VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

O Espírito Santo é o verdadeiro “Espírito do Natal”!

e
altConfesso que me incomoda bastante começar ouvir no nosso meio cristão e até receber cartões virtuais me desejando “um verdadeiro espírito do Natal”. Irmãos e irmãs, não sejamos ignorantes: O verdadeiro espírito do Natal é o Espírito Santo de Deus!
Quantas vezes oramos na liturgia com o profeta Isaías?
“Nascerá uma haste do tronco de Jessé e, a partir da raiz, surgirá o rebento de uma flor; sobre ele repousará o espírito do Senhor: espírito de sabedoria e discernimento, espírito de conselho e fortaleza, espírito de ciência e temor de Deus; no temor do Senhor, encontra ele seu prazer” (11, 1-3).
O Espírito do Natal é o mesmo Espírito que recebemos no Santo Batismo. É sempre o Espírito a estar presente nas horas em que cristãos precisam nascer: “O vento sopra onde quer e ouves sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim é também todo aquele que nasceu do Espírito” (Jo 3, 8).
Natal existe também só por graça e obra do Espírito. Maria, lembra Santo Ambrósio, recebe o Espírito Santo antes de conceber; Isabel depois. Devemos ser gratos ao Espírito Santo pelo nascimento de Jesus! Por isto, Isabel diz a Maria: “Feliz és tu que acreditaste” (Lc 1,45). De fato, o Espírito Santo é Aquele que ao longo da história humana, e na vida de cada pessoa, “realiza maravilhas” (cf. Lc 1, 49).

A véspera de Natal em que os astronautas leram a Bíblia enquanto orbitavam a Lua

WEB-AP6812241211A Apollo 8 foi a primeira nave espacial tripulada a deixar a órbita da Terra e a primeira a orbitar a Lua. Quando a nave chegou à Lua, na véspera do Natal, cerca de 2 bilhões de pessoas, a maior audiência televisiva da história até aquele momento, estava sintonizada para testemunhar o acontecimento revolucionário, enquanto os astronautas transmitiam imagens da superfície lunar a partir da nave espacial.

Eu me lembro que a minha família interrompeu as celebrações natalinas naquela noite para assistir às imagens em preto e branco da bela e austera superfície lunar. Os astronautas se revezaram lendo os dez primeiros versículos do livro do Gênesis enquanto víamos aquelas imagens arrepiantes. Eu era apenas um menino, mas me lembro muito bem do efeito fascinante de ouvi-los dizer que "no princípio, Deus criou os céus e a terra", enquanto víamos passar pelas janelas da Apollo 8 as crateras da Lua. Fomos dormir naquela noite com a sensação firme de fazer parte de uma ordem criada muito maior do que nós mesmos.

A bênção de Natal do Papa Francisco

Papa besa al niñoQueridos irmãos e irmãs, bom Natal!

Jesus, o Filho de Deus, o Salvador do mundo, nasceu para nós. Nasceu em Belém de uma virgem, dando cumprimento às profecias antigas. A virgem chama-se Maria; o seu esposo, José.

São as pessoas humildes, cheias de esperança na bondade de Deus, que acolhem Jesus e O reconhecem. Assim o Espírito Santo iluminou os pastores de Belém, que acorreram à gruta e adoraram o Menino. E mais tarde o Espírito guiou até ao templo de Jerusalém Simeão e Ana, humildes anciãos, e eles reconheceram em Jesus o Messias. «Meus olhos viram a salvação – exclama Simeão – que ofereceste a todos os povos» (Lc 2, 30-31).

Sim, irmãos, Jesus é a salvação para cada pessoa e para cada povo!

No natal quem nascerá?


No natal quem nascerá?Um poeta romântico alemão Novalis escreveu: “Uma criança é um amor tornado visível”. Do Menino nascido já dois mil anos se pode falar de modo superlativo. Cada Natal comemoramos o seu nascimento. No Menino de Belém se fez visível o amor de Deus por nós. “Quem será este Menino para mim? Quem sou eu para ele?”


