VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Papa Paulo VI entendeu aonde se dirigia o homem ocidental.Crentes e não-crentes falam sobre o “espírito profético” da “Humanae vitae”


Quarenta anos após a publicação da encíclica Humanae Vitae, quando fica claro o fracasso da revolução sexual, um livro que discute o valor das normas morais propostas por Paulo VI foi apresentado na última sexta-feira, 18 de fevereiro, na Universidade Lateranense, em Roma.
O estudo intitula-se: “Protetores da vida. Atualidade da encíclica Humanae Vitae”, uma obra dirigida pela professora Lucetta Scaraffia, da Universidade La Sapieza.
Na apresentação, intervieram várias personalidades, entre elas Dom dal Covolo, que lembrou que a Humanae Vitae, uma encíclica publicada em 29 de julho de 1968, “torna-se mais atual à luz das novas descobertas científicas”.
“Naquela época, a encíclica encontrou resistência até mesmo dentro da própria Igreja”, disse ele.
Mas o texto “se mantém atual e restitui à sexualidade seu profundo significado espiritual, como um verdadeiro ícone do amor trinitário”, explicou.
Por outro lado, a jornalista Ritanna Armeni, conhecida por sua participação em manifestações contra o aborto, declarou-se leiga não-crente, sem pretensões filosóficas.
Sua opinião é de que “a encíclica assumiu um significado profético”, pois “prediz o homem moderno”. A jornalista, entretanto, mostrou-se crítica com relação à posição da Igreja sobre questões como a coabitação pré-marital e a união entre pessoas do mesmo sexo.
O editor do jornal Il Foglio, Giuliano Ferrara, expressou sua opinião como um não-crente, mas antiabortista convicto. Considerou que havia uma base lógica, razão pela qual publicou a encíclica em seu jornal: “Eu pensei que seria possível agir diante da rejeição da vida, que não pode ser reduzida e maltratada até esse ponto”.
O Pe. Hermann Geisler, FSO, da Congregação para a Doutrina da Fé, indicou como “as diferentes contribuições deste livro evidenciam”, que “a Humanae Vitae, como toda a moral católica, é um grande ‘sim’ à vida, à dignidade da pessoa e sobretudo ao amor conjugal”.

Diante da dor e maldade: “Por que Deus não faz alguma coisa para acabar com isso?”.

Maria Emmir Oquendo Nogueira Cofundadora da Comunidade Católica Shalom
Fonte: Revista Shalom Maná – Entrelinhas – (Edições Shalom) – Fevereiro de 2011

Após cada notícia de terremoto, enchente, tsunami, escândalos de pedofilia, assassinato em massa, tráfico de crianças, sites ensinando o passo a passo da pedofilia, corrupções políticas deslavadas, populações dizimadas pela fome, milhões de abortos praticados impunemente a cada dia, pessoas inocentes incendiadas por brincadeira, surgem perguntas perturbadoras: “Por que Deus não faz alguma coisa para acabar com isso?”, “Onde está Deus que não vê isso?”.


Deus vê, sim. Deus “chora” e sofre como Jesus chorou e sofreu pela dureza de coração de Jerusalém. Sua dor é imensa. Ele não é indiferente à nossa condição, pois, em Jesus, tem um coração humano, com os mesmos bons sentimentos que o nosso, só que muito mais pungentes, pois ele é Deus, puríssimo, perfeitíssimo. O pecado não o tocou, não o recobriu com sua couraça de pedra dura.

“Se Ele sofre, por que não faz nada?” A questão é que Ele espera. Deus espera!
Há uma frase preciosa do Pe. Libâneo: A esperança é a fé no amor. Assim Deus espera. Ele nos ama, nos dá seu amor para que tenhamos forças para amar com o amor dele. Conhece seu plano de amor para cada um de nós e confia na correspondência ao amor com amor. Crê em nossa conversão para o amor, para Ele. Por isso espera.

