sábado, 18 de janeiro de 2014

RCC CAMOCIM REALIZARÁ RETIRO NESTE FIM DE SEMANA



O conselho paroquial da  Renovação Carismática Católica de Camocim se  reunirá , nos dias18 e 19 de Janeiro,  para o 1° Retiro do ano de 2014.  O Retiro abordará o tema proposto para a caminhada da RCC em todo o Brasil nesse ano: “CONSERVAR A UNIDADE DO ESPÍRITO PELO VÍNCULO DA PAZ” (Efésios 4,3). O encontro irá  renovar, nos servos do conselho paroquial, a motivação para o serviço na Obra de Deus. Para isso, serão realizadas pregações, louvores, momentos de oração . A Coordenação ainda aproveitará o momento para indicar direcionamentos sobre as próximas atividades da RCC em Camocim, com preparação do calendário paroquial 2014.

No último momento do Retiro, será realizada a eleição da nova coordenação paroquial. Participaram da eleição os  membros do Conselho de Coordenação Paroquial da RCC presentes no evento. Após sucessivos momentos de oração de partilha, a escolha recairá sobre um novo escolhido ou escolhida  de Deus para  nova coordenação.

Rogamos  bênçãos para a nova Coordenação da RCC Camocim, que deverá conduzir as atividades  nos próximos anos.






Iniciado concurso para o Hino e Logo da JMJ 2016

Site oficial da JMJ 2016


Site Oficial da JMJ 2016
Coletiva de apresentação do concurso do Logo e Hino da JMJ 2016
O concurso para o logotipo e o hino da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), de 2016, na Polônia, foi aberto oficialmente pelo Comitê de Organização. A coletiva de imprensa para apresentação das regras de participação foi realizada, na última quarta-feira, 15, em Cracóvia.

Tanto a competição para o hino quanto para o logo são destinadas aos profissionais e amadores. Segundo o coordenador do comissão, Dom Damian Muskus, a expectativa é de que o concurso atraia principalmente os jovens.

De acordo com a comissão, o hino deve refletir a importância religiosa do maior encontro de jovens do mundo e enfatizar o tema da Jornada: "Bem-aventurados os misericordiosos". Os competidores devem estar atentos ao texto da música para que seja possível a tradução em outras línguas, sem perder a melodia original.

Casal carioca pode ser o primeiro do Brasil a ser beatificado


André Cunha Da Redação CN

Raríssima foto do casal Zélia e Jerônimo com alguns de seus filhos
A paróquia Nossa Senhora de Copacabana, no Rio de Janeiro, vai sediar, neste sábado, 18, às 20h, a cerimônia de abertura canônica do processo de beatificação do casal carioca Zélia e Jerônimo.
Zélia Pedreira Abreu Magalhães nasceu, em 5 de abril de 1857, no bairro do Ingá, em Niterói, capital da então Província do Rio de Janeiro. Jerônimo de Castro Abreu Magalhães (1851-1909) nasceu em Magé, Província do Rio de Janeiro, em 26 de julho de 1851. Casaram-se, em 27 de julho de 1876, na Barra da Tijuca.
Zélia e Jerônimo tiveram 13 filhos, dos quais quatro faleceram ainda jovens e os outros nove seguiram ordens religiosas. Após a morte do marido, em 12 de agosto de 1909, Zélia ingressou na Congregação do Sacratíssimo Coração. 
A fama de santidade de Zélia e Jerônimo espalhou-se pela capital carioca logo após a morte deles. Há alguns anos, segundo conta o responsável pela Causa dos Santos na arquidiocese do Rio, Dom Roberto Lopes, a abertura do processo seria apenas para Zélia, que morreu como monja, com o nome de Irmã Maria do Santíssimo Sacramento. No entanto, com a verificação da biografia, percebeu-se que Jerônimo também viveu com grandes virtudes.

Francisco, o “papa das surpresas”

 

 

Na verdade, suas decisões não deveriam surpreender. Ou ninguém leu o Evangelho?