A primeira leitura, Isaias 7, 10-14, nos apresenta um acontecimento decisivo para a história de Israel e da humanidade. No ano 735 antes de Cristo era rei de Judá um certo Acaz, descendente da casa de Davi. Esse rei se abandonava à idolatria. O profeta Isaias o reprovou em nome do Senhor, e o desafiou a pedir a Deus um sinal que lhe seria dado. O rei se recusou. Isaias pronunciou a profecia que hoje escutamos anunciando o nascimento do Emanuel, o Deus conosco.


Começava assim para Israel uma espera mais consciente do Messias.

25 de Dezembro de 1914: Natal! o espetacular e até hoje inexplicável evento de paz ocorrido em plena guerra mundial.


6024707_orig.jpg 5555555555555

stream_img
xmas-truce-1914-soldiers


Não há a menor dúvida de que realmente aconteceu –
a trégua de Natal não oficial de 1914 – mas até hoje, muitas pessoas não estão totalmente a par dos detalhes e extensão deste notável hiato na guerra, que ocorreu durante aquelas poucas horas do quinto mês do primeiro ano de conflito.
Para a maioria das pessoas, a trégua foi observada pelos britânicos e alemães na parte mais ao sul do saliente de Ypres, na Bélgica. Entretanto, ela ocorreu em vários outros pontos do Fronte Oeste e por outros combatentes, notadamente os franceses e belgas, embora o fato que os alemães estavam situados em território francês ou belga inibiu qualquer grande demostração de boa vontade para com os o oponentes alemães.
Início com árvores de Natal e cantigas
Embora existam muitas histórias individuais acerca de como o Natal não oficial foi iniciado em vários setores, para a maior parte ele foi iniciado pelas tropas alemãs estacionadas defronte às forças britânicas onde uma distância relativamente curta separava as trincheiras ao longo da Terra de Ninguém.
Muitos soldados alemães tinham, como era seu costume na véspera de Natal, começado a montar árvores de Natal, adornadas com velas acesas – com a exceção que, desta vez, foram posicionadas ao longo das trincheiras do Fronte Oeste.

Como as congregações de clausura vivem o natal?

view-1

O tempo de Natal costuma ser tempo de reunião de família. No caso das congregações de clausura, a família que se reúne no Natal é a mesma que está junta todo o ano. Se, conforme é possível ler na revista Família Cristã de dezembro, na Cartuxa, em Évora, os monges preferem o silêncio e o isolamento como forma de melhor viverem a celebração do nascimento do Deus Menino, no convento das Clarissas, em Monte Real, «o tempo de Natal é vivido em clima de profunda alegria, recolhimento, silêncio, oração e, ao mesmo tempo, em dinâmica ação e movimento», segundo nos explica a Ir. Maria Clara, clarissa.
A realidade da clausura passa despercebida a muitos, e por isso existe sempre alguma curiosidade de saber de que forma se vivem lá dentro os diferentes momentos da vida. No caso do Natal, as rotinas das Clarissas não são muito diferentes. «Na Comunidade procuramos viver o Natal tão intensa e espiritualmente quanto nos é possível, vivemo-lo centradas no essencial, em família, em clima de muita alegria e paz, simplicidade e harmonia. Segue-se o horário habitual e as atividades próprias deste dia, o dia do Senhor, embora com um tom especial e toque especial, porque … é Natal», conta a Ir. Maria Clara.