De nossa parte, também cremos no amor de Deus. Também cremos que Ele pode fazer qualquer coisa por amor a nós. Também esperamos a manifestação do seu amor diante daquilo que nos faz sofrer, questiona e escandaliza. Essa esperança que vem da fé no amor é chamada de “paciência histórica”. Deus espera a ação do amor humano, no qual crê. Nós esperamos a ação do amor de Deus, porque cremos nele. Se Deus não cresse no amor humano, dado gratuitamente por Ele, não creria em sua própria ação redentora! Se nós não crêssemos no amor de Deus por nós e por todos os homens, não esperaríamos que “Ele fizesse alguma coisa”.

Liberdade religiosa: A hermenêutica* de Paulo VI.

* O termo “hermenêutica” provém do verbo grego “hermēneuein” e significa “declarar”, “anunciar”, “interpretar”, “esclarecer” e, por último, “traduzir”. Significa que alguma coisa é “tornada compreensível” ou “levada à compreensão”.
***
]Annotationes Manu Scriptae
De libertate religiosa
6 de maio de 1965
I – Liberdade religiosa
1) Pode ser entendida como direito natural (e, portanto, digna de respeito por todos como direito natural e, por isso, digna de respeito e de defesa também pela Igreja, fundada na dignidade e na liberdade de consciência da pessoa humana).
2) Ou [pode ser entendida também] como direito positivo de facto, como na prática a concebe e regula a sociedade atual. Em uma sociedade pluralista, como hoje é em toda parte, e segundo o princípio cristão que distingue duas autoridades: césar e Deus, não se reconhece à autoridade civil o direito de legislar em matéria religiosa. Resulta [daí] que toda religião de facto deve ser respeitada e protegida pelo Estado, no exercício ordenado de sua atividade, no âmbito da ordem pública e em respeito às opiniões dos outros. Este estado de coisas é sem dúvidas aceito hoje pela Igreja, que o define melhor como “tolerância” do que como direito natural. Murray (Aggiorn. Soc. p. 307 – apr. 1965) disse superada a teoria da tolerância referente ao Estado.
Mas e referente à Igreja? O Estado não pode ser juiz da verdade religiosa, e por isso deve reconhecer aos cidadãos a “liberdade” de pensar religiosamente como eles crêem. A Igreja, ao contrário, está segura da própria verdade religiosa e por isso a) não podendo impô-La obrigando os outros a aceitarem-Na, b) deve tolerar que os outros sejam livres frente a ela.
3) Pode ser entendida como imunidade de coações externas; liberdade de (nemo cogatur); e como capacidade (jurídica ou de facto) de professar uma religião; liberdade para (nemo impediatur), dentro de certos limites da ordem pública, de respeito aos demais, da moralidade pública, etc.

Jornada Mundial da Juventude: Dentre 540 Bandas de todo o mundo, Shalom foi escolhido e levará 3 bandas e o “Canto das Írias” a Madri, Espanha.

FONTE:Canção Nova Notícias
 
O Festival da Juventude que acontecerá durante a Jornada mundial da Juventude contará com nove bandas, cantores e grupos brasileiros:Dunga, Rosa de Saron, Dominus, Marcio Cruz, Cantos das Írias ( Peça da Comunidade Shalom) Irmã Kelly Patrícia e outras três expressões musicais da  comunidade Shalom ( Missionário, Davidson e Alto Louvor)
“Esse é o maior festival católico do mundo. Foram inscritas 540 bandas de todos os continentes do planeta. Foi feita uma pré-seleção em Madri e depois chegou-se a uma seleção feita pela  CNBB, explica o assessor do Setor da Juventude da CNBB, padre Carlos Sávio. Serão 300 palcos simultâneos com atrações de todo mundo para os quase 15 mil jovens de 198 países, de todos os continentes. Os brasileiros inscritos já são cerca de sete mil, sendo a maior representação brasileira de todas as jornadas, segundo padre Sávio. O assessor considera que a participação dos jovens brasileiros é um fruto plantado pelos bispos do país com a publicação do documento Evangelização da Juventude, em 2007.
“Nossa participação em Madri será maciça. Vamos ter uma experiência missionária protagonizada pela RCC. Estamos levando uma delegação oficial do Brasil com 50 bispos, como Dom Eduardo Pinheiro, Dom Orani João Tempestra, Dom Bernardino Belquior, Dom Odilo Pedro Scherer, entre outros”, diz padre Sávio.

