sexta-feira, 30 de maio de 2014

Exorcismo, arma contra o mal



Não há demónios que cospem fogo ou levitações no meio de tempestades destruidoras. Mas a existência do demónio enquanto anjo que renunciou a Deus faz parte dos ensinamentos da Igreja. O exorcismo torna-se assim numa arma de luta do homem contra o Diabo, mas de nada valerá se a vida não for repleta de oração, confissão e retidão. Esta é uma viagem que assusta, mas que importa ser feita.

«Um dia passei numa feira de ocultismo e perguntei pelo melhor que ali estava. Entrei e senti um arrepio. Ele sabia tudo sobre a minha vida, e eu nem abri a boca para falar. Disse-me que a alma do meu pai não estava em paz, e que precisava que eu fizesse magia branca para ficar. Recusei-me e saí dali, mas a partir daquele momento tudo foi diferente.»

Ao longo da história, o homem sentiu a tentação, falou na existência do Mal e concebeu hipóteses sobre a existência do Demónio, um ser, entidade ou pensamento que procura influenciar a nossa vida e afastar os crentes do caminho do Bem, ou de Deus. Mas para a Aldina, 36 anos, todas estas experiências foram bem mais reais. «O meu pai morreu em 2001 e comecei a querer saber mais sobre a sua alma, se estava em paz», diz. Esta curiosidade levou-a a feiras do oculto, encontros de espiritismo, médiuns, leitores de tarot e até a encontros da Nova Era, um movimento que se baseia no bem-estar e na tolerância universal, rejeitando Deus e a religião.

15 dicas para ter um casamento feliz


Ao casar-se, a pessoa escolhe aquele(a) com quem quer passar o resto da sua vida. Juntos, querem crescer como pessoas e como casal.

Para os casais cristãos, sobretudo para aqueles que escolheram fazer da sua relação um sacramento, ou seja, que estiveram no altar e prometeram amar-se mutuamente como Cristo ama, a vida terá um significado muito especial. “Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne” (Gênesis 2, 24; Efésios 5, 31).

Pois bem, para que a riqueza e a graça do sacramento do matrimônio deem seus frutos, é essencial que o casal descubra, cada dia, qual é o plano de Deus para os esposos.

Para isso, é preciso manter-se perto de Deus e dos meios que levam a Ele e à sua graça. Esta é uma tarefa individual e do casal.

Por um lado, cada um necessita buscar Deus de acordo com sua espiritualidade (entendemos por “espiritualidade” a maneira com a qual vivemos nossa relação com Deus e com os outros e como a vivemos nas situações diárias da vida).

Não estou aqui, eu que sou tua Mãe?

Carinho de Mãe, quem precisa?
A devoção a Virgem Santíssima é algo inerente ao católico. Respeito quem não pense assim, mas saúdo com alegria aos que experimentam de maneira tão palpável esta doce e forte presença maternal de Maria em suas vidas. Alguém já ouviu falar das aparições de Nossa Senhora de Guadalupe? Pois bem, esta é uma das aparições que mais me chamam a atenção por todos os sinais que a Mãe nos deu através de Juan Diego (Juanito, como Nossa Senhora o chamava com carinho de mãe). E hoje repassando estas mensagens me deparei com um trecho que me falou muito ao coração e a alma, uma fala de Maria com tanto carinho dirigida a Juan Diego, palavras tão cheias de ternura que ecoaram pelos séculos e que hoje chegaram ao meu coração e podem chegar até o seu coração, eis o que diz a Mãe à Juanito (e a mim e a você):

"Ouça e deixa penetrar em teu coração, meu querido filhinho:
Que nada te desanime, que nada venha a te deprimir.
Que nada altere teu coração ou teu semblante.
Também não tema qualquer doença ou vexame, ansiedade ou dor.
NÃO ESTOU AQUI, EU QUE SOU TUA MÃE?
Você não está sob minha sombra e proteção?
Eu não sou tua fonte de vida?
Você não está nas dobras do meu manto?
Há algo mais que você necessita?

