sábado, 10 de novembro de 2012

Liberte-se da Palavra não



                Geralmente diante das dificuldades a maioria das pessoas reage dizendo: Não posso- não consigo - não vai dar.e os resultados não tardam: total fracasso.
A palavra não é responsável pela falta de benção, pois ela é o contrário da fé. A fé que move montanhas não é fruto simplesmente da pessoa, como se fosse a força do pensamento positivo.
                A fé é a certeza de que Deus irá agir na hora certa em nosso favor: " Todo o que disser a este monte: levanta-te e lança-te ao mar, Se não duvidar no seu coração, mas acreditar que sucederá tudo o que disser, ele obterá este milagre." (Mc 11,23)
                Deus não quer seus filhos esmagados por fracassos, Ele deseja ensiná-los a vencer as limitações. Trata-se de uma realidade maravilhosa capaz de mudar o modo como vivemos e enfrentamos os problemas.
                Encontramos esta verdade revelada no testemunho de São Paulo em Flp 4,11-13:
                " Não é minha penúria que me faz falar. Aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei viver na penúria , e sei também viver na abundância. Estou acostumado a todas as vicissitudes : a Ter fartura e a passar fome, a Ter abundância e a padecer necessidade. Tudo posso naquele que me conforta."

Eu, quando visto pelos outros.




                Pe. Fabio de Melo
               
                Eu, quando visto pelo outro.Quem sou eu? Eu vivo pra saber. Interessante descoberta que passa o tempo todo pela experiência de ser e estar no mundo. Eu sou e me descubro ainda mais no que faço. Faço e me descubro ainda mais no que sou. Partes que se complementam.
                O interessante é que a matriz de tudo é o "ser". É nele que a vida brota como fonte original. O ser confuso, precário, esboço imperfeito de uma perfeição querida, desejada, amada.
                Vez em quando, eu me vejo no que os outros dizem e acham sobre mim. Uma manchete de jornal, um comentário na internet, ou até mesmo um email que chega com o poder de confidenciar impressões. É interessante. Tudo é mecanismo de descoberta. Para afirmar o que sou, mas também para confirmar o que não sou.
                Há coisas que leio sobre mim que iluminam ainda mais as minhas opções, sobretudo quando dizem o absolutamente contrário do que sei sobre mim mesmo. Reduções simplistas, frases apressadas que são próprias dos dias que vivemos.
                O mundo e suas complexidades. As pessoas e suas necessidades de notícias, fatos novos, pessoas que se prestam a ocupar os espaços vazios, metáforas de almas que não buscam transcendências, mas que se aprisionam na imanência tortuosa do cotidiano. Tudo é vida a nos provocar reações.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Os meios eficazes para receber o Espírito Santo

- A Escritura nos ensina que, de modo global, são três os meios, que nos comunicam a vida do Espírito de Deus: a Graça Sacramental, a Oração fervorosa e a Convivência fraterna. Embora sendo cada uma dessas realidades distintas em si mesmas, funcionam conjuntamente, são, pois, interdependentes.
Nos sacramentos o Senhor, por mediação da Igreja, nos assegura a Graça de Deus segundo a natureza e o fim de cada um. Se alguém recebe a sagrada confissão, deve saber e crer que a graça recebida consiste na absolvição dos seus pecados, a qual lhe reconcilia com o Senhor, consigo mesmo e com os irmãos.Obviamente, na confissão não se busca, ao menos em primeira instância, a graça de viver o amor de Cristo conjugalmente, esta advém pelo Sacramento do matrimônio e assim sucessivamente.

No entanto, uma coisa é certa: não se pode viver a graça comunicada pelos sacramentos se não se busca uma fervorosa vida de oração. E essa oração será estéril e inóqua se não conduzir ao amor fraterno; à construção do Reino entre nós. Toda vocação cristã,seja ela qual for,tem por escopo esta realidade. Daí não poder se realizar vocacionalmente quem não procura crescer nesses três meios da vida espiritual.
O Pai Nosso, modelo sublime de toda oração cristã e tantas vezes recitado por nós, nos ensina claramente esta verdade: voltar-se constantemente a Deus que é Amor, para gerar comunhão, solidariedade, perdão… Entre nós.

