sábado, 24 de novembro de 2012

Quer ser curado?




                No evangelho de São João temos a história inspiradora do paralítico que ficava esperando a cura à beira de um poço. A pessoas acreditavam que água do poço era movimentada pelos próprios anjos e quando isso acontecia, quem entrasse primeiro no tanque seria curado de todos os males. O pobre homem nunca conseguia se arrastar até o tanque a tempo. Jesus se encontrou com aquele homem naquela situação, e fez uma pergunta simples e direta, conforme Jo 5,6: "Queres ficar curado?".
                Esta pergunta de Jesus é importantíssima. Por quê?. Para as coisas ruins de nossa vida mudarem e se transformarem em benção, é necessário olhar para além das circunstâncias. O paralítico tinha apenas o tanque como esperança, por isso responde para Jesus em Jo 5,7: "Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada".
                Muitas vezes centralizamos nossa vida em algo que achamos que será a única solução. O paralítico pensava somente no tanque, não sendo capaz de entender que Jesus estava dizendo: você quer o tanque ou a cura?Quanta semelhança com o modo como as pessoas enfrentam os seus problemas. A solução continua sendo a mesma. E qual é? O homem à beira do poço foi curado somente quando olhou para Jesus e obedeceu a sua palavra. Não precisou esperar a água ser agitada e entrar no poço. Em Jo 5,8-9 "Ordenou-lhe Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda. No mesmo instante, aquele homem ficou curado"
                Olhe para Jesus, deixe a sua luz entrar em seus problemas e você também experimentará continuamente a sua cura.

Estudo revela que bebês bocejam no útero das mães


Uma equipe de investigadores das universidades de Durham e Lancaster (Reino Unido) sugere que os fetos bocejam dentro do útero, um processo de desenvolvimento que poderia dar aos médicos outro índice de saúde.

Enquanto alguns peritos sugeriram que os fetos bocejam e outros afirmem que é simplesmente a abertura bocal, este estudo distingue claramente o bocejo, do não-bocejo ou a boca aberta, centrando-se na duração da abertura da boca.

Os investigadores analisaram as seqüências de vídeo 4D de 15 fetos sãs (oito femininos e sete masculinos) de entre 24 a 36 semanas de gestação para examinar de perto todos os acontecimentos em um trecho de aftosa no feto e acharam que mais da metade das aberturas da boca observadas foram bocejos, conforme publica esta quarta-feira a prestigiosa revista científica 'Plos One'.

“O que eu dei foi oração a ele”, diz mãe de Joaquim Barbosa do STF

Benedita Barbosa, mãe do ministro Joaquim Barbosa, assistiu  ansiosa a posse da presidência da mais alta corte do Brasil, o Supremo Tribunal Federal (STF).
Ao falar do filho, ela afirmou que o ministro é um batalhador que traçou o próprio caminho.
“O que eu dei foi oração, ele lutou por conta própria”, disse ela que é evangélica, membro da Assembleia de Deus há 45 anos.
Benedita disse que não preparou nada de especial para Barbosa no dia da posse e que ficou feliz em conseguiu dar um abraço no filho antes da cerimônia.
Questionada qual seria o próximo passo de Barbosa, Benedita desconversou: “Só Ele sabe”.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Sacramento da confissão na festa de Bom Jesus dos Navegantes 2012.

Padre Sebastião  Confessando durante a festa de bom Jesus 2012

O Catecismo da Igreja Católica (CIC), no número 1421, nos ensina que, assim como o Senhor Jesus, médico de nossas almas e dos nossos corpos, que remiu os pecados do paralítico e restituiu-lhe a saúde do corpo (Mc 2,1-12), a Sua Igreja, encarnação continuada de Cristo, na força do Espírito Santo, continua a realizar Sua obra de cura e salvação.
Assim, para obter a misericórdia do Senhor, o fiel se aproxima do Sacramento da Penitência, reconciliando-se com Deus e com os irmãos. Deve ser um momento único na vida do fiel, pois exige a conversão do coração, um coração contrito e humilde, cheio do desejo de mudança de vida.
 Faça seu exame de conciencia, todos os dias temos confissão no festejo de Bom Jesus, essa é a sua oportunidade de se reconciliar com Deus. Então chegue um pouquinho antes de começar a novena e se dirija a igreja matriz, lá estará nosso vigario Padre Sebastião ou outro sacerdote para confessar.
A confissão é um Dom de Deus, mas devemos realizar este ato com um espírito piedoso, com o desejo de nos aproximarmos e de permanecermos na graça santificante, na presença de Deus!

