a voar suave. Diz Isaías: “Os que esperam no Senhor renovam suas forças, abrem as asas como as águias, correm sem cansar-se, caminham sem desfalecer” (Isaías 40, 31).

A Bíblia leva-nos a Roma, diz ex-pastor protestante convertido ao catolicismo.


A-Biblia-leva-nos-a-Roma-diz-ex-pastor-protestante-convertido-ao-catolicismo
Ao deixar-se conduzir pela Igreja, santos de todos os séculos puderam descobrir suas vocações na prática da leitura orante das Sagradas Escrituras.
A prática da Lectio Divina é uma das devoções mais presentes na vida dos santos. Por meio da meditação das Sagradas Escrituras, eles foram capazes de encontrar a face de Jesus, que se revela a cada versículo lido. É por isso que, querendo esmiuçar o valor dos Textos Sacros, São Jerônimo dizia a seus fiéis: “A ignorância das Escrituras é ignorância de Cristo” [1]. Quem se põe a escutar a Palavra, escuta, pois, a própria voz de Deus; faz como reza o salmista: “É tua face, Senhor, que eu procuro” (cf. Sl 27, 8-9).
Diferentemente do que acusam os protestantes, a Igreja sempre incentivou a leitura das páginas sagradas. Ao mesmo tempo, os santos padres nunca deixaram de insistir numa leitura dentro da «tradição viva de toda a Igreja». Essa preocupação se deve ao fato de que também a Bíblia, quando mal interpretada, pode conduzir o homem ao erro.
Que foram as tentações de Cristo no deserto senão “tentações bíblicas”? Desafiou Satanás: “Se és o Filho de Deus, lança-te abaixo, pois está escrito: ‘Ele deu a seus anjos ordens a teu respeito; eles te protegerão com as mãos’” (cf. Sl 90, 11). Quando se perde a dimensão eclesiológica das Sagradas Escrituras, perde-se, por conseguinte, o próprio sentido das Escrituras, pois não seria possível crer em suas palavras se a isso não nos levasse a autoridade da Igreja [2].

O Jubileu e o perdão do aborto cometido. A palavra final é da misericórdia!


566-3770-0_0371489ada1a745e4ced1bf559be4737
Uma peculiaridade deste Jubileu é o envio a todas as dioceses do mundo de 800 “missionários de misericórdia”, aos quais o papa dá a faculdade de perdoar os pecados reservados à Sé Apostólica. Mas Francisco fez mais.
Para o Ano Santo inteiro, todos os sacerdotes do mundo poderão perdoar também o aborto provocado, pecado cuja absolvição é reservada aos bispos ou a sacerdotes por eles delegados. Um sinal para convidar ao arrependimento e ao pedido de perdão, outro elemento-chave do Jubileu.
“Eu abortei aos 20 anos e, na misericórdia de Francisco, me sinto acolhida e perdoada”, conta Beatrice Fazi, 43 anos. “Eu me vi grávida e sem orientação. O homem de quem eu esperava um filho me abandonou: ele não quereria assumir a responsabilidade de criar um filho”, conta. “Eu tinha acabado em Roma há pouco tempo de uma cidade da província do Sul, onde é difícil confessar aos pais uma coisa desse tipo, em um contexto em que dar à luz antes do casamento equivale a uma mancha de infâmia e de exclusão social.” Um trauma profundo.

