sábado, 4 de junho de 2011

ábado, 14 de maio de 2011 PARÓQUIA DE BOM JESUS ANUNCIA I CAMINHADA ECOLÓGICA DE CAMOCIM

texto e fonte:  camocim online

Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho, acontecerá a I Caminhada Ecológica de Camocim.  Com o tema  "A vida não é reciclável, recicle essa ideia!", o  objetivo  do evento é  contribuir para a conscientização das comunidades cristãs e pessoas de boa vontade sobre a gravidade do aquecimento global e das mudanças climáticas, motivando-as  a participarem dos debates e ações que visam  enfrentar o problema,  preservando as condições de vida do planeta. 
O início da caminhada ocorrerá, a partir das 15h,  na Lagoa das Thierres, no Bairro Brasília, com chegada programada para a Igreja Matriz, onde haverá celebração de uma missa às 18h. Além da participação inicial da comunidade do Bairro Brasília, as demais terão a missão de mostrar, de forma individual, aspectos relacionados à ecologia e questão ambiental: Bairro Olinda (Água e Descartáveis); São Francisco, Nossa Senhora de Fátima e São José (Fauna e Flora); Centro (Poluição Urbana e Projeto de Reciclagem); São Pedro (Poluição Marítima) e Cruzeiro e Santo Expedito (Lagoas e Desmatamento). Os  temas serão enfocados durante a caminhada através de símbolos, cartazes e faixas.

Divulgue o Festival Halleluya



Faltam 49 dias para o Festival Halleluya 2011. A divulgação do maior evento de artes integradas do país está a todo vapor e você pode nos ajudar a espalhar esta boa notícia.
 
Confira algumas dicas de como divulgar o Festival Halleluya.
 
Multiplicando as peças publicitárias do evento. Na página multimídia você pode baixar papéis de parede para seu computador ou Twitter, também pode fazer o download do cartaz e enviar para seus contatos por e-mail. Na mesma página você encontra o spot do Festival Halleluya, baixe e espalhe, coloque em carro de som e outros meios que você tenha acesso.
 
Os adesivos para carro são uma ótima pedida de divulgação. Neste ano as peças estão de altíssima qualidade, são microperfuradas e possui os tamanhos grande e pequeno. Veja na foto acima como chama a atenção a peça.
 
A arte das camisas também foram caprichadas. Com o tema Solte a sua Voz foi lançado o primeiro modelo que já é um sucesso de vendas. Os adesivos e as camisas você pode adquirir nas livrarias Shalom e nos Centros de Evangelização. No final desta notícia disponibilizaremos todos os endereços.

Por que os jovens optam por morar juntos?

Imagem de DestaqueO que mais falta é o arrojo de crer no parceiro

As estatísticas não deixam margem a dúvidas. Se unir-se em santo matrimônio, ou "casar na Igreja", sempre foi uma luta secular (milenar) da Igreja, nos últimos decênios se acentuou perigosamente essa tendência. Os missionários leigos de uma Paróquia, certa ocasião, percorreram os domicílios de um bairro, no qual a grande maioria se professava católica. Verificaram que mais de 80% da população não era legalmente casada (no civil), e mais de 90% dos católicos não tinham um casamento abençoado pela Igreja. Os jovens tinham o costume de "ajuntar os trapos" e irem morar juntos. Isso de "casar com papel passado" sempre ficava para depois; isto é, para nunca. Tais casais ficam tolhidos em sua plena participação na vida da Igreja. É uma deficiência de raiz, para formar uma boa família. O que intriga são as razões de tal procedimento.

A Conversão de Voltaire

O catedrático de filosofia Carlos Valverde escreve um surpreendente artigo em que documenta historicamente a conversão de um dos mais célebres inimigos da Igreja Católica.
 UM 30 DE MAIO DO ANO 1778: A investigação de documentos antigos sempre mostra surpresas. A última me veio ao folhear o tomo XII de uma velha revista francesa, Correspondance Littérairer, Philosophique et Critique (1753-1793), monumento riquíssimo para conhecer o século do Iluminismo e o começo da Grande Revolução.
Todos sabemos quem foi Voltaire: o pior inimigo que teve o cristianismo naquele século XVIII, em que emitia críticas cruéis. Com os anos crescia seu ódio ao cristianismo e a Igreja. Era nele uma obsessão. Cada noite cria haver afastado a infâmia e cada manhã sentia a necesidade de voltar a declarar: o Evangelho só havia trazido desgraças sobre a Terra.

Descansar no Senhor

O Senhor é meu Pastor, nada me faltará. Em verdes prados Ele me faz repousar. Conduz-me junto às águas refrescantes, restaura as forças de minha alma (Sl 22, 1-3a).


