VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Centenas de jovens viveram a JMJ Rio 2013 em meio da guerra civil na Síria



A confusa guerra civil que aflige à população síria há vários anos não evitou que centenas de jovens cristãos celebrassem um encontro espiritual em sua terra para estar em comunhão com os milhões de católicos que participaram da recente Jornada Mundial da Juventude.

No último dia 28 de julho também 850 cristãos da cidade de Alepo se reuniram para celebrar um dia de oração em comunhão com os peregrinos que participaram em Copacabana junto com o Papa Francisco da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio 2013.

Conforme informou a agência vaticana Fides, os jovens pertenciam a todas as comunidades cristãs do país e o encontro serviu "custodiar juntos a esperança, apesar do sofrimento e da fadiga que marcam sua condição cotidiana".

Diferente do Brasil, 120.000 adultos se tornam católicos nos Estados Unidos a cada ano.


Fonte: religionenlibertad.com
Uns 120.000 adultos se tornam católicos nos Estados Unidos a cada ano: dois terços já eram batizados.
Texas, Flórida, Califórnia, Nova York ou Washington são algumas das zonas com mais convertidos ao catolicismo. Em geral, as zonas do sul tendem a crescer ao combinar uma igreja dinâmica com distintos tipos de emigração.
A arquidiocese texana de Galveston-Houston (5,6 milhões de habitantes; 1,1 milhão de católicos, 20%) batizou ou recebeu como novos católicos a quase 2.400 adultos na recente Vigília ou no Dia da Páscoa.
Sua vizinha, a arquidiocese de Santo Antônio (2,3 milhões de habitantes; 700.000 católicos; 30% da população) batizou ou recebeu a 1.165 adultos.
A cosmopolita arquidiocese de Nova York (5,7 milhões de habitantes; 2,6 milhões de católicos; 45%) batizou ou recebeu a 1.470 adultos.
Se somarmos estas três dioceses, com uma população combinada quatro vezes menor que a de França, vemos que batizam ou recebem a tantos convertidos adultos como todo o país gaulês (uns 5.000, entre batizados e retornados à fé através da confirmação adulta). Três dioceses equivalem a um país quatro vezes maior.

Conheça um dos grandes equívocos do ateísmo contemporâneo.


Alfredo Dinis
O maior drama do ateísmo não é a sua impossibilidade de demonstrar a inexistência de Deus, mas sim a de estar estruturalmente impedido de conseguir os seus objetivos: erradicar a religião. Porque das duas, uma: ou tece críticas inteligentes, objetivas e fundamentadas à religião, e nesse caso só pode ser benéfico para ela; ou as suas críticas não são nem inteligentes, nem objetivas, nem fundamentadas e, nesse caso, elas não ‘beliscam’ a religião. Isto aplica-se de modo particular ao cristianismo.
Os não crentes crêem que ao apontar continuamente os episódios negativos da história passada e presente do cristianismo, em particular da história da Igreja Católica, estão a contribuir para que a religião se revele como algo que, segundo os neo-ateus, ‘só faz mal’ e, assim, desapareça da face da Terra. Também neste caso a linguagem dos ateus não constitui um bom argumento contra a religião. Muito menos o fato de uma tal linguagem ser em geral agressiva e grosseira.
1. Os não crentes têm um particular gosto em apontar episódios negativos da história da Igreja Católica, sobretudo os que se referem à Inquisição, ao caso Galileu, e a episódios de violência ligados a querelas sobre questões doutrinais sobretudo nos primeiros séculos do cristianismo. Têm igualmente um gosto particular em apontar episódios de índole (i)moral, sobretudo os que se referem às autoridades da Igreja Católica, no passado como no presente. O equívoco está em pretenderem transformar episódios lamentáveis em argumentos contra a existência de Deus.

