sábado, 15 de outubro de 2011

Santa Teresa de Ávila - 15 de Outubro

Santa Teresa D'ávila (ou de Jesus)
Doutora da Igreja

Ordens religiosas da Igreja
Reformou a Ordem dos Carmelitas (Segmento Feminino), com auxilio de São João da Cruz (Segmento Masculino

Santa Tereza nasceu em Ávila, na Espanha, no ano de 1515. A educação que os pais deram a ela e ao irmão Roderico, foi a mais sólida possível. Acostumada desde pequena à leitura de bons livros, o espírito da menina  não conhecia maior  encanto que o da vida dos  santos mártires.   Tanto a impressionou esta leitura que, desejosa de encontrar o martírio, combinou com o irmão a fuga da casa paterna, plano que  realmente tentaram executar, mas que se tornou irrealizável, dada a vigilância dos pais.
A idéia e o desejo do martírio ficaram, entretanto, profundamente gravados no coração da  menina. Quando tinha 12 anos, perdeu a boa mãe. Prostrada diante da imagem de Nossa Senhora,  exclamou: "Mãe de misericórdia, a vós escolho para serdes minha Mãe.  Aceitai esta pobre órfazinha no número das vossas  filhas".  A proteção admirável que experimentou durante toda a vida, da parte de Maria Santíssima,  prova que esse pedido foi atendido.
Deus permitiu que Teresa por algum tempo, enfastiando-se dos livros religiosos, desse preferência a  uma leitura profana, que poderia  pôr-lhe em perigo a alma. Também umas relações demasiadamente íntimas com parentes, um tanto levianas, levaram-na ao terreno escorregadio da vaidade.  O resultado disto tudo foi ela perder o primitivo fervor,  entregar-se ao bem-estar, companheiro fiel da ociosidade, sem entretanto chegar ao extremo de perder  a inocência.

O vendedor de conselhos

A memória é a capacidade que tem o ser humano de evocar recordações vividas. Isso me ocorreu quando, numa conversa com um amigo de longa data, fugi um pouco do contexto de nosso assunto e comecei a relembrar algo sobre o tema que tratávamos.

Lembrei-me da entrada da pequena cidade de Genazzano, que leva esse nome por causa de um milagre ocorrido no século XV. Um afresco destacou-se da parede de uma igreja na Albânia, atravessou o mar Adriático, acompanhado por dois soldados que andavam sobre as águas, como fez São Pedro, até Roma. E lá está a linda imagem da Virgem com seu Divino Menino, invocada como a Mãe do Bom Conselho.

Aconselhar é um dom do Espírito Santo: o dom do conselho. É a luz Divina que ilumina nossa consciência e aperfeiçoa a virtude da prudência, e assim, nos leva a evitar o erro e a amar o bem.

Nós também podemos fazer bem a terceiros, quando temos a palavra certa, na hora certa...

Voltei a pegar o fio da conversa. Aliás, a divagação da memória tinha relação com esse fato.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O que é Combate Espiritual?

São Paulo compara o cristão com um soldado
Imagem de DestaqueO ministério de libertação é uma força de apoio ao combate espiritual a que todo cristão é chamado a viver. Precisamos conhecer esse combate na vida e nas palavras de Jesus.

O Mestre sofreu tentações antes de começar Sua vida pública: cobiça, vaidade e orgulho! Venceu esses males e nos ensinou a pedir: Pai, não nos deixeis cair em tentação, MAS LIVRAI-NOS DO MAL. O Pai-Nosso é a principal oração de libertação. O Apóstolo Paulo falou muito de Combate Espiritual. O texto mais eloquente sobre esse tema está em Efésios 6,10-17: armadura do cristão. Cada versículo desse texto deve ser meditado com muita atenção.

A armadura de Deus é Jesus. Precisamos nos revestir de Cristo para estar a salvo dos ataques do inimigo. Isso significa permitir que o “homem novo” vá crescendo em nós, até o ponto de podermos dizer: já não sou eu que vivo, Cristo vive em mim.

Estar revestido de Cristo significa sentir como Ele sentia, fazer o que Ele fazia, falar como Ele falava, agir como Ele agia. É colocar a vontade amorosa de Deus como princípio e centro da nossa vida.

A Eucaristia é a expressão maior desse revestir-se de Cristo. É o melhor refúgio. Precisamos estar conscientes de que o inimigo de Deus existe e age. A Igreja afirma claramente que o demônio existe. Mas não é tão poderoso assim… é criatura, age só com a permissão de Deus.

DA SERIE "DÁ PRA ACREDITAR": Pastor lança 'Milagre Card' para que fiel obtenha ‘cura e libertação'

O pastor Clóvis Lopes lançou o “Milagre Card” que pelo qual o fiel se compromete a fazer depósito bancário para que obtenha “cura e libertação”. Ele é da Assembleia de Deus Pentecostal Pai Nosso e atua na Paraíba e em Brasília.

