sábado, 11 de janeiro de 2014

JNL CEARÁ: A experiência de levar o amor de Deus aos irmãos pelas ruas e praias


altQuem nunca teve a oportunidade de andar pelas praias abordando as pessoas com um ‘’Jesus te ama”, não sabe descrever a emoção que um missionário já viveu ao participar do  projeto Jesus no Litoral, uma das missões que a RCCBRASIL realizou na JMJ e um dos eventos mais esperados pela juventude carismática, dos estados litorâneos.
Muitos jovens que já tiveram a experiência de participar de um “Jesus no Litoral” narram suas experiências como dias inesquecíveis, assim como a jovem Marisol Alves, da cidade de Governador Valadares, que participou da missão Jesus no Litoral, na JMJ:
“O que antes era um sonho se tornou realidade, poder estar em uma Jornada Mundial e muito mais do que participar, poder me entregar em servir! Pude viver o que Deus tinha preparado para mim, enquanto peregrina sendo missionária... Vivi muitos combates estando ali, pensei em desistir, porém não conseguia abandonar o barco, só depois em oração que fui entender que o que não me deixou desistir foi o ‘sim’, que eu havia dado para Deus, e não para os homens. Todos os momentos vividos nestes 15 dias foram, sem dúvida, muito especiais, contudo, um dos momentos que me deixou em êxtase foi quando eu fui fazer a corrente humana para o Santo Padre passar, muitas coisas passaram pela minha cabeça, eu representava uma diocese, eu representava Minas Gerais, trazia uma responsabilidade sem igual.  Me senti um grão de areia em poder ter tamanha honra em servir de forma tão direta ao sucessor de Pedro. Encerro com uma das frases que inflamam meu coração com ardor missionário -“Eu quero que a Igreja vá para as ruas, eu quero que nós nos defendamos de toda acomodação, imobilidade, clericalismo. Se a Igreja não sai às ruas, se converte em uma ONG. A igreja não pode ser uma ONG" – Papa Francisco.”
Além da Missão Jesus no Litoral na JMJ, o projeto, que se originou no Paraná, funciona em vários estados do país e estará em sua terceira edição no Ceará.
Renata Rodrigues, da cidade de Granja/CE, conta como foi que começou sua história de amor com a missão JNL:
alt“Revendo as fotos da 1ª primeira edição, me passa um filme: a apresentação do projeto, a tensão de passar pela avaliação do núcleo estadual do Ministério Jovem pra conseguir pregar o Querigma em três minutos, desafio né? Mas nós aprendemos que é possível e aprendemos que podemos ir além quando estamos juntos com o Senhor. Lembro-me da chegada em Camocim/CE, tanta gente diferente, desconhecida, a princípio, e que se tornaram tão importantes, laços de amizade que permanecem, porque a amizade edificada em Cristo permanece. O arrastão, que arrastou Camocim mesmo, os olhares curiosos para entender o que estava acontecendo na cidade, os sorrisos, o brilho no olhar das pessoas. Aprendi na missão Jesus no Litoral que um ‘Jesus te ama’ pode mudar a vida de alguém. Aprendi que um sorriso sincero também é capaz de transformar a tristeza em alegria e que muitas pessoas dependem do nosso sorriso. E a invasão na praia? Ah, a invasão na praia! Último dia de Jesus no Litoral, todos cansados fisicamente, e sem voz, mas a alegria do Senhor sempre será a nossa força, por isso nós vamos além!
Passou também a 2ª edição, numa dimensão muito maior que a 1ª, e eu com uma missão maior, assumindo a coordenação da comunicação, que por sinal me surpreendeu positivamente! E agora a 3ª edição está chegando, em 2014. A ansiedade ainda é a mesma da 1ª, isso porque a cada missão um novo desafio nos é concedido e também porque o Espírito Santo nos inquieta pra servir. Só quem viveu o Jesus no Litoral consegue entender essa experiência fantástica com o amor de Deus: levar o Cristo aos mais necessitados, às casas, à praia, ao presídio, ao hospital, e tantos outros lugares.
Agradeço a Deus as oportunidades de ter vivido, 1ª edição e 2ª edição Jesus no Litoral Ceará, Jesus na Serra, Semanas Missionárias em Granja, Jesus no Litoral edição especial JMJ e a expectativa de viver a 3ª edição Ceará. Agradeço também a Deus, por cada laço de amizade criado... Essa é a ‘alegria de poder dizer: QUE MARAVILHA É SER UM FILHO DE DEUS!’ Obrigada Senhor! E vem que vem 3ª edição”.
Para participar das missões JNL é preciso que os missionários tenham uma formação básica e determinado tempo de caminhada. Portanto, o servo precisa terno mínimo, dois anos de atuação na vida paroquial por meio do Grupo de Oração; recebido a formação para o discipulado e para anúncio do querigma; ter participado de ao menos uma ação evangelizadora nos moldes da ‘Missão Jesus no litoral’ ou similares, inclusive também as missões realizadas nas dioceses no Brasil que possuem semelhante configuração; ser maior de dezoito anos; ser recomendado à coordenação da missão através de uma carta de envio pela coordenação diocesana da RCC e ter vivido a experiência de um Seminário de Vida no Espírito Santo.
JNL no Ceará e na Paraíba
A terceira Edição do JNL Ceará se realizará entre os dias 8 e 12 de janeiro na cidade de Camocim e aguarda por cerca de 150 jovens para atuarem na missão querigmática de evangelizar pelas praias.
Em janeiro também acontece em João Pessoa/PB, entre os dias 4 e 12 mais uma edição do JNL. Muitos jovens já se encontram na expectativa, assim como o inscrito Giancarlo Souza, da cidade de Ingá/PB: “Estou muito ansioso para participar pela primeira vez do Jesus no Litoral em João Pessoa. Será a segunda edição, mas este ano não pude participar. Quando vi a alegria dos jovens que foram pro JNL, fui contagiado pela mesma graça, mesmo sem ter ido. Porém, ano que vem, eu quero vivenciar junto com meus irmãos. Será uma benção!”.
As inscrições na Paraíba vão até 01 de dezembro, pelo site do Ministério Jovem PB.
Para mais informações sobre a Missão no Ceará, acesse o blog do Ministério jovem da RCC CE e também o Facebook do evento.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Papa: o amor do cristão não é o das novelas