Vaticano financia 160 microprojetos na América Latina

Vaticano financia 160 microprojetos na América Latina
A Fundação Populorum Progressio do Pontifício Conselho Cor Unum, dedicado à caridade, inaugurou 160 “microprojetos” na América Latina para integrar os grupos mais desfavorecidos da população na sociedade.
A Populorum Progressio assiste em especial aos países da América Latina. Foi fundada pelo Beato João Paulo II em 13 de fevereiro de 1992, ano que coincidiu com o quinto centenário da evangelização do continente americano.
Dos projetos aprovados, 27 se realizarão na Colômbia, 22 no Brasil, 16 na Bolívia, 15 no Peru e o resto, na Argentina, Chile, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Republica Dominicana e Venezuela.
O subsecretário do Cor Unum, Dom Segundo Tejado Muñoz, explicou recentemente em uma entrevista com L’Osservatore Romano que trabalharam muito para promover o desenvolvimento das comunidades camponesas mais empobrecidas no continente, tanto indígenas como de etnia mista.

Pesquisadores fazem descoberta no estudo dos idiomas que pode confirmar narrativa bíblica da Torre de Babel

Pesquisadores fazem descoberta no estudo dos idiomas que pode confirmar narrativa bíblica da Torre de BabelA tentativa de construir um edifício que chegasse ao céu levou Deus a promover a confusão de língua, e assim, evitar que os homens prosseguissem em sua empreitada, segundo a narrativa de Gênesis.
De acordo com a Bíblia, até então todos os seres humanos falavam a mesma língua, e a partir do episódio chamado Torre de Babel, houve o surgimento de novos idiomas.
Um estudo de linguistas britânicos, coordenado pelo professor Mark Pagel, da Universidade de Reading, no Reino Unido, estaria no rumo de comprovar que um dia, a humanidade falou apenas um idioma. Pagel leciona Biologia Evolutiva, e apesar de não ser cristão, sua teoria de desenvolvimento da linguagem é baseada no conceito bíblico apresentado na história da Torre de Babel.
Segundo informações do site Patheos, o professor e sua equipe usaram um software especializado para determinar as mudanças em algumas palavras ao longo do tempo. A partir do resultado, chegaram a conclusão de que existe uma grande família de línguas que unificaria os sete grupos da Eurásia, identificado como o mais antigo.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Redescobrir a oração

A oração é um exercício fundamental na busca pela qualidade de vida. Nas indicações que não podem faltar, especialmente para a vida cristã, estão a prática e o cultivo disciplinado da oração. É um exercício que tem força incomparável em relação às diversas abordagens de autoajuda, como livros e DVDs, muito comuns na atualidade.
A crise existencial contemporânea, em particular na cultura ocidental, precisa redescobrir o caminho da oração para uma vida de qualidade. Equivocado é o entendimento que pensa a oração como prática exclusiva de devotos. A oração guarda uma dimensão essencial da vida cristã. Cultivar essa prática é um segredo fundamental para reconquistar a inteireza da própria vida e fecundar o sentido que a sustenta.
É muito oportuno incluir entre as diversificadas opiniões, junto aos variados assuntos discutidos cotidianamente, o que significa e o que se pode alcançar pelo caminho da oração. Perdê-la como força e não adotá-la como prática diária é abrir mão de uma alavanca com força para mover mundos. A fé cristã, por meio da teologia, tem por tradição abordar a importância da oração ao analisar a sua estrutura fundamental, seus elementos constitutivos, suas formas e os modos de sua experiência. Trata-se de uma importante ciência e de uma prática rica para fecundar a fé.

* … “Mas NÃO está escrito na Bíblia”. Como responder essa argumentação protestante?


