sábado, 21 de setembro de 2013

Perseguição religiosa se intensifica e mercenários muçulmanos recebem US$ 43 por cada cristão morto

Perseguição religiosa se intensifica e mercenários muçulmanos recebem US$ 43 por cada cristão mortoO extremismo religioso na Nigéria tem alcançado proporções de genocídio, à medida em que o grupo islâmico Boko Haram intensifica suas investidas contra os cristãos.
Massimo Introvigne, coordenador do Centro de Liberdade Religiosa na Itália, publicou um relatório sobre a situação dos cristãos na Nigéria, e alertou para o fato de que a “caça” aos fiéis tem sido recompensada com 7 mil nairas, que equivalem a US$ 43. Esse valor é pago pelo Boko Haram para seus adeptos a cada cristão assassinado no país.
“Estima-se que em 2012, 105 mil cristãos mortos por razões religiosas. É uma morte a cada cinco minutos”, lamenta Introvigne.
O grupo cristão Jubilee Campaign tem criticado durante o governo pela falta de ação em relação ao assunto. Entretanto, o próprio presidente admite não ter como conter o Boko Haram, que montou um exército particular a partir dos equipamentos e treinamentos recebidos da Al-Qaeda, organização terrorista responsável pelos ataques de 11 de setembro aos Estados Unidos.

Homem invade igreja e decepa os testículos antes de cerimônia de casamento

Homem invade igreja e decepa os testículos antes de cerimônia de casamento

Um incidente inusitado antes de um casamento se tornou destaque na imprensa inglesa esta semana.
Durante os preparativos para a celebração da cerimônia, o pastor e a florista responsável pela decoração foram surpreendidos por um homem que invadiu o templo e, usando uma tesoura, decepou os próprios testículos.
O fato bizarro aconteceu no último dia 14 de setembro, na cidade de Hutton. O pastor acionou a polícia, pois o homem estava enfurecido, atirando cadeiras para todos os lados.
“O pastor disse que o homem havia cortado os testículos com uma tesoura e estava furioso, arremessando cadeiras ao redor. Estou surpreso que ele não desmaiar”, disse uma das testemunhas.

A Via Sacra de hoje



A Via Sacra de hoje
Um olhar sobre o nosso mundo leva-nos à conclusão de que os homens e as mulheres de nosso tempo percorrem uma grande Via Sacra, com muito mais estações do que as tradicionais. A Via Sacra clássica, você conhece: tem catorze estações, que reproduzem e atualizam alguns momentos significativos da Paixão de Cristo, desde sua condenação à morte até seu sepultamento. Em nosso tempo, o sofrimento está por toda parte: no Oriente Médio, com seus milhões de refugiados; na Europa, com seus imigrantes vivendo em permanente insegurança; no Nordeste brasileiro, que periodicamente sofre as consequências da seca. Se, percorrendo uma rua de nossa cidade – qualquer rua –, batermos de porta em porta, o que constataremos? Que muitas de nossas casas são também estações da Via Sacra. Mesmo entre os nossos conhecidos, quem não tem alguma história para contar, marcada pelo sofrimento? Basta perguntar a qualquer pessoa se tem algum problema e logo ela nos conta uma longa e dolorosa história.


O que a fé nos diz a esse respeito? Na Bíblia não há grandes explicações sobre o sofrimento. Há, sim, uma série de pessoas que são atingidas por ele e que dão sua resposta concreta. Nem Jesus discorreu sobre o sentido da dor. Mas agiu, quando se deparou com ela: curou cegos e aleijados; falou a respeito do Bom Samaritano, que socorreu um ferido à beira da estrada, e sobre a necessidade de tomarmos a cruz; restituiu a alegria a uma viúva que chorava a perda do filho e deu esperança a uma pecadora que queriam apedrejar; convidou os aflitos a procurá-lo e prometeu aliviar a dor dos que lhe entregassem seus problemas.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Guerra e paz – o que pensa a Igreja?

Guerra e paz – o que pensa a Igreja?

No dia 7 de setembro, passado, o papa Francisco convidou cristãos e não cristãos para um dia de jejum e oração pela paz na Síria. Uma grande multidão o acompanhou, na Praça de São Pedro e no mundo inteiro, durante uma vigília de quase cinco horas.


O papa opôs um claro “não” à lógica da guerra e ao uso das armas para a solução dos conflitos: a violência traz mais violência, a guerra não é capaz de produzir a paz! E convidou as partes em luta a deporem as armas, para encontrar uma solução negociada para o conflito; também incitou governantes e autoridades a não pouparem esforços para fomentar a cultura do encontro, do diálogo e da negociação, única via digna para resolver os conflitos.


