sábado, 14 de maio de 2011

ESPECIAL : Os Segredos de Fátima - íntegra

-

Em 1917, Nossa Senhora apareceu em Fátima - Portugal para três pastorinhos - Lúcia, Francisco e Jacinta. A Virgem fez revelações que mais tarde ficaram conhecidas como o "Segredo de Fátima".
A 1ª e 2ª parte do Segredo foram escritas por Lúcia no ano de 1941 e conhecidas logo a seguir.
A 3ª parte do Segredo foi escrita em 1944 numa correspondência privada para ser aberta somente pelo Papa.
No dia 26 de Junho de 2000, a 3ª parte do Segredo foi finalmente publicada na íntegra pelo Vaticano.
1ª e 2ª parte do Segredo de Fátima, na íntegra.
Transcrição na íntegra das palavras de Lúcia de Jesus que contêm a revelação da primeira e segunda partes do segredo de Fátima:

Saiba como assinar a petição pública criada por Cristãos pela anulação da PLC 122

A campanha é encabeçada pelo perfil no Twitter @ContraPL122 foi iniciada a cerca de uma semana e já conta com mais de 30 mil assinaturas apenas na petição, a meta é chegar a um milhão de adeptos.
Contando com mais de quatro mil seguidores no Twitter, a campanha também tem um perfil no Orkut com outros três mil participantes. O perfil que cuida da comunidade é ligado a uma Igreja Quadrangular de São Paulo.
Para assinar a petição a petição pública contra a PLC 122 basta acessar a página e preencher os dados.

A Lei da “Ficha Limpa” foi escolhida pelo Vaticano como um modelo de boa prática na ação política.


A Lei da “Ficha Limpa” foi escolhida pelo Pontifício Conselho Justiça e Paz como um modelo de boa prática, segundo informou nesta o secretário do órgão, monsenhor Mario Toso.
“O que foi feito no Brasil é considerado exemplar, um ponto de referência válido para todos e deve ser realizado também em outros lugares”, disse Toso.

Alguns professores de História tem preconceito com a Igreja Católica?

Infelizmente muitos estudantes secundários e universitários têm uma visão deformada a respeito da Igreja Católica, sua vida e sua História e sua belissima contribuição para o mundo e para a civilização.

Eu, como professor de História graduado pela Universidade Estadual do Ceará, experimentei todo o preconceito histórico existente contra a Igreja advinda principalmente da análise marxista da História pela maioria dos professores e pelo desconhecimento da verdade sobre a participação da Igreja na história mundial.

A Inquisição e o seu contexto Histórico-Religioso-Cultural.


Chama-se anacronismo julgar o passado com os critérios e o olhar do presente.

Para nós, filhos de nosso tempo e com uma mentalidade já formada a cerca dos direitos humanos ( conceito que ganhou força mundial -de fato- pós segunda guerra mundial com a morte de 50 milhões de pessoas e a proclamação universal dos direitos humanos. A guerra acabou em 1945! ou seja, foi “ontem”..).

A Igreja já enfrentou essa questão com o pedido público de perdão ao mundo por ocasião do jubileu.

Bancada evangélica barra votação de projeto contra “homofobia” no Senado.

 FONTE UOL
A pressão da bancada evangélica impediu a votação do projeto de lei complementar 122/06 que criminaliza os atos de homofobia. Ele seria votado nesta manhã na Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado. Em uma sessão que ao final contou com troca de xingamentos e ofensas entre o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) e a senadora Marinor Brito (PSOL-PA), o projeto foi retirado de pauta sem previsão de retorno.

Você é um Apóstolo Leigo?