Em síntese: A Revelação Divina é como um grão de mostarda que se vai abrindo no decorrer do tempo, de modo a explicitar homogeneamente o que se encontra implícito na Bíblia. Os teólogos e os Bispos vão aprofundando o significado das verdades seminalmente reveladas. São Paulo, aliás, falava da evolução do conhecimento infantil para o da idade adulta; cf. 1Cor 13, 11s.
No diálogo ecumênico ouve-se não raro o irmão protestante replicar: “Não está na Bíblia!”. Esta observação parece pôr termo final ao diálogo.
1. Uma fonte e dois canais
A única fonte de fé católica é a Palavra de Deus. Deus quis revelar-se aos homens, e o fez mediante dois canais: a via oral (também dita “Tradição ou Transmissão divino-apostólica”) e a via escrita (chamada “Bíblia”). A oral é anterior à escrita (Já que escrever era outrora uma arte difícil) e a acompanha servindo de referencial para o entendimento correto da Bíblia. O Senhor Jesus instituiu o magistério da Igreja, ao qual Ele assiste (cf. Mt 28, 18-20s) a fim de que seja o fiel porta-voz e intérprete da Palavra de Deus. É o que o Concílio do Vaticano II ensina nestes termos:

Todos os pronunciamentos do Papa no Brasil em coletânea

Todos os pronunciamentos do Papa no Brasil em coletânea
Nesta semana, as Edições Loyola publicarão o livro ‘Pronunciamentos do Papa Francisco no Brasil’. O volume vai reunir todos os discursos do Pontífice por ocasião da XXVIII Jornada Mundial da Juventude: desde o primeiro encontro com jornalistas durante o voo papal, no dia 22 de julho, até a cerimônia de despedida e o último discurso, no dia 28 de julho.

Segundo afirma Valéria Munhoz, Gestora de Marketing de Edições Loyola, “o principal objetivo do livro ‘Pronunciamentos do Papa Francisco no Brasil’ é registrar a visita histórica de Sua Santidade, além de permitir que suas palavras fiquem marcadas no coração e na memória de cada brasileiro que teve ou não a oportunidade de estar no evento”.

O livro, que é uma coedição com a editora Paulus, apresenta todos os ensinamentos deixados pelo Papa Francisco. Em 104 páginas e 20 pronunciamentos completos, são narrados desde o primeiro discurso, mais formal, às autoridades civis e militares, até as expressões mais simples, como “colocar mais água no feijão”.

Vendido por R$ 7,50, a coletânea já está disponível para reserva antecipada, pelo telefone: (11) 3385-8500 ou pelo e-mail : vendas@loyola.com.br


Fonte: Rádio Vaticana

Cientistas afirmam terem encontrado o código genético de Adão e Eva; Relatório divulgado confirma narrativa bíblica

Cientistas afirmam terem encontrado o código genético de Adão e Eva; Relatório divulgado confirma narrativa bíblicaAdão e Eva, os primeiros seres humanos criados por Deus segundo a Bíblia, podem ter sido encontrados por cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.
A informação de que os geneticistas liderados pelo pesquisador David Poznik teriam descoberto o código genético dos primeiros seres humanos foi divulgada recentemente pela revista Science, especializada em pesquisas científicas.
O método científico usado pelo grupo de pesquisa foi analisar o DNA de 69 pessoas diferentes, de diversas partes do mundo. A partir do estudo nesses dados, descobriu-se denominadores comuns no genoma, que pertenceriam ao que eles chamaram de “pais da humanidade”.
O estudo levou em conta o princípio científico de que homens de diferentes partes do mundo possuem mutações genéticas específicas, como por exemplo os índios da América, que possuem certas características em seu DNA que não existem em pessoas de outros lugares do planeta.
A partir daí, a análise excluiu as particularidades e conseguiu determinar o código genético base que é compartilhado por todos os grupos analisados. Através de uma espécie de marcadores de tempo existentes no genoma humano, os cientistas explicaram que é possível determinar a distância temporal entre a origem e o acúmulo de mutações genéticas.
Os pesquisadores estimam que Adão e Eva tenha vivido na África, entre 120 e 156 mil anos atrás e 100 e 148 mil anos, respectivamente. A pesquisa, embora esbarre na narrativa de tempo bíblica, reforça os relatos do Gênesis, de que Deus teria criado Adão e posteriormente Eva.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Agosto: mês vocacional: Jeus nunca deixa ninguém sozinho