Descansar no Senhor é confiar. É aguardar com uma confiança inabalável que Deus realize em nossa vida o que necessitamos. É não se deixar tomar pelo desespero, pela ânsia de resolver tudo a nosso modo, acreditando que Deus sabe o que é melhor para nós e realizará no seu tempo e da melhor maneira o que precisamos. Entendamos que descansar em Deus não é ficar estacionado, aguardando a resolução do problema, mas continuar caminhando, orando confiadamente Naquele que nos fortalece "...mas aqueles que contam com o Senhor renovam suas forças; Ele dá-lhes asas de águia. Correm sem se cansar, vão para a frente sem se fatigar"(Is 40,31).

O que causou a crise de pedofilia na Igreja? Uma análise a partir do relatório americano.




Kathleen McChesney, que atuou de 2002 a 2005 como a primeira diretora-executiva do recém-criado Escritório para a Proteção da Criança e da Juventude da Conferência dos Bispos dos EstadosUnidos, analisa aqui as principais conclusões do  relatório do John Jay College sobre o abuso sexual por parte de alguns membros do clero.
O artigo foi publicado na revista dos jesuítas dos EUA, America, 06-06-2011. A tradução é de Moisés Sbardelotto.
***
O tão esperado relatório As causas e o contexto do abuso sexual de menores por padres católicos nos Estados Unidos, 1950-2010 oferece respostas bem pesquisadas às perguntas-chave sobre a crise dos abusos. O John Jay College de Justiça Criminal passou quase cinco anos realizando esse estudo inédito, que foi encomendado pela Conferência dos Bispos dos EUA a um custo de 1,8 milhões de dólares.
O relatório não identifica uma causa específica definitiva para os abusos – não há nenhuma “prova cabal” para a vitimização dos milhares de meninos e meninas pelo clero católico durante as últimas seis décadas. Houve, ao contrário, uma confluência de fatores organizacionais, psicológicos e situacionais que “contribuíram para a vulnerabilidade dos padres” durante esse período, que levou a que 4% a 6% deles cometessem atos de abusos.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Cardeal Medina pede que legisladores católicos não apóiem as uniões gay


Cardeal Medina pede que legisladores católicos não apóiem as uniões gay

O Prefeito Emérito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, o Cardeal Jorge Medina, chamou os parlamentares católicos a não dar seu voto ao Acordo de Vida em Comum, porque abriria as portas às uniões homossexuais no Chile.

"A iniciativa é lamentável, porque não se trata de regular ou regulamentar as uniões de fato, mas sim favorecê-las", disse esta segunda-feira o purpurado à Radio Bío Bío. "Isto significa, desde o ponto de vista da lei, dar um golpe ao matrimônio e introduzir um elemento mais para debilitar esta instituição essencial para toda sociedade que é o matrimônio entre um homem e uma mulher para toda a vida", acrescentou.
O Cardeal advertiu que o matrimônio "já foi debilitado com um golpe feroz ao ser aprovada a lei de divórcio". "Nossa postura não vai mudar, porque tudo o que signifique debilitar o matrimônio é negativo e lamentável", assinalou.

Cristãos brasileiros devem unir-se para lutar contra a corrente anti-cristã, afirma Prof. Aquino



Em um artigo publicado este 1 de junho, o conhecido autor e apresentador da Canção Nova, Prof. Felipe Aquino, realizou um apelo a todos os cristãos do Brasil a lutar pela família, e mais concretamente, alertou para os perigos do Projeto de Lei 122 que criminaliza a discordância com a homossexualidade e fere a liberdade de expressão. "Mais do que nunca hoje é preciso esta união, pois forças gigantescas se movem contra a fé cristã", recordou o Prof. Aquino lembrando a recente Marcha pela Família em Brasilia que reuniu milhares de cristãos brasileiros para protestar contra o projeto.

No seu artigo, o Prof. Aquino destaca a chamada de João Paulo II na sua Encíclica "Ut Unum Sint" a todos os cristãos na qual o agora beato "lembra que os cristãos (católicos, ortodoxos e protestantes) precisam se unir para enfrentar a atual "corrente anticristã"".

AIDS: 60 milhões de pessoas infectados no mundo. A Igreja pensa em CADA uma delas!