O homem da memória de ferro. Capaz de recordar que os fundamentos da aventura cristã no mundo nascem nos braços ardentes de um encontro com o Ressuscitado na manhã da primeira Páscoa cristã; sem estes braços, o fogo da graça dá lugar às cinzas da desgraça, talvez fantasiada de Evangelho.

A de Cristo, portanto, é a única amizade que os homens de toda época podem se vangloriar de possuir. Todas as demais são más imitações dessa única amizade reconhecida pelo Evangelho. Uma amizade que traz surpresas, talvez inclusive certa vergonha. A surpresa de algo inesperado, de uma mudança de trajetória, de uma mudança que tenha como objetivo o único fim pelo qual vale a pena mudar: fazer que o passado possa ser contado um dia aos que virão depois de nós.

Quem sabe isso muito bem é o Papa Francisco. Defini-lo como o homem das surpresas é banalizar sua pessoa, caracterizá-lo como um conquistador de massas e talvez rir da sua tentativa incansável de levar o mundo a Cristo; exaltá-lo demais é não conhecer que sua grandeza acontece na impopularidade evangélica.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

A Verdadeira Cura e Libertação


A Verdadeira Cura e Libertação
Nesta Pregação, Padre Léo, Vem nos falar, que a verdadeira cura e libertação, se dá, quando nos colocamos por inteiro nas mãos de Deus, quando fazemos tudo pelas mãos de Jesus pela oração.


Evangelho de São Marcos capítulo 9, versículos de 14 a 29.


“Depois, aproximando-se dos discípulos, viu ao redor deles grande multidão, e os escribas a discutir com eles. Todo aquele povo, vendo de surpresa Jesus, acorreu a ele para saudá-lo. Ele lhes perguntou: Que estais discutindo com eles? Respondeu um homem dentre a multidão: Mestre, eu te trouxe meu filho, que tem um espírito mudo. Este, onde quer que o apanhe, lança-o por terra e ele espuma, range os dentes e fica endurecido. Roguei a teus discípulos que o expelissem, mas não o puderam. Respondeu-lhes Jesus: Ó geração incrédula, até quando estarei convosco? Até quando vos hei de aturar? Trazei-mo cá! Eles lho trouxeram. Assim que o menino avistou Jesus, o espírito o agitou fortemente. Caiu por terra e revolvia-se espumando. Jesus perguntou ao pai: Há quanto tempo lhe acontece isto? Desde a infância, respondeu-lhe. E o tem lançado muitas vezes ao fogo e à água, para o matar. Se tu, porém, podes alguma coisa, ajuda-nos, compadece-te de nós! Disse-lhe Jesus: Se podes alguma coisa!… Tudo é possível ao que crê. Imediatamente exclamou o pai do menino: Creio! Vem em socorro à minha falta de fé! Vendo Jesus que o povo afluía, intimou o espírito imundo e disse-lhe: Espírito mudo e surdo, eu te ordeno: sai deste menino e não tornes a entrar nele. E, gritando e maltratando-o extremamente, saiu. O menino ficou como morto, de modo que muitos diziam: Morreu… Jesus, porém, tomando-o pela mão, ergueu-o e ele levantou-se. Depois de entrar em casa, os seus discípulos perguntaram-lhe em particular: Por que não pudemos nós expeli-lo? Ele disse-lhes: Esta espécie de demônios não se pode expulsar senão pela oração.”

Seríamos nós, católicos, idólatras? Confundiríamos ‘ídolo’ com ‘imagem’?


OgAAAOiPZKZMizBp0iTQ-mLFlhcpJD5wrYjhxgKKWptGotKHgN5X8HpUi7dZauRuXh326sES-GJaijN3-_11JwfkK2wAm1T1UIuv7ZzBaWj_bW5kSoL-cc8auKBR