Lopes distribuiu aos fiéis um cartão com a inscrição “Meu cartão de Milagres”, com o número da conta em dois bancos para depósito. Uma das contas está no nome da missionária Maria Lenice Moisés de Oliveira. Não há fixação de um valor.

O cartão também diz: “Agindo Deus quem impedirá (?)”.

Vem Espírito Santo: Pentecostes com o olhar da Beata Elena Guerra


Alguns deixam passar por despercebido a Festa de Pentecostes em nossa Igreja. Vestir nossos templos de vermelho, muitas vezes, é o máximo que temos visto nestes tempos. Na maioria dos casos, nós a RCC, não temos feito quase nada para celebrar nossa  espiritualidade nesta grande festa. Entretanto celebrar Pentecostes é muito mais que isso!
A Beata Elena Guerra, em suas cartas ao Papa Leão XIII, muito instigou naquele tempo a uma eminente convocação, para que Deus renovasse a face da Terra com seu Espírito.Vejamos alguns trechos: "...para que o Espírito Santo retorne a nós, abata o domínio do demônio e nos conceda a desejada renovação da face da Terra."(Primeira carta-17 de abril de 1895)
Essa era a grande necessidade daquele tempo, de hoje e de sempre: Que o Santo Espírito renove a face da Terra! "Emitte Spiritum tuum ET creabuntur: ET renovabis faciem terrae" (Provida Matris Charitate de 05 de maio de 1895 - Papa Leão XIII) . Manda Senhor, o Teu Espírito criador, e renovará a face da Terra.
"...suplicaremos também a doce Mãe Maria para que, como orou com os apóstolos no Cenáculo de Jerusalém agora ore também por nós, para que cheguemos prontamente àquele dia feliz, no qual todos os fiéis serão como os apóstolos, unidos ao invocar o Santificador das almas." (Terceira carta-01 de dezembro de 1895)

Na Índia, paga-se multa ou se vai preso por cada novo filho acima do mínimo de 2 por casal.

Por Paul De Maeyer
Por enquanto é só um projeto de lei, mas já está levantando grande polêmica no estado indiano de Kerala. O Kerala Women’s Code Bill 2011, entregue recentemente ao ministro-presidente daquele estado meridional, Oommen Chandy, foi preparado por uma comissão governamental dirigida por Vaidyanathapura Rama Krishna Iyer, ex-juiz do Tribunal Supremo de Nova Delhi e natural de Kerala, e pretende limitar o número de filhos que as famílias podem ter em no máximo dois.
O organismo em questão, a Commission on Rights and Welfare of Women and Children, criado em 2010, propõe, por exemplo, sancionar com multa de 10.000 rúpias (aproximadamente 500 reais) ou pena de três meses de prisão o pai que tiver um terceiro filho. As famílias com mais de dois filhos serão excluídas de certos benefícios ou serviços sociais e perderão o direito de concorrer em eleições locais, como a dos conselhos dos povoados ou “panchayat”. Serão consideradas, além disso, “pessoas não qualificadas legalmente” (The Times of India, 25 de setembro).
A futura lei sugere mais facilidades para o acesso aos anticoncepcionais e ao aborto gratuito e prevê incentivos financeiros para os casais que decidirem adiar o matrimônio e o nascimento do primeiro filho, com a proposta inédita de sancionar as famílias que têm três filhos ou mais. A iniciativa tem como alvo as religiões, cujos líderes não poderão incentivar os nascimentos. “Nenhuma pessoa utilizará a religião, seita, casta, culto ou outros incentivos para ter mais filhos”, dizem as recomendações da Comissão Iyer (The Times of India, 25 de setembro).

Como é possível amar a natureza e não amar o ser humano para o qual Deus criou a natureza?

«Como eu posso defender, por exemplo, a natureza, os ovos das tartarugas, as plantas – e nós devemos fazer isso – e não defender a vida humana? Como eu posso propugnar uma ecologia natural e aceitar aquilo que destrói a vida – a miséria, a injustiça – e o que destrói a vida na sua origem – o aborto? Como é possível amar a natureza e não amar o ser humano para o qual Deus criou a natureza? Nós temos que defender a natureza na sua totalidade, na sua globailidade, em todos os aspectos nos quais ela manifesta a vontade de Deus; que é o Deus da vida, o Deus da existência, o Deus da Verdade, da Justiça e do Amor.
[...]
Irmãos e irmãs, para nós cristãos a verdadeira ecologia representa antes de tudo uma atitude de respeito ao dom que nós recebemos de Deus. A ecologia é para nós cristãos uma questão de fé, porque nós somos chamados a defender aquilo que Deus criou. É inaceitável para quem quer amar a Deus não amar o que saiu das mãos misericordiosas e amorosas de nosso Deus. (…) É preocupante o fato de que frequentemente muitos daqueles grupos sociais e políticos – que de forma admirável estão em harmonia com a maravilha da criação – que eles não dêem tanta atenção para, p.ex., a maravilha do ser humano no útero da sua mãe. Nós queremos a ecologia global, a ecologia completa, que envolva toda a obra da Criação, desde a natureza que Deus fez para que nós pudéssemos desfrutá-la até o ser humano, imagem e semelhança de Deus».
Dom Antonio Rossi Keller,
Bispo de Frederico Westphal

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Brasil terá novo canal de Televisão Católica.