O protagonismo da juventude no Ano da Fé


Estamos vivenciando com toda a Igreja a celebração do Ano da Fé convocado pelo Santo Padre Bento XVI, cuja vivência se estenderá até o mês de novembro de 2013. O objetivo da convocação de todo um ano de celebrações dedicado a esse tema tem por finalidade inserir a temática da Fé numa perspectiva de redescoberta do valor que ela possui, para assim contextualizar a importância da comemoração dos dois grandes acontecimentos celebrados pela Igreja nos últimos anos: o 50º aniversário da abertura do Concílio Vaticano II (1962-1965) e o 20º aniversário da promulgação do Catecismo da Igreja Católica.

Igreja continua ajudando vítimas do furacão Sandy

O Arcebispo de Santiago de Cuba e Presidente do Episcopado católico deste país, Dom Dionisio García, assinalou que a Igreja continua fazendo todo o possível para atender os milhares de pessoas atingidas pelo furacão Sandy e indicou que logo depois da tragédia o país deve levantar-se e seguir confiando em Deus. “Aqui na Igreja buscamos remediar as coisas que podem ser remediadas para que as comunidades possam seguir celebrando com certa dignidade a Eucaristia, tentando ajudar as pessoas que podemos ajudar com o pouco que ainda temos. Isso é parte da vida e é preciso levantar-se, pois já virão os tempos de reconstruir as coisas”, afirmou o prelado em entrevista.

Dom García ainda recordou que a passagem do furacão – que devastou Santiago de Cuba e afetou outras províncias orientais -, durou perto de quatro horas nas quais “os cristãos rezam a Deus; e estou tão seguro que a maior parte das pessoas se dirigiam a Deus, porque este é um povo religioso embora não pratique de maneira sistemática sua crença”. “O que ouvi fundamentalmente das pessoas na rua é que Deus pôs sua mão para que não houvesse mais desgraças das que já se verificaram”, acrescentou.

CIENTISTAS pesquisam “existência da alma”.


Blogueiro Católico Jorge Ferraz
Recebi por email esta notícia que narra as aventuras de dois pesquisadores na busca da prova científica da existência da alma. São “o médico americano Stuart Hamerroff e o físico britânico Sir Roger Penrose”; segundo a reportagem,
eles explicaram que a alma de uma pessoa está dentro das células cerebrais em um lugar chamado microtúbulo. Os microtúbulos, segundo os livros de biologia, são estruturas proteicas que fazem parte do citoesqueleto das células. Elas ajudam no transporte celular pelo corpo humano.

Socialismo: Mais de 2500 pessoas participam de Missa pela liberdade religiosa no Vietnã.

A Igreja Católica na cidade de Ho Chi Mihn (Vietnã), celebrou no dia 28 de outubro uma Santa Missa especial em favor da liberdade religiosa, a liberdade de pensamento e o respeito dos demais direitos humanos. O ato religioso, que pediu a paz e a justiça no país ante os abusos do governo socialista, convocou mais de 2500 pessoas, entre as quais encontravam-se ativistas e intelectuais, alguns destes não eram católicos, mas se uniram ao clamor da Igreja Católica.
Segundo informou a agência católica Ásia News, os fiéis católicos recordaram na Eucaristia aos católicos que foram presos por sua defesa da liberdade religiosa e os presos políticos recentemente condenados sob acusações de “propaganda contra a República Socialista do Vietnã”. Entre estes citou-se o caso dos três blogueiros (uma delas católica) condenados a 12 anos de prisão por acusações falsas que mereceram a repulsa de várias organizações defensoras dos direitos humanos.
“Os vietnamitas desejam paz, justiça e liberdade”, declarou o Padre Mathew em sua homilia. O sacerdote explicou que a multitudinária convocatória reflete o desejo dos fiéis de orar “por nossos irmãos e irmãs que estão detidos ou na prisão”. O sacerdote expressou também seu desejo de uma luta pacífica, debaixo da bandeira da oração, “por nossa gente, pela liberdade e a democracia na nação”. (EPC/GPE)

A Igreja e a escravidão no Brasil. Uma visão histórica.

