VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

sábado, 23 de março de 2013

Histórico encontro entre Papa Francisco e Bento XVI: "Somos irmãos"



O Papa Francisco encontrou-se neste sábado, 23, pela primeira vez com seu predecessor, o Papa emérito, Bento XVI, em Castel Gandolfo, nas proximidades de Roma.

Ao meio-dia Francisco se dirigiu de helicóptero à pequena cidade para o encontro com o Papa emérito onde almoçaram juntos num fato sem precedentes na história da Igreja.



Após um voo de 20 minutos o Papa Francisco aterrissou no heliporto das Vilas Pontifícias de Castel Gandolfo, acolhido pelo Papa emérito Bento XVI. Presentes também o Bispo de Albano, Dom Marcello Semeraro e Saverio Petrillo, Diretor das Vilas Pontifícias e Dom Georg Gänswein. Papa Francisco e Bento XVI utilizaram o mesmo automóvel para chegar até a Residência Pontifícia.

Com o papa Francisco, cada dia é uma surpresa



A sala de imprensa do Vaticano parecia vazia durante o dia de hoje. A maioria das equipes de TV e dos jornalistas de todas as partes do mundo já partiram de Roma. Depois de um mês de surpresas, da renúncia do papa Bento XVI até a eleição do novo papa Francisco, parece prevalecer agora um grande desejo de normalidade.
Mas o papa Francisco é extremamente dinâmico e seu pontificado promete mudanças diárias, capazes de causar surpresas contínuas.
Ontem, o Santo Padre pediu que fosse reduzido o espaço do apartamento papal, grande demais para as suas necessidades. "Aqui cabem 300 pessoas", teria dito ele.
Em linha com a sobriedade e a obra de serviço do "servo dos servos", Francisco recebeu os representantes das Igrejas irmãs sentado em uma cadeira simples, depois de mandar retirar o trono.
Ele continua a usar sapatos pretos, que teriam recebido de uma viúva como lembrança do marido falecido. Para a cerimônia de Quinta-feira Santa, que prevê o lava-pés realizado pelo papa, Francisco celebrará a missa no presídio do Instituto Penitencial para Menores de Casal di Marmo. O sucessor de Pedro lavará os pés dos jovens detidos. Visitar as prisões e lavar os pés dos prisioneiros é uma prática que o cardeal Bergoglio já adotava na Quinta-Feira Santaem Buenos Aires.

Ministro da Pesca Marcelo Crivella afirma que o PT ajuda os pobres a dar mais dízimo, e que por isso pastores deveriam aplaudi-lo

Ministro da Pesca Marcelo Crivella afirma que o PT ajuda os pobres a dar mais dízimo, e que por isso pastores deveriam aplaudi-lo
Falando sobre os programas sociais adotados pelo PT no governo federal, durante um evento para pastores evangélicos na última sexta feira (22), o ministro da Pesca Marcelo Crivella (PRB) afirmou que os avanços da economia brasileira proporcionado por tais projetos impactou diretamente no crescimento das igrejas evangélicas no país.
- A nossa presidenta e o presidente Lula fizeram a gente crescer porque apoiaram os pobres. E o que nos sustenta são dízimos e ofertas de pessoas simples e humildes – afirmou Crivella, de acordo com a Agência Estado, ressaltando que as políticas públicas voltadas para a população mais pobre permitiram uma arrecadação maior do dízimo.
- Com a presidenta Dilma, os juros baixaram. Quem paga juros é pobre. Com menos juros, mais dízimo e mais oferta – completou o ministro, que é bispo licenciado da Igreja Universal.
As afirmações de Crivella foram feitas durante a Convenção Nacional das Assembleias de Deus, que reuniu dirigentes e líderes religiosos para traçar as diretrizes da igreja evangélica para os próximos quatro anos. Ao lado do ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência), que discursou como representante de Dilma, Marcelo Crivella disse ainda que os pastores evangélicos devem aplaudir a presidente Dilma e seu antecessor, Lula, pelos programas sociais.
- A presidenta Dilma disse: não vamos mais explorar o povo. E quando sobra mais dinheiro, o povo evangélico não é o povo que vai para a butique pra comprar roupa de marca. Sabe o que o povo faz? Ele vai mais na igreja, porque tem condições de pagar o metrô e o trem. Ele dá mais oferta, mais dízimo, faz mais caridade. Então nós temos que aplaudir a presidenta Dilma – ressaltou o político e líder religioso.