Membros do Instituto de Missionários Leigos de Governador Valadares (MG), entre eles o seu fundador, Padre Antônio Geraldo de Assis Pereira estiveram em Brasília nesta terça-feira, 11, para a assinatura do contrato da outorga de concessão do mais novo canal de TV de inspiração católica do país.
O ato final de concessão da nova TV foi marcado pelo momento em que o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo Silva, assinou o contrato juntamente com o presidente do Conselho Diretor da Fundação José Heleno, responsável pela nova TV, Edson Pinto de Freitas.
A Fundação Dom José Heleno foi criada pelo Instituto de Missionários Leigos em 1998. No mesmo ano deu início à concorrência para o canal de TV de Governador Valadares juntamente com mais 14 concorrentes dos estados de São Paulo, Minas e Rio de Janeiro. Dez anos depois, em 2008, o então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, assinou o decreto de concessão da TV e, em 2009, a Câmara e o Senado aprovaram o decreto do presidente. Desde 2010 acontecem as últimas tramitações para a conclusão do processo.

A oração a Maria

No mês de outubro, mês das missões, e também dedicado a Nossa Senhora, é conveniente conhecer um pouco mais sobre esta maravilhosa devoção. E com certeza, ninguém melhor do que o papa João Paulo II para nos conduzir nesta meditação. Esta reflexão é uma preciosidade que não pode deixar de ser divulgada:
“1. No decorrer dos séculos o culto mariano conheceu um desenvolvimento ininterrupto. Ele viu florescer, ao lado das tradicionais festas litúrgicas dedicadas à Mãe do Senhor, inúmeras expressões de piedade, frequentemente aprovadas e encorajadas pelo Magistério da Igreja.
Muitas devoções e preces marianas constituem um prolongamento da própria liturgia e, às vezes, contribuíram para enriquecer a estrutura, como no caso do Ofício em honra da Bem-aventurada Virgem e de outras pias composições que começaram a fazer parte do Breviário.
A primeira invocação mariana conhecida remonta ao século III e inicia com as palavras: “Sob a tua protecção (Sub tuum praesidium) procuramos refúgio, Santa Mãe de Deus…”. Contudo, desde o século XIV, a “Ave-Maria” é a oração à Virgem mais comum entre os cristãos.
Ao retomar as primeiras palavras dirigidas pelo Anjo a Maria, introduz os fiéis na contemplação do mistério da Encarnação. A palavra latina «Ave» traduz o vocábulo grego «xaire»: constitui um convite à alegria e poderia ser traduzido com o «Alegra-te». O hino oriental «Akathistos» reafirma com insistência este «alegra-te». Na Ave-Maria a Virgem é chamada «cheia de graça» e assim reconhecida na perfeição e na beleza da sua alma.
A expressão «o Senhor é convosco» revela a especial relação pessoal entre Deus e Maria, que se situa no grande desígnio da aliança de Deus com a humanidade inteira. Depois, a locução «Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus » afirma a actuação do desígnio divino no corpo virginal da Filha de Sião.

Deus criou o Diabo?

As Escrituras indicam claramente que Deus não criou o diabo. Ele criou três arcanjos: Gabriel, Miguel e Lúcifer que, com todos os seus vários graus e ordens de seres celestiais, governavam os céus. Todos eles Deus criou através de Jesus Cristo.
Ele — Jesus Cristo — é a imagem do Deus invisível, o primogénito de toda a criação: pois nele todas as coisas foram criadas no céu e na terra, visíveis e invisíveis, fossem tronos, ou domínios, ou prin-cipados, ou autoridades — todas as coisas foram criadas através dele e para ele (Cl 1,5).
Mas a perfeição dessa ordem divina inicial da criação não estava destinada a durar. Em um ponto qualquer, antes que o homem habitasse a terra, Lúcifer (Portador da Luz) rebelou-se contra Deus, tornando-se assim Satã (Adversário). O breve e claro relato de sua rebelião e queda está registrado no livro de Isaías.
“Como decaíste do céu, oh. Estrela do Dia (Lúcifer), filho da Aurora! Como foi cortado cerce quem teve nações sob si! Dizias no coração: ‘Subirei aos céus;acima das estrelas de Deus erguerei alto meu tro¬no; sentar-me-ei ao centro da assembléia no extremo norte,ascenderei acima da altura das nuvens, farmei  igual ao Mais Alto!’ Entretanto, desceste até as profundezas do Inferno.. .” (Is 14,12-15).
A razão da rebelião e subsequente queda de Lúcifer é claramente revelada como sendo o orgulho, pois cinco vezes nessa breve passagem ele se exalta a si próprio e à sua vontade contra a vontade de Deus, traçando seus ambiciosos planos.
Se bem que nem as Escrituras nem os sábios bíblicos pareçam definir o tempo da rebelião (alguns dizem, antes do homem ser criado, outros dizem depois), Jesus Cristo, que estava com o Pai no começo (Jo 1,2) testemunhou a queda. Ele o relembra aos seus discípulos quando esses regressam de uma missão, rejubilando-se pelo sucesso que haviam tido na expulsão de demónios em Seu nome: “Eu vi Satã cair como o raio do céu, disse Jesus” (Lc 10,18).

