sexta-feira, 25 de abril de 2014

Vencendo os desafios do matrimônio


felicidadE_maos_dadas
Até o matrimônio mais feliz está sujeito a crises, que precisam ser vistas como um fenômeno de crescimento do amor conjugal e não como razão para a separação. Um matrimônio cujos cônjuges jamais discordam é preocupante. Será que eles são iguais em tudo ou uma personalidade está se sobrepondo à outra, que por sua vez não se revela ao outro na sua verdade? Uma passagem bíblica me faz lembrar os falsos relacionamentos, aqueles que precisam amadurecer, e cujo crescimento é às vezes bem doloroso: “Subirei contra um povo tranquilo e os tirarei de sua falsa paz”. E há uma passagem nas Regras de Vida da Comunidade Shalom que, acredito, completa o ciclo que vai da falsa à autêntica paz matrimonial: “A verdadeira paz não vem dos homens, mas de Deus” (RVS, 355). Dependendo de como será vivida, cada crise, mesmo a mais penosa, pode levar ao aprofundamento do amor entre os esposos e ao fortalecimento cada vez maior do matrimônio. Vamos refletir sobre isto?

Ativistas pró-identidade de gênero pregam morte na fogueira para evangélicos durante votação do PNE; Pastora Damares Alves foi agredida

Ativistas pró-identidade de gênero pregam morte na fogueira para evangélicos durante votação do PNE; Pastora Damares Alves foi agredidaA pastora Damares Alves, uma das lideranças cristãs mais atuantes na questão da Educação no Brasil, revelou ter sido agredida na tarde da última terça-feira, 22 de abril, dentro da Câmara dos Deputados, após a votação do Plano Nacional de Educação (PNE).
Segundo publicação de Damares em sua página no Facebook,  ativistas pró-ideologia de gênero – um dos temas tratados no projeto do PNE – disseram a ela que “todos os evangélicos deveriam ser queimados vivos em uma fogueira no Brasil”, pois esse segmento religioso seria uma “desgraça para a nação”, e por isso, deveria ser “exterminado”.
O tumulto começou quando Damares, que é assessora da Câmara, orientava os parlamentares da bancada evangélica sobre como se posicionar no debate do projeto e na votação dos itens que integram o projeto do PNE.

Oitava da Páscoa

Oitava da Páscoa
Os oito primeiros dias do tempo pascal formam a oitava da Páscoa. Poderíamos chamá-los também de “pequena oitava”, em confronto com a “grande oitava” das sete semanas, sem, contudo, querermos diminuir com isto, a sua importância. Seus primórdios, entendidos como um período celebrado com liturgia especial, remontam, no mínimo, ao começo do século IV, e mesmo até à segunda metade do século III, como é fácil de deduzir das homilias recém-descobertas de Astério Sofita sobre os salmos. Astério chama o dia da oitava de “segundo ‘oitavo dia’”.

Ser ou não ser Santo?

alt“Ser Santo ou não ser Santo” é uma decisão que parece que temos que tomar todos os dias em nossa vida, no entanto, para aqueles que desejam ir para o céu e fazer parte do reino definitivo de Deus, não existe outra escolha se não a de ser Santo. No início de cada jornada devemos nos colocar em posição de diálogo com o Senhor e perguntar o que preciso fazer nesse dia, qual deverá ser a minha escolha diante das mais diversas situações que se apresentarão ao longo da caminhada rotineira e no quotidiano de minhas atividades que farão com que eu escolha “ser Santo”. O resultado de todas as minhas pequenas ou grandes decisões definem o caminho que estou tomando, definem por qual das posições escolhi para lutar - “Ser ou não ser Santo”.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Conheça os milagres de João XXIII e João Paulo II

Conheça os milagres de João XXIII e João Paulo IINo próximo domingo, dia 27 de abril, João XXIII e João Paulo II, dois dos Papas do século XX, chegarão aos altares graças às intercessões reconhecidas pela Santa Sé como milagrosas; porém, enquanto para Karol Wojtyla o Vaticano aprovou dois milagres, no caso de Angelo Roncalli um milagre o levou à beatificação e agora será canonizado graças à faculdade do Papa Francisco.