“Primeiro critério: amar com as obras, não com as palavras. As palavras são levadas pelo vento! Hoje estão e amanhã já não estão”, afirmou Francisco




O Papa Francisco afirmou hoje que o amor cristão é bem diferente do tipo de amor exibido nas telenovelas.

Em sua homilia da missa matutina na Casa Santa Marta, o Papa comentou um trecho da primeira Carta de João, quando diz que “se nos amamos uns aos outros, Deus permanece em nós e o amor d’Ele é perfeito em nós”.


“Nós em Deus e Deus em nós: esta é a vida cristã. Não permanecer no espírito do mundo, não permanecer na superficialidade, não permanecer na idolatria, não permanecer na vaidade. Não, não. Permanecer no Senhor. E Ele corresponde-nos: Ele permanece em nós. Mas antes é Ele que permanece em nós.”

O Papa advertiu que João não fala do amor das telenovelas. “Não, é outra coisa!”.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Papa: o amor do cristão não é o das novelas



Fabrizio nasceu em Nápoles (Itália), no dia 8 de setembro de 1982. Quase 3 mil pessoas se reuniram no bairro de Ponticelli para lhe dar adeus na igreja de Nossa Senhora das Neves, onde ele era vigário. Padre Fabrizio viveu um grande sofrimento nos últimos meses, mas com fé e força interior. Sempre sorrindo, com uma palavra de consolo para os amigos e familiares que estiveram com ele até o último momento. Oferecemos a seguir a carta que ele enviou ao Papa Francisco.

A Sua Santidade o Papa Francisco:

Santo Padre,

nas orações diárias que dirijo a Deus, não deixo de rezar pelo senhor e pelo ministério que Deus lhe confiou, para que Ele possa lhe dar forças e alegria para continuar anunciando a boa nova do Evangelho.

Os 5 desafios do Papa Francisco em 2014


O Papa Francisco tem pela frente a reforma da cúria romana, o sínodo mundial sobre a família, a canonização de João Paulo II e João XXIII, a viagem à Terra Santa. Mas a tarefa central com a qual ele está fazendo história é mais profunda ainda: ajudar as pessoas a se aproximarem de Deus.

