sexta-feira, 14 de março de 2014

De volta ao Vaticano: Papa conclui Exercícios Espirituais

papa.retiro
O Papa Francisco e seus colaboradores da Cúria Romana concluem nesta sexta-feira os Exercícios Espirituais, que estão sendo realizados na Casa Divino Mestre, em Ariccia, perto de Roma.
O Pontífice regressa ao Vaticano esta manhã, depois da Concelebração eucarística e da última meditação. No penúltimo dia, o pregador, Mons. Angelo De Donatis, propôs a pergunta que uma criança que se preparava para a Comunhão lhe fez: “Você conhece Jesus tão bem por motivos de trabalho ou porque vocês são amigos?”. O conhecimento profundo de Jesus que chega à amizade, portanto no acolhimento e no amor, foi o argumento da meditação.
Julgar todo gesto na lógica do mundo, ou melhor na lógica da economia de mercado, disse Mons. De Donatis, significa correr o risco de não compreender o valor daquele amor que aproxima os homens a Deus, Deus aos homens e os homens aos outros homens. Deste modo, se cria aquela comunhão de amor que é a característica de uma Igreja acolhedora.
O convite do Mons. De Donatis é redescobrir a coragem da fé, porque – disse citando um provérbio – “quando o medo bate à porta e a fé vai abrir, não encontra ninguém”.
Já esta manhã, no Vaticano, na capela Redemptoris Mater, o pregador da Casa Pontifícia, Fr. Raniero Cantalamessa, faz a primeira pregação de Quaresma.
O tema será “Sobre os ombros dos gigantes. As grandes verdades da nossa fé contempladas com os Padres da Igreja Latina”. Nas semanas sucessivas, as meditações serão sobre Agostinho, Ambrósio, Leão Magno e Gregório Magno, para ver o que cada um deles nos diz a propósito das verdades de fé.

quinta-feira, 13 de março de 2014

O que torna os monges trapistas exitosos em seus negócios?


O que torna os monges trapistas exitosos em seus negócios?
“O que explica o êxito dos monges trapistas não só em seus negócios, mas em tudo o que fazem?”, perguntou August Turak em recente discurso à jovens profissionais do Centro de Informação Católica em Washington, EUA.

Quem é Turak? Ele é um profissional conhecido nos meios empresariais dos EUA, tendo trabalhado em empresas de televisão, de software, e outras corporações. É também um reconhecido escritor, colaborador do Wall Street Journal, do New York Times, e da Forbes. Foi vencedor do concurso de ensaio do Templeton Foundation’s Power of Purpose. Além disso, é um assíduo visitante da Abadia Trapense em Mepkin, Carolina do Sul (EUA): ele considera que boa parte do seu êxito deve-se ao convívio com os trapistas, ou “Cistercienses da Estrita Observância”.

Os trapistas são famosos em todo o mundo pelos produtos que fabricam para venda e para seu sustento econômico. Pães, bolos, queijos, cerveja e até caixões, estão na lista dos muitos itens de excelente qualidade que podem ser obtidos nas “lojas” dos mosteiros trapistas, apreciados por muitos.

Tráfico humano: questão eclesial, desafio pastoral, afirma Arcebispo


Tráfico humano: questão eclesial, desafio pastoral, afirma ArcebispoO arcebispo da cidade paranaense de Maringá, dom Anuar Battisti, escreveu em seu mais recente artigo sobre a Campanha da Fraternidade (CF) deste ano e o tempo da Quaresma. Em sua reflexão, ele afirma que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) todos os anos faz coincidir a CF com a Quaresma, unindo assim a necessidade de conversão e a conscientização de uma situação social urgente da sociedade.

Para o prelado, a Campanha da Fraternidade sempre é uma reflexão, um roteiro de conscientização, prevenção, denúncia, reinserção social e incidência política para alertar a população. Ele salienta que este ano é o enfrentamento do tráfico humano, com o tema: “Fraternidade e Tráfico Humano” e lema: “É para a Liberdade que Cristo nos libertou”, inspirado na carta aos Gálatas (5, 1).

Viagem à Coreia será a terceira internacional do Papa


Viagem à Coreia será a terceira internacional do PapaA Sala de Imprensa da Santa Sé confirmou nesta semana a viagem do Papa Francisco à Coreia do Sul, entre os dias 14 e 18 de agosto deste ano, coincidindo com a Sexta Jornada da Juventude Asiática, que será realizada na Diocese de Daejeon. Ali também presidirá a beatificação de 126 mártires coreanos.

