quinta-feira, 26 de junho de 2014

Do nascer ao pôr do sol


alt“Como o Mistério é muito grande e seu valor é infinito, prolonga-se no Culto Eucarístico fora da Missa o louvor a Deus e a oração fervorosa. Este é o sentido da presença do Senhor no Tabernáculo de nossas Igrejas.”
"Aleluia! Louvai, servos do Senhor, louvai o nome do Senhor. Seja bendito o nome do Senhor, desde agora e para sempre. Do nascer ao pôr do sol seja louvado o nome do Senhor" (Sl 112, 1-3). O louvor perene visto pelo salmista se realiza na Igreja, na celebração da Eucaristia. "Na verdade, vós sois santo, ó Deus do universo, e tudo o que criastes proclama o vosso louvor, porque, por Jesus Cristo, vosso filho e Senhor nosso, e pela força do Espírito Santo, dais vida e santidade a todas as coisas e não cessais de reunir o vosso povo, para que vos ofereça em toda parte, do nascer ao pôr do sol, um sacrifício perfeito" (Liturgia da Missa, Oração Eucarística III). Assim reza a Igreja na Oração Eucarística, recordando que o mesmo mistério de Cristo, em sua Morte e Ressurreição, torna-se presente e é proclamado, para a vida e a salvação de todos os homens e mulheres, pelos quais o Sangue de Cristo foi derramado. De fato, em qualquer tempo e em toda parte do mundo, a Santa Missa é celebrada e o único Sacrifício Redentor se renova. A fonte aberta do lado de Cristo na Cruz nunca se fechou!

Papa: Jesus aquece o coração do povo

Papa Francisco
O povo segue Jesus porque reconhece que é o Bom Pastor: foi o que sublinhou o Papa Francisco na missa desta manhã de quinta-feira na Casa Santa Marta. O Pontífice chamou a atenção para aqueles que reduzem a fé a moralismo, perseguem uma libertação política ou buscam acordos com o poder.
Por que tantas pessoas seguiam Jesus? É a pergunta da qual o Papa Francisco desenvolveu a sua homilia centrada sobre o povo e o ensinamento do Senhor. Jesus, observou o Santo Padre, era seguido pelas multidões porque “elas estavam admiradas com seu ensinamento”, as suas palavras “criavam admiração em seus corações, a admiração de encontrar algo de bom, grande”. Os outros, ao invés “falavam, mas não chegavam até as pessoas”. O Papa então enumerou quatro grupos de pessoas que falavam na época de Jesus: primeiro, os fariseus. Esses, disse, “Faziam do culto de Deus, da religião, uma série mandamentos e dos dez que existiam” criavam “mais de trezentos”, carregamento “este peso” sobre os ombros do povo.

O Ministério de Música


clave-de-sol A música é um grande ministério capaz de realizar a união entre o sonho e a realidade, a razão e a emoção. É capaz de tocar as áreas mais profundas do coração do homem, enfim, ela é certamente, obra das mãos de alguém cheio de amor que pensa nos mínimos detalhes acerca dos alvos do seu amor, o homem.
O ministério de música tem a responsabilidade de resgatar a música de todas as distorções e do mau uso que fazem dela. O papel do ministro de música é de levar as pessoas a abrirem o coração ao louvor e a oração por meio da melodia e dos cânticos. Ministrar música é, sobretudo, ministrar o louvor ao Senhor. E como este é um ministério de louvor, os seus membros precisam ser cheios da unção de Deus, carregados da mensagem de amor que Deus tem para o homem, da mensagem do Pai para os seus filhos. Além disso, o ministro de música precisam também levar as pessoas a descobrirem o que há no mais recôndito dos seus corações, e fazê-los transbordar com seus corpos e suas vozes, um agradável louvor ao Senhor e uma explosão de verdadeiro e fraterno amor para com os irmãos. É preciso utilizar todos os recursos que a música possui para alegrar o coração de Deus e dos homens. Quando bem trabalhada e usada em todas as suas potencialidades, a música transforma o coração do homem, por isso é papel do ministro de música, descobrir uma forma de extrair dela o máximo de sua beleza e riqueza, a fim de encontrar e converter aqueles que, até então, só tinham ouvido algo vazio, sem mensagem de vida eterna.

Catolicismo na Coreia do Sul não cessa de crescer!


Corea del Sur 01, catolicismo 800

A Igreja Católica na Coreia do Sul cresceu 1,5% em 2013, de acordo com as estatísticas oficiais da Conferência Nacional dos Bispos, superando largamente o crescimento vegetativo da população. Dessa maneira, superou a fronteira dos 10% do país, atingindo 10,4%, noticiou a agência “AsiaNews”.
No grande conglomerado populacional representado pela capital Seul e suas cidades satélites se concentram 56,1% dos católicos do país.
Em 2013 foram batizados 118.830 catecúmenos, na sua maioria homens adultos (63.285). Também foram batizadas 25.589 crianças.
Ainda em 2013, foram ordenados 117 sacerdotes, 2,6% a mais do que o ano passado. O número de sacerdotes chegou a 4.901, com 36 bispos, dois Cardeais, 1.564 religiosos regulares e 10.173 freiras. Os fiéis totalizam 5.442.996 e foram atendidas 4.665.194 confissões.
Os números refletem uma tendência constante há bom número de anos. 