Vaticano libera consultas online a obras literárias raras arquivadas na “Biblioteca dos Papas”.


biblioteca-vaticanului
O Vaticano disponibilizou para consulta dos internautas, os primeiros 256 manuscritos da Biblioteca dos Papas, graças a um projeto que pretende facilitar o acesso a mais de 80 mil documentos através da rede.
Os textos estavam na Biblioteca Apostólica Vaticana, provenientes do Fundo Palatino e protegidos por rígidas medidas de segurança e de conservação, podendo ser consultados apenas por 250 especialistas qualificados a cada dia. Com este projeto, as páginas destes documentos digitalizados com tecnologia da NASA e organizados num banco de dados, poderão ser visualizadas por qualquer pessoa.
Para a sua digitalização foi empregada a tecnologia FITS (Sistema de Transporte Flexível de Imagens), desenvolvida pela NASA há 40 anos, para conservar imagens de suas missões espaciais. O serviço foi contratado em outubro de 2011, para evitar a deterioração dos manuscritos devido às prolongadas consultas por parte dos especialistas.
O projeto começou a dar certo depois do acordo entre a Biblioteca Vaticana e a Biblioteca Boldleian de Oxford, que em 2012 estabeleceu a disponibilização de seus textos na internet para consultas gratuitas.
Estes 256 manuscritos é apenas uma primeira etapa de um projeto mais amplo que prevê a digitalização de 80 mil textos conservados no acervo da Biblioteca dos Papas, graças à ajuda de alguns patrocinadores e com o uso de novas tecnologias.
Material raro
O material inclui obras de Homero, Platão, Sófocles, Hipócrates, alguns dos manuscritos judeus mais antigos conservados, além dos primeiros livros italianos impressos durante o Renascimento.
A Biblioteca dos Papas foi criada em 1450 pelo Papa Nicolau V, nos fundos de sua biblioteca pessoal. Posteriormente ela foi dotada de um estatuto jurídico. Entre suas preciosidades encontra-se o ‘Codex Vaticanus’, o primeiro testemunho em grego da Bíblia de que se tem notícias.

domingo, 21 de dezembro de 2014

MENSAGEM DE NATAL DO NOSSO BISPO DOM XAVIER


Apresentação1

O Menino Jesus foi “expulso” dos presépios de Natal no Reino Unido.


londres-big-ben

Uma pesquisa recente realizada entre pais do Reino Unido, por ocasião do Natal, revelou que o cristianismo é cada vez mais deixado de lado nas obras e atividades escolares na temporada das festas.
De acordo com a pesquisa realizada pelo site sobre paternidade Netmums a mais de 2 mil pais, em vez de promover encenações  com as crianças sobre São José, Maria, os pastores e o menino Jesus, as escolas britânicas preferem que as crianças se disfarcem de extraterrestres, fadas, jogadores de futebol, Elvis Presley, e inclusive de lagosta ou um astronauta bêbado.
Só um terço das escolas do Reino Unido apresenta encenações do nascimento do Menino Jesus no Natal, revela Netmums, e assinala também que um de cada 14 pesquisados assinalou que as escolas agora preferem realizar eventos completamente seculares, chamados “Celebração do Inverno” e “Jogos das estações”.

Cartas do papa Francisco abriram caminho para acordo entre EUA e Cuba.

obama-fco-castro
As negociações que resultaram na reaproximação de Estados Unidos e Cuba tiveram uma contribuição valiosa do papa Francisco. Em seus discursos simultâneos nesta quarta-feira, o presidente Barack Obama e o ditador Raúl Castro fizeram questão de agradecer ao pontífice por sua intermediação. “Em particular, eu quero agradecer a sua santidade o papa Francisco, cujo exemplo moral nos mostra a importância de buscar um mundo como ele deveria ser, em vez de simplesmente se conformar com o mundo como ele é”, disse Obama em seu pronunciamento.
As conversas, que se prolongaram por dezoito meses, tiveram um momento crucial em meados deste ano, quando o papa enviou cartas a Obama e Castro fazendo um chamado para que os dois lados “resolvessem questões humanitárias de interesse comum, incluindo a situação de alguns prisioneiros, para dar início a uma nova fase nas relações”. O Vaticano também recebeu delegações dos dois países para um encontro mediado pelo cardeal Pietro Paroli, secretário de Estado.