Passados os primeiros meses da surpresa da sua eleição, o Papa Francisco começa a enfrentar o ano de 2014, sem dúvida um dos mais decisivos e difíceis do seu pontificado. Apresentamos, a seguir, os cinco desafios mais importantes de Francisco para os próximos doze meses.

1. Reforma da cúria romana

A reforma dos organismos da Santa Sé e da Cidade do Vaticano, que assistem o Papa no exercício do seu ministério como sucessor do apóstolo Pedro, é sem dúvida o desafio que gerou mais expectativa.

Como ele mesmo confessou aos jornalistas na volta da sua viagem ao Brasil, o Papa deu prioridade temporal às reformas administrativas e econômicas da cúria romana, devido aos problemas objetivos que surgiram já desde antes de sua eleição.

Cores “perdidas” e raras, mencionadas na Bíblia, são descobertas em tecidos antigos em Israel.

tecido


No final de 2013, foi divulgado pela Autoridade de Antiguidades de Israel a descoberta de três tecidos raros.
Com cerca 2.000 anos, eles foram encontrados pela equipe do doutor Naama Sukenik, que atua sob a orientação do professor Zohar Amar, do Departamento de Estudos e Arqueologia da Terra de Israel, e o doutor David Illouz, do Departamento de Ciências da Vida, da Universidade de Bar Ilan.
Os tecidos estavam em cavernas de Wadi Morbaat, localizadas ao sul de Qumran, na área do deserto da Judeia onde os Manuscritos do Mar Morto foram encontrados, nas décadas de 1940 e 1950. Um estudo detalhado analisou os materiais de 180 amostras desses tecidos. A maioria deles foram pintados com substâncias derivadas de plantas.
O exame minucioso do material foi coordenado pela doutora Orit Shamir, restauradora de resultados orgânicos da Autoridade de Antiguidades. As cores foram testadas usando instrumentação de análise avançada para identificação de corantes (HPLC) pelo doutor Sukenik e assistida pelos doutores Alexander e Rwak.

Assassinatos de sacerdotes e religiosas católicos duplicou em 2013

Assassinatos de sacerdotes e religiosas católicos duplicou em 2013
O trabalho da Igreja em todo o mundo atravessa momentos dramáticos devido à violência. No último ano se duplicou o número de assassinatos de sacerdotes, religiosas e leigos em todo mundo.

Segundo os dados oferecidos pela agência vaticana Fides, em 2013 ocorreram 22 assassinatos, uma cifra muito superior aos 13 casos registrados em 2012.

De acordo com a agência Fides, a maioria das vítimas foram assassinadas em tentativas de roubo ou furto, e em alguns casos foram agredidas com ferocidade.

Entre as vítimas constam 19 sacerdotes, uma religiosa e dois leigos que morreram de forma violenta. América Latina foi pelo quinto ano consecutivo o lugar do mundo onde mais ocorrem assassinatos deste tipo.

Cientistas afirmam autenticidade do manuscrito do 3º Segredo de Fátima

Cientistas afirmam autenticidade do manuscrito do 3º Segredo de Fátima
Maria José Azevedo Santos, professora universitária da Faculdade de Letras da Universidade da Coimbra (Portugal), perita em paleografia (estudo de escrituras antigas), logo depois de analisar o manuscrito da terceira parte do segredo de Fátima assinalou que se trata de um documento “autêntico”.

Maria José Azevedo Santos foi convidada a analisar cientificamente o manuscrito da terceira parte do segredo de Fátima, de propriedade do Vaticano, e atualmente cedido ao Santuário da Fátima para a exposição  “Segredo e Revelação”, que durará até final de outubro de 2014.

Em uma entrevista ao periódico jornal do santuário Mariano da Fátima, “Voz dá Fátima”, que será publicada no próximo 13 de janeiro, a perita assinalou que “a Igreja nunca teve dúvidas de que o documento era original, e se a Igreja pede à ciência que a sua leitura seja-lhe submetida, poderíamos, é óbvio, encontrar algum elemento contraditório, o que não aconteceu. Trata-se de um documento autêntico, verdadeiro, que saiu das mãos da Irmã Lucia”.

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Número de cristãos assassinados pela fé dobrou em 2013, diz relatório.