Lembra da Gestante em Catanduva? Desistiu de abortar seu filho, anencéfalo, após ser visitada por católicos.


Fabiana Gambricoli
Jornal Agora

A gestante que tentava na Justiça uma autorização para abortar um feto com anencefalia (ausência de cérebro) decidiu dar continuidade à gravidez, dizem pessoas próximas a ela ouvidas pelo Agora.
A decisão veio após um grupo de religiosos da Igreja Católica procurar a gestante, que está em sua 12ª semana de gravidez, aconselhá-la a desistir do procedimento e oferecer-lhe acompanhamento médico e psicológico, além de alimentos e medicamentos.
Ontem, acompanhada de um religioso, a gestante –uma dona de casa de 25 anos, casada, mãe de dois filhos– de Palmares Paulista (394 km de SP) procurou outro médico, indicado pela igreja, que confirmou o diagnóstico de acrania (ausência de crânio).

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

RCC Camocim se prepara para o XII Despertai

 Por: Gessivandro Queiroz - Editor do Blog Grupo Renascer  Camocim- Membro do Grupo Renascer
 
Enquantos as escolas de samba e blocos de carnaval se preparam para o carnaval 2011, os menbros da RCC Camocim   estão se preparando para o  XII DESPERTAI (Retiro de Carnaval). no Ultimo sábado, 19 de favereiro, na Igreja de São Pedro, os irmãos se reuniram para realizar uma vigília de oração, em intenção ao retiro.
As atividades começaram com o terço,  Adoração , finalizando com orações espontâneas, pregações e músicas até as 6 horas da manhã de domingo.
O XII Despertai, que neste ano tem como tema:  "Por causa da Tua Palavra lançaremos as Redes." (Lc5,5),  contará  com a participação de pregadores Da comunidade Shalom  de Fortaleza,Ministério de Musica Fihos do Altisssimo, Ministério de Artes RCC,  Banda na Fé de membros da RCC Camocim e  de outras cidades. 
O XII Despertai aconterá na quadra do Instituto São José   no centro da cidade, de 05 a 08 de Março, Apartir das 8 da Manhã, com uma programação que inclui pregações, orações, missas, Louvor e muito mais. 
No Carnaval Você tem Opção a Verdadeira Alegria é Jesus Cristo!!!! 

Ética sexual.Alguns pontos à luz da doutrina católica.

DECLARAÇÃO
PERSONA HUMANA

SOBRE ALGUNS PONTOS DE ÉTICA SEXUAL



União sexual antes do Matrimônio
“(…) 7. São numerosos aqueles que em nossos dias reivindicam o direito à união sexual antes do matrimônio, pelo menos naqueles casos em que uma intenção firme de o contrair e uma afeição de algum modo já conjugal existente na psicologia de ambas as pessoas demandam esse complemento que elas reputam conatural; isso, principalmente, quando a celebração do matrimónio se acha impedida pelas circunstâncias e essa relação íntima se afigura necessária para que o amor seja conservado.

Uma tal opinião opõe-se à doutrina cristã, segundo a qual é no contexto do matrimónio que se deve situar todo o acto genital do homem. Com efeito, seja qual for o grau de firmeza de propósitos daqueles que se entregam a estas relações prematuras, permanece o facto de tais relações não permitirem garantir na sua sinceridade e na sua fidelidade a relação interpessoal de um homem e de uma mulher, e principalmente o facto de os não protegerem contra as veleidades e caprichos das paixões.