As palavras do papa Francisco somam com os constantes apelos de seus predecessores a favor da paz. João Paulo II foi uma voz firme e incansável contra os humores de guerra e alertou que, com a guerra, são desencadeados conflitos novos e mais complexos; Paulo VI, na sede da ONU, em 1965, desafiou os responsáveis das nações: “Nunca mais uns contra os outros, nunca mais! Nunca mais, a guerra, nunca!”. João XXIII, nos anos 60, escreveu a magistral encíclica Pacem in Terris (A Paz na Terra…), onde indicou linhas para prevenir e evitar as guerras e assegurar a paz. E lembrou: “Nada se perde com a paz, mas tudo pode ser perdido com a guerra”.

Vaticano lançará aplicativo do Catecismo

Vaticano lançará aplicativo do Catecismo

O Vaticano lançará um aplicativo gratuito do Catecismo da Igreja Católica para tablet e smartphone. Assim o anunciou nesta quinta-feira o Presidente do Pontifício Conselho para a Nova Evangelização, Dom Rino Fisichella.


O aplicativo, que estará disponível nas próximas semanas em italiano, permitirá consultar textos do Catecismo da Igreja Católica e do seu compêndio, assim como referências bíblicas, conforme explicou o Arcebispo Fisichella que adicionou que, além disso, será possível transferi-lo pelas redes sociais como Facebook e Twitter, entre outras.

Entrevista do Papa: Afinal, porque a mídia DETURPA tanto as palavras do Papa e da Igreja?

manipulacao-midiatica
 A desculpa para escrever este texto – que publico sem revisão por falta de tempo – é a enésima vez que um Papa (ou Bispo, ou padre, ou leigo católico conhecido como tal) diz uma coisa e a imprensa faz uma tempestade alucinada num dedal d’água, berrando aos sete ventos que “o Vaticano/Papa/Bispo mudou e agora é a favor de camisinhas/aborto/sodomia”.
Isto *sempre* acontece, e é *sempre* seguido por leigos nem-tão-engajados-assim, modernistas de direita e outras figuras da periferia católica rasgando as vestes, como se o absurdo que a imprensa disse fosse verdade.
E o Papa, Bispo, padre ou leigo engajado passa a ter mais trabalho para lidar com aqueles que com os judeus, pagãos, protestantes e orientais, que normalmente prestam mais atenção no que ele tenha a dizer quando querem saber qual é a dele.Isto acontece por uma razão simplíssima: o universo mental e o modo de lidar com a realidade da Igreja e da imprensa simplesmente não poderiam ser mais diferentes. Infelizmente, todavia, há muita gente que raciocina de modo mais semelhante ao da imprensa que ao da Igreja se manifestando nesta ocasião e em outras semelhantes.Vejamos quais são estes modos de ver o mundo, estes universos mentais tão díspares.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Os primeiros seis meses do ‘Papa da misericórdia’.

Há seis meses, no dia 13 de março, o Bispo de Roma que veio do “fim do mundo” apareceu na sacada da Praça São Pedro, rezou com toda a praça o Pai-Nosso, a Ave-Maria e o Glória e pediu, antes de dar a bênção aos homens e mulheres da sua nova diocese e do mundo inteiro, que rezassem primeiro por ele.
 
Fontehttp://bit.ly/13VIUGn  
A eleição, realizada em um tempo muito curto, assim como a de seu antecessor, foi uma surpresa. Também foi uma surpresa, um mês antes, o anúncio da renúncia de Bento XVI. Há dois elementos que saltam à vista e que ajudam a explicar a atenção e a simpatia que Francisco suscita, inclusive em ambientes “afastados”. Uma atenção e simpatia que não dão mostras de diminuir, apesar das previsões sobre o fim da “lua de mel” midiática feitas pelos que parecem sentir saudades dos tempos recentes da “Igreja sob ataque”.

6 motivos para os ateus serem gratos ao cristianismo.


images (1)