Política e fé se tocam! O discurso do Papa Bento que fez o PT tremer em 2010.

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
AOS PRELADOS DA CONFERÊNCIA NACIONAL
DOS BISPOS DO BRASIL (REGIONAL NORDESTE V)
EM VISITA «AD LIMINA APOSTOLORUM»
Quinta-feira, 28 de Outubro de 2010 (antes das eleições presidenciais)
Amados Irmãos no Episcopado,
«Para vós, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo» (2 Cor1, 2). Desejo antes de mais nada agradecer a Deus pelo vosso zelo e dedicação a Cristo e à sua Igreja que cresce no Regional Nordeste 5. Lendo os vossos relatórios, pude dar-me conta dos problemas de caráter religioso e pastoral, além de humano e social, com que deveis medir-vos diariamente. O quadro geral tem as suas sombras, mas tem também sinais de esperança, como Dom Xavier Gilles acaba de referir na saudação que me dirigiu, dando livre curso aos sentimentos de todos vós e do vosso povo.
Como sabeis, nos sucessivos encontros com os diversos Regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, tenho sublinhado diferentes âmbitos e respectivos agentes do multiforme serviço evangelizador e pastoral da Igreja na vossa grande Nação; hoje, gostaria de falar-vos de como a Igreja, na sua missão de fecundar e fermentar a sociedade humana com o Evangelho, ensina ao homem a sua dignidade de filho de Deus e a sua vocação à união com todos os homens, das quais decorrem as exigências da justiça e da paz social, conforme à sabedoria divina.

sexta-feira, 22 de março de 2013

Quem é Verônica a mulher que limpou o rosto de Jesus ?

© PFARRKIRCHEN STIFTUNG ST. LAMBERT SEEON
A paixão de Cristo è um acontecimento que mudou nossas vidas e dela existem 4 versões na Bíblia, nos 4 evangelhos. Além dessas versões existem outros particulares que julgamos ser verdadeiros, mas não nos foram transmitidos pelos evangelhos, porém pela tradição, especialmente os apócrifos. Nesse contexto podemos inserir as várias caídas de Jesus enquanto carregava a cruz, os nomes dos dois ladrões crucificados com Jesus, Dimas e Jesmas e a Verônica, a mulher que se infiltra no meio dos soldados e enxuga, com uma toalha, o rosto de Jesus. A tradição diz que na toalha ficou imprimida o rosto de Cristo.

O nome de Verônica aparece pela primeira vez no apócrifo “Atos de Pilatos”, capítulo 7, e diz que è a mulher chamada Bernike, em grego, Verônica em latim, que implorou que Jesus lhe curasse. Enquanto Jesus passava conseguiu tocar-lhe o manto e foi curada (Lucas 8,43-48).

Santa Catarina de Gênova, (+1510)




                Santa Catarina de Gênova era da ilustre família dos Flisci, seculares rivais dos Adurni. Era muito frequente nas cidades italianas a luta até à morte de duas famílias para obter a supremacia da cidade. Até em Roma sucedia o mesmo com a tiara pontifícia no século X, o século obscuro do pontificado, entre os Túsculos e os Crescêncios. Ainda hoje continuam as famílias rivais dos mafiosos. Foi famoso o caso de Romeu e Julieta, que acabou por reconciliar Montescos e Capuletos.
                O mesmo aconteceu no nosso caso. Os Flisci e os Adurni lutavam há séculos pela supremacia da cidade de Gênova. Cansados de sangue, procuraram a reconciliação, sacrificando para isso Catarina. Casaram-na aos dezesseis anos, por conveniência, sem qualquer vocação para o matrimônio.
                Foi uma triste etapa da sua vida. Eram dois temperamentos muito diferentes. Catarina Flisci era doce, sensível, concentrada, piedosa. O seu marido era um Adurni duro, violento, mundano, debochado. Não se podiam entender. Ele queixava-se de que o tinham casado com uma freira; ela de que a tinham unido a um bruto. Ele sentia-se bem na política, em aventuras, em malbaratar a fortuna nos jogos. Ela, retirada em casa, mitigava a sua dor com livros piedosos.
                Alguns avisaram Catarina de que ela era a culpada da situação. Que se adornasse, saísse com o seu marido e ganhá-lo-ia. Catarina deu-lhes ouvidos. Vestiu as melhores galas e começou a frequentar os salões da alta sociedade. Como era bela, graciosa e de bom talento, ganhou a simpatia de todos. O seu marido estava orgulhoso dela.