Primeira voluntária deficiente da JMJ inicia trabalhos no COL



A primeira voluntária da comissão de deficientes da Jornada Mundial da Juventude 2013 já iniciou os seus trabalhos nesta quarta-feira, 21. Vanessa Lesser é deficiente auditiva e trabalha como professora no Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES). Ela também coordena a Pastoral dos Surdos da Comunidade de Nossa Senhora de Fátima, no Pechincha.

Vanessa produzirá vídeos para os deficientes auditivos, através da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), e textos sobre os vídeos. O primeiro vídeo produzido será o de "Boas-vindas". Através da linguagem de LIBRAS, Vanessa destacou que é muito importante a produção de vídeos para os deficientes auditivos, porque com este material audiovisual eles poderão ficar por dentro do que acontece na JMJ.

Ano da Fé serve para combater relativismo cultural, assegura Arcebispo no EUA



O Arcebispo da Filadélfia (Estados Unidos), Dom Charles Chaput, afirmou que o Ano da Fé convocado pelo Papa Bento XVI é uma oportunidade para combater o relativismo cultural que afetou a sociedade moderna, e que levou a muitos na Igreja a negar o ensinamento católico sobre matérias muito importantes.
Entre os maiores desafios atuais que a Igreja nos Estados Unidos está enfrentando está o de chegar àquelas pessoas que "dizem que são católicos, mas não acreditam no que a Igreja Católica ensina", disse o Arcebispo.
"O mais difícil é convencê-los de que precisam mudar", indicou.
Dom Chaput criticou que "muitos simplesmente pensam que já são católicos, e acham que têm direito a decidir por eles mesmos o que é ser católico e o que não o é".
"Não chegamos até eles porque eles pensam que não necessitam que cheguemos a eles", lamentou.
O Arcebispo da Filadélfia indicou que essa situação é comum "entre todos nós. Aqueles que mais precisam converter-se são os que pensam que não precisam converter-se".
"É mais fácil para a Igreja convencer às pessoas que não são católicas da verdade do catolicismo, que convencer a católicos que não são verdadeiros crentes que devem mudar", assinalou.

Padre é punido canonicamente por apoio e presença em “ordenação” inválida de mulher.



A reportagem, com informações fornecidas pela Sociedade Maryknoll, é do sítio Christian Newswire.
A Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano, no dia 4 de outubro passado, removeu canonicamente Roy Bourgeois da Catholic Foreign Mission Society of America, também conhecida como Sociedade dos Padres e Irmãos de Maryknoll.
A decisão dispensa o padre maryknoll dos seus vínculos sagrados.

Como sacerdote, em 2008, Bourgeois participou da ordenação inválida de uma mulher e de uma missa simulada em Lexington, Kentucky.(foto). Com paciência, a Santa Sé e a Sociedade Maryknoll encorajaram a sua reconciliação com a Igreja Católica. No entanto, Bourgeois preferiu fazer campanha contra os ensinamentos da Igreja Católica em ambientes seculares e não católicos. Isso foi feito sem a permissão dos bispos dos EUA e ignorando as sensibilidades dos fiéis em todo o país.
A desobediência e a pregação contra o ensino da Igreja Católica sobre a ordenação de mulheres levou à sua excomunhão, demissão e laicização.

Bourgeois optou livremente pelos seus pontos de vista e ações, e todos os membros da Sociedade Maryknoll estão entristecidos com o fracasso da reconciliação. Com essa despedida, a Sociedade Maryknoll agradece calorosamente a Roy Bourgeois pelo seu serviço à missão, e todos os membros desejam a ele todo o bem em sua vida pessoal. No espírito de equidade e de caridade, a Sociedade Maryknoll irá ajudar Bourgeois nessa transição.

Livro desmente de forma categórica acusações contra o Papa Pio XII em sua relação com os judeus perseguidos.