O caso de João XXIII

João XXIII foi Papa entre o dia 28 de outubro de 1958 e 3 de junho de 1963 e foi beatificado no ano 2000 por João Paulo II graças à cura milagrosa da religiosa italiana Caterina Capitani em 1966, que esteve a ponto de morrer por uma perfuração gástrica hemorrágica com fístula externa e peritonite aguda.

O relatório da Congregação para as Causas dos Santos indica que em 22 de maio de 1966 as irmãs da religiosa colocaram sobre o seu estômago uma imagem do falecido pontífice. Aos poucos minutos a religiosa se recuperou e pediu para comer.

Durante seu testemunho, a irmã Capitani relatou que João XXIII sentou-se ao pé de sua cama e lhe assegurou que o seu pedido tinha sido escutado no céu.

Por sua parte, os médicos que a atendiam em Nápoles (Itália), fizeram-lhe uma radiografia no estômago e comprovaram o desaparecimento completo da doença, sem sinais de cicatrizes causadas pela fístula.

Anos depois, em julho de 2013, o Papa Francisco aprovava os decretos que canonizam João XXIII junto com João Paulo II, sem requerer o reconhecimento de uma intercessão milagrosa por parte do Papa Bom.

Em declarações ao Grupo ACI no dia 5 de julho, o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi, explicou que sobre a canonização do Papa João XXIII, na qual se prescindirá da aprovação do milagre depois de sua beatificação, “isto é algo que está no poder do Papa, não é uma coisa particularmente especial”.

“Um milagre é uma visão teológica da Igreja, a prova, a demonstração do poder de intercessão, e a confirmação por parte de Deus da santidade de uma pessoa, mas não é um dogma de fé que seja necessário de alguma maneira”, indicou.

Recordou que “por exemplo, os mártires são beatificados sem nenhum milagre, o que quer dizer que os milagres por tradição e teologia  acontecem normalmente quando são pedidos, mas não são uma necessidade absoluta”.

As intercessões de João Paulo II

O Papa polonês guiou a barca de Pedro entre 16 de outubro de 1978 e 2 de abril de 2005 e em seu caminho aos altares a Santa Sé lhe reconhece duas intercessões milagrosas.

A primeira corresponde ao processo de beatificação e a beneficiada foi a religiosa francesa Marie Simon-Pierre, que sofria de Mal de Parkinson e trabalha em uma clínica de maternidade em Paris (França).

Em 14 de janeiro de 2011 a religiosa contou à rede francesa KTOtv e à rede italiana RAI Vaticano que a sua cura aconteceu em 2 de junho de 2005. “Esse dia pela manhã eu estava completamente impedida e já não podia mais”, indicou, por isso solicitou sua demissão à superiora de sua comunidade para “deixar de oferecer o meu serviço na maternidade onde trabalhava (…). Eu não consigo fazer com que isto deixe de avançar, não é possível”.

Entretanto, seu pedido foi rejeitado com amabilidade e em troca a superiora lhe propôs pedir a graça de sua cura a João Paulo II, quem ao final de sua vida também sofreu com o Mal de Parkinson.

Quando isto aconteceu, “sentimos por um bom momento uma grande mudança no seu escritório, diria que uma grande paz, uma paz muito grande e uma grande serenidade, me sentia muito tranquila e ela também”.

Nesse momento, pediu-lhe escrever o nome de João Paulo II em um papel. O avanço da doença tinha afetado seu braço esquerdo e sofria de intensos tremores. Sua superiora lhe propôs escrever com a mão direita. “Disse-lhe que não podia porque minha mão direita também ficava tremendo, mas ela insistiu: ‘sim pode, sim pode’”.

Escreveu algo ilegível, mas pensou que de repente “ocorre um milagre se é que acredito”. “Essa noite continuei os meus afazeres como de costume com a janta comunitária, logo um pouco mais de serviço e depois a oração noturna na capela”.

No seu quarto, a religiosa se obrigou a escrever e viu com surpresa que podia fazê-lo.

Às 4h30 da madrugada de 3 de junho acordou sentindo que “já não era a mesma. Havia uma alegria interior e uma grande paz; e logo me surpreendi muito pelos gestos do meu corpo”.

Depois de rezar na madrugada, Irmã Marie foi ao oratório da capela, pois sua comunidade celebrava a Missa às 6am. No trajeto “percebi que meu braço esquerdo já não ficava imóvel ao caminhar, mas balançava normalmente. Na Eucaristia tive a certeza de que estava curada”.