Mais solidariedade dos países ricos com os mais pobres e sem acesso aos medicamentos; responsabilidade de cada um nas relações sexuais e mais aproximação dos doentes que vivem a vergonha do estigma.
Este foi o pedido de pesquisadores, médicos e representantes eclesiais que se reuniram em Roma, em 27 e 28 de maio, para debater sobre o HIV, sua difusão no mundo e as vias de combate adotadas nos cinco continentes.
São 60 milhões de contagiados pelo vírus nos últimos trinta anos, mais de 30 milhões de mortos pela doença no mesmo período, e 2,6 milhões de infectados em 2009, com 1,8 milhões de falecidos.
Estes números são sinais de uma emergência que a Igreja continua ajudando a resolver, através de 117.000 estruturas de saúde que compreendem desde o pequeno posto médico na selva até o hospital policlínico de vanguarda na cidade grande.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Precisamos do Espírito Santo!

Nosso Senhor Jesus Cristo nos revela que existe somente uma forma para provar que somos seus discípulos: “Se me amais, guardareis os meus mandamentos.” (Jo 14,15).
Para Jesus o testemunho do nosso amor por Ele,deve se manifestar na alegria de viver o evangelho. E isso não se faz somente com boas intenções ou palavras bonitas, mas sobretudo através de atos. Ninguém pode dizer amar a Jesus e ao mesmo tempo fazer o mal. O egoísmo, ódio, mentira, desonestidade, adultério, violência…são próprios de quem não vive Jesus.

O pato e a esponja

Imagem de Destaque


É preciso que aprendamos a nos tornar impermeáveis

Por acaso você já observou o que acontece com os patos quando dão seus mergulhos na lagoa? Eles simplesmente não se molham. Suas penas são cobertas com uma camada de óleo, tornando a ave impermeável. Ele retira cuidadosamente o óleo, da glândula uropigial, com o bico e o espalha por todo o corpo. Se você lavar um pato com detergente, ele se afogará no primeiro mergulho. Mas o pato não é a única ave privilegiada com esta proteção. Praticamente metade das aves possuem a tal glândula.
Ao liderar pessoas difíceis é fundamental desenvolver um mecanismo de proteção parecido com o do pato. De alguma maneira, é preciso que fiquemos “impermeáveis”. O grande erro é deixar que o temperamento difícil de uma pessoa se torne referência para você e para todos ao redor.

Como harmonizar a música sacra com as novas tendências?


A música sacra tem de levar a viver algo de transcendente, diferente da completa banalidade dos cantos que não se adaptam à oração e que são apenas barulho.
É o que afirma o cardeal Zenon Grocholewski, prefeito da Congregação para a Educação Católica e grão-chanceler do Pontifício Instituto de Música Sacra, nesta entrevista a ZENIT, durante um congresso em Roma.
Como se harmoniza a música sacra com as novas tendências?
Cardeal Grocholewski: O problema não é fácil. Trata-se, por um lado, de unir a tradição da Igreja e, por outro, de dar possibilidades às novas contribuições musicais. Por isso Pio X fundou o Instituto, para estudar a problemática. Aqui estudam pessoas do mundo todo. É para formar as pessoas e sensibilizá-las quanto ao papel da música sacra.

A fé sem a razão e a razão sem a fé.




Pedro Ravazzano

O alvorecer da mentalidade moderna remonta ao rompimento da relação da fé com a razão. A derrocada da Civilização Ocidental, ainda que esteja marcada por eventos revolucionários, tais como a Reforma Protestante e a Revolução Francesa, deve os seus pressupostos filosóficos ao que Descartes inaugurou ao arvorar o triunfo da razão.

A razão se liga a Deus, o seu criador, e encaminha o homem ao conhecimento da realidade que o permeia. O conhecimento das coisas-em-si se dá por um esforço intelectual totalmente possível ao individuo dotado dos potenciais da sua racionalidade. Não obstante, a razão separada da fé, ao colocar Deus como mais um objeto da reflexão, abre-se à sua própria segmentação.
O racionalismo admite o conhecimento racional, porém desvinculado da experiência, totalmente independente da objetividade do mundo, o que deu margem ao distanciamento tipicamente positivista.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Rede Nacional de Intercessão - Junho de 2011

SANTIDADE, A NOSSA VITÓRIA
Começamos a reflexão deste mês com esta frase norteadora do livro de Neemias, 2,17: “Vinde! Reconstruamos as muralhas de Jerusalém e não seremos mais objetos de insulto”. Esta frase poderá ajudar a você a entender o que estamos vivendo na RCCBRASIL nestes últimos tempos. Estamos em tempo de reconstrução, em tempo de maturidade.
Nós refletimos nos meses anteriores, o limite entre a concupiscência e o pecado. Santo Tomás de Aquino definiu o pecado original afirmando que este consistia formalmente numa privação da justiça originária e materialmente na concupiscência (ST I-II, q. 82, a. 3). Esta definição clássica reunia as duas grandes tendências do estudo medieval sobre o pecado original, pode ser parafraseada após nossa análise dizendo que a estrutura fundamental do pecado consiste negativamente numa falta de fé e positivamente na vã pretensão de autojustificar-nos mediante a correspondência entre as nossas ações e seus resultados.