Imagem dos querubins acima da arca citados no livro do êxodo
ACUSAÇÃO: Os católicos praticam a idolatria, fazendo e adorando imagens, o que Deus, proíbe na Bíblia, dizendo; “Não farás para ti escultura alguma do que está em cima nos céus, ou abaixo sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra”( Ex 20,4).
RESPOSTA: O mesmo Deus, no mesmo livro do Êxodo, manda Moisés fazer dois querubins de ouro e colocá-los por cima da Arca da Aliança ( Ex 25,18-20 ). Manda-lhe, também fazer uma serpente de bronze e colocá-la por cima duma haste, para curar os mordidos pelas serpentes venenosas ( Num 21,8-9 ). Manda, ainda, a Salomão enfeitar o templo de Jerusalém com imagens de querubins, palmas, flores, bois e leões ( I Reis 6,23-35 e 7,29 ), etc.
Seria uma grave blasfêmia desses “crentes” considerar Deus como incoerente, já que num lugar da Bíblia manda fazer imagens, esquecido que no outro lugar o teria proibido! Ora, os primeiros cristãos martirizados aos milhares porque se recusaram a adorar imagens de deuses falsos, estudaram a Bíblia com mais atenção e respeito. Eles não tiravam esses trechos proibitivos de seu contexto e, comparando-os com outros, ficaram convencidos de que Deus proíbe apenas fazer imagens de deuses falsos, e adorá-los, como o faziam os vizinhos pagãos, mas Ele não proíbe fazer outras imagens.

O “Porta dos fundos” e a ignorância da Verdade.


Chore com o Porta dos Fundos
ignorancia
Nunca vi um vídeo do tal Porta dos Fundos. Nem os polêmicos, nem os apenas engraçados. Portanto, o que sei do “especial de Natal” deles é o que ouvi dizer. Parece que o grupo passou do limite entre o humor sadio e o desrespeito puro e simples.
Não vamos discutir aqui se isso devia ser proibido, tolerado ou promovido, não é o objetivo do blog. Mas o Porta dos Fundos veio parar no Tubo porque um de seus membros, Gregório Duvivier, usou sua coluna semanal na Folha de S.Paulo para responder a um tuíte do cardeal-arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer, que criticou o vídeo. E, como não podia deixar de ser, Duvivier promoveu a desinformação sobre a história da relação entre a Igreja Católica e a ciência.

Senhor, que nunca esqueçamos os pobres e aqueles que não sabem o que fazer com a vida!

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Bispos dos EUA lançam novena de oração pelo fim do aborto

Bispos dos EUA lançam novena de oração pelo fim do aborto
Entre os dias 18 e 26 de janeiro deste ano terá lugar a jornada “9 Dias pela vida” convocada pelos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB por sua sigla em inglês) com o fim de promover uma cultura aberta à vida no marco do 41º  aniversário do caso Roe Vs. Wade que trouxe como consequência que a corte suprema americana legalizasse o aborto no país causando a morte de mais de 55 milhões de bebês.


Segundo os bispos, “a oração de todos conta, seus sacrifícios fazem a diferença”. Os Prelados norte-americanos apresentaram através do site da USCCB, uma série de recursos que permitirá que os fiéis do país e as pessoas de boa vontade que respeitam e protegem a vida unam-se à novena de oração, penitência e peregrinação pelas vítimas do aborto.

Uma criança pode ser batizada mesmo que os pais não sejam casados?

Teólogo responde sobre as modalidades de administração do sacramento batismal

 
Fui convidada para o batismo de uma criança cujos pais não são casados. Ambos já se separaram de cônjuges anteriores. O pároco pode se recusar a batizar o bebê? Ou prioriza-se o bem da criança? Durante a celebração haverá também a Eucaristia? Os pais devem se abster de comungar? (Carta assinada)

Quem responde à leitora é o pe. Francesco Romano, professor de Direito Canônico:

A pergunta da leitora, indiretamente, é um convite a refletir sobre a grave responsabilidade dos pais com o bem dos filhos, incluindo a perspectiva da sua salvação eterna.

A missão dos pais é também um ministério. O cânon 835, depois de apresentar os vários níveis de responsabilidade dos que exercem na Igreja a função santificadora, a começar pelos bispos, afirma no §4: “Participam de modo particular na mesma função os pais, com a vida conjugal vivida em espírito cristão e velando pela educação cristã dos filhos".

