VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

sábado, 22 de novembro de 2014

Conheça a arte do Tema 2015 para RCC do Brasil

altO Tema que norteará os trabalhos da Renovação Carismática Católica do Brasil no ano de 2015 já tem sua arte oficial, que está disponível para download.
Definido pelo Conselho Nacional da RCCBRASIL, em reunião realizada na cidade de Aparecida/SP, em setembro de 2014, o tema a ser trabalhado no Movimento é: "Se vivemos pelo Espírito, andemos de acordo com o Espírito" (GL 5,25), inflamando a Chama rumo ao Jubileu de Ouro da RCC.
Entendemos que a vida no Espírito parte de uma experiência primordial com o Espírito Santo. Por isso, a pomba é o primeiro elemento, logo, ao clamarmos pelo Espírito, a Luz vem do Alto, passa por nossa vida – daí a figura do coração – e traça o nosso caminho.
O encontro dos traços vermelhos, que vêm do Espírito Santo, com os laranjas, que representam nosso ser, forma um caminho sequencial que parte do particular para o encontro do próximo. Portanto, a Luz do Espírito irradia em nossa caminhada e se transforma em caminho.
Nesse sentido, a figura sugere ação. Atitudes que vão ao encontro do próximo, estendendo a mão aos necessitados, por meio de obras concretas, e que também se estendem à amplitude da vida, em sentimentos e atos como amar, perdoar, que devem partir de dentro do nosso ser.
Já a frase do Jubileu de Ouro foi inserida como um selo. Mesmo um pouco mais distante do texto, ela é um elemento integrante da arte. A marca do ICCRS foi colocada também para remeter à unidade com a RCC internacional.
Estão disponíveis para download a arte em orientação vertical, horizontal e as instruções para aplicação em fundos coloridos nos formatos psd, cdr, png, jpeg, eps e pdf.
Ou acesse, na home do Portal RCCBRASIL, o Menu de ACESSO RÁPIDO, link DOWNLOADS, na categoria: ARTES GRÁFICAS.

37 milhões de pessoas ainda vivem com fome na América Latina e Caribe

fao2


Buscando soluções para os desafios da má nutrição, governos e representantes da região participam da Segunda Conferência Mundial sobre Nutrição, que começou nesta quarta-feira (19) em Roma.
Buscando soluções conjuntas para lidar com os desafios da má nutrição na América Latina e no Caribe, governos e representantes da região participarão da Segunda Conferência Internacional sobre Nutrição, que começa nesta quarta-feira (19), na sede da Organização das Nações Unidas para Alimentação e a Agricultura (FAO) em Roma, na Itália.
A conferência intergovernamental de alto nível, que contará com a participação do ministro da Saúde do Brasil, Arthur Chioro, visa a centrar a atenção na má nutrição em todas as suas formas: subalimentação, deficiências de micronutrientes, sobrepeso e obesidade. Este será o primeiro fórum mundial que aborda estes problemas no século 21.
“A região da América Latina e Caribe foi a única região do mundo que alcançou antecipadamente a meta de combate à fome dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, fruto do compromisso político regional, e é importante que os países compartilhem suas experiências com o mundo para enfrentar os desafios de nutrição do século 21”, disse a representante regional adjunta da FAO para a América Latina e Caribe, Eve Crowley.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Papa Francisco: Maria guia-nos à infinita beleza de Deus


Papa Francisco: Maria guia-nos à infinita beleza de DeusTeve lugar na tarde desta quinta-feira a XIX Sessão Pública das Pontifícias Academias para o ano de 2014, sob o tema “Maria Ícone da infinita beleza de Deus”, preparada pela Pontifícia Academia Mariana Internacional. Interveio o Cardeal Gianfranco Ravasi, Presidente do Pontifício Conselho para a Cultura. A sessão também recordou a figura do Beato Papa Paulo VI e o documento Marialis Cultus, sobre Maria e o culto que a Igreja lhe dirige, 40 anos após a sua publicação, em 1974. Durante a sessão, o Cardeal Secretário de Estado Pietro Parolin entregou em nome do Santo Padre o Prémio das Pontifícias Academias no âmbito da mariologia.


Na sua mensagem ao Card. Ravasi o Papa saudou a todos os que participam nesta XIX Sessão Pública das Pontifícias Academias, dedicada ao tema “Maria ícone da infinita beleza de Deus. A Marialis Cultus e o magistério mariológico-mariano de Paulo VI”, que quis dedicar à Mãe de Deus, e ao culto a ela dedicado também como Mater Ecclesiae, duas Cartas Encíclicas, a Mense Maio e a Christi Matri

No congresso de pastoral das migrações – A voz das mulheres


No congresso de pastoral das migrações – A voz das mulheresQuase metade de toda a população migrante, 49%, é atualmente constituída por mulheres, as quais contribuem de modo notável para o desenvolvimento humano dos seus familiares e para o econômico dos países de proveniência, mas nem sempre este fato é acompanhado por um processo de emancipação feminina. Partindo desta consideração teve início a mesa redonda no segundo dia de trabalhos do congresso mundial da pastoral das migrações, no dia 19, que se realiza na Universidade Urbaniana.