A devoção ao coração de Jesus

fonte : Canção Nova
Foto: Robson Siqueira
É muito bom estarmos celebrando este final de semana do Sagrado Coração de Jesus, a Igreja celebra depois da Páscoa duas festas importantes, Corpus Christi e doSagrado Coração de Jesus. A Igreja ensina que a gente celebra aquilo que gente acredita, aquilo que a gente reza e celebra.

A nossa vida religiosa é feita daquilo que acreditamos e celebramos. Este tempo forte passando pela Páscoa, Pentecostes, Corpus Christi, Sagrado Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria, a Igreja termina com essas duas festas para dizer que todas as festas são fruto do amor de Deus.

A luta de Jacó

O papa Bento XVI conduz semanalmente, durante a oração do Ângelus (ou do Regina Coeli, durante o tempo pascal), um momento de catequese. O tema desses ensinamentos é oração.
Queridos irmãos e irmãs
Hoje, eu gostaria de refletir convosco sobre um texto do Livro do Gênesis que narra um episódio um pouco especial da história do patriarca Jacó. É um fragmento de difícil interpretação, mas importante na nossa vida de fé e de oração: trata-se do relato da luta com Deus no vau de Jaboc, do qual ouvimos um pedaço.
Como recordareis, Jacó tinha tirado do seu irmão Esaú a primogenitura, em troca de um prato de lentilhas, e depois recebeu de maneira enganosa a bênção do seu pai Isaac, que nesse momento era muito idoso, aproveitando-se da sua cegueira. Fugindo da ira de Esaú, refugiou-se na casa de um parente, Labão; tinha se casado, havia enriquecido e voltava à sua terra natal, disposto a enfrentar o seu irmão, depois de ter tomado algumas prudentes medidas. Mas quando tudo está preparado para este encontro, depois de ter feito que os que estavam com ele atravessassem o vau que delimitava o território de Esaú, Jacó fica sozinho e é agredido por um desconhecido, com quem luta a noite inteira. Esta luta corpo a corpo – que encontramos no capítulo 32 do Livro do Gênesis – se converte para ele em uma singular experiência de Deus.

Camboja: Igreja Católica renasce das cinzas.


O Camboja ainda carrega as feridas do Khmer Vermelho – um regime brutal [comunista] que governou de 1975 a 1979 em que morreram cerca de 2 milhões de pessoas.
Hoje, o Camboja conta com 14 milhões de habitantes, dos quais 96% são budistas e os cristãos chegam a pouco mais que 1% da população.

O bispo Dom Oliver Michel Marie Schmitthaeusler nasceu em 1970 em Estrasburgo (França). Depois de sua ordenação em 1998, foi para o Camboja como missionário. Em março de 2010, foi ordenado bispo e empossado como Vigário Apostólico coadjutor de Phnom-Penh, capital do Camboja.

Governo apresenta a expressões religosas plano para acabar com a miséria no país.

Plano Brasil sem Miséria, a ser lançado pela presidente Dilma Rousseff na próxima quinta-feira, 2, foi apresentado sexta-feira, 27, a grupos religiosos convidados pela Secretaria Geral da Presidência da Republica e pelo Ministério do Desenvolvimento Social.
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) foi representada pelo presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, dom Guilherme Antônio Werlang, e pelo presidente da Caritas Brasileira, dom Luiz Demétrio Valetini, além de assessores e membros de organismos da CNBB.
O ministro da Secretaria da Presidência, Gilberto Carvalho, ressaltou a importância das religiões no combate à pobreza e a miséria no país. “A prática religiosa do Brasil é responsável por uma grande prática social no país. O governo sozinho não dá conta [de acabar com a pobreza]”, disse o ministro. “Como cristãos o que mais buscamos é uma sociedade fraterna, sem desigualdades”, acrescentou.
A ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, apresentou o Plano Brasil sem Miséria cujo objetivo é tirar da extrema pobreza os 16,2 milhões de pessoas apontados pelo Censo 2010. Estão neste grupo aqueles cuja renda familiar per capita é até R$ 70.
Segundo dados do Censo, 59% desse total, isto é, 9,6 milhões, estão no Nordeste. Dos que estão no campo, 25% estão na linha de extrema pobreza. Em relação à idade, 51% dos extremamente pobrest êm até 19 anos. Outro dado que chama a atenção é que 70,8% dos que estão na linha de extrema pobreza são negros e 25,8% analfabetos.