1-Se você casou ou se seus pais são/foram casados deve isso ao cristianismo. O casamento heterossexual, monogâmico e vitalício é uma instituição cristã. Seja mais agradecido por ter um lar!
2-Antes do cristianismo surgir, a educação formal era elitista, poucos tinham acesso a ela. O conceito de educação para todos como um direito é um pensamento revolucionário cristão. As melhores universidades do mundo foram fundadas pelo cristianismo como: Oxford, Cambridge, Yale, Harvard, Princeton, etc. Seja agradecido a Jesus por poder ter estudado!
3-A valorização da vida e os direitos humanos são vitórias do cristianismo e seus valores. Milhões de crianças foram salvas da morte por restrições contra o aborto, luta constante dos cristãos. Talvez você só esteja vivo por que um dia Jesus nasceu! Seja grato.
4-Antes de Jesus as mulheres eram desvalorizadas, e compreendidas como propriedade de seus maridos. Aristóteles colocou as mulheres em algum lugar entre o homem e um escravo. Se hoje sua esposa e/ou mãe tem direitos iguais aos homens você deve isso a Jesus de Nazaré, a seus ensinamentos e exemplo da valorização às mulheres.
5-Sem Jesus não haveria pessoas que mudaram o mundo como: Madre Tereza de Calcutá, Martin Luter King, Abraham Lincoln, Hudson Taylor, Isaac Newton, Willian Carey, etc. Nunca soube de um ateu que mudou a história do mundo. Agradeça e respeite a fé desses gigantes da humanidade.
6-Se você recebeu em qualquer ano da sua vida algum presente de aniversário, agradeça a Jesus por isso. Foi o cristianismo que popularizou a entrega de presentes para celebrar o aniversário de alguém! Parabéns, Jesus é seu melhor presente.
Autor: Ivan Saraiva

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Feliz aniversário Padre Sebastião!


Padre Sebastião de Lima,

neste dia 18 de Setembro

felizes parabenizamos você!


O nosso coração está alegre porque você faz parte do nosso convívio.
Os seus gestos de Humildade, espiritualidade e os momentos compartilhados, tornam você alguém bem próximo de nós.
Amizade é um grande tesouro, é um dom valioso, amizade que nasce em Deus é para eternidade.
Obrigado Padre Sebastião por partilhar conosco o dom mais precioso, “a vida”.
Que o Senhor derrame suas bênçãos e proteção em todos os momentos de sua vida.
Você é um presente de Deus para nossa paróquia.
Em nome do Blog Grupo Renascer , na qual você tem ajudado e incentivado, também em nome de todos os paroquianos, desejamos-lhe um FELIZ ANIVERSÁRIO!
 
GRUPO RENASCER: convidamos a todos para a santa Missa em ação de Graças logo mais as 18 horas . Participe.

Amor pelo povo e humildade: as características de quem governa, segundo Papa Francisco

O serviço da autoridade foi o tema da homilia pronunciada esta manhã pelo Papa Francisco na missa presidida na capela da Casa Santa Marta.
Comentando o trecho do Evangelho em que o centurião pede a Jesus que cure o seu servo e a carta de São Paulo a Timóteo, com o convite a rezar pelos governantes, o Papa falou das características indispensáveis que um político deve ter: humildade e amor pelo povo.
“Um político que não ama pode, no máximo, colocar um pouco de ordem, mas não governar”, disse Francisco, citando Davi, que amava seu povo a ponto de pedir que o Senhor o punisse depois do pecado de numerar o seu povo:

Qualquer erro invalida o matrimônio?


adulterio-aliancas-quebradas
Não, não é qualquer erro que pode ser causa da nulidade do matrimônio. Tem de tratar-se de algum ponto bem importante para a constituição da comunhão de vida que é o matrimônio. Vamos expor, muito sinteticamente, os casos previstos pela legislação da Igreja:
A) ERRO SOBRE O PRÓPRIO MATRIMÔNIO, enquanto instituição, quer dizer, tal como ele querido por Deus e regulamentado pela Igreja. É o que chamamos de “erro de direito”. Lembremos que o casamento é um pacto, mediante o qual os cônjuges se comprometem a formar uma comunhão da vida toda, que tende a ser fecunda. Ainda mais, conforme a doutrina da Igreja, expressa no cânon 1056, essa comunhão é necessariamente uma e indissolúvel; e, para os cristãos, é um sacramento. Quantos, porém, pensam atualmente de modo diferente? Sobretudo, após a introdução da lei civil do divórcio. Quantos casam pensando que, “se não der certo, a gente parte para uma outra”? Há, nesses casos, verdadeiro consentimento matrimonial?
O problema não é fácil de resolver. A legislação canônica faz uma distinção fundamental: não é o mesmo pensar do que querer. Eu posso pensar que o matrimônio se pode dissolver, mas isso não significa necessariamente que eu queira que ele seja dissolvido de fato. Pode até acontecer exatamente o contrário, ou seja, que, pensando que o matrimônio é dissolúvel, eu queira que o meu matrimônio dure para toda a vida. É desta distinção que deriva a norma do código canônico: “O erro a respeito da unidade, da indissolubilidade ou da dignidade sacramental do matrimônio, contanto que não determine a vontade, não vicia o consentimento matrimonial” (cân. 1099)

