quarta-feira, 27 de agosto de 2014

A vida das freiras é chata?

"Queria dizer-vos uma palavra, e a palavra é alegriaOnde estão os consagrados, os seminaristas, as religiosas e os religiosos, os jovens, há sempre alegria, há sempre júbilo! É a alegria do vigor, é a alegria de seguir Jesus; a alegria que nos dá o Espírito Santo, não a alegria do mundo. Há alegria! Mas, onde nasce a alegria?", perguntou o PapaFrancisco aos seminaristas, noviços e noviças com quem se encontrou no dia 6 de julho de 2013.

E respondeu: "A alegria nasce da gratuidade de um encontro! […] E a alegria do encontro com Ele e do seu chamamento faz com que não nos fechemos, mas que nos abramos".

Nesse discurso, recolhido na carta aos consagrados e consagradas em preparação para o ano dedicado à vida consagrada, que será celebrado em 2015, o Papa recordou: "Ao chamar-vos, Deus diz-vos: 'És importante para mim, Eu amo-te; conto contigo'. Jesus diz isto a cada um de nós! Daqui nasce a alegria! A alegria do momento no qual Jesus olhou para mim. Compreender e sentir isto é o segredo da nossa alegria. Sentir-se amado por Deus, sentir que, para Ele, nós não somos números, mas pessoas; e sentir que é Ele que nos chama".

Mas você ainda acha que a vida religiosa é chata? Então confira aqui uma galeria de imagens que mostram a alegria das freiras, em divertidas fotos!

(Artigo publicado originalmente por Catholic Link)

Cristãos no Iraque: “preferimos morrer a esconder a nossa cruz”.


unnamed-1
Cristãos num abrigo em Erbil, Iraque. Foto: Ahmed Jalil/EPA
Das igrejas fizeram casa. Continuam a ir à missa – rezam pela paz. Mas onde havia milhares de cristãos, como em Mossul, não há agora nenhum.
“A vida deles está completamente virada do avesso”, diz à Renascença , a partir do Iraque, um elemento da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre.
De um dia para o outro, tudo mudou para os cristãos no Iraque. Entre conversão ao Islã ou o pagamento do imposto exigido pelo autoproclamado Estado Islâmico, não tiveram escolha. Deixaram tudo para trás. No meio do desespero não sobrou tempo para preparos. Muitos fugiram de mãos vazias e sem dinheiro nos bolsos.
“Os refugiados estão a abrigar-se em igrejas, alguns deles estão em parques a viver em tendas. Nesta altura do ano, as temperaturas atingem os 43, 45 graus. São condições muito difíceis”.
Regina Lynch, directora de projectos da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), organização dependente do Vaticano.
“Conhecemos uma família que demorou cinco horas a fazer uma viagem que normalmente demoraria uma hora e meia. Eram 24 pessoas numa carro que transporta oito no máximo. Isto mostra a forma desesperada como as pessoas tiveram que abandonar a região”, conta, por telefone.

Papa Francisco na mira de grupo islâmico, afirma Jornal italiano.


PAPA FRANCISCO

O papa Francisco pode estar na mira de fundamentalistas islâmicos. A informação foi divulgada pelo jornal italiano Il Tempo nesta segunda-feira, 25. De acordo com o jornal, fontes israelenses e do serviço secreto italiano acreditam que o papa está na mira do Estado Islâmico do Iraque (Isis), que o considera o maior expoente da religião cristã e o “portador da falsa verdade.”
O Vaticano não se pronunciou sobre o assunto.  O pontífice ampliou as medidas para prevenir o terrorismo desde sua posse no comando da Igreja Católica, em março de 2013. A partiri de então, especialistas em inteligência foram contratados pela segurança da santa Sé que também trabalha em colaboração com os serviços secretos de vários países, de acordo com o Il Tempo.
De acordo com o serviço secreto italiano, o grupo Estado Islâmico (EI) planeja  elevar o nível do confronto atingindo Itália e Europa.

Lançado Aplicativo para Smartphone que traz História de todos os Papas.


1(5)

O Papa Francisco é o 266º da história da Igreja. Sua biografia já é bastante conhecida. Mas é provável que não seja muito conhecida a vida de Gregório X.
A partir de agora um simples click em um smartphone poderá resolver qualquer dúvida que se tenha sobre a vida de qualquer Pontífice.
O aplicativo Popes Encyclopedia permite selecionar os Papas por datas, nomes, origem, ordem religiosa, etc.
Com o toque em uma cruz, o menu principal é aberto. Por ele pode-se chegar, por exemplo, à informação de qual foi a idade em que João XXIII foi eleito, ou de onde era Calixto III.
Com esse aplicativo, pode-se ainda ter informações sobre curiosidades tais como: qual foi o papado mais longo ou quais Papas renunciaram.
Também pode-se consultar quais deles foram proclamados santos e ainda pesquisar os principais detalhes da vida de cada Pontífice. 
Popes Encyclopedia está disponível para smartphones com iOS ou Android.

Para ver o VíDEO, clique aqui.

domingo, 24 de agosto de 2014

Cristãos no Iraque: “queremos o Papa Francisco aqui”

Refugiados e esquecidos. Os cristãos do Iraque sentem-se abandonados por todos, ou quase todos. Um dos poucos pontos de referência que permanece é o Papa Francisco. Ele é a pessoa que está insistindo para que se acendam os refletores sobre a dificuldade deles, enquanto organismos internacionais e soldados curdos pensam em deter os extremistas do Estado Islâmico.