Convidadas pelo Pontifício conselho para a pastoral dos migrantes e itinerantes, duas religiosas deram o próprio testemunho – irmã Patricia Ebegbulem, coordenadora da rede africana contra o tráfico de seres humanos, e a escalabriniana Rosita Milesi, que dirige o instituto de migração e direitos humanos no Brasil – e a directora do departamento de advocacy and policy de Caritas internationalis, Martina Liebsch.


As três relatoras evocaram os fundamentos teológicos e pastorais da solicitude da Igreja para com as mulheres migrantes, exortando a compreender melhor a sua situação e o seu papel na sociedade. Concordaram sobre o fato de que enquanto no passado, os seus deslocamentos estavam ligados à reunificação familiar, hoje as mulheres são protagonistas de uma feminilização das migrações, que inclui aspectos negativos e positivos. Por um lado, de facto elas são vítimas de violações, exploração e injustiças, mas por outro tornam-se cada vez mais agentes fundamentais no complexo processo de integração na sociedade de chegada, desempenhando tarefas de mediação cultural em família e no espaço público. Elas partem – disse a irmã Rosita Milesi – por várias motivações: «porque são vendidas como escravas ou fogem de desastres naturais ou violências, ou porque procuram recursos para o sustento dos familiares ou para uma autonomia maior. Comprometidas no âmbito produtivo, do trabalho externo, raramente elas abandonam a responsabilidade pelo âmbito reprodutivo. Além disso, assumem o compromisso pelo bem-estar também de quantos estão sob os seus cuidados, sobretudo quando realizam trabalhos domésticos, de enfermeiras ou de assistência às crianças».


Fonte: News.va

Vaticano inicia preparativos para Sínodo da Família 2015


Vaticano inicia preparativos para Sínodo da Família 2015O Conselho Ordinário do Sínodo dos Bispos se reuniu nos dias 18 e 19 de novembro para refletir sobre a III Assembleia Geral Extraordinária celebrada entre os dias 5 e 19 de outubro deste ano, e preparar a XIV Assembleia Geral Ordinária sobre o tema “A vocação e a missão da família na Igreja e no mundo contemporâneo”, que terá lugar entre os dias 4 a 25 de outubro de 2015.


O próprio Papa Francisco presidiu o Conselho nesta terça-feira, 18, gesto com o qual precisamente quis sublinhar “a importância do Sínodo, como expressão da colegialidade episcopal, e das famílias”, conforme explicou a Santa Sé em um comunicado.


Ao início da reunião, o Secretário Geral do Sínodo, Cardeal Lorenzo Baldisseri, “ressaltou o clima de liberdade, sinceridade e espírito de comunhão fraterna que caracterizou a Assembleia sinodal, para que todos pudessem contribuir à reflexão”.

O que é uma “basílica”? De onde vem esta palavra?

Saint Paul hors les murs / Roma San Paolo fuori le muraUma basílica é uma estrutura arquitetônica de origem romana que antigamente tinha uma função econômica e jurídica.

O seu nome provém do termo latino “basilica”, que, por sua vez, deriva do grego “βασιλική” (foneticamente, “basiliké”), palavra que significa “régia” ou “real” e que é uma elipse da expressão completa “basiliké oikía”, que significa “casa real”.

Este tipo de edifício servia originalmente para as transações comerciais a grande escala, e ao mesmo tempo era como uma espécie de juizado. Sua origem se encontra na época da República de Roma (entre os anos 509 e 27 a.C.).

Com o passar do tempo, foram senso acrescentadas diversas mudanças estruturais que se tornaram canônicas. Será a planta adotada pelos edifícios religiosos cristãos da época paleocristã.

A “planta basilical” é formada por uma nave central maior que as laterais, tanto na largura quanto na altura. Composta por 3 ou 5 naves, na central podem abrir-se galerias de janelas.
Pope Francis - General Audience 15-10-2014 - 02 - Antoine Mekary
O Papa Francisco fez um grupo de jovens rir em seu encontro com eles no Vaticano, ao recordar uma metáfora do humorista argentino Luis Landriscina sobre “o sanduíche de presunto e queijo”, para incentivar os jovens a comprometer-se em recuperar a dignidade das pessoas.

Falando em espanhol, o Papa Francisco se dirigiu ao simpósio de jovens contra a prostituição e o tráfico de pessoas, realizado na Casa Pio IV nos dias 15 e 16 de novembro.

Em sua fala, divulgada no YouTube, o Papa recordou as palavras de Landriscina, “que explicou a diferença entre colaborar e comprometer-se. Todos têm que colaborar, mas nós, cristãos, temos de nos comprometer”.

E continuou com a metáfora de Landriscina: “A vaca, quando nos dá o leite, colabora para a nossa alimentação. Ela dá o leite e com ele fazemos o queijo, que colocamos no sanduíche. Mas um sanduíche só de queijo fica um pouco sem graça, então é preciso acrescentar presunto. E então lembramos do porco, que, para nos dar o presunto, não colabora, mas dá a vida, se compromete”.

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°