Por Beja Santos
Os Judeus do Papa, O plano secreto do Vaticano que salvou milhares de judeus no Holocausto”, por Gordon Thomas, Casa das Letras, 2012, é uma reportagem altamente documentada sobre acontecimentos históricos que têm vindo a ser deturpados, numa tentativa de caluniar ou denegrir os esforços de Pio XII para salvar os judeus da sanha nazista, entre 1939 e 1945.
Em 1958, falecido Pio XII, Golda Meir, a ministra dos Negócios Estrangeiros de Israel, fez o seguinte elogio do Papa na Assembleia Geral das Nações Unidas: “Quando chegou o martírio terrível do nosso povo, na década do terror nazi, o Papa Pio XII elevou a sua voz pelas vítimas. A vida dos tempos que vivemos foi enriquecida por uma voz que se erguia, com grandes verdades morais, acima do tumultuo do conflito diário. Choramos um grande servo da paz”.
Finda a II Segunda Mundial, sucederam-se os ataques a Pio XII: “que nunca fizera frente a Hitler, que trabalhara em segredo com Mussolini, que se mantivera em silêncio durante o Holocausto, que odiara os judeus, que não os avisara de que estava prestes a ocorrer o extermínio em massa, que não publicara qualquer condenação do Holocausto”, etc. Depois, seguiram-se livros de escândalo, como a peça O Vigário, de Rolf Hochhuth, que apresentava o retrato de um pontífice ganancioso que guardou silêncio sobre o Holocausto, tal como o livro “O Papa de Hitler”, de John Cornwell.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Bento XVI: Ter fé não é um absurdo mas um ato racional que enche de plenitude a vida

Vaticano, 21 Nov. 12 / 01:31 pm (ACI/EWTN Noticias).- O Papa Bento XVI dedicou sua catequese desta manhã a explicar a racionalidade da fé em Deus e como só Ele é capaz de dar sentido, sabor e alegria à vida.

Diante dos milhares de fiéis que se reuniram no Sala Paulo VI, o Santo Padre ressaltou que "a fé leva a descobrir que o encontro com Deus valoriza, aperfeiçoa e eleva quanto de verdade, de bom e de belo tem no homem. Acontece que, enquanto Deus se revela e se deixa conhecer, o homem vem a saber quem é Deus e, conhecendo-O, descobre a si mesmo, a própria origem, o próprio destino, a grandeza e a dignidade da vida humana. ".

"A fé permite um saber autêntico sobre Deus que envolve toda a pessoa humana: é um “saber”, isto é, um conhecer que doa sabor à vida, um gosto novo de existir, um modo alegre de estar no mundo.".

“O amor de Deus, então, faz ver, abre os olhos, permite conhecer toda a realidade, além das perspectivas estreitas do individualismo e do subjetivismo que desorientam a consciência. O conhecimento de Deus é, portanto, experiência de fé e implica, ao mesmo tempo, um caminho intelectual e moral: tocados profundamente pela presença do Espírito Santo de Jesus em nós, superamos os horizontes dos nossos egoísmos e nos abrimos aos verdadeiros valores da existência", referiu.

Bento XVI ressaltou logo que "a tradição católica desde o início rejeitou o assim chamado fideísmo, que é a vontade de crer contra a razão. Credo quia absurdum (creio porque é absurdo) não é fórmula que interpreta a fé católica. Deus, na verdade, não é absurdo, mas sim é mistério. O mistério, por sua vez, não é irracional, mas uma superabundância de sentido, de significado, de verdade. Se, olhando para o mistério, a razão vê escuridão, não é porque no mistério não tenha a luz, mas porque existe luz em abundância".

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Transformando o trabalho em oração

O trabalho é sem dúvida a atividade essencial do ser humano. Além de oferecer o desenvolvimento dos talentos inerentes de cada pessoa, o trabalho também pode oferecer a possibilidade de sustentação financeira, a organização de um lar, e entre outras coisas, o aprimoramento de toda uma sociedade. É importante reparar como o sentido de trabalho está intimamente ligado a natureza do homem e como a necessidade ou não de trabalhar não define a vontade humana de desenvolver-se e de desenvolver a sociedade através de seu empenho, seja ele manual ou intelectual. Para nós essa é uma das características do chamado de Deus ao trabalho como vocação de todos. É por isso que precisamos ainda observar que independente dos anseios do homem pelo trabalho, suas preocupações e projetos, ambições ou necessidades, o trabalho dentro da divina ótica deve ser sempre visto como uma dádiva e uma honra a ser valorizada, e por isso mesmo é triste pensar que são muitos os que não acreditam que é possível  transformar o trabalho em momento de encontro com Deus.