domingo, 15 de setembro de 2013

Nossa Senhora das Dores e a intercessão pela paz


das doresHoje, dia 15 de setembro, celebramos a memória de Nossa Senhora das Dores. No momento em que me colocava em oração, para escrever esse artigo, debruçava-me sobre passagens das Sagradas Escrituras, que sugerem aquilo que Santa Brígida chamava de as sete dores de Maria, a saber: a profecia do velho Simeão (Lc 2,35), a fuga para o Egito (Mt 2,13-23), a perda de Jesus aos doze anos durante a peregrinação à Cidade Santa (Lc2,41-52), o caminho de Jesus para o Gólgata (João 19,17-37), a crucificação(Lc 23,33-42), a deposição da cruz (Mc15,33-41), a sepultura (Mc 15,42-47).
Queria um artigo bem espiritual, que lançasse o leitor num mergulho rasante nas verdades de fé sobre a Gloriosa Virgem Maria. Porém, por mais que eu insistisse em ler os documentos marianos, os pronunciamentos papais, minha cabeça não deixava de pensar nos milhares de mortos na Síria. Meu coração se inclinou automaticamente para as milhares de “mães das dores”, que sofrem agora pela falta dos filhos que lhe foram ceifados.

PARTICIPE DO CERCO DE JERICÓ EM CAMOCIM

Torna-se cada vez mais comum as comunidades adoradoras fazerem o Cerco de Jericó. De que se trata?
Esta prática nasceu na Polônia. Consiste na oração incessante de Rosários, durante sete dias e seis noites, diante do Santíssimo Sacramento exposto.
De onde veio a inspiração paro o “Cerco de Jericó”?
No Antigo Testamento, depois da morte de Moisés, Deus escolheu Josué para conduzir o povo hebreu. Deus disse a Josué que atravessasse o Jordão com todo o povo e tomasse posse da Terra Prometida. A cidade de Jericó era uma fortaleza inexpugnável. Ao chegar junto às muralhas de Jericó, Josué ergueu os olhos e viu um Anjo, com uma espada na mão, que lhe deu ordens concretas e detalhadas. Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas: durante seis dias, os valentes guerreiros de Israel deram uma volta em torno da cidade. No sétimo dia, deram sete voltas. Durante a sétima volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó caíram… (cf. Js 6).
Confiando no poder da oração, a Renovação Carismática Católica de Camocim estará realizando o Cerco de Jericó. Serão sete dias de Adoração sem cessar ao Santíssimo Sacramento, que acontecerá na Capela da Santa Cruz (bairro do
Cruzeiro), tendo início no dia 16 de setembro às 8h e encerrando dia 22 às 17hs com o Grupo de Oração, onde estaremos rezando pelas seguintes intenções:
* Pelo V Congresso Paroquial da Renovação Carismática Católica de Camocim;
* Pela paz no mundo;
* Pela conversão dos pecadores;
* Pelas nossas famílias, casamentos, relacionamentos familiares, amor e harmonia nos lares;
* Pela saúde física, espiritual, emocional e psíquica;
* Pelo nosso trabalho, crescimento profissional, equilíbrio de nossa vida financeira e controle das dividas;
* Pela libertação espiritual e de todos os tipos de drogas e dependência química;
* Pela cura da nossa afetividade e sexualidade;
* Por nossas intenções particulares;
* Por todas as muralhas a serem derrubadas ...
Venha participar conosco!!! JESUS ESPERA POR VOCÊ!

HISTÓRIA DO CERCO DE JERICÓ

De 16 de Setembro a 22 de setembro ,acontecerá o cerco de jericó na capela do Cruzeiro. Serão 7 dias intensos de oração para quebrar as muralhas do inimigo.
Ainda não temos os nomes do padres que irão celebrar. Mas informaremos na sequência.
Participe!
 Saiba um pouco sobre a história do cerco de jericó com o professor Felipe Aquino:

 “No Antigo Testamento, depois da morte de Moisés, Deus escolheu Josué para conduzir o povo hebreu. Deus disse a Josué que atravessasse o Jordão com todo o povo e tomasse posse da Terra Prometida. A cidade de Jericó era uma fortaleza inexpugnável. Ao chegar junto às muralhas de Jericó, Josué ergueu os olhos e viu um Anjo, com uma espada na mão, que lhe deu ordens concretas e detalhadas.
   Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas: durante seis dias, os valentes guerreiros de Israel deram uma volta em torno da cidade. No sétimo dia, deram sete voltas. Durante a sétima volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó caíram… (cf. Js 6).
   O Santo Padre João Paulo II devia ir à Polônia a 8 de maio de 1979, para o 91º aniversário do martírio de Santo Estanislau, bispo de Cracóvia. Era a primeira vez que o Papa visitava o seu país, sob o regime comunista; era uma visita importantíssima e muito difícil. Aqui começaria a ruína do comunismo ateu e a queda do muro de Berlim.

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°