Representação criminal é aberta contra o canal ‘Porta dos Fundos’. Associação católica enviou ao M.Público do RJ carta subscrita por 11 advogados.


images

A Associação Nacional Pró-Vida e Pró-Família, ligada à Igreja Católica, abriu uma representação criminal no Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro (MPE-RJ) contra o Porta dos Fundos.
O vídeo criticado é o especial de Natal que foi veiculado no Youtube no dia 23 de dezembro. Para a instituição os humoristas feriram o princípio de tolerância e respeito à diversidade.
Um documento assinado por Hermes Rodrigues Nery, diretor de imprensa da associação, e subscrito por 11 advogados foi entregue ao MPE-RJ nesta semana criticando a forma como o cristianismo tem sido tratado pelo grupo.
“Não é de hoje que esse canal faz questão de debochar e insultar, das mais diversas formas, as religiões monoteístas — em especial o Cristianismo”, diz trecho do texto.
A denúncia também reuniu outros vídeos do canal Porta dos Fundos que tratam de forma desrespeitosa a liberdade religiosa dos católicos e cristãos em geral.

Síria: jovens fogem, ficam só os idosos

 



Muitos olham para a Igreja como a única via de salvação capaz de resolver os problemas que o povo sofre

“O êxodo da cidade está em pleno ritmo. Todos os dias, perdemos indivíduos e famílias da nossa comunidade, especialmente pessoas jovens, que são a nossa esperança e o nosso futuro”.

Assim, o sacerdote sírio-ortodoxo Yousef Abdulmasih descreve a situação da comunidade cristã em Qamishli, na província síria norte-oriental de Jazira.

“A nossa cidade”, prossegue o sacerdote em seu depoimento enviado à Agência Fides, “se tornará uma cidade de idosos, ficarão somente as gerações mais avançadas nos anos”.

As famílias dos estudantes se encontram diante de um dilema de ter que enviar seus filhos para o exterior, se querem que continuem a estudar.

Governos estaduais investem R$ 1,5 milhão para criação de “macumbódromos”; Locais serão voltados aos rituais de religiões africanas

Governos estaduais investem R$ 1,5 milhão para criação de “macumbódromos”; Locais serão voltados aos rituais de religiões africanas
O Estado é laico, mas não ateu. Esse conceito, questionado quando usado por evangélicos, vem sendo colocado em prática pelos governos do Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul, que anunciaram o investimento de R$ 1,5 milhão para a construção de espaços voltados aos praticantes de umbanda e candomblé.
Os locais já foram escolhidos e terão, além de “altares” para o depósito das oferendas e velas, banheiros e locais para depósito das frutas e alimentos usados para atrair as divindades celebradas pelos praticantes.
“O reconhecimento de um espaço para a gente por parte das autoridades acaba com aquela ideia distorcida de que estamos fazendo algo irregular”, comemora a Mãe Fátima Damas, presidente da Congregação Espírita Umbandista do Brasil (CEUB), em entrevista à IstoÉ.
Segundo a diretora cultural da Federação Brasileira de Umbanda (FBU), a iniciativa pode resultar numa proibição de que as oferendas sejam depositadas em outros locais públicos: “Apoiamos, desde que não encurralem a gente em um canto cercado e pequeno, sem policiamento”, pontua Dayse Freitas. A opinião é compartilhada pela antropóloga Sônia Giacomini. “Essa permissão só não pode significar a impossibilidade de uso de outros espaços públicos para rituais”, diz a integrante do departamento de ciências sociais da PUC-Rio.

Papa Francisco critica “cultura do descarte” e condena a prática do aborto: “Causa horror pensar que crianças jamais verão a luz do dia”

Papa Francisco critica “cultura do descarte” e condena a prática do aborto: “Causa horror pensar que crianças jamais verão a luz do dia”
Embora transmita a imagem de flexibilidade em assuntos polêmicos, o papa Francisco demonstrou nesta segunda-feira, 13 de janeiro, não abrir mão dos princípios cristãos e criticou duramente a prática do aborto.
Para o pontífice católico, o aborto faz parte da “cultura do descarte” e lamentou que “infelizmente, objetos de descarte não são apenas os alimentos ou os bens supérfluos, mas muitas vezes os próprios seres humanos”.
A crítica de Francisco ao estilo de vida promovido pelo modelo atual de capitalismo, em que sempre se descarta o usado por um novo, segue a linha adotada por ele para seu pontificado. Anteriormente o papa já havia condenado o sistema econômico que amplia as diferenças sociais e perpetuam a pobreza dos menos favorecidos financeiramente.
“Causa horror o simples pensamento de que existam crianças que jamais poderão ver a luz do dia, vítimas do aborto”, disse Francisco durante a mensagem de início de ano aos diplomatas que são embaixadores de seus países no Vaticano, segundo informações da Folha de S. Paulo.
As declarações do papa foram assimiladas pela imprensa internacional como um compromisso com a doutrina tradicional da Igreja a respeito do sexo, apesar de declarações anteriores do próprio Francisco criticando a ênfase que os católicos dão ao assunto.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