Carinho de Mãe, quem não precisa, não é verdade? Diante de tudo aquilo que nos perturba e venha nos tirar a paz, descansemos tranquilamente em um colo que faz sentirmos seguros, e ouçamos uma doce voz que nos fala: Juanito, Bruninho, Zezinho, Mariazinha, NÃO ESTOU AQUI, EU QUE SOU TUA MÃE?

Confirmado encontro de oração entre Abbas e Peres

4
Confirmado encontro de oração entre Abbas e PeresO encontro de oração pela paz, convocado pelo Papa Francisco, que terá participação do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas e o presidente de Israel, Shimon Peres, acontecerá no próximo dia 8.

A data foi confirmada na tarde desta quinta-feira, 29, pela Sala de Imprensa da Santa Sé. Segundo nota, o encontro será no período da tarde do domingo, no Vaticano.

No término da Missa do último domingo, 25, na Praça da Manjedoura, em Belém, durante o Regina Coeli, o Papa Francisco fez um convite aos líderes, pedindo que juntos rezassem pela paz.

 “Ofereço minha casa, no Vaticano, para sediar este encontro de oração. Nós todos queremos a paz; muitas pessoas,  em seu dia a dia, a constroem com pequenos gestos. Muitos sofrem com paciência e suportam o cansaço de muitas tentativas para construí-la. E todos, especialmente aqueles que estão a serviço dos seus povos, temos o dever de nos tornar instrumentos de paz e construtores, em primeiro lugar, na oração”, declarou Francisco.

Fonte: CN Notícias

Presente do Papa: Site do Vaticano agora também em árabe



Presente do Papa: Site do Vaticano agora também em árabe
Os fiéis católicos de língua árabe podem agora acessar as informações e recursos da Santa Sé graças à iniciativa do Papa Francisco de estrear o site do Vaticano neste idioma, falado pela grande maioria da população do Oriente Médio e do norte da África.

A página web em árabe funciona desde o dia 24 de maio deste ano, dia em que o Pontífice iniciou a sua peregrinação à Terra Santa.

Conforme informou a Santa Sé, o site inclui sua versão para celulares, o widget, e o aplicativo vatican.va para Android e Apple, e para celulares e tabletes. Informou-se que pouco a pouco irão acrescentando as traduções disponíveis na página.

O site do Vaticano em árabe pode ver-se em: http://w2.vatican.va/content/vatican/ar.html


Fonte: ACI Digital

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Portugal celebra o XI Congresso das Misericórdias


Portugal celebra o XI Congresso das MisericórdiasComeça nesta quinta-feira, 29 de maio, o XI Congresso Nacional das Misericórdias, em Évora, Portugal. O evento vai reunir as Santas Casas de Misericórdia de todo o país até o próximo sábado, 31 de maio, para discutir o tema central Economia Social – Esperança para os desafios do futuro.

Mais de 500 participantes já estão confirmados, entre eles diversos representantes das Santas Casas brasileiras e dirigentes da Confederação das Misericórdias do Brasil. Entre os assuntos tratados estão as demandas ligadas ao atendimento de qualidade, gestão e financiamento, economia social, sustentabilidade e apoio às crianças em perigo na sociedade portuguesa.

O evento será aberto pelo primeiro ministro de Portugal, Pedro Passos Coelho, e encerrado pelo ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares. Também estarão presentes dom Manuel Clemente, patriarca de Lisboa, e dom José Alves, arcebispo de Évora.