O fascinante mundo dos bebês no útero das mães contrasta com o mundo trágico e egoísta dos abortistas.



Uma interessante entrevista com Dr. José Raimundo Lippi . O entrevistado é professor de Psiquiatria da Infância e da Adolescência do Departamento de Psiquiatria e Neurologia da UFMG .
Jornal Estado de Minas
“EM- Existe mesmo uma comunicação do feto com sua mãe? Porque a gente já ouvia falar nisso como algo esotérico, místico. Hoje a ciência já pode comprovar esta comunicação?
Raimundo- Pode e eu posso citar nomes de cientistas e de laboratórios onde isto vem sendo comprovado. Na verdade, há mais de mil anos, a China organizou suas clínicas pré-natais porque acreditava-se que as crianças, dentro do útero, sofriam influências da mãe. Muitas coisas viraram mito, como por exemplo mulheres grávidas não poderem levar sustos, não poderem se aproximar do fogo etc. Se formos percorrer a Bíblia ou os livros de Hipócrates, já se falava em uma vida intra-uterina. Quem falou disso primeiro, com muita certeza, foi um artista, Leonardo da Vinci, em cujos escritos estão: “Uma mesma alma governa dois corpos. As coisas que a mãe deseja imprime-se na criança que ela traz no útero. Todo querer, todo desejo supremo da mãe, toda dor, todo medo, pode atingir poderosamente a criança e, ás vezes, mata-la”. Isto Leonardo da Vinci falou a quatro séculos.
EM- Mas ele falou por intuição, sem base científica. Como é que a ciência comprova esta comunicação da mãe com o feto?
Raimundo – Nas décadas de 40 e 50, cientistas afirmavam que as emoções sentidas pela mãe repercutiam sobre a criança que ela carregava. Podemos citar o exemplo de David Winnicott, da Universidade de Londres; Igor Caruzo, da Universidade de Salsburgo; Lester Sotang, dos Estados Unidos; Frederick Kruse, da Alemanha e Hans Graber, da Suíça. Somente em meados dos anos 60 é que a tecnologia médica permitiu comprovar muitas destas intuições. Neurologistas como Dominick Púrpura, da Faculdade de Medicina Albert Einstein de Nova York; Maria Salam e Richard Adams têm provas fisiológicas sólidas e irrefutáveis de que o feto é um ser capaz de reações auditivas, sensoriais e afetivas. E foi a partir daí que começou a surgir a Psicologia Pré-natal.

Debate mundial.Países se “blindam” contra “casamento” homossexual.

Por Rafael Navarro-Valls

As grandes disputas jurídicas não são simplesmente nacionais: são mundiais. Assim ocorreu, por exemplo, com os debates sobre a codificação. E assim está ocorrendo agora com a nota de heterossexualidade do casamento.
A tensão é percebida entre duas tendências opostas. A primeira é o que, em termos de direito internacional, se chama “efeito dominó”, isto é, a propensão expansiva de uma instituição jurídica, quando é adotada por um sistema político de certa influência sobre outros. Junto a esta tendência expansiva, a adoção, por alguns sistemas jurídicos, do casamento entre pessoas do mesmo sexo produziu uma reação contrária. É o que chamei uma vez de “efeito blindagem”, ou seja, a defesa do casamento heterossexual através da constitucionalização da nota de heterossexualidade.
Qual destas tendências avança com maior rapidez? Contra o que se poderia acreditar, a realidade é que existe um equilíbrio instável modelado por reações e contrarreações que desenham, em minha opinião, um panorama mais próximo da defesa do casamento heterossexual que do avanço do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Ser católicos significa ser marianos, afirma Papa

Bento XVI afirmou que o catolicismo implica em uma atitude mariana, ao receber no Vaticano, no sábado passado, uma delegação da congregação mariana Mariä Verkündung (Maria Anunciada) de Ratisbona (Alemanha).

"A catolicidade não pode existir sem uma atitude mariana", afirmou, recordando que "ser católicos quer dizer ser marianos, que isso significa o amor pela Mãe, que na Mãe e pela Mãe encontramos o Senhor".
O Papa disse que "Maria é a grande crente" que indica a todos "o caminho da fé, a coragem de confiar-nos a esse Deus que se dá em nossas mãos, a alegria de ser testemunhas; e depois, sua determinação de permanecer firme quando todos fogem, a coragem de estar do lado do Senhor quando tudo parecia perdido, e fazer seu o testemunho que conduziu à Páscoa".
Também expressou sua alegria pelo fato de que "ainda hoje há homens que, junto a Maria, amam o Senhor; que, através de Maria, aprendem a conhecer e a amar o Senhor e, como Ela, dão testemunho do Senhor nas horas difíceis e nas felizes; que estão com Ele aos pés da cruz e que continuam vivendo alegremente a Páscoa junto d'Ele".