Band quer R$ 10 milhões por mês do missionário R. R. Soares e tira Show da Fé do ar em alguns estados

Band quer R$ 10 milhões por mês do missionário R. R. Soares e tira Show da Fé do ar em alguns estados
O programa Show da Fé, da Igreja Internacional da Graça de Deus (IIGD) poderá sair do horário nobre da Band, caso o missionário R. R. Soares não aceite pagar R$ 10 milhões mensalmente.
A renovação de contrato está próxima, e a direção da emissora cogita não renovar o contrato, pois o programa de R. R. derruba a audiência da emissora para menos de um ponto no Ibope. Cada ponto equivale a 54 mil televisores na Região Metropolitana de São Paulo, por exemplo.
De acordo com informações da coluna Ooops!, do Uol, atualmente Soares paga mensalmente R$ 8 milhões. Até 2008 os valores eram de aproximadamente de R$ 4 milhões mensais.
O jornalista Ricardo Feltrin citou ainda que o apóstolo Valdemiro Santiago estaria interessado no horário atualmente ocupado pela Igreja da Graça. A Igreja Mundial do Poder de Deus já loca as madrugadas da Band e arrenda o canal Rede 21.
De acordo com o site do jornal O Globo, a decisão da emissora em não renovar com R. R. Soares pode ser notada com a exclusão do Show da Fé na grade de algumas emissoras afiliadas da Band. Segundo a nota, nos estados do Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Roraima e Rondônia, a emissora está transmitindo o desenho Cavaleiros do Zodíaco, num bloco chamado Show de Desenhos, que apresenta ainda as animações Gamba Kung Fu e Angelo.

Fernandinho Beira-Mar cursa faculdade de teologia no presídio federal de Catanduvas; Mensalidade será paga por Igreja Batista

Fernandinho Beira-Mar cursa faculdade de teologia no presídio federal de Catanduvas; Mensalidade será paga por Igreja BatistaTido como um dos maiores traficantes do Brasil, Luiz Fernando da Costa, conhecido como Fernandinho Beira-Mar, começou a cursar teologia no presídio federal de segurança máxima em Catanduvas, no Paraná, onde cumpre pena atualmente.
O curso de teologia que Beira-Mar está frequentando é ministrado pela Faculdade Teológica Batista do Paraná (FTBP) e será pago pela Igreja Batista do Bacacheri, em Curitiba. A mensalidade custa R$ 242,00.
O pastor da igreja, Luiz Magalhães, é capelão do presídio e ministra cultos no local. Segundo a Folha de S. Paulo, Beira-Mar demonstrou interesse em estudar teologia após participar de um desses cultos.
O professor Jaziel Guerreiro Martins, diretor da faculdade, disse que Beira-Mar passou a fazer questionamentos ao pastor Magalhães sobre a fé, e revelou seu desejo de conhecer a religião “mais a fundo”.
-Existe algo dentro dele que o está levando para mais perto de Deus – afirmou o professor Martins, que classificou como “quase impossível” um criminoso como Beira-Mar demonstrar desejo de pagar pelos crimes cometidos e sanar suas questões com a justiça, se não for por um “mover de Deus”.

Papa Francisco vai lavar os pés de detentos em missa pré-Páscoa realizada em centro de detenção

Papa Francisco vai lavar os pés de detentos em missa pré-Páscoa realizada em centro de detenção
Na próxima quinta feira o papa Francisco vai celebrar a tradicional missa com lavagem de pés, que antecede a Páscoa, em um centro de detenção juvenil em Roma, chamado Casal del Marmo. A decisão do novo papa quebra o tradicional molde da missa pré-Páscoa, que normalmente é realizada na Basílica de São Pedro ou na Igreja de São João de Latrão, que é a igreja do Papa na sua qualidade de bispo de Roma.
O papa, que já está sendo chamado de “o papa imprevisível”, por causa da sua espontaneidade, vai lavar e beijar os pés de 12 presos durante a missa, em um gesto que comemora humildade de Jesus para com seus discípulos, antes da Última Ceia, na noite antes de ser crucificado.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Consciência, misericórdia e julgamento



Maria Emmir Oquendo Nogueira

Faz algum tempo que tenho “matutado” sobre a consciência e sobre o velho e utilíssimo “exame de consciência”. A bem da verdade, ainda não consigo me satisfazer com a expressão mais moderna: “revisão de vida”. Para mim, revisão de vida remete mais a atos exteriores, a pecados que fazemos, enquanto o exame de consciência diz mais respeito àquilo que temos enraizado em nós e é a fonte de todo pecado. Como Davi canta no salmo 50 “minha mãe me concebeu na culpa, à minha frente está sempre o meu pecado”.