Fonte: PR 449 – pp. 457-469

Em síntese: O artigo apresenta testemunhos de Papas, Bispos e Sínodos da Igreja que se manifestaram contrários à escravatura ou em favor de tratamento mais humanitário dos escravos através dos séculos, e especialmente no decorrer da história do Brasil. De resto, o fato da escravatura há de ser considerado no contexto dos séculos passados e à luz das categorias de pensamento e cultura de tais épocas. Certas conclusões referentes à maneira concreta de tratar a pessoa humana, por mais claras que hoje nos sejam, não puderam ser evidentes aos homens de épocas passadas, nem aos santos. Conseqüentemente, será preciso julgar a prática da escravatura não segundo os referenciais do século XX (que, embora se diga iluminado, ainda conhece o escravagismo), mas à luz dos parâmetros da cultura dos séculos passados. Assim perceber-se-á que a Igreja exerceu solicitude e procurou ser fiel ao Evangelho diante da própria instituição da escravatura.

* * *
Dando continuidade ao artigo de PR 448, passamos, nas páginas subseqüentes, ao exame do papel dos prelados e clérigos diante da escravização do homem africano. Uma análise da documentação respectiva põe em relevo enérgicas advertências contra a instituição em foco.
1. Testemunhos e exortações
Serão citados oito depoimentos dispostos século por século.
1.1. O Pe. Antônio Vieira (1608-1697)
O Pe. Antônio Vieira S.J. é tido, por vezes, como aliado dos senhores da terra contra os escravos, quando, na verdade, assumiu posição de censura aberta aos inclementes patrões. Essa censura dirige-se, em última análise, ao próprio regime escravagista. Em mais de um sermão o grande pregador expõe o seu modo de pensar:

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Maturidade na oração

Quem somos nós para achar que a nossa oração vai ser uma coisa fácil?
                Como deve ser a nossa oração? Vamos examinar a nossa forma de orar para que a nossa oração seja eficaz e para que o poder de Deus se manifeste em nossas vidas. Orar com poder não quer dizer que eu seja poderoso, orar com poder é rezar de uma forma tal que deixemos de atrapalhar Deus em fazer a Sua vontade em nossas vidas. Os discípulos de Jesus se aproximam do Senhor da mesma forma que nos aproximamos d'Ele hoje: "Senhor, ensina-nos a orar" (Lucas 11, 1). Esse pedido nasceu da admiração deles ao verem o Mestre orando.
                Jesus se fez homem para nos ensinar o que é ser humano. Não sabemos ser gente, ser humanos. Quando olhamos para o ser humano vemos uma tarefa, uma missão: realizar os sonhos de Deus em nossas vidas. É importante nos darmos conta de que fomos escolhidos por Deus, de que não viemos a este mundo por acaso e agora temos que dar conta da vida. Existe um sonho de Pai, um projeto de Deus para você. A nossa primeira atitude deve ser a de nos esforçarmos para nos adequar a esse projeto do Senhor.

Preso jovem que fumava maconha enrolada com folhas de Bíblia

A Bíblia na estante da casa de Leonardo Gonçalves de Oliveira Fávaro, 20 anos, na Rua Major Vicente de Castro, Vila Fany, servia muito mais que um instrumento de saber divino e orações. Diariamente Leonardo arrancava as folhas do livro sagrado para enrolar a maconha e fumar um baseado com seus clientes viciados.
Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, na tarde quinta-feira. A polícia o pegou com pouco mais de 100 gramas de maconha e um revólver calibre 32.
O tenente Rocha, da Rondas Tático Motorizadas (Rotam), do 12º Batalhão, contou que sua equipe patrulhava o bairro quando suspeitou das atitudes de Leonardo na rua. Por volta das 14h30 de quinta-feira, Leonardo foi abordado com um pouco de maconha nos bolsos, na esquina de sua residência.