Igreja Católica incentiva fiéis a protestar contra a corrupção Leia mais em http://www.paulopes.com.br/#ixzz1ai8p4fZX Paulopes só permite a cópia deste texto para uso não comercial e com a atribuição do crédito e link. As reproduções são rastreadas diariamente. Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial

Blog Grupo Renascer com informações de  Bernardo Mello Franco e Matheus Magenta, da Folha

No feriado de Nossa Senhora Aparecida, líderes da Igreja Católica discursaram contra a corrupção e usaram a data religiosa para incentivar os fiéis a participar das manifestações realizadas ontem em diversas cidades do país.

Dom Odílo Scherer:
corrupção em toda parte
O tema marcou as falas dos cardeais dom Odilo Pedro Scherer (foto), arcebispo de São Paulo, e dom Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Eles criticaram os políticos e disseram que a sociedade deve se mobilizar e fiscalizar o uso do dinheiro público.

Na igreja de São Luiz Gonzaga, em Pirituba (zona norte de SP), dom Odilo elogiou os protestos e disse que a corrupção "está em toda parte, afligindo o povo brasileiro".

"Quando não somos mais capazes de reagir e nos indignar diante da corrupção, é porque nosso senso ético também ficou corrompido", afirmou, em sermão. "Quando o povo começa a se manifestar, a coisa melhora. É isso que precisa acontecer."

Depois de chamar o rio Tietê de "rio da morte" e "esgoto a céu aberto", o cardeal comparou a situação de suas águas aos desvios na política. "A corrupção é como a água suja do Tietê. Não gera vida, não é coisa boa", disse.

Padre Marcelo diz não gostar de gato porque é traiçoeiro; ongs protestam.

Em missa para mais de dez mil fiéis e com transmissão pela TV, o padre Marcelo disse no começo deste mês que gosta de cachorro, mas não de gato porque se trata de um bicho traiçoeiro. O padre tem três cachorro e foi mordido pelo vira-lata de sua mãe.

Organizações não governamentais e pessoas protetoras de animais estão exigindo do padre uma retratação para o que entendem que foi um preconceito contra o felino.

Juliana Bussab, da ong Adote Um Gatinho, por exemplo, disse que o padre deveria evitar esse tipo de comentário porque é uma pessoa formadora de opinião.

Disse que, quando pessoas públicas dizem esse tipo de coisa, o número de adoção de gato cai. “É a fala de um padre católico em um país católico. É claro que isso tem peso.” A ong já conseguiu adoção para 4 mil gatos.

Por intermédio de sua assessoria, o padre falou ao Jornal da Tarde, de São Paulo, que a sua afirmação foi “uma brincadeira” e que não vai mais se manifestar sobre o caso.

Para a epidemiologista Angela Bellegarde, “não foi brincadeira de maneira alguma”, [porque] “ele deixou claro o seu preconceito”.

Nova temporada de Malhação tem espiritismo como tema.

Essa atual fase da novelinha da Rede Globo dá destaque a uma personagem que enxerga um determinado número em todos os lugares e sonha com o antigo namorado, que está morto. O resumo dos episódios no site do programa relata uma das cenas que reforçam a nova estratégia: “Durante uma noite chuvosa, ela caminha por ruas estreitas e desertas. Alexia procura pelo número 1046, mas não consegue encontrar. Ouve um barulho de algo caindo e percebe que está sendo seguida. Ao se esconder em um beco, tenta fazer uma ligação, mas o celular está sem sinal. A garota tenta se acalmar e se aproxima da rua para olhar se ainda há alguém por ali. Nisso, Alexia dá de cara com um homem todo de preto. Ela foge, desesperada, e quando pensa que não vai mais aguentar continuar correndo, a garota sente alguém pegá-la pelo braço e puxá-la para trás de um muro. É Douglas, que sussurra: ‘Shhh, quieta, Alexia, pô!’ Alexia chora de saudade e tristeza. ‘Não é possível… não é possível, Douglas… Douglas, você morreu!’ A garota fica arrasada cada vez que tem um sonho com ele. No dia seguinte, seus olhos estão inchados de tanto chorar. O atual namorado, Moisés, presidente da ONG em que ela dá aula, fica intrigado com seu jeito estranho. Um sonho que se repete será um sinal do namorado morto?”.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

RCC CAMOCIM RELIZA HOJE CARREATA MARIANA E DE DIVULGAÇÃO DO III CONGRESSO PAROQUIAL


A Carreata de evangelização será dia 12 de OUTUBRO, Dia de Nossa senhora Aparecida,  mãe e rainhada RCC Camocim, no horário das 15:30h, com  Concentração na  Rua Joquim Tavora , esquina com a Independencia. Juntos faremos uam grande mobilizaçlão para anuciarmos o III congresso paroquial da RCC camocim que tem como tema: " por causa da tua palvra lançaremos as redes"

Queremos deixar claro que a Carreata e o Congresso não se trata de um encontro exclusivo da Renovação Carismática, mas de uma Alegria e graça que pode beneficiar diversos movimentos e pastorais de nossa Paróquia, por meio de um oportuno avivamento espiritual. 
Você não pode ficar de fora deste momento de evangelização!!!
O grupo Renascer traz logo abaixo um pouco da História, milagres e oração, neste dia dedicado inteiramente a Nossa Senhor Aparecida, nosso querida mãe.

 Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil

O rio Paraíba, que nasce em São Paulo e deságua no litoral fluminense, era limpo e piscoso em 1717, quando os pescadores Domingos Garcia, Felipe Pedroso e João Alves resgataram a imagem de Nossa Senhora Aparecida de suas águas. Encarregados de garantir o almoço do conde de Assumar, então governador da província de São Paulo, que visitava a Vila de Guaratinguetá, eles subiam o rio e lançavam as redes sem muito sucesso próximo ao porto de Itaguaçu, até que recolheram o corpo da imagem. Na segunda tentativa, trouxeram a cabeça e, a partir desse momento, os peixes pareciam brotar ao redor do barco.
Imagem Original de Chico SanteiroDurante 15 anos, Pedroso ficou com a imagem em sua casa, onde recebia várias pessoas para rezas e novenas. Mais tarde, a família construiu um oratório para a imagem, até que em 1735, o vigário de Guaratinguetá erigiu uma capela no alto do Morro dos Coqueiros.Como o número de fiéis fosse cada vez maior, teve início em 1834 a construção da chamada Basílica Velha. O ano de 1928 marcou a passagem do povoado nascido ao redor do Morro dos Coqueiros a município e, um ano depois, o papa Pio XI proclamava a santa como Rainha do Brasil e sua padroeira oficial.
A necessidade de um local maior para os romeiros era inevitável e em 1955 teve início a construção da Basílica Nova, que em tamanho só perde para a de São Pedro, no Vaticano. O arquiteto Benedito Calixto idealizou um edifício em forma de cruz grega, com 173m de comprimento por 168m de largura; as naves com 40m e a cúpula com 70m de altura, capaz de abrigar 45 mil pessoas. Os 272 mil metros quadrados de estacionamento comportam 4 mil ônibus e 6 mil carros. Tudo isso para atender cerca de 7 milhões de romeiros por ano. 
Primeiros Milagres

Milagre das Velas
Estando a noite serena, repentinamente as duas velas que iluminavam a Santa se apagaram. Houve espanto entre os devotos, e Silvana da Rocha, querendo acendê-las novamente, nem tentou, pois elas acenderam por si mesmas. Este foi o primeiro milagre de Nossa Senhora.

Cristo Redentor completa 80 anos com missa, bolo e megashow no Rio.

Cristo Redentor vai ganhar uma nova iluminação no aniversário do Rio (Foto: Reprodução / TV Globo)Show da Paz reunirá mais de 20 artistas, escolas de samba e Stacey Kent.
Pela manhã haverá benção e santa missa no santuário do Cristo Redentor.
Um dos principais cartões-postais e símbolo de fé do Rio de Janeiro, o Cristo Redentor completa 80 anos nesta quarta-feira (12). De braços abertos, o monumento que já recebeu milhares de turistas e celebridades terá uma programação especial para comemorar a data. No calendário festivo há benção especial aos visitantes, bolo de oito metros, além do Show da Paz, com a presença da jazzista americana Stacey Kent, Elba Ramalho, Sandy, entre outros artistas.
O Cristo foi erguido em 1931 no topo do morro do Corcovado. O acesso ao ponto turístico pode ser feito através de um trem especial, partindo do Cosme Velho, vans credenciadas, ou a pé, após uma boa caminhada pelo Parque Nacional da Tijuca.
Em 2007, o Cristo Redentor foi considerado uma das sete novas maravilhas do mundo moderno, através de uma votação realizada pela internet, organizada pela New 7 Wonders Foundation. Ao todo, 21 monumentos de diversos países participaram da eleição.
 
Polêmicas em oito décadas
De acordo com a administração do Cristo Redentor, a ideia da construção da estátua começou em 1921. Cinco anos depois começaram as obras de edificação do monumento, inaugurado em 12 de outubro de 1931. O projeto vencedor foi do engenheiro Heitor da Costa Silva, o desenho final do monumento é do artista plástico Carlos Oswald, e a execução da escultura ficou a cargo do francês Paul Landowski.
Ao longo das oito décadas, o principal símbolo do Rio de Janeiro ainda desperta polêmica dos herdeiros dos envolvidos na construção do cartão postal. Parentes de Landowski alegam que ele é o autor da obra, enquanto a família do engenheiro Costa o aponta como idealizador do projeto. A Arquidiocese do Rio é a detentora dos direitos de imagem da obra.