Fonte: http://www.aascj.org.br/home/2014/06/19/catolicismo-na-coreia-do-sul-nao-cessa-de-crescer/

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Papa: “Quem julga o próximo toma o lugar de Deus”


homilia“Quem julga o irmão erra e será julgado do mesmo modo. Deus é ‘o único juiz’ e quem é julgado pode sempre contar com o primeiro defensor, Jesus, e com o Espírito Santo”. Este foi o teor da homilia na missa celebrada pelo Papa na capela de sua residência na manhã desta segunda-feira, 23.
Quem julga o irmão é hipócrita, usurpa um lugar e um papel que não lhe compete e é um perdedor, porque terminará sendo vítima de sua própria falta de misericórdia. Depois de ler o trecho do Evangelho de Mateus sobre o cisco e a trave no olho, o Papa disse que “a pessoa que julga erra, se confunde e é derrotada, porque assume o papel de Deus, que é o único juiz”.
“Fica tão obcecada pela pessoa que quer julgar que o seu cisco não o deixa dormir, e não percebe a trave que tem em si. Confunde, acredita que a trave seja o cisco. Quem julga acaba mal porque a mesma medida será usada para julgá-la. O juiz que toma o lugar de Deus aposta em uma derrota: é soberbo e será julgado com a mesma medida com a qual julga”.
“Jesus, diante do Pai, nunca acusa! Ao contrário, defende! É o primeiro paráclito. Depois, nos envia o segundo, que é o Espírito. Diante do Pai, ele nos defende das acusações, que na Bíblia, é o demônio satanás. Jesus julgará, sim: no fim do mundo; mas neste meio tempo, intercede, defende…”
Concluindo, quem julga – afirmou o Papa – “é um imitador do príncipe deste mundo, vai sempre atrás das pessoas para acusá-las diante do Pai”. “Que o Senhor – concluiu – nos dê a graça de imitar Jesus defensor, advogado nosso e dos outros, e de não imitar o outro, que quer nos destruir”:
“Se quisermos percorrer o caminho de Jesus, temos que defender os outros diante do Pai. Rezar por ele. Lembremo-nos disso, nos fará bem na vida de todos os dias, quando ficamos com vontade de julgar os outros ou de falar mal, que é uma forma de julgar”.

Devoção do Papa Francisco a Nossa Senhora Desatadora dos Nós


Devoção a Nossa Senhora Desatadora dos Nós
Hoje eu quero falar de uma devoção mariana muito especial, porque tem como grande praticante o papa Francisco.


Trata-se da devoção de Nossa Senhora desatadora dos Nós. Uma história que começa no século XVI na Alemanha.


A origem desta devoção não esta em nenhuma aparição da Virgem Maria, mas uma história de vida cotidiana de uma família em crise.


A grande lição desta devoção é o testemunho da força da oração pessoal, com a intercessão de Nossa Senhora, para alcançar a solução dos nossos problemas.

Com Jesus na Copa: jovens testemunham experiências da missão


altA missão “Com Jesus na Copa” tem movimentado as capitais brasileiras, com evangelização querigmática, expressões artísticas e abordagens nas ruas para levar o Amor de Deus às pessoas que estão acompanhando as seleções nos estádios.
A juventude do Ministério Jovem do Distrito Federal bateu um bolão no primeiro dia da missão que iniciou no dia 21 de junho. A missão em campo foi realizada no Albergue situado na Região Administrativa do Areal, Taguatinga Sul. Local que acolhe moradores de rua, ex-presidiários, refugiados, imigrantes, famílias sem condições financeiras, que permanecem por lá por tempo determinado.
“Eu nunca tinha evangelizado crianças, mas quando eu vi uma delas machucada, participando do momento de louvor preparado para elas com toda alegria e entusiasmo, vi o quanto é necessário evangelizá-las. Pois aquela criança que estava ferida não se importou com seus ferimentos e se entregou ao novo que o Senhor preparou para ela.” Gustavo, paróquia N. S. do Encontro com Deus, Estrutural/DF.
alt
“Conhecemos um ex-presidiário que ficou preso por oito anos, tem três filhos com mulheres diferentes e confessou que fez muitas coisas horríveis no passado, mas que se arrepende de cada uma delas. E hoje, entende o que seu pai dizia... E que se seu pai estivesse vivo, pediria perdão por não o ter dado atenção e valor. Disse mais, que apesar do seu passado, nunca perdeu a fé em Deus. Hoje trabalha com consertos de eletrônicos e demonstrou ser inteligentíssimo. Quer escrever um livro com o título ‘Minha Vida – Bayron’.” Rafael, Paróquia São Gabriel Arcanjo, Recanto das Emas/DF.