Confira as Intenções de Oração do Papa para o mês de junho

As intenções de oração do Papa Bento XVI para o mês de junho centram-se na intercessão pelos sacerdotes e no despertar de vocações.

Como intenção geral, o Santo Padre pede "para que os sacerdotes, unidos ao Coração de Cristo, sejam sempre verdadeiras testemunhas do amor atento e misericordioso de Deus". Na intenção missionária, Bento XVI reza "para que o Espírito Santo faça surgir em nossas comunidades numerosas vocações missionárias, dispostas a consagrar-se plenamente à difusão do Reino de Deus
Todos os meses, o Pontífice confia suas intenções ao Apostolado da Oração, uma iniciativa que é seguida por milhões de pessoas em todo mundo.

Americana mata filho por asfixia durante sessão de exorcismo

A Justiça do Estado de Indiana (EUA) condenou Latisha Lawson (foto), 31, à prisão por ter matado o seu filho de dois anos em uma sessão de exorcismo. A pena será anunciada nos próximos dias e poderá ser fixada em até 45 anos.

Latisha tinha cismado que Jezaih (foto), o filho, estava tomado por demônios, principalmente por um tal de “Marzon”.

Durante um ritual, ela obrigou-o a tomar uma poção à base de azeite e vinagre. O menino teve engasgo, e a mãe o impediu de vomitar, tapando a boca e o nariz. Jezaih morreu em consequência de asfixia e de um torção no pescoço, de acordo com a perícia policial.

Chegou sua vez! Halleluya 2011 abre inscrições para “novos talentos”. Inscreva-se.


O Halleluya cresce e inova. Em sua décima quarta edição o evento transforma-se em um festival de música, teatro e dança a busca de novos talentos.
Para participar é muito simples, tudo pode ser feito pelo site do evento de modo online. Duas eliminatórias precedem a grande final que acontecerá nos dias do Halleluya, de 20 a 24 de julho, no Condomínio Espiritual Uirapuru, em Fortaleza. O prazo final para as inscrições é dia 10 de junho.
Os primeiros colocados além de receber um prêmio em dinheiro terão a oportunidade de abrir os shows no maior evento de artes integradas do país. Pessoas de todos os estados podem concorrer ao festival.
Faça sua inscrição aqui:
http://festivalhalleluya.org/festivalForm.php

Confira as datas das eliminatórias:
I Fase – Inscrição e seleção
Inscrições 24 de maio até 10 de junho
Seleção 11 a 18 de junho
Resultado 19 de junho

II Fase – Eliminatórias
1ª. Eliminatória 25 e 26 de junho.
Resultado 28 de junho.
2ª. Eliminatória 09 e 10 de julho.
Resultado 12 de julho.

III Fase – Final
20 a 24 de julho no Festival Halleluya
Premiação: Os premiados nas categorias principais receberão a seguinte quantia em dinheiro:
1 – Lugar – R$ 2.000,00
2 – Lugar – R$ 1.000,00
3 – Lugar – R$ 600,00
Mais informações sobre o festival, ligue para a secretaria de artes Shalom (085) 3308.7447

Foto do  Halleluya de 2010

Argélia: Cristão pega 5 anos de prisão por tentar converter vizinho muçulmano.

A Justiça da Argélia condenou o cristão Siagh Krimo a 5 anos de prisão por tentar converter um vizinho muçulmano, que se sentiu insultado e deu queixa na polícia.
Ex-colônia francesa, a Argélia fica na África do Norte e tem cerca de 33 milhões de habitantes. No país, há liberdade religiosa, mas a sua Constituição define o islã como uma das características da identidade do povo.
Krimo é casado e tem filhos. Ele tem dez dias para recorrer da condenação.
O que complicou a situação, segundo as agências de notícias, foi a acusação do muçulmano de que o proselitismo religioso incluiu ofensa ao profeta Maomé. O cristão nega.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