Maria, promotora da unidade


Our_Lady_of_Good_Counsel_by_Pasquale_Sarullo
Como templo da Santíssima Trindade, Maria, em sua humanidade puríssima, experimentou, como mulher, os efeitos do mistério eterno da unidade trinitária em seu seio, em sua alma, em todo o seu ser.
São Luís de Montfort afirma que “Maria é o Santuário, o repouso da Santíssima Trindade, em que Deus está mais magnífica e divinamente presente que em qualquer outro lugar do universo”. Como tabernáculo vivo da Trindade, segundo a Liturgia Oriental, suas entranhas foram feitas maiores do que o céu, porque nelas coube o próprio Deus, e com Ele o céu inteiro.
Guardadas as proporções, foi esta a grande experiência espiritual de Elisabeth da Trindade, que exclama: “Fixai-me em vós imóvel e tranqüila, como se minha alma estivesse já na eternidade. Fazei de minha alma vosso céu, vossa morada preferida”. Se Elisabeth da Trindade fez esta oração, qual não seria a oração de Nossa Senhora? Seria este o segredo, a alegria expressa no Magnificat?

Padre mineiro cria tabela da Copa do Mundo com versículos bíblicos que acompanham cada um dos jogos

Padre mineiro cria tabela da Copa do Mundo com versículos bíblicos que acompanham cada um dos jogosCom a proximidade da Copa do Mundo é comum que tabelas do torneio sejam confeccionadas por empresas como forma de divulgar suas marcas. Porém, um padre mineiro resolveu inovar e fez uma tabela do mundial com o objetivo de compartilhar versículos da Bíblia.
O padre Tarcísio Marcelino Ferreira Monay, da paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Juiz de Fora, criou uma tabela para os fiéis acompanharem a Copa onde, junto com cada um dos jogos, vem com uma citação do Livro Sagrado do Cristianismo.
- A ideia era fazer uma tabela que pudesse levar a Palavra de Deus a todos, independentemente de ser católico. Peguei os versículos de todos os períodos contados na Bíblia, que fossem simples de entender e que mais falam ao coração. É uma sugestão para que as pessoas procurem a Bíblia, leiam e pensem. A Palavra tem que proclamar a alegria e a força da fé e também nos fazer refletir. Creio que as citações escolhidas abarcaram bem essa meta – explica o padre.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Famílias brasileiras profundamente indignadas com ‘sanção presidencial’ que abre “brecha” para o aborto.

images

Evento que reúne 150 mil peregrinos no Santuário de Aparecida se manifesta contra a sanção da Lei que permite a prática do aborto no Sistema Único de Saúde

A Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB (CPVF) e Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) organizaram neste final de semana, dias 24 e 25 de maio, no Santuário Nacional em Aparecida (SP), o 4º Simpósio e a 6ª Peregrinação Nacional da Família
Espera-se na celebração desse domingo a participação de 150 mil peregrinos. Com o tema “Família: caminhar com a luz de Cristo e a sabedoria do Evangelho”, o evento emitiu um manifesto contra a Lei 12.485, sancionada pela presidente Dilma Russef na sexta-feira (23), abrindo assim brechas para a prática do aborto no sistema SUS, com recurso público. Leia o manifesto a seguir:
***
As famílias brasileiras, uma grande representação delas presente na 6ª Peregrinação Nacional da Família, em Aparecida (SP), mais uma vez lamentam e ficam profundamente indignadas com a posição do Governo Federal que, através do Ministério da Saúde, está favorecendo a prática do aborto em hospitais públicos.
A portaria n°415, de 21 de maio de 2014, inclui o procedimento de interrupção da gestação/antecipação terapêutica do parto, previstas em lei, e todos os seus atributos na Tabela de Procedimentos, medicamentos, órteses/próteses e materiais especiais do SUS.
É pública a elevada porcentagem de brasileiros que não aprovam a morte de crianças no seio materno, número esse que chega perto de 80%. O respeito pela vida humana e a consciência do valor e da missão da mulher brasileira são os fundamentos dessa opinião maioritária da população.
Neste momento histórico em que o Brasil é palco de manifestações de violência doméstica, mortes de filhos pelos pais, linchamentos em vias públicas, greves truculentas que perturbam a vida das cidades, é um escândalo, protagonizado pelas elites que comandam nosso país, essa portaria que destina verbas públicas para mais um ato agressivo contra a vida das crianças.
Esse estilo violento de vida, segundo o qual vale tudo para conseguir satisfazer os interesses de minorias, gera uma sociedade desumana.
Nós, famílias brasileiras, queremos seguir a luz de Cristo e a sabedoria do Evangelho, para viver o amor que humaniza e que introduz a solidariedade e a paz na convivência social.
Aparecida, 24 de maio de 2014.
Fonte: Zenit