O presidente da CNBB e arcebispo de Aparecida (SP), cardeal Raymundo Damasceno Assis, publicou um artigo em que apresenta uma reflexão sobre o mês vocacional, celebrado pela Igreja no Brasil em agosto. No texto, ele parte da vocação fundamental de cada cristão à santidade, “que recebemos no dia em que fomos batizados”.
A seguir, a íntegra do texto:

Agosto: mês vocacional
No Brasil o mês de agosto é sempre uma oportunidade para que possamos refletir sobre o chamado que Deus nos faz para vivermos de um modo mais concreto a nossa vocação à santidade, que recebemos no dia em que fomos batizados.
Na primeira semana, lembramos a vocação sacerdotal, refletimos sobre a sua importância para a Igreja e rezamos ao Senhor da messe para que envie operários, de modo que não faltem padres para cuidar das mais diversas comunidades espalhadas pelo Brasil.

Vocação à Família

Vocação é um chamado. Exige uma resposta. Na vida cristã, a vocação à família é um dom inestimável. A família é o berço de todas as outras vocações. A família é o lugar onde se desenvolvem nos seres humanos os seus relacionamentos mais significativos e especiais. É instituição divina desde a criação do mundo. "Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá a sua mulher e os dois já não serão mais duas, mas uma só carne". A união entre o homem e a mulher é fundamental e querida por Deus. Os filhos são a bênção do casamento, que trás em seu bojo os sinais da fidelidade, da fecundidade e da eternidade.
Os sagrados laços do matrimônio despertam no homem e na mulher a vocação ao amor, dada por Deus mesmo a todo ser humano. Ele que é amor nos mandou amar como Ele mesmo. Criados à sua imagem e semelhança não poderia, de fato, ser diferente. O parágrafo 1604 do Catecismo da Igreja Católica chama nossa atenção para este dado importante do amor: "Deus que criou o homem por amor, também o chamou para o amor, vocação fundamental e inata do ser humano. Pois o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus, que é amor. Tendo-os Deus criado homem e mulher, seu amor mútuo se torna uma imagem do amor absoluto e indefectível de Deus pelo homem. Esse amor é bom, muito bom, aos olhos do criador, que é amor. E esse amor abençoado por Deus é destinado a ser fecundo e a realizar-se na obra comum de preservação da criação: "Deus os abençoou e disse: sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a” (Gn 1,28)".

Papa Francisco: Os jovens não seguem o Papa, seguem Jesus Cristo

Em suas palavras prévias à oração do Ângelus, ante a multidão de fiéis reunidos na Praça de São Pedro, o Papa Francisco recordou a "maravilhosa etapa" vivida durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Rio de Janeiro (Brasil), e assegurou que "os jovens não seguem o Papa, seguem Jesus Cristo, levando sua Cruz".

"Domingo passado eu estava no Rio de Janeiro. Concluía-se a Santa Missa e a Jornada Mundial da Juventude. Penso que devemos todos juntos agradecer ao Senhor pelo grande dom que foi este acontecimento para o Brasil, para a América Latina e para o mundo inteiro".

O Santo Padre assinalou que a JMJ "foi uma nova etapa na peregrinação dos jovens através dos continentes com a Cruz de Cristo".

"Não devemos nunca esquecer que as Jornadas Mundiais da Juventude não são "fogos de artifício", momentos de entusiasmo com fins em si mesmos; são etapas de um longo caminho, iniciado em 1985, por iniciativa do Papa João Paulo II".

Quinze anos tentando converter ao luteranismo sua mulher católica… e no final o convertido é ele.