Mais de 10 mil brasileiros estão inscritos na JMJ 2016

Fora da Europa, o Brasil é o país com maior número de inscritos para a JMJ 2016
Padre_Joo_Chagas_JMJ-2016_CracoviaFalta pouco mais de sete meses para o maior evento católico jovem do mundo, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontecerá em Cracóvia, na Polônia, de 25 a 31 de julho de 2016.
De acordo com o responsável pelo setor Juventude do Pontifício Conselho para os Leigos, em Roma, padre João Chagas, que participou de uma reunião em Cracóvia para acertar os últimos detalhes do evento, o Brasil é o país, fora da Europa, com maior número de inscritos.
“Aproximadamente dez mil inscrições, isso de jovens que vêm das paróquias, dioceses, mas também têm muitos outros que se inscrevem através de movimentos internacionais, como por exemplo, o movimento de vida cristã, a Canção Nova, a Shalom…”, explicou.
.: Quer ir com o Shalom pra JMJ 2016 na Polônia? Clique aqui e entre em contato conosco sobre nossos pacotes
Padre Chagas destaca que essa JMJ será especial por ser realizada no Ano Jubilar, um tempo de graça e misericórdia para nossa época, mas também por ser uma “volta às origens”.
“Será a primeira jornada depois da canonização de João Paulo II, o iniciador das jornadas, e ele é de Cracóvia. Voltar à Polônia, depois [do evento] ter sido realizado lá em 1991, é especial por voltar às origens. João Paulo II dizia que a ideia das JMJs tinha começado a ser concebido no seu coração desde quando trabalhava com os jovens em Cracóvia, é como se voltássemos ao lugar onde tudo começou”, recorda o sacerdote.
Até o momento o número total de inscritos para a Jornada Mundial da Juventude em Cracóvia ultrapassa os 500 mil. Mais informações no site oficial do evento: www.krakow2016.com/pt

Fonte: Canção Nova

O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrário!


Pope John Paul II prays at the Basilica of the Assumption during a visit to Baltimore in 1995. AmericaÕs first cathedral was designed by Benjamin H. Latrobe, the architect of the U. S. Capitol. (Chiaki Kawajiri/Baltimore Sun)Pope John Paul II prays at the Basilica of the Assumption during a visit to Baltimore in 1995.
O site www.americaneedsfatima.org divulgou neste ano o impactante relato de um acontecimento registrado no último dia da viagem apostólica do papa São João Paulo II aos Estados Unidos em 1995. O relato é apresentado pelo pe. Albert J. Byrne em um artigo intitulado “Nature’s Evidence of the Real Presence” (“Uma evidência natural da Presença Real“), a propósito de Jesus Cristo presente e vivo em Carne, Sangue, Alma e Divindade na Eucaristia.
Segundo o relato, o Santo Padre estava em Baltimore, visitando o seminário de Santa Maria, e quis fazer uma visita não programada à capela do Santíssimo Sacramento. Os responsáveis pela sua segurança percorreram imediatamente todas as dependências do edifício com cães farejadores, daqueles que ajudam a localizar pessoas em desabamentos de prédios e catástrofes naturais, a fim de certificar-se de que não houvesse eventuais indivíduos escondidos no local.
Os cães também fizeram o seu trabalho dentro da capela, supostamente vazia. Quando chegaram diante do Sacrário, porém, eles pararam e ficaram olhando fixamente, como procedem quando detectam uma pessoa escondida entre escombros. De olhos fixos no Sacrário, eles cheiravam, grunhiam e se recusavam a sair do local. Para eles, havia ali dentro uma pessoa escondida.
Os cães só se retiraram depois de receber ordens dos seus responsáveis.

‘Selfie’ do Papa é uma fraude. Foto de Francisco sorridente enganou mídia em todo o mundo.

2015-12-14-pope
A suposta primeira “selfie” do Papa correu o Instagram e o Twitter, esta segunda-feira de manhã.
Francisco surgia a sorrir ao olhar para a câmara. O único problema da fotografia… é ser falsa.