Os sacerdotes são pessoas REALMENTE felizes? Veja conclusão de pesquisa.

Por Genevieve Pollock
Os sacerdotes, em geral, estão entre os membros mais felizes da sociedade, declara o padre Stephen Rossetti, e, contrariamente à opinião laicista, muitos consideram o celibato como um aspecto positivo da vocação. Estas são algumas conclusões destacadas por Rossetti em “Por que os sacerdotes são felizes?” (Ave Maria Press).
O autor, decano associado no seminário e nos programas ministeriais da Universidade Católica da América, também escreveu “Nascimento da Eucaristia”“A alegria do Sacerdócio”, e “Quando o leão ruge”. Psicólogo licenciado, Rossetti foi presidente doInstituto Saint Luke, um centro de tratamento e educação para o clero e os religiosos.
O autor fez uma pesquisa com 2.500 sacerdotes e chegou a conclusões que a sociedade moderna acharia surpreendentes.
Nesta entrevista ele fala da pesquisa e da relação entre a felicidade de um sacerdote e a sua proximidade com Deus e com os outros, além da esperança para o futuro do sacerdócio.
Sua pesquisa diz que os sacerdotes estão entre as pessoas mais felizes do mundo. Por que não ouvimos falar desta felicidade mais vezes?
Pe. Rossetti: Esse constante achado da felicidade nos sacerdotes continua sendo um segredo. Por quê? Primeiro, porque as boas notícias não são notícia. As tragédias e os escândalos enchem as capas, mas caras de sacerdotes felizes não.
Em segundo lugar, porque a secularização da nossa cultura gera uma espécie de negativismo contra a religião organizada. Existe a crença secular de que praticar a fé deve ser algo restritivo e triste. Escutar que os sacerdotes estão entre as pessoas mais felizes é incrível. O fato da felicidade clerical é um desafio poderoso e fundamental para a concepção secular moderna.
Quais são os fatores básicos da felicidade de um sacerdote?
Pe. Rossetti: Eu tive que fazer uma equação de regressão múltipla até encontrar as variáveis mais importantes. A primeira e mais forte foi a variável da “paz interior”. Os que transmitiam uma imagem positiva e uma sensação de paz interior foram os mais felizes entre os sacerdotes. Curiosamente, a minha pesquisa demonstrou que o item mais poderoso da paz interior é a relação pessoal com Deus. A correlação deu uma r=.55, que é uma correlação muito forte em ciências sociais. E de onde vem a paz interior? Quando você tem uma relação sólida com Deus, você tem muita paz interior. Jesus prometeu. “Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz”.
Foi muito emocionante para mim ver as verdades do Evangelho dispostas diante dos meus olhos em forma de estatísticas. Só encontramos a paz verdadeira e duradoura em Deus. E claro, também a relação pessoal com Deus foi um indicativo da felicidade. De novo uma correlação importante (r=.53). A nossa vida espiritual é um poderoso contribuinte para a paz interior e para a felicidade pessoal.

Estátua do Cristo Redentor completa 80 anos! Veja sua história.

coleção aguinaldo silva
Fonte: Veja on Line
Construir uma estátua com a representação da imagem de Jesus Cristo em um pico de platô pequeno, a 710 metros de altura do chão, sem estrada de rodagem alguma nem água por perto, era um desafio dos mais difíceis na década de 20. Além disso, sua forma criava outras dificuldades: muita gente achava que os braços, abertos e esticados, despencariam com os primeiros ventos — lá em cima eles batem com mais força que no solo urbano e não raro ultrapassam 100 quilômetros por hora.

O concurso para escolher o melhor projeto para o Cristo Redentor havia sido vencido, em 1921, por Heitor da Silva Costa, arquiteto e engenheiro carioca, morador do bairro do Flamengo. Ele passaria os anos seguintes arredondando os desenhos, mandando construir maquetes, fazendo e refazendo cálculos matemáticos e chefiando missões brasileiras a Paris, cidade à qual foram encomendados serviços artísticos do escultor franco-polonês Paul Landowski, autor da cabeça e das mãos da estátua. Somente em 1926, sob a batuta do encarregado das obras, Heitor Levy, a construção seria iniciada.

Esse monumento de 38 metros de altura, fincado no topo do Corcovado, justifica sua presença no rol dos grandes feitos da engenharia. “As duras condições de trabalho e os recursos parcos tornaram mais criativas as soluções técnicas adotadas”, explica o engenheiro baiano Maurício Brayner, autor de um recente estudo sobre o tema, na Fundação Getulio Vargas.
Ele destaca como foi acertada a escolha do concreto armado. O material era uma novidade no estilo art déco e baixou o preço final do empreendimento, que fora inicialmente idealizado em metal, como a Estátua da Liberdade, em Nova York. “Heitor da Silva Costa desistiu por considerar feio o efeito do cobre a longa distância e por temer que em uma guerra o monumento acabasse sendo destruído, com a finalidade de virar peças de artilharia”, acrescenta.

arquivo o cruzeiro/em/d.a. press
Maquete de Landowski
Silva Costa foi meticuloso. A altura e a posição da estátua, por exemplo, foram definidas com base em observações particulares, ele próprio olhando para o Corcovado de vários locais, incluindo as cidades (na época longínquas) de São Gonçalo e Niterói. O ângulo de visão da Praia de Botafogo foi escolhido como ponto frontal porque dali o monumento aparecia com cerca de 10% da altura do maciço que lhe serve de pedestal natural, o que o engenheiro considerava adequado, numa boa proporção. Além disso, o Redentor seria visualizado de frente pelos visitantes que chegassem, por mar, à Baía de Guanabara.