O que Deus exige de nós?


O que Deus exige de nós?
Não é uma novidade afirmar que nesta última década, não só no Brasil, mas em âmbitos eclesiais mais amplos, iniciou uma fase mais difícil para o ecumenismo, depois do florescimento que despertou muitas esperanças na segunda metade do século passado. Alguém chegou até a falar de “inverno” do ecumenismo, outros consideram esta conjuntura como um retorno necessário a um realismo que carrega o grande peso da separação vivida ao longo de muitos séculos, outros enfim a enxergam como uma pausa de reflexão que permite recolher e valorizar os frutos do trabalho destas últimas décadas.


Talvez seja mais alentador enxergar este momento histórico como um inverno que está passando, continuando a cultivar, através do trabalho e de atitudes de diálogo persistentes em todas as Igrejas, a esperança cristã que garante a chegada de uma nova primavera.

Dom Orani está entre os novos cardeais nomeados pelo Papa


Dom Orani está entre os novos cardeais nomeados pelo PapaO arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, é um dos novos cardeais que serão criados em consistório no próximo dia 22 de fevereiro. O próprio Papa Francisco fez o anúncio após o Angelus neste domingo, 12.
Momentos antes do anúncio e de rezar a oração mariana, o Santo Padre refletia sobre o caminho de fé e caridade  traçado pelo Batismo. Ele destacou a necessidade de um suplemento de partilha fraterna, de amor e caridade nos tempos de hoje.
“Peçamos à Virgem Santa para nos apoiar com a sua intercessão no nosso empenho de seguir Cristo no caminho da fé e da caridade, o caminho traçado pelo nosso Batismo”, concluiu.
Mais cedo, na Capela Sistina, o Pontífice havia celebrado a Santa Missa na festa do Batismo do Senhor, celebrada pela Igreja hoje. Em uma breve homilia, Francisco destacou a necessidade dos pais serem transmissores de fé para seus filhos. Segundo ele, essa (a fé) é a herança mais bela que se pode deixar para uma criança.

Fonte: CN Notícias
Share Button
Share

Igrejas promovem semana de oração pela unidade dos cristãos

Igrejas promovem semana de oração pela unidade dos cristãos
O Conselho Mundial de Igrejas (CMI) lança um apelo a fim de que todas as 115 Igrejas que aderem à Conferência das Igrejas Europeias se unam à Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos que, como todos os anos, se realiza de 18 a 25 de janeiro.


Vale lembrar que esta Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos é celebrada pela Igreja no Brasil entre as solenidades da Ascensão do Senhor e Pentecostes, portanto, este ano, entre os dias 1º e 8 de junho.

Homenagem do Papa Francisco ao padre mais idoso da Itália









Encontro emotivo entre o Papa e o Pe. Alessandro de Sanctis, um sacerdote de 95 anos que ainda exerce seu ministério regularmente







“Você tem 95 anos? E onde os escondeu?”, perguntou o Papa, numa conversa descontraída, como se falasse com um velho conhecido, um companheiro, um irmão – o que na verdade é, no sacerdócio, o Pe. Alessandro.

Mas o Pe. Alessandro de Santis mostra uma peculiaridade: com 95 anos cumpridos, este homem de cabelo branco, que celebrou 72 anos de sacerdócio em dezembro, é o padre mais idoso da Itália.