Esta será a terceira viagem apostólica internacional do atual pontífice. As outras duas são: a que fez ao Rio de Janeiro, para a Jornada Mundial da Juventude, entre 23 e 28 de julho do ano passado, e a que fará para a Terra Santa entre os dias 24 e 26 maio de 2014.

Esta não será a primeira vez que um Papa vai à península coreana. João Paulo II já esteve ali, duas vezes, em 1984 e 1989. Em sua primeira visita, o Papa polonês destacou a vitalidade da Igreja na Coreia.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Papa não apoia as uniões homossexuais, esclarece o Vaticano


Papa  não apoia as uniões homossexuais, esclarece o VaticanoO Padre Thomas Rosica da Sala de Imprensa da Santa Sé explicou que o Papa Francisco não apoia as uniões homossexuais como informaram certos meios que distorceram suas declarações em alusão às uniões civis na entrevista que concedeu aos jornais La Nación (Argentina) e Corriere della Sera (Itália).

O sacerdote assinalou que “alguns jornalistas interpretaram as palavras do Papa para refletir uma abertura de parte da Igreja às uniões civis. Outros interpretaram suas palavras como se estivesse falando do assunto das uniões do mesmo sexo”.

No diálogo reproduzido por estes jornais, o entrevistador fez ao Papa esta pergunta: “Muitos países regularam a união civil. É um caminho que a Igreja pode compreender, mas até que ponto?”.

Igreja protestante promove culto em que os participantes não precisam sair de seus carros.


drive-in-church

Os antigos cinemas “drive in” fizeram sucesso exibindo filmes em telões que as pessoas poderiam acompanhar no conforto e privacidade de seus carros.
Recentemente, a Christian Church de Daytona Beach, na Flórida, tem atraído muitas pessoas para os cultos dominicais no estilo drive-in. Ela adquiriu o espaço de um desses antigos cinemas e o adaptou para que os interessados pudessem acompanhar o culto estacionados. Basta sintonizar o rádio na frequência certa e acompanhar as músicas e o sermão.
O pastor Bob Kemp-Baird comemora a receptividade da iniciativa que completa agora dois anos.
Obviamente a ideia vem sendo criticada pois afastaria os fiéis da chamada “comunhão cristã”, mas pessoa como Shirley Oenbrink aprovam. Ela lutou durante mais de um ano contra um câncer e, devido à fraqueza que sentia por causa da quimioterapia, mal conseguia sair da cama, muito menos ficar em um banco da igreja. Foi nos cultos drive-in que ela buscou apoio espiritual.

segunda-feira, 10 de março de 2014

Rede de Intercessão Março: é tempo de nos aproximar do Senhor


alt“A Quaresma é o caminho de conversão, de luta contra o mal, com as armas da oração, do jejum, da misericórdia” (Papa Francisco).
Estamos iniciando neste mês de março o período que a Igreja nos oferece para aprofundar a nossa intimidade com Deus. A Quaresma, que este ano se inicia no dia 5 de março, com a celebração da Quarta-feira de Cinzas, é um período de 40 dias, excetuando os domingos, marcado por apelos ao jejum, partilha e penitência, que serve de preparação para a Páscoa, a principal festa do calendário cristão.
A Quaresma é vivida, na Igreja Católica, como um tempo de “renovação” com base numa série de exercícios espirituais como a oração, o jejum, a adoração ao Santíssimo Sacramento, a partilha, a leitura orante da Palavra de Deus, a Confissão, a esmola, o retiro, a peregrinação, entre outras.
A Quaresma prepara a Páscoa da Ressurreição, a nova criação e a vida gloriosa, com a ascese, a conversão e a passagem obrigatória pela morte e dom de si, imitando Jesus que veio para dar a vida por nós renunciando ao poder e à glória, por isso a Quaresma deve levar à imitação de Cristo, à renúncia, ao êxodo, à partilha e ao amor fraterno.

Qual a minha contribuição para o mundo?