A Congregação para as Causas dos Santos estudou a cura de Simon-Pierre e determinou que foi por intercessão de João Paulo II, a quem  beatificou em 1º de maio de 2011.

O segundo milagre atribuído à intercessão de Karol Wojtyla foi a cura de Floribeth Mora, uma mulher costa-riquenha que padecia de um aneurisma cerebral.

O fato ocorreu no dia 1º de maio de 2011, o mesmo dia da beatificação de João Paulo II.
Nesse dia, Floribeth foi com a sua família à Missa dominical. No centro do bairro estava passando uma procissão. “Nesse momento estava passando uma carroça com a imagem de Jesus Sacramentado e senti um frio no corpo. Desci do carro e fui até ali”. Então, o sacerdote que acompanhava a procissão declamava uma oração: “Oh, Senhor! Há uma cura”.

“Pedimos ao nosso Papa João Paulo que nos ajudasse a pedir a Deus que me ajudasse”. E nesse preciso instante, algo começou a mudar. “Saí desse parque com a fé de que eu tinha sido curada”, expressou Floribeth.

Dias depois foi ao Santuário da Virgem de Ujarrás para rezar, consciente de que o templo tinha recebido um relicário com mostras de sangue do novo Beato. “De novo, um milagre”. Quando chegou já tinha terminado a exposição, porém, o Pe. Dónald Solano fez uma exceção. “Mostrou-me a relíquia e eu a toquei. Seis meses depois me fizeram outro exame no cérebro e me indicaram que o aneurisma tinha desaparecido para a honra e a glória de meu Deus”, afirmou Floribeth.

Conforme publicou o jornal “La Nación” da Costa Rica, o neurocirurgião Alejandro Vargas Román, que atendeu Floribeth Mora durante a sua doença, confirmou que não encontrou explicação científica ao desaparecimento repentino do aneurisma que padecia quando analisaram exames posteriores àquele do dia 1º de maio de 2011.

Fonte: Aci Digital

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Por que são santos?

O primeiro briefing desta semana em preparação para a Canonização de João Paulo II e João XXIII teve como tema “Por que são santos?”. Hoje estavam presentes os postuladores das causas de canonização dos dois Beatos: Padre Giovangiuseppe Califano, dos Frades Menores, para Papa Roncalli, e o presbítero polaco, Mons Slawomir Oder para Papa Woityla.

A santidade de João XXIII era um objetivo que ele cultivava em qualquer época da vida, como padre, bispo e Papa, sempre renovado através de quatro resoluções. Quando tinha 15 anos, ainda seminarista, escreveu: “Eu renovo a proposta de ser santo de verdade, e farei através quatro resoluções que me proponho de prática: espírito de união com Jesus, recolhimento no Seu coração, oração do Rosário, ser sempre consciente em todas as minhas ações”.

Texto-base do Plano Nacional de Educação é aprovado em comissão com a retirada do termo “Gênero”.


plano-nacional-educacao

A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa o Plano Nacional de Educação (PNE - PL 8035/10) aprovou nesta terça-feira (22) o texto-base do projeto. O colegiado aprovou ainda o destaque que trata da questão de gênero no PNE – o tema gerou polêmica entre grupos de militantes dos direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBTT) e de representantes de igrejas.
A emenda aprovada recuperou a redação do Senado no artigo que determina a “superação das desigualdades educacionais, com ênfase na promoção da cidadania e na erradicação de todas as formas de discriminação.”

Papa Francisco dá seu “toque” à cozinha do Vaticano

 

A cozinheira brasileira das favelas, Regina Tchelly, dá cursos de culinária sem desperdício aos chefs da Santa Sé

 

O Papa Francisco, que se pronunciou várias vezes contra o desperdício de alimentos, está deixando seu estilo impresso também na cozinha do Vaticano. A cozinheira Regina Tchelly, ex-dona de casa e especialista na arte da reciclagem, ensinará os chefs da Santa Sé a preparar pratos “anti-desperdício”, que são feitos com casca de frutas, folhas, raízes de verduras, sementes e outros ingredientes que geralmente acabam no lixo e com os quais, no entanto, podem ser preparados deliciosos pratos.