Mas isso não é tudo, como conta o jornal italiano Il Corriere della Sera, qualificando-o como “o sacerdote dos recordes”: ordenado sacerdote em 1942, aos 24 anos (o que o torna o italiano com mais anos de sacerdócio), o Pe. Alessandro também está ao serviço da mesma paróquia desde a sua ordenação, há 72 anos! E lá exerce seu ministério, sempre disponível, e sem padres auxiliares.

Este filho de lenhador, que considera seus pais santos, é um desses pastores “com cheiro das ovelhas”, próximo e amado pelo seu rebanho. “Ele nunca quis tirar carteira de motorista, para não se afastar”, informava em 2009 o boletim da sua comunidade.

“Ao ver como seus paroquianos o cumprimentam na rua, entendemos o amor daqueles para quem ele se tornou um verdadeiro pai”, destaca o jornal Avvenire.

Chiara e Enrico, santidade em casal






Uma reflexão sobre o casamento a partir do exemplo de Chiara Corbella Petrillo

















Era uma ligação intercontinental. Teoricamente, em inglês. De um lado da linha, uma jornalista em Buenos Aires. Do outro, eu, na Itália. Na verdade, ela falava espanhês e eu falava inglano. Nessas condições, a tentação de abreviar um nome na hora de soletrá-lo é grande. Mas o nome que eu queria citar não é Chiara Corbella. O nome é Chiara Corbella Petrillo.

A jornalista argentina tinha me perguntado quem era o meu modelo, um exemplo com quem eu quisesse me assemelhar. Respondi que, além de Nossa Senhora, eu não poderia me esquecer de Chiara. Chiara Corbella Petrillo. Contei brevemente a história dela e convidei a jornalista visitar o site. O site, aliás, também se chama chiaracorbellapetrillo.

O sobrenome Petrillo é crucial para Chiara. A história dela, afinal, não teria sido a mesma sem Enrico Petrillo.

A história de Chiara e Enrico, dizem todos os que os conheceram bem, foi, ou é, já que a história continua, uma aventura de santidade em casal. Cada passo foi compartilhado, cada peso foi carregado em conjunto, e eu não digo que cada um carregou a metade, porque cada um, num casal, participa por inteiro, sem diferenciar pesos, medidas, equilíbrio.

Em Juazeiro do Norte, quatro mil pessoas são esperadas para o 13° encontro das CEBs


Participantes do Intereclesial
De 7 a 11 de janeiro de 2014, aconteceu na cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará,  o 13º Intereclesial de Comunidades Eclesiais de Base. Com o tema “Justiça e Profecia a serviço da vida” e lema “CEBs: Romeiras do Reino no Campo e na Cidade”, o encontro acolheu em torno de quatro mil pessoas no Cariri cearense, representando suas comunidades em todo o Brasil.
O Intereclesial é o encontro de celebração e avaliação da caminhada das CEBs, reunindo representantes das dioceses do Brasil, outros países e de outras igrejas. Além de partilhar a vida, as experiências e as reflexões das CEBs é memória viva da caminhada da Igreja, revelando com mais clareza a situação de sofrimento e resistência dos povos e expressa a biodiversidade do planeta Terra.
O coordenador do 13º Intereclesial, padre Vileci Basílio Vidal, recorda que a Igreja latino-americana, inspirando-se no Concílio Vaticano II (1962-1965) e na Conferência de Medellín (1968), partiu, decididamente, para a formação de CEBs. “Foram e continuam sendo um grande valor para as pessoas, para a Igreja e para a sociedade. Seus membros amadurecem na fé, aprendem juntos a viver a espiritualidade do seguimento de Jesus dentro da realidade em que vivem”, aponta.