Quando medito sobre o sentido da palavra “consciência” do ponto de vista da antropologia teológica, que ensina ser a consciência aquela área na qual o homem e Deus compartilham a ciência, isto é, o conhecimento da vontade de Deus, aí é que resisto mais à substituição do velho “exame de consciência” pela “revisão de vida”. Não que este termo seja inadequado, pois a Igreja o utiliza largamente, mas porque penso que examinar a própria consciência é encontrar-se com o Deus Vivo e partilhar com Ele a vivência de sua Vontade na nossa vida. Tudo o que não corresponder a esta vontade deve ser banido, desenraizado do meu ser, independentemente de já ter sido expresso como pecado em pensamentos, palavras, atos ou omissões.
Cabe aos formadores - dos pais e professores ao formador comunitário e pessoal – o papel imprescindível de formar a consciência dos seus filhos e formandos. Isso é: ensinar-lhes a moral da Igreja, ajudá-los a distinguir entre o que é bem e o que é mal aos olhos de Deus e a levar sua vontade ao pleno cumprimento em uma profunda coerência entre sua vida interior e exterior. Quando a consciência não é bem formada, as pessoas sequer “enxergam” o que é pecado e raiz de pecado em sua vida.

Santo Padre a diáconos: Sejam servidores de Cristo e não funcionários


O Papa Francisco enviou uma mensagem escrita com seu punho e letra para ser lida durante a ordenação diaconal de seis seminaristas no último sábado em Buenos Aires (Argentina), exortando-os a não ser "diáconos de aluguel", mas servidores de Cristo e do próximo.
"Com quanta alegria estaria hoje entre vocês! Entretanto, tenham a certeza de que espiritualmente estou ai", expressou o hoje Papa e anteriormente Arcebispo de Buenos Aires, na carta enviada via fax ao administrador diocesano, Dom Joaquín Sucunza, para que seja lida na cerimônia realizada no templo paroquial de São Bento Abade.
"Acabam de receber o diaconato e manifestar publicamente sua vocação de serviço. e isto não só por um tempo, mas para toda a vida. Que a existência sacerdotal de vocês seja serviço: serviço a Jesus Cristo, serviço à Igreja, serviço aos irmãos, especialmente aos mais pobres e necessitados", assinalou o Santo Padre.
Nesse sentido, o Papa Francisco os exortou a não ser "'diáconos de aluguel' nem funcionários. A Igreja não é uma ONG. Que no serviço entreguem suas vidas".

Novo estudo confirma efeito abortivo da pílula do dia seguinte

O cientista espanhol Emilio Jesús Alegre del Rey apresentou em Paris, com ocasião do Congresso Europeu de Farmácia Hospitalar, realizado do 13 ao 15 de março, uma rigorosa investigação sobre a pílula do dia seguinte (PDS), confirmando seu caráter abortivo.
Em seu Relatório sobre a pílula do dia seguinte, Alegre del Rey, farmacêutico especialista em Farmácia Hospitalar, concluiu que "a disponibilidade da PDS atenta contra a vida dos embriões ainda não implantados, supõe riscos para as usuárias, carece de benefícios em termos de redução da taxa de gravidez imprevista e aborto provocado, e ocasiona um gasto supérfluo".
O farmacêutico assinalou que "parece muito provável que a PDS atue parcialmente mediante mecanismos pós-fecundação que dariam conta, ao menos, de 30% -e possivelmente, de 50%- de seu efeito na diminuição das gravidez confirmadas".
"A negação do efeito pós-fecundação (abortivo) carece atualmente de base científica relevante e não é consistente com a melhor evidencia clínica disponível", assinalou.

quarta-feira, 20 de março de 2013

[Fortaleza] - Comunidade Shalom prepara Espetáculo e Retiro de Semana Santa



[comshalom.org] - Fortaleza - Acontecerá mais uma edição do espetáculo “A Paixão de Cristo” em exibição única e gratuita na quarta-feira, dia 27, às 19h, no Paulo Sarasate.