Minissérie de TV retrata a rotina dos Papas do Concílio Vaticano II



O Concílio Ecumênico Vaticano II foi convocado no dia 25 de janeiro de 1961, através da bula papal "Humanae salutis", pelo papa João XXIII. Este mesmo Papa inaugurou-o, a ritmo extraordinário, no dia 11 de outubro de 1962. O Concílio, realizado em quatro sessões, só terminou no dia 8 de dezembro de 1965, já sob o papado de Paulo VI.
Nestas quatro sessões, mais de dois mil bispos convocados, de todo o planeta, discutiram e regulamentaram vários temas da Igreja Católica. As suas decisões estão expressas nas quatro constituições, nove decretos e três declarações elaboradas e aprovadas pelo Concílio.
Neste ano de 2012 a Igreja celebra os 50 anos da abertura desse grande evento. Em comemoração ao jubileu de prata será exibida, pela primeira vez na televisão brasileira, a minissérie "Papas do Concílio".
Com base em dois filmes produzidos na Itália e inéditos no Brasil, a minissérie retrata a trajetória do Papa João XXIII e do Papa Paulo VI, principais protagonistas do Concílio.
A produção que terá dez episódios conta, também, com depoimentos das personalidades mais importantes do episcopado brasileiro, que vivenciaram o período histórico mais marcante da Igreja Católica.
"Papas do Concílio" estreia no próximo dia 12 de novembro, em dois horários, às 14h e às 20h, na TV Aparecida.

Autor: CNBB

Fidelidade dos sacerdotes a Cristo nas intenções do Papa para novembro



No sábado foram divulgadas as intenções do Papa Bento XVI para novembro: a fidelidade dos sacerdotes a Cristo e que a Igreja peregrina resplandeça como luz das nações.
A Intenção Geral do Apostolado da Oração do Papa Bento XVI é: "Para que os bispos, os sacerdotes e todos os ministros do Evangelho dêem um testemunho corajoso de fidelidade ao Senhor crucificado e ressuscitado".
A intenção de oração Missionária é: "Para que a Igreja peregrina sobre a terra resplandeça como luz das nações".
Autor: ACI Digital

Ser Discípulo: A Humildade


Jesus, com seus discípulos havia ampliado sua missão aos territórios gentílicos vizinhos da Galiléia, tendo chegado bem ao norte, próximo a Cesareia de Filipe. A partir daí decide dirigir-se a Jerusalém, ao sul, para proclamar a sua Boa-Nova aos peregrinos que ali chegaram em vista de participar da festa judaica da Páscoa, que se aproximava. Com este propósito, Jesus e os discípulos atravessam novamente a Galileia.
Aqui as narrativas marcam o contraste entre a mentalidade dos discípulos e a novidade de Jesus. Os discípulos esperavam de Jesus ações de poder e glória terrena, o que chocava com a proposta do próprio Jesus de humildade e serviço, com a doação da própria vida.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Bombeiro é demitido nos EUA por enviar e-mails religiosos


Jon Sprague
Sprague foi advertido várias vezes,
mas continuou com o proselitismo
Por unanimidade, o Conselho de Comissários dos Bombeiros de Spokane (EUA) decidiu no começo do mês passado demitir o capitão Jon Sprague (foto) por ele estar usando o sistema de e-mails da corporação para enviar mensagens de proselitismo religioso aos colegas. Spokane tem mais de 200 mil habitantes e fica no Estado de Washington.