A fotografia foi partilhada numa conta do Instagram com mais de 140 mil seguidores, com a legenda “First #selfie” (“Primeira #selfie”). A origem da imagem é uma vídeo-chamada que o Papa fez com jovens de todo o Mundo, em setembro de 2014.
O departamento de comunicação do Vaticano confirmou ao Mashable que Francisco não tem uma conta no Instagram. Entretanto, foram feitas várias notícias sobre o assunto. Inclusivamente, na CNN onde foi perguntado aos espectadores “Já viram melhor selfie?”
O Papa Francisco é muito popular nas redes sociais. A conta oficial do Twiter tem mais de 8,12 milhões de seguidores.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Rede Nacional de Intercessão Dezembro 2015: O Ano da Misericórdia

altNeste mês ocorrerá a abertura do Ano Santo da Misericórdia: O jubileu dedicado à misericórdia de Deus. O rosto da misericórdia é o título da bula pela qual o Santo Padre convoca toda a Igreja para viver este ano sob o olhar da Misericórdia de Deus em modo extraordinário. Entenda o que é o Ano Santo da Misericórdia e como vivenciá-lo:
Os Anos Jubilares ocorrem a cada 25 anos. Como o último foi em 2000, o próximo seria somente em 2025. Porém o Papa Francisco proclamou o JUBILEU EXTRAORDINÁRIO DA MISERICÓRDIA, que terá início na Solenidade da Imaculada Conceição em 2015, no dia 8 de dezembro, e se concluirá no dia 20 de novembro de 2016, com a solenidade de Jesus Cristo Rei do Universo.
Ao anunciar o Jubileu da Misericórdia na Bula Papal escrita em abril deste ano, o Papa Francisco lembrou que a Igreja tem como missão anunciar a misericórdia de Deus e que, por meio dela, precisa chegar ao coração e a mente das pessoas. Assim, ele convocou os homens e as mulheres de bem, em especial os cristãos, a peregrinarem até Roma e a voltarem-se mais para Deus, tanto nos atos pessoais como no estilo de vida que levam, em busca do perdão divino.

Papa abre a Porta Santa e dá início ao Jubileu da Misericórdia


papa francisco porta santa
“Atravessar hoje a Porta Santa nos compromete a adotar a misericórdia do bom samaritano”: este é o espírito com o qual se deve viver o Jubileu Extraordinário, conforme disse o Papa Francisco na missa celebrada por ocasião da Festa da Imaculada Conceição (08/12), na Praça S. Pedro.

Com a cidade de Roma blindada e um forte aparato de segurança, com três mil agentes nas ruas da capital, o afluxo de peregrinos começou na madrugada nos arredores da Praça, que foi aberta às 6h30. Os controles policiais, com a passagem pelo detector de metais, tardaram o ingresso dos fiéis. Cerca de 50 mil pessoas participaram da celebração.
Pecado e graça
Na homilia que antecedeu a abertura da Porta Santa, o Pontífice recordou o mesmo gesto realizado em Bangui (Rep. Centro-Africana) e ressaltou a primazia da graça: “A festa da Imaculada Conceição exprime a grandeza do amor divino. Deus não é apenas Aquele que perdoa o pecado, mas, em Maria, chega até a evitar a culpa original, que todo o homem traz consigo ao entrar neste mundo. É o amor de Deus que evita, antecipa e salva”.

CNBB emite nota oficial sobre momento nacional.

NOTA SOBRE O MOMENTO NACIONAL

E nós somos todos irmãos e irmãs (cf. Mt 23,8)



A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, fiel à missão evangelizadora e profética da Igreja, acompanha, com apreensão e senso de corresponsabilidade, a grave crise política e econômica que atinge o país e, mais uma vez, se manifesta sobre o atual momento nacional. 

Ao se pronunciar sobre questões políticas, a CNBB não adota postura político-partidária. Não sugere, não apoia ou reprova nomes, mas exerce o seu serviço à sociedade, à luz dos valores e princípios fundamentais da Doutrina Social da Igreja. Desse modo, procura respeitar a opção política de cada cidadão e a justa autonomia das instituições democráticas, incentivando a participação responsável e pacífica dos cristãos leigos e leigas na política. 