Fonte: religionenlibertad.com

“Por que eu sou católico? Bem, a verdade é que nunca foi a minha intenção, mas eu sempre digo às pessoas que o Espírito Santo tem um grande senso de humor … e eu sou a prova”.
Quem fala é Ron Doub, que foi luterano toda sua vida até que se converteu ao catolicismo na Páscoa de 2004. O “humor” do assunto é que ele levava desde 1989, ano de seu matrimônio com a católica Theresa, tentando que fosse ela que abandonasse a Igreja.
Ron mudou de trabalho: deixou sua profissão como programador de computador e informática para organizar peregrinações à santuários dos Estados Unidos e de todo o mundo, e evangelizar com eles. É membro da Legião de Maria, de um grupo de homens católicos da paróquia de Santa Maria em Haberstown (Maryland, Estados Unidos) e ativo difusor dos programas missionários de EWTN, a cadeia de televisão da Madre Angélica. Que, como veremos, teve algo a ver em sua conversão.
Filho de uma pastora luterana
Ron conta a ‘Why I am catholic’(Porque sou católico)? que seus pais eram membros ativos da igreja luterana, tanto que ao morrer seu pai, sua mãe se ordenou como pastora luterana em 1985. Ele seguia seus passos, e seu compromisso lhe levou a liderar durante dois anos a organização juvenil ‘Liga de Lutero’.
Posteriormente, depois de concluir a universidade e começar sua vida adulta, abandonou um pouco a prática e não ia ao templo com frequência. Conheceu Theresa, católica mas não praticante, e se casaram na igreja luterana. Durante anos iam juntos aos templos dessa confissão.

Igreja Universal irá processar irmãos que fizeram o “trote da bunda” no Fala Que Eu Te Escuto; Dupla esteve no Pânico na Band.

Igreja Universal irá processar irmãos que fizeram o “trote da bunda” no Fala Que Eu Te Escuto; Dupla esteve no Pânico na Band. Assista
Os irmãos Enzo e Grazielle Consentini, que ficaram nacionalmente conhecidos depois do “trote da bunda” no Fala Que Eu Te Escuto, serão ser processados pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).
De acordo com informações do site Na Telinha, o bispo Clodomir Santos teria dito que o trote durante o programa transmitido pela TV Record não passará impune.
Numa edição seguinte ao trote, Clodomir levou um advogado ao programa para falar sobre quais processos serão abertos: “Exposição ao ridículo de uma emissora de grande abrangência, além de dano moral e material, que pode acarretar em três meses a um ano de prisão”.
Segundo o bispo, a mãe dos adolescentes teria reprovado a atitude dos filhos: “Ela, inclusive, estaria desgostosa com tal situação”, disse Clodomir.
Ainda durante o Fala Que Eu Te Escuto, o bispo Antônio Bulhões, convidado para o programa, criticou a educação dada aos irmãos por seus pais. “A menina não deve ter tido uma educação adequada, os pais não devem ter dado a atenção necessária para ela, tanto que ela é intelectualmente incapaz de pensar seriamente”, atacou.

domingo, 4 de agosto de 2013

04 DE AGOSTO: DIA DO PADRE, NOSSA HOMENAGEM!



Foi Deus quem  deu a graça de seres quem tu és!
Deixar tudo para se entregar a serviço de Deus, é a mais bela resposta de amor que alguém pode dar ao amor Daquele que morreu por nós, o sacerdote Maior: Nosso Senhor Jesus Cristo!
Ao entregar-se nas mãos de Deus, como instrumento, para ser usado por Ele, como e onde Ele quiser, o padre se faz o próprio Cristo, que entregou a sua vida por amor ao que é do Pai!
Somente quem se esvazia de si mesmo, numa entrega total a Deus, é capaz de realizar tantos feitos como celebrar a Eucaristia, pregar o Evangelho, acolher os pecadores, orientar e acompanhar como somente um pai sabe fazer.
Sei que a missão do sacerdote é árdua, mas sei também que a alegria do servir é maior do que todos os desafios!
Não podemos esquecer que o padre precisa de nós, tanto quanto nós precisamos dele, pois tornamos a sua própria família! O padre precisa do nosso apoio, da nossa colaboração, compreensão, do nosso amor, da nossa amizade, nosso carinho e principalmente das nossas orações!