1620880_701248346562126_1234451485_n“Evangelizar? Enquanto o mundo se ‘acaba’, vou ficar falando para as pessoas que Deus é amor… de quê isto vai adiantar? O que adianta as pessoas saberem que Deus as ama? Olhemos para os pobres, olhemos para a natureza, o efeito estufa, a poluição, acho que não é fazendo as pessoas saberem que Deus existe que poderei ajudar o mundo a ser melhor…”.
Esse pensamento pode ser o nosso ou de pessoas ao nosso redor. Será que sabemos responder a um questionamento como este? Sentimo-nos, vendo o mundo como está, desejosos de dar nossa contribuição para que ele seja melhor, queremos ajudar o planeta, queremos revolucionar o mundo ou que, pelo menos, que nossos filhos desfrutem da alegria de viver em um mundo de paz. Que eles possam sair à rua e respirar ar puro, possam tomar água, possam ter o suficiente para viver bem, que sejam felizes tanto quanto nós, ou mais que nós!
O que fazer? Ah, sim, plantar uma árvore! O que mais? Economizar energia usando lâmpadas fluorescentes e desligando quando for possível! O que mais? Não fazer o mal a ninguém, não semear a guerra, fazer doação aos pobres que me pedirem esmola…

Influente e famoso pastor protestante sueco converte-se ao catolicismo e deixa sua igreja depois de 30 anos de pastoreio



ht_30_03_ue
Um influente pastor protestante na Suécia anunciou no domingo que se vai converter ao Catolicismo, juntamente com a sua mulher. 
Ulf Ekman fundou e liderou, durante mais de 30 anos, uma igreja de grandes dimensões na Suécia. Ao longo desse tempo enviou missionários para dezenas de países, fundou a maior escola bíblica e construiu a maior igreja da Escandinávia, fundou um programa de media com estações de televisão nos cinco continentes e publicou livros em mais de 60 línguas. 
A sua Igreja, Palavra da Vida, tem mais de 3000 membros permanentes, uma escola com mais de mil alunos e pelo menos 12 pastores ao serviço. 
Ekman, que era conhecido também como “pastor de pastores”, pela influência que tinha sobre ministros protestantes, chocou grande parte dos seus seguidores durante uma homilia no passado domingo, ao anunciar que depois de longa reflexão tinha decidido entrar para a Igreja Católica. 

Líder da Coréia do Norte ordena execução de 33 pessoas por se converterem ao cristianismo

Líder da Coréia do Norte ordena execução de 33 pessoas por se converterem ao cristianismo
Segundo relatos, o líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong Um, ordenou a execução de 33 pessoas por terem se convertido ao cristianismo, e por receber ajuda de um missionário batista da Coreia do Sul para abrir 500 igrejas subterrâneas.
Segundo o The Chosunilbo, os 33 convertidos serão executadas em uma célula secreta do Departamento de Segurança do Estado, sob as acusações de tentar derrubar o regime da Coréia do Norte, estabelecendo igrejas subterrâneas. O missionário Kim Jung Wook também foi preso, por tentar plantar igrejas no país no ano passado.
Especialistas afirmam que o objetivo de Kim Jong Um com as execuções é mostrar um o castigo como exemplo para os convertidos no país, como uma forma de intensificar os esforços para fortalecer a doutrina da autossuficiência do país e manter seus cidadãos longe das crenças e práticas capitalistas.
Alguns dos presos relataram terem sido informados de que “o regime entraria em colapso” caso fosse aberta uma igreja em Pyongyang, perto de onde está a estátua de Kim Il Sung, considerado o “fundador da nação”. Porém, outros afirmam que a prisão é uma estratégia do governo para descobrir a localização de igrejas subterrâneas no país.
Ao comentarem a perseguição sofrida pelos cristãos no país, muitos afirmam que isso acontece porque os norte-coreanos estão desiludidos com o regime e estariam buscando no cristianismo uma alternativa à ideologia imposta no país.

domingo, 9 de março de 2014

O que é a Quaresma?

O que é a Quaresma?A quaresma é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja marca para nos preparar para a grande festa da Páscoa. É tempo para nos arrepender de nossos pecados e de mudar algo de nós para sermos melhores e poder viver mais próximos de Cristo.



A Quaresma dura 40 dias; começa na Quarta-feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos. Ao longo deste tempo, sobretudo na liturgia do domingo, fazemos um esfoço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que devemos viver como filhos de Deus.


A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência. É um tempo de reflexão, de penitência, de conversão espiritual; tempo e preparação para o mistério pascal.