Neste momento grave da vida do país, a CNBB levanta sua voz para colaborar, fazendo chegar aos responsáveis o grito de dor desta nação atribulada, a fim de cessarem as hostilidades e não se permitir qualquer risco de desrespeito à ordem constitucional. Nenhuma decisão seja tomada sob o impulso da paixão política ou ideológica. Os direitos democráticos e, sobretudo, a defesa do bem comum do povo brasileiro devem estar acima de interesses particulares de partidos ou de quaisquer outras corporações. É urgente resgatar a ética na política e a paz social, através do combate à corrupção, com rigor e imparcialidade, de acordo com os ditames da lei e as exigências da justiça.

“Misericordiae Vultus” (“O rosto da Misericórdia”)


Misericordiae Vultus

BULA DE PROCLAMAÇÃO 
DO JUBILEU EXTRAORDINÁRIO DA MISERICÓRDIA

FRANCISCO
BISPO DE ROMA
SERVO DOS SERVOS DE DEUS
A QUANTOS LEREM ESTA CARTA
GRAÇA, MISERICÓRDIA E PAZ



Jesus Cristo é o rosto da misericórdia do Pai. O mistério da fé cristã parece encontrar nestas palavras a sua síntese. Tal misericórdia tornou-se viva, visível e atingiu o seu clímax em Jesus de Nazaré. O Pai, « rico em misericórdia » (Ef 2, 4), depois de ter revelado o seu nome a Moisés como « Deus misericordioso e clemente, vagaroso na ira, cheio de bondade e fidelidade » (Ex34, 6), não cessou de dar a conhecer, de vários modos e em muitos momentos da história, a sua natureza divina. Na « plenitude do tempo » (Gl 4, 4), quando tudo estava pronto segundo o seu plano de salvação, mandou o seu Filho, nascido da Virgem Maria, para nos revelar, de modo definitivo, o seu amor. Quem O vê, vê o Pai (cf. Jo 14, 9). Com a sua palavra, os seus gestos e toda a sua pessoa,[1] Jesus de Nazaré revela a misericórdia de Deus.
Precisamos sempre de contemplar o mistério da misericórdia. É fonte de alegria, serenidade e paz. É condição da nossa salvação. Misericórdia: é a palavra que revela o mistério da Santíssima Trindade. Misericórdia: é o acto último e supremo pelo qual Deus vem ao nosso encontro. Misericórdia: é a lei fundamental que mora no coração de cada pessoa, quando vê com olhos sinceros o irmão que encontra no caminho da vida. Misericórdia: é o caminho que une Deus e o homem, porque nos abre o coração à esperança de sermos amados para sempre, apesar da limitação do nosso pecado.

10 perguntas essenciais sobre o Ano Santo da Misericórdia

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERADia 8 de dezembro, festividade da Imaculada Conceição, o Papa Francisco abrirá a Porta Santa na Basílica de São Pedro de Roma, ao mesmo tempo em que serão abertas as portas santas de todas as dioceses do mundo, para que todos possam viver o Jubileu.
Apresentamos, a seguir, 10 perguntas essenciais sobre como viver o Ano Santo, de acordo com a bula papal “Misericordiae vultus” (MV), com a qual o Papa convocou este jubileu.
1. O que é um Ano Santo ou Jubileu Extraordinário?
Na tradição católica, o Jubileu é o ano que a Igreja proclama para que as pessoas se convertam em seu interior e se reconciliem com Deus, por meio da penitência, da oração, da caridade, dos sacramentos e da peregrinação, “porque a vida é uma peregrinação e o homem é um peregrino” (MV 14).
Em todos os anos santos é possível ganhar indulgências, graças especiais que a Igreja concede e que podem ser aplicadas à remissão dos próprios pecados e suas penas, ou também aos defuntos que estão no purgatório.
O lema deste Ano Santo é “Misericordiosos como o Pai”, e a principal intercessora do Jubileu é Nossa Senhora de Guadalupe, Mãe de misericórdia.
A cada 25 anos, a Igreja celebra um Ano Santo Ordinário. O próximo será em 2025. Fora dos anos santos ordinários, a celebração do Ano Santo é “extraordinária”.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by