COMENTARIO DO EVANGELHO DE DOMINGO





Ajuntar riquezas ou... ser rico para Deus? - Lc 12,13-21

Alguém do meio da multidão disse a Jesus: “Mestre, dize ao meu irmão que reparta a herança comigo”. Ele respondeu: “Homem, quem me encarregou de ser juiz ou árbitro entre vós?” E disse-lhes: “Atenção! Guardai-vos de todo tipo de ganância, pois mesmo que se tenha muitas coisas, a vida não consiste na abundância de bens”. E contou-lhes uma parábola: “A terra de um homem rico deu uma grande colheita. Ele pensava consigo mesmo: ‘Que vou fazer? Não tenho onde guardar minha colheita’. Então resolveu: ‘Já sei o que fazer! Vou derrubar meus celeiros e construir maiores; neles vou guardar todo o meu trigo, junto com os meus bens. Então poderei dizer a mim mesmo: Meu caro, tens uma boa reserva para muitos anos. Descansa, come, bebe, goza a vida!’ Mas Deus lhe diz: ‘Tolo! Ainda nesta noite, tua vida te será tirada. E para quem ficará o que acumulaste?’ Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo, mas não se torna rico diante de Deus”.

A falta de diálogo

Muitas vezes, e com relativa frequência, o editor da Bíblia vernácula atribui títulos às perícopes, ou unidades literárias, que não só não ajudam como induzem o leitor a erro de interpretação. É bem o caso do trecho do evangelho deste domingo.
Geralmente, esta parábola tem sido intitulada “Parábola do rico insensato”. A palavra “insensato” só aparece no v. 20; ademais, seria empobrecer a mensagem da parábola pensar que o problema do personagem consiste unicamente na acumulação de bens e numa maneira de possuir mais, totalmente estranha à fé em Deus. A parábola tem alcance muito maior. O verbo “dizer” é repetido várias vezes (vv. 17.18.19), num monólogo do personagem único, solitário e sem próximo. Esta observação, e se é necessário, pode nos levar a intitular a parábola deste modo: “O esquecimento fatal do diálogo”.
Esquecimento do diálogo com Deus, no que concerne ao rico proprietário (vv. 16ss), e do diálogo entre os dois irmãos acerca da partilha dos bens (vv. 13-14). O v. 15 faz a transição entre o pedido de arbitragem de um dos irmãos e a parábola.
A palavra traduzida por “ganância”, no v. 15, em grego exprime uma vontade de ter superioridade, um desejo de poder: “... pois mesmo que se tenha muitas coisas, a vida não consiste na abundância de bens” (v. 15).

A síndrome de Adão e Eva


A palavra síndrome vem do grego sundrome, que significa reunião. Costumeiramente chamamos de síndrome o conjunto de sinais e sintomas que caracterizam determinada condição ou situação, geralmente relacionados a uma doença. Algumas síndromes são bastante conhecidas, como por exemplo, a síndrome de Down ou síndrome de Estocolmo.
A síndrome de Adão e Eva (ainda que o termo possa estar distorcido aqui) tem sua origem nos relatos do pecado original, narrados no livro de Gênesis, no capítulo 3, onde, após romperem o pacto feito com Deus, Adão e Eva são interpelados por Ele a respeito do que acabara de ocorrer.
À pergunta de Deus se Adão havia comido do fruto proibido responde ele: A mulher que pusestes ao meu lado apresentou-me deste fruto, e eu comi. (Gn 3, 12) Em seguida, respondendo a pergunta de Deus do por que teria Eva feito tal coisa, ela responde: A serpente enganou-me e eu comi. (Gn 3, 13)
Creio que esteja ficando claro o que quero dizer com síndrome de Adão e Eva. Esta síndrome faz com que o sindrômico não assuma os seus erros, as suas falhas, as suas ações negativas e procure repassar a outro a culpabilidade do seu ato.

Dioceses da Úmbria preparam-se à visita do Papa

É movimentado o programa das iniciativas que envolvem Assis e toda a Úmbria, devido à festa de São Francisco no próximo 4 de outubro, que contará ainda com a presença do Papa. O primeiro compromisso importante foi já realizado na noite do dia 1º de agosto, por ocasião da festa do Perdão de Assis. O encontro “Família: o perdão é o carinho de Deus” ocorreu na Basílica de Santa Maria dos Anjos, onde casais podiam renovar suas promessas matrimoniais e escutar alguns testemunhos.