A Semana Santa é a data mais importante para os cristãos. Com o objetivo de aprofundar a experiência no mistério de Cristo em sua paixão, morte, sepultamento e ressurreição a Comunidade Católica Shalom promove mais uma vez o espetáculo “A Paixão de Cristo” e o Retiro de Semana Santa em sintonia com os Atos Litúrgicos da Catedral Metropolitana de Fortaleza.

O espetáculo “A Paixão de Cristo” será realizado em única exibição na quarta-feira, dia 27, às 19h, no ginásio poliesportivo Paulo Sarasate. A entrada é gratuita e as vagas serão preenchidas por ordem de chegada. “Ano passado apresentamos o espetáculo pela primeira vez em Fortaleza e o público compareceu em massa. “A Paixão de Cristo” proporciona uma experiência inesquecível com o amor capaz de doar-se por inteiro até o fim pelo próximo”, descreve Tobias Cortez, coordenador de divulgação da atividade.

De quinta (28) a domingo (31), também no ginásio Paulo Sarasate, o Shalom realiza o Retiro de Semana Santa. Na quinta, sábado e domingo o Retiro tem início às 14h. Na sexta-feira começa às 8 da manhã. “O Retiro é uma oportunidade de aprofundar o mistério de Cristo vivido a cada dia na Semana Santa como a instituição da eucaristia (quinta), sua paixão e morte na Cruz (sexta), descida aos infernos (sábado) e ressurreição (domingo)”, garante Pe. Silvio Scopel, responsável pela ação evangelizadora da Comunidade Católica Shalom, em Fortaleza.

Agenda Papal de Bento XVI será seguida pelo Papa Francisco


O Papa Francisco seguirá a agenda de compromissos de Bento XVI. Dentre as datas agendadas, a mais importante é a viagem do Pontífice ao Brasil em julho deste ano para participar da Jornada Mundial da Juventude (JMJ).
Está previsto que ele chegue ao Brasil no dia 22 de julho e se despedirá do país no domingo, 28. O Santo Padre ainda não decidiu se visitará outros países da América Latina, mas são candidatas as seguintes nações: Argentina, Colômbia, México e Panamá.
No dia 12 de maio serão canonizados mais de 800 novos santos. São os 800 mártires de Otranto (Itália) assassinados por ódio à fé no ano de 1480; além dos mártires, serão canonizadas também a mexicana Madre Lupita e Madre Laura, a primeira santa colombiana.
Já no dia 15 de junho, o Vaticano acolherá um encontro mundial sobre o Direito à vida e a defesa da dignidade da pessoa desde sua concepção até sua morte natural.

Combatentes



Est  4, 15-16
Ester foi uma das grandes mulheres da Palavra. Venceu grande batalha por seu povo Israel mesmo em evidência de morte. Porém a obediência a ordem do Rei Mardoqueu, pelo amor ao seu povo, e principalmente a Deus, enfrentou seus inimigos, crendo no Deus que tudo pode.
São exemplos de Ester e grandes nomes da Palavra de Deus que temos que nos espelhar. Homens e mulheres comuns aos olhos do mundo, que venceram grandes batalhas, pela intervenção Divina. Se soubéssemos a força que temos quando oramos, quando nos posicionamos, como necessitados de Deus, com certeza não viveríamos tão temerosos com tantas situações que nos rodeiam.
E acabam que nossos temores nos enfraquecem, levando-nos a derrota. Derrota que muitas vezes, nem nos pertencem, pois são grandes os cuidados de Deus para com seu povo. E que sempre está atento as nossas orações!