Na Quaresma, Cristo nos convida a mudar de vida. A Igreja nos convida a viver a Quaresma como um caminho a Jesus Cristo, escutando a Palavra de Deus, orando, compartilhando com o próximo e praticando boas obras. Nos convida a viver uma série de atitudes cristãs que nos ajudam a parecer mais com Jesus Cristo, já que por ação do pecado, nos afastamos mais de Deus.

Joseph Ratzinger fala sobre Karol Wojtyla

Entrevista com o Papa Emérito no livro “Ao lado de João Paulo II – Amigos e Colaboradores falam”, por Wlodzimierz Redzioch
ratzinger-wojtyla-papa“Que João Paulo II era um santo, durante os anos de colaboração com ele, se tornava cada vez mais e mais claro para mim. (…) Se doou com uma radicalidade que não pode ser explicado de outro modo. (…) Seu empenho era incansável, e não apenas nas grandes viagens, cujos programas eram cheios de eventos do início ao fim, mas também no dia a dia, desde a missa matutina até tarde da noite “.
Quem narra é Joseph Ratzinger, o Papa emérito Bento XVI. Ele falou em entrevista exclusiva a Wlodzimierz Redzioch para o seu livro “Ao lado de João Paulo – Amigos e Colaboradores falam” (Editora Ares).

Qumran: anunciada a descoberta RECENTE de mais nove rolos dos chamados ‘Manuscritos do Mar Morto’


manuscrito

Durante o seminário “A história das grutas de Qumran”, (próximas ao Mar Morto, em Israel) organizado pela Faculdade de Teologia de Lugano, na Suíça, foi anunciada a descoberta recente de mais nove rolos dos chamados Manuscritos do Mar Morto, guardados em 3 recipientes. Os Manuscritos do Mar Morto são fragmentos de textos da Torah, ou pedaços da literatura judaica, de cerca de 2 mil anos de idade. Os rolos foram encontrados em recipientes mantidos no Museu de Israel, na seção artefatos de Qumran.
Os recipientes já haviam sido retirados das grutas de Qumran na época das escavações de 1952 – realizadas pelo arqueólogo dominicano Roland de Vaux -, mas não tinham sido abertos ainda. Eles foram examinados pela Autoridade de Antiguidades de Israel usando uma técnica fotográfica especial, indicando que em cada recipiente se encontravam 3 rolos. O material encontrado é extremamente frágil, por isso se requer uma grande perícia para removê-lo dos recipientes, processo que certamente levará algum tempo.
Independentemente das especulações fantasiosas, espera-se que os manuscritos contenham os textos tradicionais da Torá (o primeiro conjunto dos cinco livros da Bíblia), provavelmente alguns versos do Deuteronômio.

Três países árabes proibiram a exibição do filme “Noé” devido a “questões religiosas”. Posição tende a se estender a outros países Muçulmanos.


cartaz-do-filme-noe-noah-de-darren-aronofsky-que-estreia-em-04-de-abril-de-2014-1384356906114_615x907Três países árabes proibiram a exibição do filme de Hollywood “Noé” devido a questões religiosas, mesmo antes da estreia mundial, e vários outras nações devem fazer o mesmo, afirmou à Reuters neste sábado um representante da Paramount Pictures.
O Islã não simpatiza com a representação de pessoas sagradas na arte, e retratos do profeta Maomé na imprensa da Europa e da América do Norte causaram violentos protestos em países islâmicos nos últimos dez anos, alimentando as tensões culturais com o Ocidente.
“Censores do Catar, Bahrein e Emirados Árabes Unidos oficialmente confirmaram nesta semana que o filme não será exibido nesses países”, afirmou um representante da Paramount Pictures, que fez a produção ao custo de 125 milhões de dólares e contratou os atores vencedores do Oscar Russell Crowe e Anthony Hopkins.
“A explicação oficial que eles deram ao confirmar o veto é que ‘o filme contradiz os ensinamentos do Islã’”, afirmou o representante, acrescentando que o estúdio espera proibições similares no Egito, na Jordânia e no Kuwait. A estreia nos EUA está marcada para 28 de março.
Noé, que no livro bíblico de Gênesis constrói uma arca que salvou a sua família e muitos casais de animais do grande dilúvio, é reverenciado pelo judaísmo, cristianismo e islamismo.
Um capítulo inteiro do Corão é dedicado a ele. A universidade Al-Azhar, maior autoridade do islã sunita e centro do ensinamento do islamismo por mais de um milênio, emitiu na quinta-feira uma fatwa, ou uma determinação religiosa, contra o filme.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by