O Papa Francisco conheceu a Regina por acaso, durante sua visita apostólica ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude. Foi então que ele conheceu o projeto “Favela Orgânica”, dirigido por esta jovem mulher de 32 anos. Seu objetivo é ensinar como obter um alimento nutritivo e delicioso em um contexto de pobreza.

Restaurante causa polêmica ao anunciar promoção de hambúrguer com imagem de Jesus fumando maconha na Páscoa

Restaurante causa polêmica ao anunciar promoção de hambúrguer com imagem de Jesus fumando maconha na Páscoa
Um restaurante fast food resolveu fazer uma promoção de Páscoa e arrumou uma tremenda polêmica ao mostrar Jesus comendo hambúrguer e fumando maconha nos anúncios. “Quando Eu voltar, tudo que vou querer é um hambúrguer dos deuses”, dizia o Jesus da imagem.
A promoção consistia em ganhar um hambúrguer gratuitamente na compra do principal lanche do restaurante, no melhor estilo leve dois, pague um.
A ideia, simples e comum no mercado varejista, se tornou assunto da imprensa por conta da imagem forte do símbolo que para muitos cristãos representa o Filho de Deus, comendo e fumando.
O anúncio ainda usou referências da cultura pop norte-americana, como o termo 420 – que é usado como alusão ao consumo da cannabis – para se referir à data do domingo de páscoa deste ano: em inglês, o formato de data para descrever o dia 20 de abril é justamente 4/20.
Segundo o WND, essa não é a primeira vez que o restaurante usa a imagem de Jesus segurando o sanduíche para promover o desconto de Páscoa. “Isto não é sobre Jesus, é sobre o hambúrguer dos deuses, o hambúrguer real que temos”, disse o proprietário do restaurante, John Schmidt.

Vida de Edir Macedo vai virar filme e Record quer contratar Wagner Moura para interpretar o bispo

Vida de Edir Macedo vai virar filme e Record quer contratar Wagner Moura para interpretar o bispoA vida do bispo Edir Macedo será contada através de um filme, e a Record quer que o ator Wagner Moura interprete o papel do fundador da Igreja Universal do Reino de Deus.
O longa-metragem deverá ser uma megaprodução para os padrões brasileiros, e a Record Entretenimento, braço da emissora de televisão dedicado ao licenciamento de marcas, convidou o diretor José Padilha – responsável por filmes como Ônibus 174, Tropa de Elite 1 e 2 e o remake de Robocop – para comandar as filmagens. Padilha recusou o convite alegando outros compromissos.
De acordo com o jornalista Daniel Castro, colunista do site Notícias da TV, a expectativa é que o filme arrecade ao menos R$ 5,1 milhões nas bilheterias dos cinemas, o que colocaria a cinebiografia de Macedo entre os dez filmes nacionais mais vistos.
Os livros biográficos O Bispo e Nada a Perder 1 e 2 serão a base para o roteiro do filme, que deverá começar a ser produzido após a inauguração do Templo de Salomão, em junho deste ano.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Mensagem Urbi et Orbi do Santo Padre Francisco – Páscoa de 2014

Mensagem Urbi et Orbi do Santo Padre Francisco – Páscoa de 2014
Amados irmãos e irmãs, boa e santa Páscoa!


Ressoa na Igreja espalhada por todo o mundo o anúncio do anjo às mulheres: «Não tenhais medo. Sei que buscais Jesus, o crucificado; não está aqui, pois ressuscitou (…). Vinde, vede o lugar onde jazia» ( Mt 28, 5-6).


Este é o ponto culminante do Evangelho, é a Boa Nova por excelência: Jesus, o crucificado, ressuscitou! Este acontecimento está na base da nossa fé e da nossa esperança: se Cristo não tivesse ressuscitado, o cristianismo perderia o seu valor; toda a missão da Igreja via esgotar-se o seu ímpeto, porque dali partiu e sempre parte de novo. A mensagem que os cristãos levam ao mundo é esta: Jesus, o Amor encarnado, morreu na cruz pelos nossos pecados, mas Deus Pai ressuscitou-O e fê-Lo Senhor da vida e da morte. Em Jesus, o Amor triunfou sobre o ódio, a misericórdia sobre o pecado, o bem sobre o mal, a verdade sobre a mentira, a vida sobre a morte.