Surpresas de Francisco

“Papa Francisco é um papa cheio de surpresas. É imprevisível”, disse Padre Pizzaballa nos dias que antecederam a visita do Papa à Terra Santa. Com efeito, hoje, os franciscanos do convento de San Salvatore foram hóspedes para o almoço com o próprio Papa.

“Ficamos sabendo no fim da manhã, e foi uma surpresa”, conta Frei Bernardo, jovem frade mexicano. Parece que o Papa Francisco decidiu ontem, 25, de noite, mudar o programa para hoje, preferindo um simples almoço com os franciscanos, ao invés daquele preparado na Catedral Notre Dame. Por seu pedido, acompanhou-o apenas o delegado apostólico de Jerusalém, Mons. Giuseppe Lazzarotto, e o custódio da Terra Santa, padre Pierbattista Pizzaballa, enquanto os outros permaneceram no almoço em Notre Dame.

Chegou com quase duas horas de atraso, “o Papa comeu um macarrão simples, como aquele que comemos todos os dias”, continua Frei Bernardo, enquanto junto aos outros freis se dirigiu ao Cenáculo, para preparar a missa desta noite.

No fim do almoço, o Papa Francisco saudou a comunidade, agradeceu Padre Pizzaballe e todos os franciscanos da Custódia da Terra Santa pela acolhida e pelo trabalho realizado nos Lugares Santos.

Papa visita Muro das Lamentações e defende diálogo

O papa Francisco pediu nesta segunda-feira em Jerusalém um diálogo entre judeus, cristãos e muçulmanos, após uma visita a um dos locais mais emblemáticos para as três religiões monoteístas.

Em um dia intenso e com grande carga simbólica, o pontífice visitou a Esplanada das Mesquitas, terceiro local sagrado do islamismo, e o Muro das Lamentações, um dos mais sagrados do judaísmo.

Diante do grande grande mufti de Jerusalém, que o recebeu na mesquita, Francisco convidou cristãos, muçulmanos e judeus a serem "agentes da paz e da justiça".

Papa denuncia em Israel "tragédia incomensurável" do Holocausto

O papa Francisco denunciou nesta segunda-feira a "tragédia incomensurável" do Holocausto durante uma visita ao Memorial Yad Vashem, dedicado às vítimas do extermínio de seis milhões de judeus cometido pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Como em uma oração, cercado pelas enormes pedras do imponente monumento, o pontífice pediu com um tom emocionado: "Senhor, nosso Deus, salve-nos desta monstruosidade".

"Recorde-se de nós em tua misericórdia. Damos graça por nos envergonhamos do que, como homens, fomos capazes de fazer, por nos envergonhamos desta máxima idolatria, de termos desprezado e destruído nossa carne, esta carne que tu modelaste do barro, que tu vivificaste com teu sopro de vida", clamou.

O poder do Batismo: um bebê agonizante volta à vida

 

Era 1957 e um surto de gripe estava acabando com a vida de centenas de pessoas no Chile. Em Valdivia, a família Eschemann Melero tomou as precauções necessárias para evitar que suas duas filhas pequenas corressem riscos. Mas Maria Soledad, que tinha apenas 45 dias de vida, começou a preocupar sua mãe quando deixou de mamar.