Sprague, que é o responsável pela Spokane County Christian Fellowship, já tinha sido advertido várias vezes para que parasse com o uso indevido da infraestrutura do Corpo de Bombeiros. Só neste ano, ele recebeu uma carta de advertência, outra de repreensão e uma suspensão de 24 horas. O capitão, contudo, continuou com a prática.

Gloria Perez chama de ‘imbecis’ evangélicos que criticam novela


Gloria Perez
Novelista disse haver interesses
comerciais por detrás das críticas
 
Gloria Perez (foto) recorreu a uma frase de Millôr Fernandes para argumentar que a imprensa não deveria tomar conhecimento das críticas de evangélicos a sua novela “Salve Jorge”. “Não se deve ampliar a voz dos imbecis”, disse.

As críticas têm sido feitas em redes sociais e em sites de fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus. O argumento é de que a nova novela das 21h faz apologia a Ogum, representado na figura de São Jorge, além de divulgar o lesbianismo.

O próprio Edir Macedo, o chefe da Universal, publicou em seu um blog texto que indaga: “Quem é mais importante? Davi, o rei que agradou ao coração de Deus, ou Jorge, um deus pagão travestido de santo? Quem merece sua atenção? Quem é o verdadeiro exemplo?”

O mesmo texto — assinado por Vanessa Lampert — conclui que “assistir a “Rei Davi” [reprise de novela da Record] no horário da novela que saúda a abominação é uma bela oportunidade que temos de jogar uma pedra certeira na testa de Marduk e seu disfarce”. Marduk é um deus da antiga Mesopotâmia gerado em  relação incestuosa.

Bispo expulso de Cuba por Fidel Castro na revolução comunista está a caminho dos altares.

Expulso de Cuba pela revolução comunista em 1961, Dom Eduardo Boza Masvidal, na época Bispo Auxiliar de La Habana, está a caminho dos altares.
O prelado fez parte do grupo de 131 sacerdotes e religiosos que em 17 de setembro de 1961 foram expulsos de Cuba em uma embarcação que os levou até a Espanha. O plano fazia parte da política comunista que visava acabar com a Igreja Católica na ilha.eduardo_boza_masvidal.jpg
Posteriormente viajou para a Venezuela, onde trabalhou por mais de quatro décadas, especialmente como Vigário Geral de Los Teques. Fundou movimentos para ajudar e manter unidos aos cubanos da diáspora, aos que visitou em diversos países da América e Europa. Faleceu na diocese de Los Teques (Venezuela) em 16 de março de 2003 aos 87 anos.
“A fama de santidade deste servo de Deus está viva entre os fiéis da Diocese de Los Teques (Venezuela) e em outras partes do mundo, especialmente entre seus conterrâneos, os cubanos da diáspora, para os quais foi um verdadeiro padre e pastor, consolo e alento na amargura do exílio”, expressa a proclamação da causa aberta este ano na Diocese de Los Teques .

Igreja Católica poderá aceitar pastores luteranos como sacerdotes.


Perto do adversário de 500 anos da Reforma Protestante, declarações do cardeal Kurt Koch,  presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos: Vaticano analisa a possibilidade de ocorrer com pastores luteranos o mesmo que ocorreu com os pastore anglicanos em 2009.
Desde então, cerca de 100 ex-pastores e 8 ex-bispos anglicanos foram recebidos e re-ordenados para servir as congregações católicas, cuidando de um rebanho de aproximadamente 4000 fieis.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

VAI COMEÇAR A FESTA DE BOM JESUS DOS NAVEGANTES PADROEIRO DE CAMOCIM

Camocim vai festejar a festa do seu padroeiro Senhor Bom Jesus dos Navegantes de 15 a 25 de novembro, com o tema: "BOM JESUS,ABRE-NOS AS PORTAS DA FÉ E CURA-NOS!" 
Trata-se de um momento de fortalecimento da espiritualidade cristã católica dos camocinenses. Ela reúne centenas de pessoas que, durante os 10 dias de festa, participam de adorações ao santíssimo, recitação do terço mariano, confissões, missas e momentos culturais.
As celebrações terão início sempre à partir das 18h e serão campais, em frente ao prédio da antiga prefeitura na Praça da Matriz. No mesmo espaço, acontecerá também a programação social da festa que consta de leilões de garrotes e prendas, apresentações e muito mais
  