De 31 de agosto a 3 de setembro, por ocasião da VIII Jornada Nacional para a Salvaguarda da Criação 2013, haverá a quinta edição da peregrinação a pé de Assis a Gúbio: “O Caminho de Francisco”. Também faz parte da programação a XXXIV edição da Cavalgada local, que envolve dioceses, pastorais e santuários da região Úmbria.

Arcebispado investiga possível milagre Eucarístico em Guadalajara

O Vigário Geral da Arquidiocese de Guadalajara (México), Monsenhor Ramiro Valdés Sánchez, informou que a Arquidiocese investiga o possível milagre Eucarístico que teria ocorrido em 24 de julho na paróquia Maria Mãe da Igreja localizada na colônia Jardins da Paz; enquanto isso, a hóstia consagrada não voltará a ser exposta.

Mons. Valdés Sánchez foi instruído pelo Arcebispo de Guadalajara, Cardeal José Francisco Robles Ortega, para que encabece a correspondente investigação.

O fato

O Pe. José Dolores Castellanos Gudiño, pároco da igreja, disse que em 24 de julho, enquanto fazia sua oração ajoelhado diante do Santíssimo, viu um brilho e escutou uma voz que lhe disse: "Toque os sinos para que venham todos, derramarei benções aos que estejam presente e todo o dia. Pega o teu pequeno sacrário de adoração particular e leva-o ao altar da paróquia, coloca também junto ao pequeno sacrário a custódia grande, não abra o Sacrário até as três da tarde, não antes, farei um milagre na Eucaristia, o milagre que se realizará será chamado o 'Milagre da Eucaristia na Encarnação do Amor junto com nossa Mãe e Senhora'... Depois lhe disse que o transmitisse a seus apóstolos (os sacerdotes) para que lhes servisse em sua conversão e que encheria de bênções a todas as almas.

JMJ 2016 em Cracóvia já tem site

A Arquidiocese de Cracóvia criou, em tempo recorde, um site oficial para a próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que será realizada em 2016, na Polônia. O Papa Francisco anunciou no último domingo, dia 28, durante a missa de encerramento da JMJ, em Copacabana, que a próxima edição do encontro mundial de jovens católicos será em Cracóvia.

O site é www.krakow2016.com.

O Cardeal-arcebispo de Cracóvia, Stanislaw Dziwisz, comemorou o anúncio: "Recebi com grande alegria a notícia de que a próxima Jornada Mundial da Juventude ocorrerá na Polônia, em 2016", disse Dom Dziwisz, ex-secretário particular do Papa João Paulo II.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
por
Rádio Vaticano

CNBB emite nota oficial onde “lamenta” sanção pela Presidente Dilma de Lei que “Facilita a prática do aborto”



A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) publicou no final da tarde desta sexta-feira, 2 de agosto, uma nota oficial sobre a sanção da lei 12.845/2013.
No texto, os bispos lamentam que o Artigo 2º e os incisos IV e VII do Artigo 3º da referida lei não tenham sido vetados pela Presidente da República, conforme pedido de várias entidades.
De acordo com a CNBB, a “nova lei foi aprovada pelo Congresso com rápida tramitação, sem o adequado e necessário debate parlamentar e público, como o exige a natureza grave e complexa da matéria”.
A seguir, a íntegra da nota:
Brasília, 02 de agosto de 2013 P – N – Nº 0453/13
NOTA DA CNBB SOBRE A SANÇÃO DA LEI 12.845/2013
Ao reconhecer a importância e a necessidade da lei que garante o atendimento obrigatório e integral de pessoas em situação de violência sexual (Lei 12.845/2013), sancionada pela Presidente da República, nesta quinta-feira, 1º de agosto de 2013, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB lamenta profundamente que o Artigo 2º e os incisos IV e VII do Artigo 3º da referida lei não tenham sido vetados pela Presidente da República, conforme pedido de várias entidades.

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°