Jesus no Litoral deixa legado de paz no Ceará


Missionários do JNL CE evangelizam na Praça do Amor
Missão se encerra na cidade de Camocim, litoral cearense, mas começa para o ano de 2014 nas dioceses do Ceará
Praia, sol, areia e missão. Estas são as palavras-chave para o que aconteceu na cidade de Camocim (CE), de 8 a 12 de janeiro. A terceira edição do Projeto Jesus no Litoral (JNL) deixou um legado de paz na cidade, localizada a 370 quilômetros de Fortaleza. 150 jovens missionários, previamente capacitados, de diversas dioceses do estado, foram à cidade para quatro dias de intensa evangelização nas praias, praças, ruas, casas, hospitais e presídios. Os jovens vivenciaram o direcionamento do Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude: “Ide e façam discípulos entre todas as nações”.
Para Renata Rodrigues, participante do Projeto, é difícil encontrar palavras para descrever a missão. “Eu sinceramente tenho buscado palavras pra descrever. Imagina ver o impossível acontecer bem aqui na nossa frente? Deus em sua infinita misericórdia quis que o JNL acontecesse mais uma vez em Camocim, mesmo em meio a tantas dificuldades, a tantas barreiras que se levantaram antes e durante a missão”. Entre as dificuldades apontadas por Renata, a dificuldade financeira, proibições de uso de som e até o risco de violência em algumas comunidades, além da chuva, que no último dia caiu fortemente na cidade, porém, mesmo diante de todas esses desafios, os jovens com ousadia fizeram se cumprir a missão e a evangelização.
Testemunhos
Um dos momentos mais marcantes dessa edição da Missão Jesus no Litoral no Ceará foi o testemunho do jovem Renan Sousa, de Paracuru, na Diocese de Itapipoca, que teve a oportunidade de se confessar com o Papa Francisco durante a JMJ Rio 2013.
Segundo ele a confissão com o Santo Padre foi um momento repleto de ousadia, demonstrando que a juventude tem um pastor, que não está longe das ovelhas, mas preocupado com a realidade cotidiana, disposto a apoiar os sonhos e projetos.
Renan ainda contoucomo conheceu o Ministério Jovem e deixou a mensagem para os missionários: “A terra que nós pisamos é terra de missão!”, numa alusão à necessidade da continuidade da missão nas paróquias e dioceses de cada missionário participante.
Um dos organizadores do JNL Ceará, Mário Roberto, também deu seu testemunho, ressaltando a superação e as promessas de Deus que foram cumpridas neste grande momento de evangelização.

Jovens em missão no JNL
Encerramento
No sábado aconteceu na Praça do Amor a evangelização campal, com missa e shows com as bandas Apóstolos e Só pra Jesus. Já no domingo foi o momento da despedida, marcada por choro e oração, onde os 150 missionários voltam para suas dioceses e levam consigo diversas novas amizades, construídas e edificadas na missão e que se tornarão verdadeiros companheiros de caminhada.
O grito que ecoava entre os missionários era: “aqui tem jovem, aqui tem fogo”, como um brado de vitória ao encerramento da missão acompanhado de muito choro, pois a cada nova amizade conquistada fica ao final a saudade com o retorno para casa. A missão Jesus no Litoral no Ceará chegou ao fim em 2014, mas continua em cada diocese, que realizará suas missões nas paróquias e cidades e em 2015 a quarta edição do Projeto coordenado pelo Ministério Jovem do estado.
Sobre o Projeto Jesus no Litoral
O Jesus no Litoral nasceu com a juventude carismática do Paraná, logo após a Jornada Mundial da Juventude de Toronto no Canadá, em 2002, cujo tema foi “Vós sois o sal da terra… Vós sois a luz do mundo” (Mt 5,13-14), após as fortes palavra do Beato João Paulo II sobre a missão da juventude, quando dizia:
“O mundo que haveis de herdar tem, desesperadamente, necessidade de um sentido renovado da fraternidade e da solidariedade humanas. Trata-se de um mundo que precisa ser sensibilizado e curado pela beleza e pela riqueza do amor de Deus. O mundo contemporâneo precisa de testemunhas deste amor.
Como apóstolos do terceiro milênio, cabe a vós conservar e manter viva a consciência da presença de Jesus Cristo, nosso Salvador.
Seguindo Cristo, deveis transformar e melhorar o “sabor” da história humana. Com a vossa fé, esperança e amor, com a vossa inteligência, fortaleza e perseverança, deveis humanizar o mundo em que vivemos.
Por: Eder Machado, Comunicação do Ministério Jovem CE
fonte:  http://www.jovensconectados.org.br/jesus-no-litoral-deixa-legado-de-paz-no-ceara.html
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by