Vocalista da banda U2 agradece o papel da Igreja Católica



O músico irlandês Bono, vocalista da banda U2, esteve no Vaticano para agradecer o papel da Igreja Católica na campanha pela redução da dívida dos países pobres (Drop the Debt). O artista e ativista encontrou-se na sexta-feira com o Cardeal Turkson, Presidente do Pontifício Conselho da Justiça e da Paz.

“A Igreja esteve na linha da frente deste movimento e isso deve ser largamente reconhecido, esteve na vanguarda de um movimento que é também inter-religioso e interdisciplinar”, referiu Bono à Rádio Vaticano. O cantor diz que agora é necessário “comunicar os resultados obtidos” e estudar a melhor forma de o fazer. O vocalista do U2 recordou, por outro lado, a visita que realizou anteriormente ao Vaticano, em 1999, revelando que ainda usa ao peito a cruz de prata que lhe foi então oferecida pelo Papa João Paulo II (1920-2005) e mostrando vontade de se encontrar com Bento XVI.



Por:
Rádio Vaticano

domingo, 18 de novembro de 2012

Os caminhos do Senhor




                Somos livres para recusar os dons de Deus
                As formas de Deus agir, sempre manifestadas quando Ele se revela, são diferentes do jeito de ser da pessoa humana. O Seu projeto passa a constituir-se como proposta para o nosso proceder. As respostas que damos a Ele devem ser de forma consciente e livre.
                As pessoas têm plena liberdade para atender o chamado feito pelo Senhor. Elas devem dizer um "sim" que realmente seja "sim", com autenticidade e coração livre. Muitos trocam seu "sim" pelo "não", deixando de realizar o bem como primeira proposta assumida.
                Somos livres para recusar os dons de Deus, podendo até agir de forma contrária, evidenciando nosso orgulho próprio. Foi o que aconteceu com o filho que disse "sim" e acabou realizando o "não", contrariando a vontade de seu pai.

Sorrir e assobiar



                A cada dia as pessoas vão perdendo a capacidade de sorrir, assobiar tranqüilamente na rua, cumprimentar com atenção e sinceridade. Ao invés disso, vemos a pressa em chegar no destino, os gestos ou palavras demonstrando irritação ou agressividade. Como cristãos é necessário estar atentos para não cometer esses erros, porque um dos sinais da presença de Jesus em nosso coração é a alegria.
                "O Reino de Deus não é comida e nem bebida, mas justiça, paz e gozo no Espírito Santo. Quem deste modo serve a Cristo, agrada a Deus e goza da estima dos homens."
                Rom 14,17-18: Estas palavras nos ajudam a compreender que viver de acordo com os ensinamentos da Palavra de Deus é algo extremamente útil e prático. Deus não quer ocupar somente o nosso tempo com alguns atos religiosos, mas dar uma visão ampla sobre a vida. Podemos iniciar cada dia esperando sempre uma surpresa agradável. Para alcançar este objetivo é necessário seguir o sábio conselho de uma pessoa de profunda experiência com as surpresas de Deus: o apóstolo São Paulo. Em 2 Cor 12,10 diz: " Eis que sinto alegria nas fraquezas, nas afrontas, nas necessidades, nas perseguições, no profundo desgosto sofrido pôr amor de Cristo. Porque quando me sinto fraco, então é que sou forte." A alegria, fruto do Espírito Santo, dá a convicção que somos capazes de enfrentar as lutas da vida, tristezas e outras realidades indesejáveis.
                Um problema atrás do outro, caindo em nossa vida tem o poder de trazer a amarga sensação de fracasso, desânimo. Nesse momento desaparece todo o prazer de viver, afinal de contas, quem é que agüenta solidão, brigas na família, traição de amigos, dificuldades financeiras, doença.? Não existe alegria para quem se sente derrotado. Agora, se a atitude é outra, a de reagir de acordo com a sua fé em Jesus Cristo, tudo muda. Você pode até em um primeiro momento se sentir abatido, mas a promessa do Senhor é muito clara:

Terroristas profanam Eucaristia e templo católico na Nigéria



A associação católica internacional Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), denunciou que um grupo de terroristas atacaram a igreja de São Leão Magno em Enugu, no sul da Nigéria, em um ataque que incluiu a profanação da Sagrada Eucaristia.

O fato ocorreu no domingo 4 de novembro quando um grupo de terroristas ingressaram às 2 da manhã à igreja de São Leão Magno, onde o sacerdote Mons. Obiora Ike realiza seu trabalho pastoral e promove o diálogo interreligioso. Os vândalos destruíram o altar, o pulpito e tudo o que encontraram à sua frente, sem deixar vítimas.