Depois de 57 anos, é a própria Maria quem narra, no jornal Portaluz, o que sua família lhe contou sobre aqueles dias nos quais a doença, a morte e a graça sacramental confluiriam para um fato extraordinário que marcaria para sempre, nela e em sua família, a certeza de que Deus existe e nos ama.

O diagnóstico e a condenação

Logo depois de parar de mamar, surgiram também os vômitos, a diarreia e os choros, que evidenciaram algum problema de saúde na recém-nascida. A mãe não hesitou e a levou ao Hospital Regional Base de Valdivia.

domingo, 25 de maio de 2014

COMENTÁRIO DO EVANGELHO DE DOMINGO

Jesus promete o Espírito Santo. - Jo 14,15-21

Ano A - DIA 25/05

 A intensa alegria é dom do Ressuscitado.


No início do livro dos Atos dos Apóstolos, antes do relato da ascensão, Jesus promete o Espírito Santo, como força do alto para o testemunho. Na lista de lugares em que o Evangelho deve ser anunciado está a Samaria (At 1,8). A Samaria era desprezada pelos judeus por questões históricas e culturais. Lá havia outro templo onde os samaritanos adoravam o Deus único e verdadeiro. É na Samaria, junto ao poço de Jacó, que Jesus tem aquele diálogo maravilhoso com a mulher samaritana, que se tornou para os seus concidadãos testemunha de Jesus Cristo (Jo 4,1-41). É para lá que Filipe é enviado para anunciar Cristo (At 8,5). O seu anúncio corroborado por sua ação fez com que as pessoas daquela cidade sentissem uma intensa alegria (At 8,8). A intensa alegria é dom do Ressuscitado.
O amor dos discípulos a Jesus se exprime na prática do mandamento do amor fraterno. Para poder ajudar a viver o dinamismo desse amor, Jesus promete pedir ao Pai que envie, quando ele partir, “outro defensor”. Outro em relação a ele mesmo que, qual um pastor, cuida das ovelhas e as defende dos seus inimigos. O termo grego para caracterizar o Espírito é parácletos, que entre vários significados pode ser traduzido por auxiliador, ajuda, apoio. Assim como Jesus foi um auxílio, um apoio, para viver o amor de Deus e conhecê-lo, o Espírito continuará e levará a termo a missão do Senhor. O Espírito é, ainda, considerado “Espírito da Verdade”, pois é sua ação acolhida na vida do discípulo que faz compreender o sentido da vida de Jesus e o seu mistério profundo. Assim como Jesus é a verdade porque revela o mistério de Deus em sua pessoa, o Espírito levará ao conhecimento do Pai e do Filho. O mundo não é capaz de conhecê-lo porque ele não é apreendido pelo conhecimento racional. Os discípulos o conhecem, pois o experimentam, uma vez que o Espírito permanece neles. Pela “in-habitação” do Espírito da Verdade, os discípulos não sentirão como abandono a ausência de Jesus, pois é por ele que o Senhor continuará a falar com os seus e a ser contemplado pela fé (cf. At 1,1-2). Pela fé em Jesus ressuscitado dentre os mortos, os fiéis participam da vida divina.

Carlos Alberto Contieri, sj
Fonte: paulinas

A verdade sobre a Irmã Cristina, a freira cantora

 A Irmã Cristina Scuccia, a jovem religiosa que revolucionou a Itália e o mundo com sua participação no programa “The Voice”, não é uma “paraquedista” que se dedica a participar de festivais buscando notoriedade, como muitos a acusam. Sua história mostra todo um trabalho de evangelização entre os jovens italianos. Vale a pena conhecê-la.

Em 2007, Cristina era uma adolescente um pouco rebelde, afastada da Igreja e apaixonada por um jovem, e tinha um grande talento musical. Frequentava a universidade e se preparava para participar do show de talentos italiano XFactor. Ela mesma conta isso em uma entrevista à edição italiana da Vanity Fair.