Uma oração pelos cristãos

Neste 20 de agosto, durante a catequese, o Papa convidou os presentes a se unirem “à oração por todos os cristãos perseguidos no mundo, particularmente no Iraque, e rezar também pelas minorias religiosas não cristãs no Iraque, também elas perseguidos” (Avvenire, 20 de agosto). Um convite que é resposta às notícias sempre mais preocupantes que circulam na imprensa nos últimos dias. Os cristãos fogem da perseguição jihadista principalmente em Mossul, Qaraqosh e Bartella.

Sofrimento e martírio

Os testemunhos recolhidos pelos jornalistas em Erbil são emblemáticos: “apenas o Papa Francisco ainda se lembra de nós: disse que virá para nos consolar, mas o mundo já nos abandonou”, sustenta Fryal Acim, professora de 43 anos, acampada há duas semanas na Igreja de São José. “Choramos e rezamos por todos os yazidis, sobretudo pelas mulheres que foram raptadas e estupradas por aqueles brutos. Mas também nós sofremos um doloroso martírio”.

A fé católica de Foley, o jornalista americano decapitado por jihadistas.


topic (1)

O jornalista americano James Foley, decapitado por jihadistas do Estado Islâmico (notícia divulgada nessa terça-feira, 19 de agosto), tinha sido prisioneiro em 2011 de milícias na Líbia. Preso em Trípoli, foi libertado depois de 45 dias. Após isso, decidiu escrever uma carta para a revista da Universidade Católica de Milwaukee, que ele frequentava.
“Como minha mãe”
Nascido em uma família católica de Boston, Foley contou: “Eu e meus colegas fomos capturados e detidos em um centro militar de Trípoli”. Todos os dias, conta o jornalista, “aumentava a preocupação pelo fato que as nossas mães pudessem estar em pânico”. E mesmo “não tendo plena certeza de que minha mãe teria consciência daquilo que estava acontecendo comigo”, Foley repetia para uma colega que “minha mãe tem uma grande” e que “eu rezava para que ela soubesse que estou bem. Rezava para conseguir me comunicar com ela”.
O jornalista contou que “começou a rezar o terço” porque “era como minha mãe e minha avó rezavam (…). Eu e Clare (uma colega) começamos a rezar em alta voz. Sentia-me encorajado em confessar a minha fraqueza e a minha esperança junto e conversando com Deus, em vez de estar em silêncio”. 

Pela primeira vez na história, Rádio Vaticano transmitirá uma partida de Futebol.


ronaldinho-e-messi
A  inspiração partiu de Papa Francisco, mas são jogadores de renome internacional que vão participar da Partida Inter-Religiosa pela Paz no Estádio Olímpico de Roma, em primeiro de setembro.
São esperados jogadores, ex-atletas e treinadores de diferentes religiões, como os italianos Roberto Baggio, Francesco Totti, Andrea Pirlo e Gianluigi Buffon, o francês Zinedine Zidane, o camaronês Samuel Eto’o e o argentino Lionel Messi. Inclusive Diego Armando Maradona se fará presente. Em tempos de redes sociais, o próprio Santo Padre fez o convite ao ex-jogador do Napoli através do Facebook. Já pelo Twitter, quem agradeceu a convocação do Papa foi o brasileiro Ronaldinho, que se sentiu honrado e feliz por poder participar da equipe. Os campeões mundiais formarão um time para jogar em favor da paz e pelo diálogo entre as nações, além de ajudar os mais pobres e necessitados. O valor dos ingressos vendidos será inteiramente destinado às duas entidades assistenciais e organizadoras do evento: a Scholas Ocurrentes (promovida por Papa Francisco) e a Fundação Pupi (ligada ao ex-jogador argentino, Javier ‘Pupi’ Zanetti). A primeira, sul-americana, usa a tecnologia, a arte e o esporte pela integração social e a cultura do encontro das escolas; e a segunda, desenvolve programas de assistência e adoção à distância.
O evento de grande valor simbólico terá transmissão ao vivo na Itália. Pela primeira vez, a Rádio Vaticano vai transmitir uma partida de futebol, em língua italiana, além da emissora RAI, através do canal de TV, a Raiuno, e da Radio Uno. (AC)
Fonte: Rádio Vaticana

Ator Gary Sinise testemunha sua conversão ao catolicismo.

maxresdefault

Gary Sinise – ator, diretor, baixista, patriota, filantropo e convertido ao catolicismo – foi um convidado surpresa na convenção anual da fraternidade católica Knights of Columbus (1) em Orlando no início deste mês.
Talvez a pessoa que estava mais surpresa por ele ter estado lá pode ter sido o próprio Gary Sinise. Ele confessou que “ele e sua família não faziam parte de qualquer religião” até que sua esposa voltou para as abandonadas raízes católicas de sua mãe, em 2000, e ele posteriormente caminhou lentamente para a sua Crisma em 2010.
Ele contou sobre o seu choque inicial e o posterior apoio a decisão de sua esposa em uma entrevista há alguns anos. Ele estava filmando na Carolina do Norte, quando sua esposa, Moira, e três crianças vieram para uma visita, e neste mesmo tempo um furacão estava a caminho daquele lugar. Ao descobrir que os voos seriam cancelados, ele alugou um carro e levou-os em direção a Charlotte através de ventos fortes, pancadas de chuva e muitos relâmpagos. Em um momento da viagem Moira se voltou para ele e anunciou que quando ela voltasse para Chicago, ela estaria voltando para a Igreja Católica e as crianças iriam frequentar escolas católicas. Ele estava chocado e não muito feliz com a decisão. Pois o único conhecimento que ele tinha de escolas católicas eram as histórias terríveis que dois amigos haviam lhe contado. Então ele disse algo como: “Não! Você está louca? “
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by