Jogador alemão abandona futebol profissional aos 24 anos para ser sacerdote.


BB9C8oc-728x400Um atacante alemão resolveu mudar completamente de vida. Aos 24 anos, Sebastian Piotrowski, que estava jogando no Elversberg, da 3ª divisão do país, vai largar o futebol para virar padre.
“Eu queria isso há muito tempo. Por algum tempo eu tentei manter as duas carreiras em paralelo, o estudo de teologia com o futebol, mas isso ficou muito difícil. Tive essa escolha de não perder mais tempo com a bola nos pés e me envolver com o plano de Deus. Acho que é nisso que tenho que focar meu trabalho”, disse Piotrowski, ao Bild.
Segundo reportagem do tabloide alemão, o ex-jogador tem uma rotina bem diferente agora. Ele acorda às 7h40 da manhã, quando faz sua oração, e depois passa o restante do dia estudando a Bíblia e  teologia. Todos os dias também participa de uma missa.
Moritz Zimmer, defensor da ex-equipe de Piotrowski, e que muitas vezes compartilhou o mesmo quarto de hotel com o agora padre nas viagens da equipe, não se mostrou surpreso com a decisão do antigo companheiro.
“Ele era bem mais diferente do que muitos jogadores de futebol. Muito calmo, realmente é um bom rapaz”, disse.
fonte: http://www.msn.com/pt-br/esportes/futebol/jogador-alem%C3%A3o-abandona-carreira-aos-24-anos-para-virar-padre/ar-BB9CfOK

No quarto e último domingo do Advento Papa medita sobre o “Sim” de Maria

Neste domingo na Praça de São Pedro Papa Francisco fez uma reflexão sobre a liturgia do quarto domingo do advento que nos prepara para o Natal do Senhor daqui a poucos dias. Na ocasião o Pontífice convidou os fiéis a meditarem a cena do anúncio do Anjo Gabriel a Maria e o “Sim” de Nossa Senhora ao plano de Deus.


Pensando nesta jovem simples de Nazaré, disse o Papa, colhemos dois aspectos essenciais de sua atitude, que são para nós modelo para nos prepararmos ao Natal.
“Antes de tudo, a sua fé, que consiste em escutar a Palavra de Deus e entregar-se a esta palavra com total disponibilidade de mente e de coração. Maria respondeu ‘sim’ sem saber os caminhos que deveria percorrer, as dores que sofreria, os ricos que enfrentaria, mas estava consciente que era o Senhor que lhe pedia. Ela confia totalmente Nele e se abandona a seu amor”.
Um outro aspecto a ser meditado é a capacidade da Mãe de Cristo de reconhecer o tempo de Deus:
“Maria é aquela que tornou possível a encarnação do Filho de Deus, a revelação do mistério, guardado em segredo durante séculos”, como escreve o apóstolo Paulo”.

Quando e como um católico pode voltar a se casar?

Wedding Ring Church Marriage_
Quando um católico pode se casar pela segunda vez?

As circunstâncias pelas quais um casal busca um segundo casamento podem ser as seguintes:

- Não estiveram casados pela Igreja que querem transformar sua relação em um sacramento, por meio de uma revalidação ou convalidação do casamento civil ou “pela lei” que já possuem.

- Quando um viúvo ou viúva tem um novo(a) parceiro(a) e deseja casar-se com ele/ela.

- Quando uma pessoa do casal (ou ambos), que esteve casada pela Igreja, obteve a nulidade eclesiástica do vínculo anterior e deseja transformar a relação atual em sacramento.

- Quando uma pessoa (ou o casal) esteve casado no civil anteriormente e dissolve seu vínculo pelo divórcio, e agora quer contrair matrimônio pela Igreja.

- Quando uma pessoa de outra religião cristã ou de outro culto dissolveu seu vínculo anterior pela Igreja e deseja contrair matrimônio sacramental com um católico que nunca se casou antes.