Consórcios crescem e atraem até igrejas

A venda de consórcios no país, que cresceu à taxa de 37% em volume liberado negociado no acumulado do ano até agosto, não deixa nada de fora. Ou pouca coisa.

De fazendas a igrejas, de próteses dentárias a silicone, quase tudo pode ser encaixado em um consórcio.

A menor burocracia estimula a formação de grupos focados em públicos específicos, com menos acesso a linhas de crédito.

É o caso das igrejas evangélicas. "Mesmo não tendo fins lucrativos, igrejas têm direito a linhas de financiamento", diz Roberto Quiroga, sócio do escritório de advocacia Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga.

No entanto, segundo especialistas, são pouco comuns as liberações de crédito para essas instituições.

Uma das razões para isso é a falta de comprovação de rendimentos.

A empresa de consórcios FBJ Representações lançou na Expocristã 2011 (evento de produtos e serviços para cristãos), realizada em setembro em São Paulo, uma modalidade direcionada especificamente a esse público.

"A ideia é que o pastor ou a igreja que está alugando um templo possa ter recursos para construir sua própria sede", afirma Delmar Borges, dono da FBJ.

A FBJ vai até as igrejas para explicar aos fiéis como funciona o consórcio.

Se o paganismo tivesse “vencido”, quem seríamos nós? IMPERDÍVEL!




A Origem do Ocidente

Carlos Caso-Rosendi
Nestes últimos anos tem aumentado o coro dos que propõem a erradicação da religião por considerá-la perniciosa para a civilização. Repetem sem refletir as vozes que começaram com o anticlericalismo da Revolução Francesa, que insistia que a religião – especialmente a católica – era uma superstição que apenas atrasava o desenvolvimento potencial da humanidade.
Desde aqueles distantes dias, sempre houve aqueles que querem facilmente posar de “intelectuais” e para isso não há nada mais normal do que opor algo que rejeite a religião em nome de uma suposta superioridade intelectual. O sujeito anti-religioso é imediatamente considerado um “livre pensador”, um transgressor das regras do “sistema” e infinitas outras rotulagens que não encontram qualquer amparo na realidade. Para quem consegue enxergar o jogo, a famosa postura anti-religiosa revela sempre as mesmas coisas: má formação intelectual, pobreza no manejo de conceitos abstratos, pouca leitura e muitos preconceitos alimentados geralmente pelo desejo de não se submeter aos limites da moral sexual.
Dizíamos que a Revolução Francesa – sim, a mesma que cortou a cabeça de Lavoisier, pai da física moderna - começou com esta moda do intelectualismo automático. Nada melhor e mais suscinto para um ignorante com pretensão de pensador que se alimente de dois padres no café da manhã para se transformar “ipso facto” em um “arauto da liberdade” e em um “sujeito inteligente e bem-informado”.
Porém, sempre há retrógrados medievais como eu (como podem ver, eu sei que sou assim e sou feliz por ser assim) que se empenham em provar com fatos que os tais secularistas inimigos da religião estão bastante equivocados. Insisto que é o Cristianismo, as idéias cristãs, que criaram primeiramente o intelecto ocidental, com sua genuína e original mistura de individualismo, curiosidade e equanimidade cívica, valores que por sua vez deram origem a sociedades concretas que promovem os direitos do ser humano, a ciência e os governos democráticos.

Jogador é preso na Arábia Saudita por exibir tatuagem de Jesus.


O colombiano Juan Pablo Pino, jogador do Al Nasr, da Arábia Saudita, foi preso por exibir em público uma tatuagem de cunho religioso.

Segundo a imprensa saudita, o incidente ocorreu quando o atleta passeava com a mulher em um shopping de Riad, capital do país. Com uma camiseta sem mangas e a imagem de Jesus Cristo em um dos braços à mostra, causou indignação das pessoas no local e foi insultado. A confusão chamou a atenção da polícia moral, encarregada de garantir o cumprimento das leis do reino saudita, que decidiu prendê-lo.