Padre Fábio de Melo se apresenta no Boulevard do Arco de Nossa Senhora de Fátima, em Sobral


A Prefeitura de Sobral, através da Secretaria da Cultura e do Turismo e Ecoa Sobral, convida para o grande show com o Padre Fábio de Melo, dia 31 de Março (Domingo) às 19h no Boulevard do Arco, Sobral/CE. Entrada 1kg de alimento. Participe desse momento de louvor e emoção!
No Domingo de Páscoa (31), a partir das 19h, o Padre Fábio de Melo, um dos ícones do catolicismo no país, fará um grande show no Boulevard do Arco de Nossa Senhora de Fátima, em Sobral. Promovido pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, o espetáculo encerra a programação da Semana Santa em Sobral. A entrada é um quilo de alimento não perecível.
Padre Fábio de Melo apresentará o espetáculo “Estou Aqui”, um momento de louvor e emoção. Membro da congregação do Sagrado Coração de Jesus, Padre Fábio de Melo faz questão de ressaltar que tudo que escreve e faz é naturalmente evangélico. A mensagem de Jesus Cristo é o viés de suas composições. "Somos convidados a ser sinal de fé, onde moramos, onde convivemos, enfim, na vida", afirmou o padre.
 
fonte:  http://blog.sobral.ce.gov.br e
portalsobralensecatolico.blogspot.com

terça-feira, 19 de março de 2013

Março, mês de São José


Imagem de Destaque
“José mereceu o nome de “Justo”
Sempre fui devoto de São José, graças a Deus; e há muitos anos me recomendo a Ele diariamente, bem como a todos os meus caros. Sinto sua especial proteção em tudo o que faço. Acabei de escrever um livro sobre este glorioso santo escolhido por Deus para ser o pai adotivo de Jesus. Pode haver honra maior para um homem?

Meu desejo de escrever sobre as glórias de São José aumentou ainda mais depois que eu e minha esposa, Maria Zila, recebemos uma imensa graça que suplicamos a Deus, por muitos anos, pela intercessão de São José.

Minha esposa adquiriu o hábito de fumar em sua adolescência e sempre fumou durante nossos quatro anos de namoro e noivado e mais trinta anos de casados. Mas sempre pedíamos a Deus a graça para ela deixar esse vício. Há seis anos ela lutava com muitas orações e súplicas para deixar o cigarro; pois bem, no dia 1º de maio de 2002, pouco antes da Procissão de São José, que houve em nossa cidade de Lorena (SP), eu disse a ela: “Vamos à procissão de São José e, depois, você vai jogar a sua carteira de cigarros fora”.
 Movida por Deus, ela aceitou o convite e fomos acompanhar a Procissão de São José Operário; fizemos a ele o nosso pedido. Quando chegamos em casa, ela jogou fora o seu último maço de cigarros e não mais fumou, depois de 35 anos de vício prolongado. Deus seja louvado! São Jose não falha!

Diocese de Petrópolis presta solidariedade às vítimas da chuva



 
De acordo com a Defesa Civil do Rio de Janeiro (RJ), até o final da manhã desta segunda-feira, 18 de março, pelo menos 10 pessoas morreram em decorrência das chuvas em Petrópolis, na Região Serrana, nesta madrugada. Entre eles, dois técnicos da própria Defesa Civil, que trabalhavam no resgate de desaparecidos e acabaram soterrados.
Durante o temporal, que atingiu a região na tarde deste domingo, os rios Quitandinha e Piabanha transbordaram. Ainda segundo a Defesa Civil, pelo menos 50 pessoas estão desalojadas em Petrópolis.
A diocese de Petrópolis divulgou nesta manhã nota de solidariedade às vítimas da tragédia. Eis a íntegra do texto:
O Bispo Diocesano de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, manifesta sua solidariedade às famílias vítimas da chuva que cai sobre a cidade desde a tarde de domingo e está em oração, junto com todos os diocesanos, por aquelas que morreram por causa dos deslizamentos de terra.
A Diocese de Petrópolis coloca à disposição do Poder Público, caso seja necessário, a estrutura da Igreja para o atendimento as famílias.
Além disto, as pastorais sociais e o Projeto Presença Samaritana estão atentos às necessidades das vítimas da chuva, colaborando com as comunidades materiais necessários.
Que Deus abençoe e console todos os necessitados de nossa cidade.
Diocese de Petrópolis
18 de março de 2013
Autor: CNBB -

Homilia da Missa de inauguração do Pontificado do Papa Francisco.