Miami sedia pela segunda vez Festival Internacional de Cinema João Paulo II

Após bons resultados de público no ano de 2009, acontece em Miami a segunda edição do Festival Internacional de Cinema João Paulo II. Esta segunda versão da mostra cinematográfica de temática religiosa e baseada no catecismo e na doutrina de João Paulo II teve início no último dia 17 de fevereiro na Sala de Artes Coral Gables e termina no próximo sábado, 26.
"O Mistério do Amor" é o tema central desta edição do evento, no qual estão sendo apresentados 28 filmes oriundos de diversos países, como Espanha, França, Nova Zelândia, Polônia, Reino Unido, Portugal e o próprio Estados Unidos.
O Festival foi aberto com a sessão do filme "Out of the darkness" ("Saído da Escuridão"), que conta a história real de Shelley Lubben, que encontrou sua porta de saída do obscuro mundo da pornografia através da fé em Jesus. "Algo que quisemos destacar ao final da obra é que nessas situações (a pessoa) se encontra em um lugar escuro e o único que lhe resta é ter esperança de que na realidade há uma luz", declarou John Saffian, produtor executivo do filme.
Outro filme de destaque na programação é "No greater love" ("Não há amor maior"), que transporta o público a um monastério de monjas carmelitas discretamente localizado em Notting Hill, bairro da região oeste de Londres. Há ainda "San Bernadette de Lourdes", um retrato fiel dos acontecimentos ocorridos na França em 1858, e "Life Happens" ("A vida acontece"), sobre o tema do aborto.
Ainda serrão exibidos, entre outros, filmes como "O último cume", documentário espanhol bem-sucedido sobre o sacerdote Pablo Domínguez; "The Calling" ("O Chamado"), a respeito das alegrias e ansiedades de quem opta pela vida religiosa; e o documentário "Nove Dias que mudaram o mundo", no qual são abordados os principais fatos da visita do Papa João Paulo II à Polônia em 1979.
O festival também conta com a presença, como painelistas, de produtores de cinema que encontraram na arte cinematográfica uma maneira de promover a beleza, a vida e a dignidade humanas. Entre eles, Joseph (Jou) Campo, diretor da produtora "Grassroots Filmes", conhecido por produzir diversos documentários sobre fé e religião.

Presidente do Líbano é recebido por Bento XVI


Nesta quinta-feira, 24, o Papa Bento XVI recebeu, no Palácio Apostólico o Presidente do Líbano, Michel Sleiman. Depois da audiência com o Papa, o presidente libanês encontrou-se com Secretário de Estado, Cardeal Tarcísio Bertone, acompanhado pelo Secretário de Relações Exteriores, monsenhor Dominique Mamberti.

Durante o encontro foi destacado que o Líbano, em razão da presença de diversas comunidades cristãs e muçulmanas, "representa uma mensagem de liberdade e de respeitosa convivência não somente para a região, mas também para o mundo inteiro". Neste contexto, a promoção da colaboração e do diálogo entre profissões religiosas se revela sempre mais necessária.
Foi salientada também a importância do empenho das autoridades civis e religiosas para educar a consciência da paz e a reconciliação e se espera que a formação do novo governo favoreça a desejada estabilidade da nação, chamada a enfrentar importantes desafios internos e internacionais.
A situação atual do Oriente Médio também foi discutida no encontro, particularmente os recentes acontecimentos em alguns países árabes, pelos quais o Vaticano expressou sua preocupação pela solução dos conflitos.
Por fim, foi destacada a situação dos cristãos em toda a região e a contribuição que eles podem oferecer para o bem de toda a sociedade árabe.
Fonte: Rádio Vaticano