Concílio Vaticano II:
“A obra de redenção de Cristo, enquanto tende por si a salvar os homens, propõe-se também à restauração de toda a ordem temporal. Por isso, a missão da Igreja não é apenas anunciar a mensagem de Cristo e sua graça aos homens, mas também impregnar e aperfeiçoar toda a ordem temporal com o espírito evangélico.
Em conseqüência, os leigos, ao realizarem essa missão, exercem seu apostolado tanto no mundo como na Igreja, tanto na ordem espiritual como na temporal. … O leigo, que é ao mesmo tempo fiel e cidadão, deve sempre conduzir-se, em ambas as ordens, com a mesma consciência cristã.
É preciso que os leigos tomem a restauração da ordem temporal como sua função própria, e que, conduzidos nisso pela luz do Evangelho e pela mente da Igreja, e movidos pela caridade cristã, atuem diretamente e de forma concreta; que os cidadãos cooperem uns com os outros, com sua competência específica e com sua responsabilidade própria; e que em todas as partes e em tudo busquem a justiça do reino de Deus.
A ordem temporal deve ser restaurada de tal forma que, observadas integralmente suas próprias leis, esteja conforme aos mais altos princípios da vida cristã, adaptada às várias circunstâncias de lugares, tempos e povos” (Apostolicam Actuositatem no.s 5 e 7). *

terça-feira, 10 de maio de 2011

Nossa Senhora e a Eucaristia


enviado por dysnei thaim -colaboradora do blog
Professor felipe aquino 
fonte: canção nova

O Papa João Paulo II escreveu o documento Ecclesia de Eucharistiafalando da extrema ligação de Nossa Senhora com a Eucaristia. Há um nexo profundo entre Maria Santíssima e a Eucaristia; o próprio beato afirma que ela foi o primeiro sacrário do mundo, por essa razão, ela em tudo tem a ver com Jesus Eucarístico. A primeira coisa que o saudoso Pontífice nos recorda é que a Virgem Maria não estava presente no momento da instituição da Eucaristia, na Santa Ceia, pois não era o papel dela estar lá, mas, por intermédio de sua intercessão, realizou-se o milagre da transubstanciação pelo poder do Espírito Santo.
O que faz um homem ser homem? É a beleza física? A cor dos seus cabelos? O formato de sua orelha? Nada disso. O que o faz ser homem é algo que não se vê, é a alma! É a essência de alguém que o faz ser quem é. Assim, quando vemos a hóstia branca, redonda, de diversos tamanhos, não fazemos conta da essência, da substância, e é isso que acontece no momento da transubstanciação, ou seja, a transformação da substância vinho e pão para Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Jesus se torna acessível às pessoas na comunhão. Todos podem receber a Eucaristia, independentemente de sua condição física ou psicológica. Deus quis que você recebesse o Corpo, a Alma e a Divindade de Cristo. É Jesus, que se esconde e se aniquila por meio da Eucaristia.

Em busca da Santidade



A melhor maneira de honrar o Senhor é ser santo. Buscar incansávelmente a santidade.
De maneira nenhuma pode-se afirmar que a santidade seja algo fácil de se conquistar. Mas a luta para conquistar nossa coroa de glória por mais árdua que seja, é permeada de um sentimento de "que vale a pena". Há uma vitória destinada aqueles que desejam lutar, transpor obstáculos, resistir até o sangue o pecado, renúnciar bens preciosos mais perecíveis, caminhar na contramão do mundo, gastar e se desgastar, consumir-se até o fim.

"Então um dos anciãos falou comigo e perguntou-me: "Esses, que estão revestidos de vestes brancas, quem são e de onde vêm?" Respondi-lhe: "Meu Senhor, tu o sabes". E ele me disse:"Esses são os sobreviventes da grande tribulação; lavaram suas vestes e as alvejaram no Sangue do Cordeiro. Por isso, estão diante do trono de Deus e o servem dia e noite no seu templo. Aquele que esta sentado no trono os abrigará em sua tenda. Ja não terão fome e nem sede, nem o sol ou calor algum os abrasará, por que o Cordeiro, que esta no meio do trono, será o seu Pastor e os levará às fontes de águas vivas; e Deus enxugará toda lágrima de seus olhos." (Apoc 7, 13-16).

A constituição brasileira, os gays e a insegurança jurídica.