2014-01-08T151041Z_1_BSPEA07165Y00_RTROPTP_2_MUNDO-RELIGIAO-MORTES-CRISTAOS

Homens carregam caixões de três cristãos, mortos enquanto iam para uma igreja para um funeral, em Damasco. Os relatos sobre cristãos mortos ao redor do mundo por causa de sua fé duplicaram
Os relatos sobre cristãos mortos ao redor do mundo por causa de sua fé duplicaram em 2013, comparado com o ano anterior, com os casos somente na Síria superando o total registrado em 2012, de acordo com uma pesquisa anual.
O Portas Abertas, um grupo sem denominação que presta apoio a cristãos perseguidos ao redor do mundo, disse ter documentado 2.123 homicídios de “mártires”, comparado com 1.201 em 2012. Houve 1.213 mortes desse tipo somente na Síria no ano passado, afirmou a entidade.
“Essa é uma contagem bastante mínima baseada no que foi relatado na mídia e que podemos confirmar”, disse Frans Veerman, diretor de pesquisas para a Portas Abertas. Estimativas de outros grupos cristãos colocam a contagem anual em 8 mil.

Pastor tenta imitar Jesus e morre afogado em praia ao dizer que andaria sobre as águas

Uma tentativa de repetir um dos feitos mais marcantes de Jesus resultou na morte de um pastor africano diante dos fiéis de sua congregação.
Pastor tenta imitar Jesus e morre afogado em praia ao dizer que andaria sobre as águas
Franck Kabele, 35 anos, líder da Igreja de Kabele, tentou repetir o milagre bíblico em que Jesus andou sobre as águas, e terminou afogado.
Segundo informações da revista Celebrity, Franck disse aos fiéis que havia recebido uma “revelação de que, se eles tivessem fé suficiente, poderiam andar sobre as águas como Jesus”, revelou uma das testemunhas.
O afogamento aconteceu numa praia de Libreville, na República do Gabão. “O pastor e sua congregação se afastaram da praia em um barco, em um passeio de 20 minutos. Quando o pastor entrou na água, afundou de repente com água sobre a cabeça, e nunca mais voltou”, noticiou o jornal local Daily Glasgow Record.
A passagem em que Jesus anda sobre as águas está registrada no livro de Mateus, capítulo 14. No relato do discípulo, Jesus foi conversar com seus seguidores, que estavam num barco no Mar da Galiléia.

domingo, 5 de janeiro de 2014

Epifania do Senhor

Epifania do Senhor


A Festa que a Igreja celebra, tem o nome de Epifania, isto é, aparição do Senhor, por apresentar-nos três grandes mistérios, em que Jesus Cristo se manifestou ao mundo como Filho de Deus e Salvador do gênero humano. O primeiro destes mistérios é a adoração que os três Magos prestaram ao Menino, em Belém. O segundo é o Batismo de Jesus Cristo no Jordão, ocasião em que o Pai celeste fez a apresentação de seu Filho, dizendo: “Este é meu Filho mui amado, em quem pus minha complacência”. O terceiro, finalmente, é a transformação da água em vinho, milagre que Cristo fez, por ocasião das bodas de Caná, para manifestar aos discípulos sua missão messiânica.

Epifania: somos um GPS com destino a Jesus

http://www.aleteia.org/image/pt/article/epifania-somos-um-gps-com-destino-a-jesus-5904925720576000/gps_pt/topic

 

Você está disposto a guiar as pessoas em seu caminho rumo a Deus?

Hoje em dia, a maioria dos motoristas utiliza o GPS, especialmente quando pretendem chegar a um lugar desconhecido. Basta programar o aparelho e seguir suas indicações, até chegar ao lugar desejado.

Na véspera da festa dos Reis Magos, a Epifania do Senhor, podemos aproveitar para usar nossa imaginação.

Cada cristão recebeu uma espécie de envelope fechado, preparado com sumo cuidado, no qual pode ser lida a palavra “urgente”. Abrimos o envelope e encontramos uma carta dos Reis Magos, que diz o seguinte:

“Nós, para conseguirmos chegar até Jesus, tivemos de seguir uma estrela. Ela foi nosso GPS. Confessamos que, em alguns momentos, o sinal que nos guiava desapareceu, situação que provocou certo desconcerto e preocupação.