Confissão de fé de 25 cientistas

Johannes Kepler (1571-1630), um dos maiores astrônomos:

Deus é grande, grande é o seu poder e infinita a sua sabedoria. Louvai-o, céu e terra, sol, lua e as estrelas com sua própria linguagem. Meu Senhor e meu Criador! A magnificência de tuas obras que eu quero anunciar aos homens na medida em que a minha inteligência limitada possa compreender."

Copérnico (1473- 1543), fundador da mundovisão moderna:

“Quem vive em estreito contato com a ordem, mais realizado é, e a sabedoria divina faz-nos sentir mais estimulados para as aspirações mais sublimes. Quem não adora o arquiteto de
todas estas coisas?"

Newton (1643- 1727), fundador da física teórica clássica:

“O que sabemos é uma gota, o que ignoramos é um vasto oceano. O arranjo maravilhoso e a harmonia do universo não poderiam senão sair de um ser onisciente e onipotente.”

Linneo (1707- 1778) fundador da botânica sistemática:

“Eu vi passar perto de mimo Deus eterno, infinito, onisciente e onipotente e eu prostrei-me de joelhos em adoração.”

Hospital do Vaticano faz descoberta pioneira com células-tronco

A descoberta científica do hospital do Vaticano promete salvar a vida de milhões de crianças no mundo inteiro. A notícia foi divulgada pelo hospital pediátrico da Santa Sé, “Bambino Gesù” (“Menino Jesus”), com sede em Roma. Segundo a direção do hospital, os resultados foram apresentados à revista científica internacional “Blood”, e poderiam ser “um marco na cura de muitas doenças no sangue”.

O hospital anunciou, em uma coletiva de imprensa, que a manipulação de células-tronco, em ausência de um doador compatível, permite o transplante de um pai ou mãe ao seu filho. A descoberta é importante para curar crianças com problemas de imunodeficiência, doenças genéticas, leucemia e tumores no sangue.

“Estamos orgulhosos de apresentar este sucesso dos pesquisadores do Hospital ‘Bambino Gesù’, conscientes de que o protocolo dos nossos laboratórios é um marco na terapia de muitas doenças no sangue”, confirmou o professor Bruno Dallapiccola, diretor científico do hospital da Santa Sé.

Para a aplicação no campo da leucemia, a técnica aplicada pela equipe do professor Franco Locatelli, responsável pela Onco-hematologia e Medicina Transfusional do hospital, foi apresentada no último mês de dezembro em New Orleans, durante o congresso da Sociedade Americana de Hematologia (ASH).

Copa 2014: O testemunho católico do único jogador não islâmica na seleção do Irã.


Andranik+Teymourian+South+Korea+v+Iran+Zt6ggI3O1Tel
 O primeiro empate da Copa do Mundo aconteceu no décimo terceiro jogo. Após o dilúvio de gols que choveram na rede nos primeiros jogos, Nigéria e Irã empatam zero a zero. Resultado final de um jogo chato, mas que deixou o Irã feliz, considerado por todos os observadores a “Cinderela” do seu grupo. Uma ideia que nunca abandonou Andranik Teymourian, ás do time asiático, um dos mais pró-ativos na estréia de ontem.
Entrevistado pela Fifa.com na véspera da revisão brasileira, o craque iraniano tinha demonstrado que não temia os fortes adversários que a sorte atribuiu à sua equipe. “Contra nós nenhum jogo será fácil – afirmava – o primeiro lugar na rodada das eliminatórias asiáticas mostra o espírito de luta colocado em campo”.
Declarações que atestam ambições profissionais e que estão na base de uma coragem que Teymourian já mostrou no passado. A coragem “de não sentir vergonha de ser cristão”. Ele, cristão de origem armênia e cidadão da República Islâmica do Irã, foi o mais votado, por ocasião da Copa do Mundo de 2006, em uma pesquisa patrocinada pelo grupo holandês ecumênico Gristelijk.

Fertilização “in vitro” com material genético de três pessoas?


topic
Laboratórios do Reino Unido e dos EUA estão pesquisando possíveis tratamentos de fertilização para obter embriões geneticamente modificados a partir de material genético de duas mulheres e um homem, na tentativa de evitar doenças mitocondriais.

A chamada transferência mitocondrial busca utilizar a transferência nuclear (clonagem) entre ovócitos, extraindo o núcleo do ovócito de uma mulher com mitocôndrias alteradas, transferindo-o a outro ovócito, de uma mulher saudável, cujo núcleo foi extraído previamente.

Este novo ovócito com mitocôndrias do ovócito da mulher saudável (doadora) e o núcleo do da mulher doente poderia ser fecundado com esperma de um doador saudável, de maneira que se obteria um blastócito não afetado pela doença mitocondrial da mulher doente. Tal blastócito, ao crescer, se tornaria uma criança com duas mães e um pai biológicos.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by