PROGRAMAÇÃO COMPLETA  DA FESTA

DIA 15/11 (Quinta): ABERTURA DA FESTA

05:30h – Despertar com alvorada festiva e carro de som nas ruas.
09:00h -  Adoração ao Santíssimo Sacramento
19:00h – Hasteamento da bandeira e celebração eucarística
Convidados:Todos os polos da paróquia e comunidade
Liturgia:Pastoral litúrgica da Matriz.
Música:Ministério de música da Matriz  

domingo, 4 de novembro de 2012

CONHEÇA UM POUCO MAIS DA PALAVRA DE DEUS



CONHECENDO UM POUCO A BÍBLIA.

Você conhece a Bíblia? Sabe como procurar as leituras nela? Você acha importante saber isso?
1-      A Bíblia dos católicos tem 73 livros.
2-      A Bíblia é dividida em duas partes: O Antigo Testamento e o Novo Testamento.
O Antigo Testamento ou Primeiro Testamento foi escrito antes do nascimento de Jesus e tem 46 livros. Conta a História do povo de Deus antes do nascimento de Jesus.
O Novo Testamento ou Segundo Testamento foi escrito depois do nascimento de Jesus, tem 27 livros e conta a vida de Jesus e a história das primeiras comunidades que continuaram a missão de Jesus.
Quando Lutero, o fundador dos protestantes, se separou da Igreja Católica em 31 de outubro de 1517, Lutero não aceitou sete livros da Bíblia, porque havia sido escritos em grego. Ele só aceitou os 39 livros que haviam sido escritos em hebraico e aramaico. Por isso a Bíblia dos protestantes tem 66 livros.
Os livros que Lutero não aceitou são: Judite, Tobias, Primeiro e Segundo Livro dos Macabeus, Sabedoria, Eclesiástico, Baru e os capítulos 13 e 14 de Daniel e pequenos trechos de Ester.
Confira se na tua Bíblia tem estes 7 livros. Se não tiver a tua Bíblia não é católica.
Procure agora estes sete livros em sua Bíblia.
3-      Em que línguas a Bíblia foi escrita? Em hebraico, aramaico e grego.
Todos os 27 livros do Novo Testamento foram escritos em grego, e os protestantes aceitam.
4-      Os autores da Bíblia são Deus e o povo.
5-      Os livros da Bíblia se dividem em capítulos e versículos.
O capítulo é maior e é formado por vários versículos. É marcado na Bíblia com números grandes.
       O versículo é menor, uma ou duas linhas e é marcado por um número pequeno.
       Pegue sua Bíblia novamente e vamos procurar: Gênesis 1,1. Encontrou? O que diz ali?
      Procure agora Isaias 49,15. Leia. Procure agora Lucas 2,6. O que conta este texto?
 Só quando a gente pega um livro pra ler ou a agendinha com as leituras de cada dia, vem tudo abreviado. Os livros são abreviados quando se escreve a citação bíblica. Exemplo: Gn 1,1 é Gênesis capítulo 1, versículo 1. Ou Is 49,14 é Isaias capítulo 49, versículo 14; Ou Lc 2,6 é Lucas capítulo 2 versículo 6. Se você olhar, são as mesmas citações que você procurou na Bíblia há pouco.
         As letras indicam o livro da Bíblia. O primeiro número é o capítulo. O segundo número é o versículo: Mt 5,1: Mateus capítulo 5, versículo 1.
         Quando tem mais versículos se põe um tracinho, o hífen. Exemplo: Jo 2,1-12. É João capítulo 2, versículo 1 a 12.
         Quando tem um pontinho, quer dizer para pular. Exemplo: Mateus 5,1. 3.7. Quer dizer Mateus capítulo 5, versículo 1,3 e 7.
          O Capítulo é separado do versículo por uma vírgula. E o versículo é separado do outro por um tracinho. Exemplo: Marco 5, 1-7. É Marcos capítulo 5 versículo 1 a 7.
          Um capítulo é separado de outro um traço, o hífen. Exemplo: Ap 5-7. Apocalipse capítulo 5 a 7, inteiro.
          O ponto e vírgula separam capítulos e livros. Por exemplo: Lc 1,2; 10,2. É Lucas capítulo 1, versículo 2 e Lucas capítulo 10, versículo 2.
           Resumindo:
           A vírgula separa o capítulo do versículo.
          O ponto e vírgula separam capítulos e livros.
          O ponto separa versículo de versículo, quando não são seguidos.
          O hífen indica sequencia de capítulos e versículos.
          Para ficar mais fácil, para ajudar um pouco, você pega agora sua Bíblia e procure no começo ou no fim uma página onde tem o nome de todos os livros da Bíblia e está escrito Abreviaturas. Ali tem o nome do livro e as suas abreviaturas.
Abreviatura é são as letrasque indicam o livro. Normalmente são as primeiras letras. Jó é Jó; Sl é Salmos. A primeira letra é sempre maiúscula.
          Procure na sua Bíblia também a página onde estão os livros da Bíblia e a página da Bíblia onde está o livro.
Até a gente conhecer bem a Bíblia isso ajuda bastante.
          PARA CONVERSAR: Que dúvidas ainda têm sobre a Bíblia? O que vamos fazer para conhecer mais a Bíblia?
          Agora leia novamente estas noções básicas sobre a Bíblia e faça exercícios, procure livros, escreva citações. “Você vai ver como isso é fácil e bonito.”