Providencialmente, naquele ano, sua mãe leu um artigo sobre a conversão de Claudia Koll. Mas quem é Claudia Koll? Uma conhecida atriz italiana, famosa por ter começado sua carreira com filmes eróticos junto a Tinto Brass, e que em 2001 protagonizou uma das conversões mais famosas do panorama artístico do país.

Em Belém, Papa toca o 'muro' e denuncia situação 'inaceitável'

O papa Francisco entrou em contato, neste domingo em Belém, com a realidade do conflito entre israelenses e palestinos ao tocar a barreira de separação israelense, e pediu o fim de uma situação "inaceitável, pelo bem de todos".

Depois de chegar a Belém, vindo da Jordânia em um helicóptero militar, ele foi recebido com todas as honras de Estado da Palestina pelo presidente Mahmud Abbas, que o abraçou, e por uma delegação de autoridades palestinas.

Diante de Francisco, Abbas acusou Israel de tentar "mudar a identidade e o caráter de Jerusalém Oriental e de asfixiar sua população palestina, cristã e muçulmana, com o objetivo de expulsá-la" da cidade.

Papa pede: invocar o Espírito Santo para alcançar a paz



Decorreu no Estádio Internacional de Amã, com a participação calorosa e devota de dezenas de milhares de fiéis, a Missa presidida pelo Papa Francisco. Uma Missa com cânticos em árabe e em que fizeram a sua primeira Comunhão nada menos de mil e quatrocentas crianças.

Dessa localidade perto do Rio Jordão, onde Jesus foi batizado, recebendo sobre si o Espírito Santo, o Papa centrou as suas palavras nas três acções que o Espírito Santo realiza em Jesus e sobre nós: preparar, ungir, enviar. Missão do Espírito Santo é de fato gerar harmonia e agir para a paz nos diferentes contextos e entre pessoas diferentes – disse o Papa, recordando que a diversidade é uma riqueza:

“A diversidade de pessoas e de pensamento não deve provocar recusa e obstáculos, porque a variedade é sempre enriquecimento. Portanto, hoje, invoquemos com coração ardente o Espírito Santo, pedindo-lhe para preparar o caminho da paz e da unidade”.

Francisco colocará uma nova peça na ligação entre cristãos e judeus

Todos, com expectativas diversas esperavam a chegada do Papa Francisco à Terra Santa. Na sua opinião, o que um pontífice como ele pode trazer ao povo judeu?

Devemos distinguir dois elementos: o primeiro é o Pontífice enquanto cargo oficial, independentemente da pessoa. A sua visita a Israel é importante, trata-se de um Chefe de Estado, ou seja, uma visita política; é também o Chefe da Igreja Católica, ou seja, uma visita espiritual, de um Credo que mais do que qualquer outro tem as raízes e ligações profundas com o judaísmo.

Em segundo lugar, temos especificamente Bergoglio, que tem demonstrado desde o primeiro momento uma atenção a relação pessoal com o mundo judeu, que depois ele levou ao mundo institucional. Não é porém um simples relacionamento institucional, é também um relacionamento de Chefe da Igreja Católica frente ao mundo judeu.

Na Jordânia, Francisco pede solução "urgente" para conflitos na região

Paz, diálogo e liberdade religiosa: estes foram os principais temas tratados pelo PapaFrancisco em seu primeiro discurso na Terra Santa, no Palácio Real de Amã.

A Jordânia foi a porta de entrada para Francisco nesta peregrinação. A cerimônia de boas-vindas não se realizou no aeroporto, mas no Palácio Real, onde o Pontífice foi acolhido pelo Rei Abdallah II Hussein e pela Rainha da Jordânia, Rania. Quando Paulo VI visitou o país, em 1964, seu anfitrião foi o pai de Abdallah II. O atual monarca, no trono desde 1999, deu as boas-vindas a João Paulo II em 2000 e a Bento XVI em 2009, e já foi recebido duas vezes por Francisco no Vaticano (agosto 2013 e abril de 2014).
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by