Senado aprova salário mínimo de R$ 545

 Autor: CN Notícias

O Senado aprovou por ampla maioria nesta quarta-feira, 23, sem modificações, a política de reajuste para o salário mínimo até 2015 e o valor de R$545,00 para este ano, num momento em que o governo realiza um esforço para controlar os gastos públicos o que inclui um corte no Orçamento de 2011. A votação se seguiu à vitória folgada na Câmara dos Deputados na semana passada. A proposta agora segue para sanção da presidente Dilma Rousseff.
Os senadores governistas derrubaram três emendas propostas por PSDB e DEM, que pretendiam elevar o salário mínimo para R$600,00 e R$560,00, respectivamente. Também foi rejeitada a proposta de retirada do artigo 3º do projeto, que prevê que anualmente o novo valor será definido por decreto presidencial até 2015, seguindo a fórmula aprovada nesta noite.
A oposição promete agora recorrer ao Supremo Tribunal Federal para tentar barrar o uso do decreto, mas apenas depois da sanção presidencial.
"Querem acabar com o debate político, transformar tudo em prerrogativa do Executivo. Se o Senado da República desmerecer seus poderes constitucionais nós vamos ao Supremo Tribunal Federal", prometeu o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP).
O líder do PT e do bloco aliado no Senado, senador Humberto Costa (PT-PE), comemorou a votação. "Foi fruto de um trabalho de convencimento importante que nós tivemos em relação a todos os senadores da base", afirmou ao final da sessão.
O senador Romero Jucá (PMDB-RR), que lidera o governo na Casa, disse que "esse é um início de trabalho auspicioso."

Aborto e células-tronco são discutidos no Vaticano

Consequências do aborto e bancos para conservação de cordão umbilical. Estes são os temas discutidos na 17ª Assembleia Geral da Pontifícia Academia para a Vida, que se reúne a partir desta quinta-feira, 24, no Vaticano.

O encontro será aberto pelo presidente do dicastério, Dom Ignacio Carrasco de Paula, e é resultado do trabalho de dois grupos de estudos, que se reúnem há dois meses.

Dom Ignacio esclarece que as conclusões dos grupos de estudo não são ainda as definitivas e o encontro desta semana terá como objetivo dar continuidade ao trabalho. Além disso, o presidente explica a importância dos temas, a fim de se analisar as complicações de um aborto e a perspectiva dos bancos de conservação na utilização terapêutica das células-tronco.  

O responsável pelo dicastério assumiu o cargo no dia 30 de junho de 2010, quando foi nomeado pelo Papa Bento XVI, e afirma que seu trabalho está diretamente ligado à "vida": 
"A reflexão que fiz foi sobre qual é precisamente o significado dessa palavra, que caracteriza a nossa Academia, ou seja, a palavra 'vida'. Não a entendo como uma ideia e muito menos como uma coisa ou um objeto: não estamos a serviço de uma ideologia! Eu a entendo como uma Academia que realiza um serviço para as pessoas e fundamentalmente para a origem da vida, que é Cristo, que é nosso Senhor".

A Assembleia da Pontifícia Academia acontece até o próximo sábado, 26, na Sala Nova do Sínodo, no Vaticano. 
Autor: Rádio Vaticano

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

CHEGAMOS A MAIS DE 50 MIL ACESSOS


por Gessivandro Queiroz- editor do Blog e membro do grupo Renascer camocim
Em pouco mais de oito meses, esse espaço de comunicação, Evangelização e interação conseguiu chegar a marca dos 50.000 acessos. Visitado por lideranças da Igreja Católica, blogueiros, professores, jovens, adultos, amigo de grupos de oração  de nossa paróquia de outras cidades do Brasil, o Blog GRUPO RENASCER CAMOCIM  vem gerando opiniões e  já se tornou um espaço de encontro com Deus,  .
Acessado diariamente em quase todos os estados brasileiro e vários países, é lógico, de centenas de cidades do Ceará , o Blog GRUPO RENASCER  só cresce a cada dia, conforme dados do Google analytcs. Com um estilo peculiar e corajoso de Evangelizar, tem sido referência para outros segmentos da categoria. 
 Obrigado a nossos amigos :
Pároco Padre Evaldo que nos Apóia e é um Leitor Assíduo, estando sempre conosco nos incentivando, para que Evangelização chegue mais Longe.
Aos nossos  irmãos da  RCC Camocim e nossa  Coordenadora Raimundinha que acredita e aposta neste veiculo de Evangelização.
Ao nosso Coordenador Cássio José que com sua ousadia nos ensina a dá a Vida pela Obra de Deus.
E a todos vocês  nosso Leitores e visitantes, que diariamente nos acompanham.  Sem a participação de vocês não chegaríamos a este resultado, o que vem reforçar cada vez mais a nossa seriedade e credibilidade em divulgar noticias com sensatez e responsabilidade .