De Pastor protestante a Católico: A eucaristia me converteu!


eucaristia

Assim que me ajoelhei na Catedral de São Pedro na Missa Diária, meu coração se esforçou para saber o que Deus queria que eu fizesse. O ano passado abriu meus olhos para a beleza da Missa e para a verdade da Fé Católica, mas eu não poderia me tornar católico. Como eu poderia desistir do que eu tinha trabalhado tão para realizar? Agora que eu fui bem sucedido no que eu sempre quis fazer, não seria tolice caminhar longe de tudo? O que aconteceria se minha esposa não fosse ou não pudesse me seguir em minha jornada espiritual? Deveria eu por meu casamento em risco ou por nossos filhos em confusão? Eu simplesmente não sabia o que fazer ou onde eu estava indo em minha vida.
Naquele dia a missa foi a mesma que eu tinha ido conhecer no ano passado. O que parecia esquisito e estranho era agora precioso e convidativo. Tão convidativo foi o que senti como se um imã gigante me puxasse para algo maior que eu mesmo. Quando chegamos ao Rito da Comunhão, o padre levantou a hóstia para todos verem e disse estas palavras: “Felizes os convidados para a Ceia do Senhor, eis o cordeiro de Deus que tira o todo pecado do mundo!”.
Como muitas vezes tinha visto esta hóstia antes! E como muitas vezes eu tinha acreditado naquelas palavras em minha alma! Mas hoje foi diferente. Assim que olhei para hóstia nas mãos do padre, as palavras brotaram da minha alma alcançando meus lábios. Com um pequeno sussurro eu disse a mim mesmo: “Eu realmente acredito nisso. Isto é realmente o Filho de Deus, o Cordeiro do sacrifício que levou os meus pecados.” Com um novo e profundo sentido eu disse com a congregação: “Senhor eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma só palavra e eu serei salvo.” Assim que deixei a igreja de São Pedro em Jackson, no Mississípi naquele dia, eu soube profundamente em meu coração que algum dia tinha me tornado católico.

Madre Elvira Petrozzi, a freira que salva usuários de drogas com o terço.


Madre Elvira Petrozzi, a freira que salva usuários de drogas com o terço
“Eu sou uma mulher apaixonada: da vassoura até as panelas, do irmão pobre até a capela. Eu sou uma mulher das ruas, não do escritório”, que nunca pensou em “aprender a ler e a estudar para ensinar os outros, para ‘fazer’ caridade. A caridade é a minha vida, é o dom de mim mesma, é o dom da minha alegria baseada em um ‘sim’ a Deus que é cada vez mais real e apaixonado”. É assim que se descreve, com grande simplicidade, a madre Elvira Petrozzi, com olhos vivos, mais loquazes do que a língua.
Conhecida como “a irmã dos drogados”, ela nasceu em Sora, Itália, em 21 de janeiro de 1937. Durante a Segunda Guerra Mundial, emigrou com a família pobre para a cidade de Alessandria, no norte do país, onde viveu a miséria do pós-guerra e experimentou em casa “o privilégio de reinar no serviço aos outros”, como relata no livro “L’abbraccio” [O abraço]. Ela recorda com gratidão aquela “escola de sacrifício”, no seio da família de sete irmãos, quando se levantava da mesa sempre com “a angústia da fome”.

História da Conversão de uma família Chinesa

História da Conversão de uma família Chinesa


Hoje quero apresentar para você um testemunho de como a devoção à Virgem Maria transforma a vida das pessoas.


Quero falar da conversão de uma família chinesa.


Pio XI, quando era simples sacerdote, foi um dia em peregrinação a Lourdes. Querendo estar só, dirigiu-se uma vez, de manhãzinha, para a Gruta. Ajoelhou e rezou à entrada. Mas, depois de breve oração, ao levantar os olhos, qual não foi o seu espanto ao ver dentro da Gruta outras três pessoas: um homem, uma mulher e uma criança.


Fixou-os e logo notou, pelo tom bronzeado do seu rosto, que não eram europeus.


Ao sair, aproximou-se deles e disse-Ihes:
- É uma grande ‘felicidade poder aproximar-nos do rochedo que foi tocado pelos próprios pés da Virgem Santíssima …
- Sim, padre, é uma grande felicidade! – respondeu o homem num francês de estranho sotaque.
- Vocês são de longe?
- Somos de Xangai. – China
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by