domingo, 20 de abril de 2014

Participe do Triduo e da Festa da Divina Misericórdia


A Paróquia Senhor Bom Jesus dos Navegantes convida a todos os católicos a participarem do tríduo da Divina Misericórdia  que acontecerá nos dias 24 a 26 de abril ( quinta, sexta e sábado). Nas capelas às 15 horas. e na matriz às 17 horas. 
No domingo dia 27 de Abril, dia da Festa da Misericórdia, a Renovação Carismática realizará um encontro espiritual que tem como tema: Mergulhados no oceano da Divina Misericórdia seremos purificados. No encontro haveraá momentos de oração, Louvor, adoração e pregação. O local do encontro será na Associação comercial de Camocim pela manhã das 8h as 12 h e tarde das 14 h as 17:30min, encerrando com a santa Missa as 18h na Matriz. participe deste momento de Graça!



A Divina Misericórdia é uma devoção religiosa católica de origem polonesa, e cuja divulgação se deve a Santa Faustina Kowalska, que é considerada uma das grandes místicas da Igreja Católica. Em seu Diário, a religiosa relatou ter recebido instruções de Jesus, através de aparições, para que desse a conhecer ao Mundo a Sua Misericórdia. O processo de beatificação desta religiosa se iniciou por iniciativa do, então, Cardeal Arcebispo de Cracóvia, Karol Wojtila, e, posteriormente, foi canonizada pelo mesmo bispo, já enquanto Papa João Paulo II.
J unto com o pedido de veneração do quadro da Divina Misericórdia, Jesus pede:



“Desejo que haja a Festa da Misericórdia. Quero que essa imagem, que farás com um pincel, seja solenemente benzida no primeiro domingo depois da Páscoa. Nesse domingo deve ser a Festa da Misericórdia” (D. n° 49).


Também explica a quem se dirige: “… a Festa da Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pobres pecadores” (D. 699).

A quem participa da festa promete: “Neste dia, estão abertas as entranhas da Minha misericórdia. Derramo todo um mar de graças sobre as almas que se aproximam da fonte da Minha misericórdia. A alma que se confessar e comungar alcançará o perdão das culpas e das penas. Nesse dia, estão abertas todas as comportas divinas, pelas quais fluem as graças. Que nenhuma alma tenha medo de se aproximar de Mim, ainda que seus pecados sejam como o escarlate. A Minha misericórdia é tão grande que, por toda a eternidade, nenhuma mente, nem humana nem angélica, aprofundará. Tudo o que existe saiu das entranhas da Minha misericórdia. Toda alma contemplará em relação a Mim, por toda a eternidade, todo o Meu amor e a Minha misericórdia. A Festa da Misericórdia saiu das Minhas entranhas” (D. 699).

Reze a novena da divina Misericórdia Clicando AQUI !!!!

veja a programação completa do encontro:
 

FESTA DA DIVINA MISERICÓRDIA

                Tema: Mergulhados  no  Oceano da  Divina Misericórdia seremos purificados .

Local do evento: Associação Comercial

24 a 26/04 ( Quinta a sábado )

15h – Tríduo da Divina Misericórdia: ( responsáveis: Movimentos e pastorais dos Polos)
Horário do Tríduo na Matriz – 17h.

27/04 – Domingo

8h – Terço Mariano
8h30min – Louvor e oração
8h50min – 1ª Pregação seguida de oração: O amor derramado em nós. (cf Rm 5,5) .
10h – Intervalo
10h20min – 2ª Pregação: Maior que o nosso pecado é a Misericórdia de Deus     (Mt.18,32-35)
11h30min – Testemunhos e avisos e intervalo para o almoço.
12h – Intervalo para o almoço

14h – Terço da Divina Misericórdia
14h20min – Louvor e oração
14h 35min – 3ª Pregação seguida da adoração ao Santíssimo Sacramento: Misericórdia Divina, fonte de  prodígios e milagres, eu confio em vós. ( Diário Santa Faustina )
15h 50min  – Intervalo
16h 10min – Louvor e Ministério de arte
16h 25 min – 4ª Pregação seguida de testemunho: Misericórdia Divina: a última tábua de Salvação.
17h10min – Avisos e intervalo para a Santa Missa.
18h – Santa Missa ( Matriz ) – Doações  no ofertório da Missa de produtos de Higiene Pessoal para serem doados na Cadeia de Camocim


                         
                                                         Jesus, nós confiamos em Vós ! 
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by