ESPECIAL: Maria: modelo de louvor


O 'Magnificat' nos faz viver cheios do Santo Espírito A mulher e homem de louvor têm total adesão ao Senhor. Deus, de toda a eternidade, chamou o homem para o Seu louvor; essa é a nossa vocação, o nosso chamado. Infelizmente, o homem se afastou da glória por conta do pecado; mas Deus, como é fidelidade, quer salvá-lo desse mal [pecado]. A nossa vida precisa se tornar um eterno louvor. Aquela pessoa, que é chamada por Deus para o louvor, deve escolher a melhor parte. Qual é parte que você tem escolhido? Qual é o centro da sua opção? Isso toca na base da nossa história, muitas escolhas são feitas para a superficialidade.
Só pode amar quem realmente faz uma experiência com Deus. Peça ao Altíssimo a graça de uma visão sadia da vida. Esse louvor que nos alcança nos abre para o relacionamento, no qual nós vivenciamos a sinceridade, a verdade e a gratuidade; daí a comunidade se torna uma expressão de louvor.
Só o "homem novo" conhece o "canto novo" de louvor. Quem está preso canta um "canto velho", mas o "homem novo" canta com sua vida um "canto novo", em toda e qualquer circunstância.
Você foi criado para o louvor da glória de Deus, por isso não jogue o dom da sua vida fora! Seja você casado, consagrado, solteiro, seja em qual realidade de vida estiver, que você busque um coração unido a Deus, pois é próprio da alma que ama estar com o Amado.

Como enfrentar as provações?


Prof. Felipe Aquino
 
As provações nos fortalecem para o combate espiritual; por isso, os Apóstolos sempre estimularam os fiéis a enfrentá-las com coragem. São Pedro diz: "Caríssimos, não vos perturbeis no fogo da provação, como se vos acontecesse alguma coisa extraordinária. Pelo contrário, alegrai-vos em ser participantes dos sofrimentos de Cristo." (1 Pe 4,12). Ensinando-nos que essas dificuldades nos levarão à perfeição: "O Deus de toda graça, que vos chamou em Cristo à sua eterna glória, depois que tiverdes padecido um pouco, vos aperfeiçoará, vos tornará inabaláveis, vós fortificará" (1 Pe 5,10).
O mesmo Apóstolo ensina-nos que a provação nos "aperfeiçoará" e nos tornará "inabaláveis". É importante não se deixar perturbar no fogo da provação. Não se exasperar, não perder a paz e a calma, pois é exatamente isso que o tentador deseja.
Uma alma agitada fica a seu bel-prazer. Não consegue rezar, fica irritada, mal-humorada, triste, indelicada com os outros e acaba deprimida.

Igreja evangélica gay organiza casamento coletivo no religioso para homossexuais

O site da igreja informa que a celebração segue “um rito comum em celebrações cristãs tradicionais: entrada dos padrinhos, das noivas ou noivos, mensagem, voto, troca das alianças, benção e oração final”.
A cerimônia incluirá a assinatura pelo casal e padrinhos do Livro de Registro de União da igreja e entrega de certificado da celebração.
A ICM foi criada em 1968 nos Estados Unidos pelo reverendo Troy Perry e está presente em mais de 56 países.
Diz o site: “Somos uma igreja que reconhece a Jesus Cristo como libertador e salvador dos excluídos e testemunhamos fielmente Sua Palavra como a Verdade que liberta (Jo 8, 32 e 36)”.
Fonte: Paulopes

Assim como Igrejas Evangélicas, Igreja Católica e Padre Marcelo Rossi constroem mega-templo para 100 mil pessoas

Chamado de Santuário Theotókos (“Mãe de Deus” em grego), o espaço poderá receber até 100 mil pessoas -o maior em capacidade da Igreja Católica no país.
A obra segue a tendência da ala carismática da igreja, como o movimento Canção Nova, que tem estrutura própria e um centro de evangelização para 70 mil pessoas em Cachoeira Paulista (SP).
O santuário é feito com o dinheiro que Marcelo Rossi recebe de doações e de seus produtos. Mesmo com a vendas dos 10 milhões de discos e das 4 milhões de cópias de seu livro “Agapé”, a construção se arrasta há seis anos.

Dívida de R$1 milhão

Os valores não são revelados pela Associação do Terço Bizantino, que administra a construção. Só de IPTU do terreno no período, a dívida passa de R$ 1 milhão, segundo a prefeitura.

MEC quer fazer e distribuir nova versão do Kit Gay ainda este ano

O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse nesta sexta-feira (27), em São Paulo, que o MEC vai avaliar se a base do material já produzido será mantida. “Faremos agora essa discussão, mas com base mais técnica chamando especialistas.”
Depois de pronto, o kit será avaliado pela comissão de publicação do Ministério da Educação, para enfim passar pela aprovação do governo. Após a polêmica, o governo criou uma instância que vai dar o parecer final sobre publicações que versam sobre costumes.

O desprezo pela família cobra seu preço nos países que não a defendem.

Por Pe. John Flynn, L.C.