A Constituição Federal de 1988 reconheceu como entidade familiar a “união estável” entre o homem e a mulher:
Art. 226, § 3º. Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento.
Conforme reconhece o ministro Ricardo Lewandowski, “nas discussões travadas na Assembleia Constituinte a questão do gênero na união estável foi amplamente debatida, quando se votou o dispositivo em tela, concluindo-se, de modo insofismável, que a união estável abrange, única e exclusivamente, pessoas de sexo distinto”[1]. Logo, sem violar a Constituição, jamais uma lei poderia reconhecer a “união estável” entre dois homens ou entre duas mulheres. De fato, o Código Civil, repetindo quase literalmente o texto constitucional, reconhece a “união estável” somente entre o homem e a mulher:
Art. 1.723. É reconhecida como entidade familiar a união estável entre o homem e a mulher, configurada na convivência pública, contínua e duradoura e estabelecida com o objetivo de constituição de família.
A não ser que se reformasse a Constituição, os militantes homossexualistas jamais poderiam pretender o reconhecimento da união estável entre dois homossexuais ou entre duas lésbicas. Isso é o que diz a lógica e o bom senso.

Estudo comprova os benefícios do Jejum.


Médicos e pesquisadores do Centro Médico Intermountain, em Utah, realizaram uma pesquisa encontraram evidências de que se abster de comida de vez em quando também faz bem para o coração e para a saúde como um todo.
Os cardiologistas relatam que o jejum, seja ele religioso ou não, reduz os riscos de doença arterial coronariana (caracterizada pelo estreitamento dos vasos sanguíneos em decorrência do espessamento das artérias) e diabetes. Por outro lado, são notadas alterações significativas nos níveis de colesterol no sangue. Tanto o diabetes quanto o colesterol elevado são fatores de risco conhecidos para a doença arterial coronariana.
Os resultados foram apresentados em 3 de abril, nas sessões científicas anuais do Colégio Americano de Cardiologia, em Nova Orleans.

A “Teologia do Corpo” do Papa João Paulo II: ‘Sem a pureza nós “usamos” aqueles que queremos amar’.

Por Janet Smith, Ph.D.

É importante lembrar que a Teologia do Corpo não foi escrita pensando em ser um programa para ensinar a castidade. João Paulo II a escreveu para estabelecer uma antropologia baseada na Bíblia e adequada para defender a doutrina contida na Encíclica Humanae vitae. Ou seja, ele tentou mostrar como a Escritura podia nos fornecer uma compreensão da pessoa humana capaz de nos ajudar a compreender porque a Igreja condena a contracepção. Isso o levou a meditar profundamente no significado do corpo humano como meio de revelar a verdade sobre Deus e sobre o ser humano.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

O papel singular de Maria na economia da Salvação

-

Introdução
Muitos escritos apócrifos podem ser de grande valia, mas alguns também podem ser decepcionantes. Alguns apócrifos são gnósticos ou carregados de outras heresias e inverdades. Entretanto, vários outros apócrifos carregam consigo fatos verdadeiros e ainda outros que não podem ser confirmados. Dessa maneira, o Evangelho Secreto da Virgem Maria nos traz, uma imagem mariana que ajuda, ao menos em mínimas proporções, a entender o papel da Mãe de Deus na história da salvação, um papel singular que só poderia ter sido cumprido por ela.
É bom dizer antes de tudo que o “Evangelho Secreto da Virgem Maria” não é um texto divinamente inspirado e tampouco aceito como verdadeiro ou canônico. Sua autoria ainda é incerta, além de em muitos trechos existirem equívocos teológicos.

Anna Carolina Jatobá vira evangélica e prega para as detentas no presídio

Após ser presa, Anna teria se convertido evangélica, ela está prega algumas vezes para algumas detentas de um grupo.
Na próxima terça-feira três desembargadores vão se reunir na 4ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo para julgar o requerimento que pode resultar na anulação da pena de 31 anos imposta para ele e de 26 para ela. Os desembargadores podem ainda decidir por uma redução da pena ou mesmo deixar tudo do jeito que está.