ENCONTRO COM AS LIDERANÇAS DA PARÓQUIA BOM JESUS DOS   NAVEGANTES DE CAMOCIM/ DIOCESE DE TIANGUÁ-CE/BRASIL. 03/11/2012.

 

Formação Paroquial: NOVEMBRO de 2012
Texto: Padre Sebastião de Lima – Vigário Paroquial da Paróquia Senhor Bom Jesus dos Navegantes de Camocim-CE
 
Digitação : Gessivandro Queiroz, membro do grupo Renascer RCC Camocim e editor do blog grupo Renascer Camocim
 
Disponível: www.gruporenascer-rcc.blogspot.com

Deus criou o Diabo?


               As Escrituras indicam claramente que Deus não criou o diabo. Ele criou três arcanjos: Gabriel, Miguel e Lúcifer que, com todos os seus vários graus e ordens de seres celestiais, governavam os céus. Todos eles Deus criou através de Jesus Cristo.
                Ele - Jesus Cristo - é a imagem do Deus invisível, o primogénito de toda a criação: pois nele todas as coisas foram criadas no céu e na terra, visíveis e invisíveis, fossem tronos, ou domínios, ou prin-cipados, ou autoridades - todas as coisas foram criadas através dele e para ele (Cl 1,5).
                Mas a perfeição dessa ordem divina inicial da criação não estava destinada a durar. Em um ponto qualquer, antes que o homem habitasse a terra, Lúcifer (Portador da Luz) rebelou-se contra Deus, tornando-se assim Satã (Adversário). O breve e claro relato de sua rebelião e queda está registrado no livro de Isaías.
                "Como decaíste do céu, oh. Estrela do Dia (Lúcifer), filho da Aurora! Como foi cortado cerce quem teve nações sob si! Dizias no coração: 'Subirei aos céus;acima das estrelas de Deus erguerei alto meu tro¬no; sentar-me-ei ao centro da assembléia no extremo norte,ascenderei acima da altura das nuvens, farmei igual ao Mais Alto!' Entretanto, desceste até as profundezas do Inferno.. ." (Is 14,12-15).
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by