O clube publicou declarações em que Pino declara "profunda tristeza" pelo episódio, acusa torcedores rivais e afirma respeitar as leis do país. Lembrou, inclusive, ter comprado uma roupa muçulmana para que sua mulher "saia de maneira respeitosa". A mulher, preocupada, pede que o marido abandone a equipe e deixe a Arábia.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Um amor eterno


A capacidade de ver o outro de forma diferente
O amor só pode ser eterno à medida que vivermos a conquista do outro todos os dias. E isso só a partir do momento em que o amor de Deus incendiar a nossa vida. Nós só podemos ser livres quando temos dono, mas um dono que nos administre para o amor e para a liberdade. O meu Dono [Deus] me ama, tem apreço por mim! Não vai me sugerir nada que vá me fazer mal, porque Seu dom é amor. Ele não escraviza ninguém.
Para ter fogo é preciso ter lenha. Deus é o fogo. Nós precisamos ser essa lenha onde o Senhor queime. O Todo-poderoso não faz milagres para mostrar o Seu poder apenas, mas todas as manifestações do Senhor são para conquistar o coração que está ali. Ele assim fez com Moisés. A conquista vem por intermédio de coisas bonitas. Se você vai receber amigos, você oferece o melhor. Busca um jeito de manifestar o amor. É isso que Deus fez com esse profeta.
O "bonito" não se limita a um atrativo estético, interior. É você perceber algo a mais. É descobrir que alguma coisa daquela beleza supera as suas formas. É algo maior que me chama, que fala de mim, como se aquela beleza fosse algo que me faltasse. O amor é essa capacidade de ver o outro de forma diferente. No meio de tanta gente, alguém se torna especial para você e você se aproxima. O amor é essa capacidade de retirar alguém da multidão, tirá-lo do lugar comum para um lugar dedicado, especial. Alguém descobriu uma sacralidade em você.
Amar é você começar a descobrir que, numa multidão, alguém não é multidão. Quando alguém se aproximou de você foi porque você gerou um encanto nessa pessoa. O outro se sentiu melhor quando se aproximou de você. A beleza da totalidade que você tem faz o outro melhor. A primeira coisa que o amor esponsal e conjugal cura são as orfandades que a vida nos colocou.

Fiéis de todo o Brasil participam do Cirio de Nazaré


 A celebração do Círio de Nazaré recebeu mais de 2 milhões de pessoas diante da Catedral da Sé, em Belém, neste domingo (9). O arcebispo metropolitano de Belém, dom Alberto Taveira, rezou missa que marcou o início da procissão do também chamado "Natal dos paraenses".
Foram 3,6 quilômetros até a Praça do Santuário, onde a imagem da Virgem fica exposta em um altar para visitação dos fiéis por 15 dias.
Segundo a Arquidiocese de Belém, o Círio de Nazaré é considerado a maior manifestação religiosa da América Latina e é realizado desde 1793. Todo o trajeto e feito com seis pedaços de corda de duas polegadas de diâmetro, que totalizam 400 metros de comprimento e cerca de 500 quilos.

Aluna é proibida de usar rosário em escola americana.

Uma escola pública em Fremont (Nebraska, Estados Unidos) que proibiu uma menina de 12 anos de levar um rosário para a sala de aula provocou uma polêmica sobre a liberdade de culto.
A escola afirmou que a proibição só se aplica a alguns grupos que utilizam o rosário como símbolo de pertinência a uma gangue, mas a principal organização em defesa dos direitos civis no país, a União Americana de Liberdades Civis (ACLU, na sigla em inglês) interveio no caso, informou nesta terça-feira a rede de televisão local KETV Omaha.
Segundo a ACLU, esta medida viola os direitos da menina, Elizabeth Carey, em expressar suas crenças religiosas, estabelecidos na primeira emenda da Constituição americana. Elizabeth recebeu uma notificação do distrito escolar de Fremont no qual era advertida que seu uso do rosário como um colar violava o código de vestimenta em sua escola, ao poder ser interpretado como um símbolo de pertinência a uma gangue. “Minha decisão é defender Jesus e farei o que possa para deter isto”, disse a garota.

Grupo cristão quer trocar o Halloween por “JesusWeen”.

Celebrado entre o pôr-do-sol do dia 31 de outubro e o nascer do dia 1° de novembro, tratava-se de uma noite sagrada (hallow evening, em inglês), a tradição diz que o mundo dos vivos e o mundo dos mortos se uniam em uma coisa só. Por isso a imagem mais comum é a de fantasmas, bruxas e monstros indo de casa em casa pedindo comida.
Com o tempo, a comida servida deu lugar aos doces que as crianças vestidas de monstros pedem ao longo da noite. A comemoração do Halloween foi se popularizando e hoje já é lembrada em vários países, inclusive no Brasil.
Agora, um grupo cristão canadense tenta mudar a história, incentivando as pessoas a doarem Bíblias e presentes cristãos como “uma forma amigável de lembrar as crianças” quem Jesus venceu a morte.
Por isso o nome da festa para eles deveria ser Jesus Ween [um trocadilho com win, vencer em inglês]. O projeto Jesus Ween foi criado pelo pastor Paul Ade, que vive em Calgary, Canadá. Ele tem feito seminários em diversas igrejas da América do Norte, tentado mobilizar cristãos de todas as denominações a levarem a sério essa iniciativa.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by