SANTA MISSA
IMPOSIÇÃO DO PÁLIO
E ENTREGA DO ANEL DO PESCADOR
PARA O INÍCIO DO MINISTÉRIO PETRINO
DO BISPO DE ROMA
Praça de São Pedro
Terça-feira, 19 de março de 2013
Solenidade de São José
Queridos irmãos e irmãs!
Agradeço ao Senhor por poder celebrar esta Santa Missa de início do ministério petrino na solenidade de São José, esposo da Virgem Maria e patrono da Igreja universal: é uma coincidência densa de significado e é também o onomástico do meu venerado Predecessor: acompanhamo-lo com a oração, cheia de estima e gratidão.
Saúdo, com afecto, os Irmãos Cardeais e Bispos, os sacerdotes, os diáconos, os religiosos e as religiosas e todos os fiéis leigos. Agradeço, pela sua presença, aos Representantes das outras Igrejas e Comunidades eclesiais, bem como aos representantes da comunidade judaica e de outras comunidades religiosas. Dirijo a minha cordial saudação aos Chefes de Estado e de Governo, às Delegações oficiais de tantos países do mundo e ao Corpo Diplomático.
Ouvimos ler, no Evangelho, que «José fez como lhe ordenou o anjo do Senhor e recebeu sua esposa» (Mt 1, 24). Nestas palavras, encerra-se já a missão que Deus confia a José: ser custos, guardião. Guardião de quem? De Maria e de Jesus, mas é uma guarda que depois se alarga à Igreja, como sublinhou o Beato João Paulo II: «São José, assim como cuidou com amor de Maria e se dedicou com empenho jubiloso à educação de Jesus Cristo, assim também guarda e protege o seu Corpo místico, a Igreja, da qual a Virgem Santíssima é figura e modelo» (Exort. ap. Redemptoris Custos, 1)

domingo, 17 de março de 2013

Missas aos domingos, obrigação ou devoção?

A participação das missas aos domingos, obrigação ou devoção?
santa-missa
Estamos diante de uma questão fundamental para quem deseja viver de modo coerente a fé católica. A participação na santa missa revela quem é Jesus para nós. Infelizmente, alguns católicos interpretam a participação da missa como obrigação, ao invés de entendê-la como uma graça dada por Jesus, com a finalidade de estarmos mais unidos a Ele.
Esta certeza fica clara na celebração da última ceia, na quinta feira santa. Primeiro temos a revelação do sentimento de Jesus em Jo 13,1: “como amasse os seus que estavam no mundo, até o extremo os amou.”. Amor se retribui com amor, quem ama Jesus vai a missa por amor, e não obrigação. E a seguir, descobrimos que Ele marcou este encontro com quem é Seu amigo e discípulo, como lemos em Lc 22,19-20: “Tomou em seguida o pão e depois de ter dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; f azei isto em memória de mim. Do mesmo modo tomou também o cálice, depois de cear, dizendo: Este cálice é a Nova Aliança em meu sangue, que é derramado por vós…”. A palavra chave indicando a importância da participação na santa missa é “fazei isto em memória de mim”. Estar com Jesus não é algo figurado, mas real.

Caminhar, edificar, confessar.

Vejo que estas três Leituras têm algo em comum: é o movimento. Na primeira Leitura, o movimento no caminho; na segunda Leitura, o movimento na edificação da Igreja; na terceira, no Evangelho, o movimento na confissão. Caminhar, edificar, confessar.
Caminhar. «Vinde, Casa de Jacob! Caminhemos à luz do Senhor» (Is 2, 5). Trata-se da primeira coisa que Deus disse a Abraão: caminha na minha presença e sê irrepreensível. Caminhar: a nossa vida é um caminho e, quando nos detemos, está errado. Caminhar sempre, na presença do Senhor, à luz do Senhor, procurando viver com aquela irrepreensibilidade que Deus pedia a Abraão, na sua promessa.
Edificar. Edificar a Igreja. Fala-se de pedras: as pedras têm consistência; mas pedras vivas, pedras ungidas pelo Espírito Santo. Edificar a Igreja, a Esposa de Cristo, sobre aquela pedra angular que é o próprio Senhor. Aqui temos outro movimento da nossa vida: edificar.
Terceiro, confessar. Podemos caminhar o que quisermos, podemos edificar um monte de coisas, mas se não confessarmos Jesus Cristo, está errado. Tornar-nos-emos uma ONG sócio-caritativa, mas não a Igreja, Esposa do Senhor. Quando não se caminha, ficamos parados. Quando não se edifica sobre as pedras, que acontece? Acontece o mesmo que às crianças na praia quando fazem castelos de areia: tudo se desmorona, não tem consistência. Quando não se confessa Jesus Cristo, faz-me pensar nesta frase de Léon Bloy: «Quem não reza ao Senhor, reza ao diabo». Quando não confessa Jesus Cristo, confessa o mundanismo do diabo, o mundanismo do demónio.