” A família é a pedra fundamental da sociedade e o melhor instrumento para o bem-estar dos indivíduos” .Estas afirmações são comuns nas fontes católicas, baseadas na antropologia cristã. Mas não é tão comum ouvi-las no mundo laico.
Porém, um relatório recente da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) reproduziu precisamente estas afirmações.
Em nota para a imprensa a propósito do relatório, publicada em 27 de abril, a OCDE afirma que as famílias são uma fonte essencial de apoio econômico e social para as pessoas, além de instrumento crucial de solidariedade.
“As famílias proporcionam identidade, amor, cuidado, alimento e desenvolvimento para os seus membros e formam o núcleo de muitas redes sociais”.

domingo, 29 de maio de 2011

Espírito Santo, protagonista da missão

Toda a narrativa de Atos dos Apóstolos, toda a sua estrutura e o seu conteúdo se apresentam com a característica da universalidade da missão no testemunhar a boa nova. O Espírito Santo, nos Atos dos Apóstolos, é concebido como o protagonista desta missão.

Pedro toma a citação de Joel 3, 1-5, para falar da efusão do Espírito Santo. Para ele, a efusão do Espírito Santo se estende a todos os membros do povo de Deus, sem discriminações(At 2, 17). A capacidade profética de entender a Escritura e de comunicar a Palavra é dada a todos. Segundo a concepção de Lucas, Pedro argumenta que a ressurreição de Jesus entra no projeto histórico do Pai, projeto que anuncia a ressurreição do Messias. A ressurreição de Jesus, tornada realidade, corresponde à promessa profética de Deus(At 2, 22-23). É o Espírito que unifica, mobiliza os povos elencados no discurso de Pedro. A concepção universal da ação do Espírito em Atos é uma referência à humanidade dispersa e dividida depois da tentativa de construir um imperialismo religioso-político(Gn 11, 1-9).

O Que a Bíblia Tem a Dizer Sobre Marcar Datas Proféticas?


 
O Que a Bíblia Tem a Dizer Sobre Marcar Datas Proféticas? O que Jesus ensinou sobre marcar datas?

Nosso Senhor foi bem enfático ao ensinar sobre Sua volta. Em pelo menos cinco passagens (sete, se forem incluídas passagens paralelas), Jesus advertiu os discípulos e crentes contra marcar datas. Mas, como já vimos, em toda a história da Igreja houve uma quantidade incrível de especulações relativas a datas.
Jesus enfatizou a profecia e o entendimento dela nos Seus ensinamentos. Ele não evitou nem descartou sua relevância; fez exatamente o oposto. Ele enfatizou a importância da profecia para entendermos Sua vida e Seu ministério. Mas também explicou que há alguns aspectos do futuro que não podem ser conhecidos com precisão. Sua volta é certa, mas o momento exato não. Jesus entendia a vontade humana de conhecer o futuro, mas não permitiu que Seus seguidores caíssem nas tentações dos videntes:
  • Mateus 24.36: “Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai” (Marcos 13.32 é uma passagem paralela idêntica).

“A diferença sexual é originária e não mero produto de uma opção cultural”


Uma defesa positiva da natureza humana
Toco um tema de grande relevância na sociedade e na Igreja nesses dias, que é a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a união de pessoas do mesmo sexo. A nossa fé dá um juízo também sobre este fato.
Retomo a nota que saiu da última Assembléia Geral da CNBB que afirma: “A diferença sexual é originária e não mero produto de uma opção cultural. O matrimônio natural entre o homem e a mulher bem como a família monogâmica constituem um princípio fundamental do Direito Natural.

“New Age”. O velho paganismo com aparência de modernidade, magia e ciência.


Álvaro Farías Díaz, psicólogo pela Universidade do Uruguai “Dámaso A. Larrañaga”, membro da Rede Ibero-americana de Estudo das Seitas (RIES) e diretor do Serviço de Estudo e Assessoria em Seitas do Uruguai (SEAS)
* * *
Poderíamos nos perguntar por que têm tanto êxito filmes como “Harry Potter”, “O Senhor dos Anéis”, ou livros como “O alquimista”… Por que florescem, cada dia mais, as expressões do pensamento imaginário ou mágico? Por que, ainda que a modernidade o considerava moribundo, Deus continua resistindo tão bem? Como evoluíram as religiões históricas, em contato com as novas crenças e as novas formas de espiritualidade marcadas com o selo do individualismo e do pragmatismo? E, no final das contas, como compreender esta exuberância de crenças e práticas que está diante dos nossos olhos, essa religiosidade flutuante, “a la carte”, que se desenvolve dentro da nossa sociedade?
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by