Os agentes de segurança chegaram duas horas depois e concluíram que se tratou de um ataque terrorista. No dia seguinte os fiéis tiveram que celebrar a Missa ao ar livre devido ao mal estado do templo.

Mons. Ike animou os fiéis a permanecerem firmes na fé apesar da perseguição e da intolerância, assim como a orar e perdoar os atacantes.

Por sua parte, o Bispo de Enugu, Dom Calixto Onaga, pediu aos cristãos que permaneçam alertas e defendam sua fé apesar das adversidades.
Muitas igrejas cristãs foram atacadas no norte do país. Entretanto, como assinala AIS, esta é a primeira vez que isto ocorre no sul da Nigéria.
Autor: ACI Digital

Livro do Papa sobre a Infância de Jesus será publicado no dia 20 de novembro




A Sala de Imprensa da Santa Sé anunciou que o terceiro volume do livro do Papa Bento XVI sobre Jesus de Nazaré, que leva por título "A Infância de Jesus" será apresentado no Vaticano na próxima terça-feira, 20 de novembro.

O volume, que estará nas livrarias de Portugal e outros países europeus a partir da quarta-feira 21, será apresentado na Sala Pio X às 11:00 a.m. (hora de Roma).

Na apresentação haverá intervenções do Cardeal Gianfranco Ravasi, Presidente do Pontifício Conselho para a Cultura, da professora Maria Clara Bingemer, professora de Teologia na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, o reverendo Giuseppe Costa S.D.B., diretor da Livraria Editorial Vaticano e o Padre Federico Lombardi S.I., diretor do Escritório de Imprensa da Santa Sé.

A editorial Rizzoli, encarregada de distribuir o livro, publicou em outubro deste ano o prefácio e dois fragmentos da obra, nos quais o Papa assinala que "finalmente, posso pôr nas mãos dos leitores o pequeno livro prometido há tempos sobre a infância de Jesus".

Mensagem do Papa para a JMJ Rio 2013

MENSAGEM DO PAPA BENTO XVI
PARA A XXVIII JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE
NO RIO DE JANEIRO,
EM JULHO DE 2013
 "Ide e fazei discípulos entre as nações!" (cf. Mt 28,19)
Queridos jovens,
Desejo fazer chegar a todos vós minha saudação cheia de alegria e afeto. Tenho a certeza que muitos de vós regressastes a casa da Jornada Mundial da Juventude em madri mais «enraizados e edificados em Cristo, firmes na fé» (cf. Col 2,7). Este ano, inspirados pelo tema: "Alegrai-vos sempre no Senhor" (Fil 4,4) celebramos a alegria de ser cristãos nas várias Dioceses. E agora estamo-nos preparando para a próxima Jornada Mundial, que será celebrada no Rio de Janeiro, Brasil, em julho de 2013.
Desejo, em primeiro lugar, renovar a vós o convite para participardes nesse importante evento. A conhecida estátua do Cristo Redentor, que se eleva sobre àquela bela cidade brasileira, será o símbolo eloquente deste convite: seus braços abertos são o sinal da acolhida que o Senhor reservará a todos quantos vierem até Ele, e o seu coração retrata o imenso amor que Ele tem por cada um e cada uma de vós. Deixai-vos atrair por Ele! Vivei essa experiência de encontro com Cristo, junto com tantos outros jovens que se reunirão no Rio para o próximo encontro mundial! Deixai-vos amar por Ele e sereis as testemunhas de que o mundo precisa.
Convido a vos preparardes para a Jornada Mundial do Rio de Janeiro, meditando desde já sobre o tema do encontro: «Ide e fazei discípulos entre as nações» (cf. Mt 28,19). Trata-se da grande exortação missionária que Cristo deixou para toda a Igreja e que permanece atual ainda hoje, dois mil anos depois. Agora este mandato deve ressoar fortemente em vosso coração. O ano de preparação para o encontro do Rio coincide com o Ano da fé, no início do qual o Sinodo dos Bispos dedivou os seus trabalhos à "nova evangelização para a transmissão da fé cristã". Por isso me alegro que também vós, queridos jovens, sejais envolvidos neste impulso missionário de toda a Igreja: fazer conhecer Cristo é o dom mais precioso que podeis fazer aos outros.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by