Primeiro Ângelus do Papa Francisco: O coração de Deus está cheio de misericórdia para todos

ACI Digital
 
  Na primeira ocasião de presidir o Ângelus na Praça de São Pedro em seu Pontificado, o Papa Francisco assegurou que Deus “é o Pai amoroso que perdoa sempre e cujo coração está cheio de misericórdia para todos nós”.

Diante de uma multidão de dezenas de milhares de fiéis reunidos em Roma, o Santo Padre expressou sua felicidade por saudar todos “no domingo, no dia do Senhor”.

“Isto é belo e importante para nós cristãos, reunir-nos no domingo, saudar-nos, falar entre nós como agora aqui, na praça. Uma praça que, graças aos meios de comunicação, tem a dimensão do mundo”, assinalou.

O Papa indicou que “neste quinto domingo de Quaresma, o Evangelho nos apresenta o episódio da mulher adúltera, a qual Jesus salvou da condenação à morte. Comove-nos a atitude de Jesus: não escutamos palavras de desprezo, não escutamos palavras de condenação, só palavras de amor e de misericórdia, que convidam à conversão”.

Papa Francisco: O Senhor jamais se cansa de perdoar


  Ao presidir nesta manhã a Missa na paróquia da Sant’Ana, no Vaticano, o Papa Francisco pediu aos fiéis que sempre voltemos para Deus arrependendo-nos dos nossos pecados, pois “o Senhor jamais se cansa de perdoar: jamais!”.

O Papa Francisco celebrou Missa antes de rezar o primeiro Ângelus dominical de seu Pontificado, da janela dos apartamentos papais em frente à praça de São Pedro. Ao chegar à pequena igreja saudou os presente, apertou mãos, acariciou crianças e se mostrou tranquilo e contente.

Em sua homilia, o Santo Padre assinalou que “não é fácil encomendar-se à misericórdia de Deus, porque é um abismo incompreensível. Mas devemos fazê-lo!”.

“’Mas, padre, se você conhecesse minha vida, não me falaria assim!. Por que?, O que você fez?.Oh, fiz coisas graves!’. Melhor! Vá com o Jesus: Ele gosta que lhe digam estas coisas! Ele se esquece. Ele tem uma capacidade especial para esquecer-se. Esquece-se, beija-te, abraça-te e diz apenas: ‘Tampouco eu te condeno. Vai e de agora em diante: não peques mais!’, só esse conselho te dá”, disse o Papa.

Desde o cisma de 1054, pela primeira vez Patriarca ortodoxo irá a missa do novo pontificado.


Além do vice-presidente dos EUA, Joe Biden, estarão presentes muitos outros chefes de Estado e de Governo durante a missa de «Coroação». No entanto, entre os líderes religiosos que se dirigirão à Roma para a ocasião, alguns personagens nunca haviam participado, o que se pode considerar como uma novidade «histórica».
Deste o cisma de 1054, que dividiu os católicos e os ortodoxos, nunca aconteceu que um Patriarca estivesse presente na cerimônia de inauguração de um Pontificado. Mas, com o Papa Francisco, esta será mais uma novidade, pois viajará a Roma S. Santidade Bartolomeu I, , Patriarca Ecumênico de Constantinopla.
A notícia, divulgada por AsiaNews provocou surpresa e aprovação em todo o mundo, pois se trata de um sinal positivo nas relações ecumênicas entre as duas Igrejas.
No telegrama de felicitações pela eleição do Cardeal Bergoglio, Bartolomeu I demonstrou toda a sua afeição e declarou estar «seguro» de que o novo Papa poderá «contribuir para levar paz para a humanidade sofrida, aos pobres e aos sofredores, além de promover uma nova dinâmica «no caminho de unidade entre as duas Igrejas».
Bartolomeu I não irá sozinho a Roma. Com ele viajará uma delegação ortodoxa da qual farão parte o Metropolita de Pérgamo Ioannis Zizioulas (co-presidente Comissão Mista para a Unidade entre Católicos e Ortodoxos; o Metropolita ortodoxo da Argentina, Tarasios, e Gennadios Zervos, Metropolita da Itália e Malta.
Fonte http://www.ecclesia.com.br/news/2013/?p=6178

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°