"Doonby": Novo filme sobre a vida e tudo o que se perde com o aborto

"Doonby" é o novo filme do diretor Peter McKenzie, um thriller psicológico que narra a história de Sam Doonby, um misterioso homem que aparece em uma pequena cidade do Texas para evitar terríveis desgraças, e oferece como trama de fundo um profundo questionamento sobre tudo o que pode ser perdido com o aborto.

Neste filme independente, que ainda não encontra distribuidora nos Estados Unidos, Sam Doonby é interpretado pelo ator John Schneider. Seu personagem chega a bordo de um ônibus a Smithville e logo se faz famoso por seu talento musical.

Leigos Católicos: Quem “amarrou” nossas convicções e nossa capacidade de indignação?


 
Fonte: Voto Católico
 
Quando os juízes se tornam senhores absolutos por causa de nossas omissões
Assistimos a um fato gravíssimo. Os ministros do Supremo Tribunal Federal, em decisão unânime, colocaram-se acima da Constituição reconhecendo a união estável para pessoas do mesmo sexo e equiparando-a à família.
Foi o desfecho dos processos que solicitaram que as uniões homossexuais fossem reconhecidas por lei; foram promovidos pelo Governo Federal através de Procuradoria Geral da República e pelo Governo do Estado de Rio de Janeiro.
Inicialmente, estava em questão se era ou não constitucional considerar como união estável as uniões homossexuais, já que a Constituição Federal e o Código Civil são claríssimos ao indicar que estas são constituídas por homem e mulher.
Lemos na Carta Magna, no Artigo 226:
§ 3º – Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a uniãoestável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento,
§ 4º – Entende-se, também, como entidade familiar a comunidade formada por qualquer dos pais e seus descendentes.

Arquidiocese de Salvador divulga programa da cerimônia de beatificação de Irmã Dulce

Já respirando o ar da beatificação da Serva de Deus Irmã Dulce, que acontecerá no próximo dia 22 de maio, em Salvador, a arquidiocese local divulgou a programação da cerimônia. O evento acontecerá no no Parque de Exposições de Salvador, onde são esperados mais de 60 mil fiéis, vindos de diversas regiões do país.
Conforme a arquidiocese, os portões do Parque de Exposições abrirão por volta das 14h. Antes da missa de beatificação, haverá um espetáculo de música, dança e teatro que abordará a trajetória de vida da religiosa. A apresentação artística será realizada por cerca de 700 alunos do Centro Educacional Santo Antônio (CESA) do núcleo de educação das Obras Sociais da Irmã Dulce (OSID), localizado no município baiano de Simões Filho.

domingo, 8 de maio de 2011

Rede Nacional de Intercessão - Maio de 2011

Reconstruir as muralhas entre o limiar da concupiscência e do pecado
Dando continuidade à reflexão sobre “Reconstruir as muralhas entre o limiar da concupiscência e do pecado”, da edição de abril/2011, queremos nesta edição refletir um pouco mais sobre este tema. Oramos para que, a partir desta reflexão, a luz do Senhor seja colocada sobre as concupiscências da nossa vida para que possamos enxergar com mais clareza onde elas nascem para que possamos enfrentá-las e vencê-las com as armas que o Senhor Jesus nos apresenta em Sua Palavra.

Mortes em choques de cristãos e muçulmanos no Egito sobem a 12.


fonte G1
Moradores observam prédio pertencente a cristãos e que foi incendiado por muçulmanos neste domingo (8) em Imbaba, subúrbio do Cairo (Foto: AP)
O número de mortos em confrontos entre muçulmanos e cristão coptas em um subúrbio do Cairo, capital do Egito, subiu de 10 para 12, segundo balanço divulgado neste domingo (8) pelo Ministério da Saúde.
Pelo menos 232 pessoas ficaram feridas, várias gravemente, após os embates da noite da véspera no bairro de Imbaba.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by