O nosso Muito Obrigado

Líbia: Missionários católicos não vão “abandonar” seu povo neste momento difícil


O representante diplomático da Santa Sé na Líbia, arcebispo Tommaso Caputo, afirmou à Rádio Vaticano que os missionários católicos neste país africano não vão “abandonar” a população neste momento “difícil”.
“Em relação à grave situação que se criou nos últimos dias, as comunidades religiosas que operam nos vicariatos apostólicos de Tripoli e Bengasi continuam a estar plenamente ao serviço da população e dos fiéis”, assinalou esta terça-feira o Núncio (embaixador) italiano, de 60 anos, na Líbia desde 2007.
A emissora radiofónica fala em “mais de mil mortos” na sequência dos protestos que, desde 15 de Fevereiro, pedem o fim do regime de Kadhafi, no poder desde 1969.
Os incidentes mais graves ocorreram em Benghazi, segunda maior cidade líbia e principal centro urbano da Cirenaica, província oriental deste país.
Tommaso Caputo assinala que a maioria das “16 comunidades femininas” de congregações e ordens religiosas trabalha no campo da saúde e “neste momento intensificou a sua assistência à população”.
“Do mesmo modo, os dois bispos e 15 sacerdotes prosseguem o seu serviço e querem continuar a missão que lhes foi confiada”, acrescenta.

Bispo de Catanduva, São Paulo, tenta salvar bebê anencéfalo de aborto.

Jornal Diário de São Paulo
A Igreja Católica entrou no caso da mulher grávida de um feto anencéfalo (sem cérebro) que pede na Justiça autorização para fazer aborto.
Uma comissão de padres, sob a coordenação do bispo de Catanduva, dom Octacílio Rodrigues, está estudando o caso e vai tentar convencer a jovem a suspender, ainda que temporariamente, o aborto.
A gestante, uma dona-de-casa de 29 anos, casada, que mora no Jardim União, em Palmares Paulista, chegou a ser autorizada a abortar pela Justiça de Santa Adélia. É a segunda gestação dela que já é mãe de um menino.
O aborto seria feito nesta terça-feira (22) à tarde no hospital Padre Albino, em Catanduva, mas  liminar do Tribunal de Justiça, expedida no início da noite desta segunda-feira (21), impediu a intervenção.

Reprodução humana, “bebês globais” e a posição critica da Igreja cada vez mais reafirmada pelas evidências.

Tamara Audi e Arlene Chang
Wall Street Journal
Em um quarto de hospital na ilha grega de Creta, uma mulher búlgara planeja dar a luz a um bebê cuja mãe biológica é uma doadora europeia de óvulos anônima, com um pai italiano, sendo que o nascimento está sendo orquestrado de Los Angeles.
Ela não vai ficar com a criança. Os futuros pais — uma mulher italina infértil e o marido dela (que deu o esperma) — vão assumir a custódia do bebê no dia do nascimento, em meados do ano.
A mãe que está gerando é Katia Antonova, uma mãe de aluguel. Ela emigrou da Bulgária para a Grécia e é garçonete, tem marido e três filhos dela mesma. Ela vai usar o dinheiro da barriga de aluguel para mandar pelo menos uma das suas crianças para a universidade.
O homem que está reunindo este grupo díspar é Rudy Rupak, diretor-presidente da PlanetHospital.com LLC, uma empresa da Califórnia que rastreia o globo para encontrar os componentes para o seu negócio. O negócio, neste caso, é a geração de bebês.
Rupak é um pioneiro em um campo polêmico na encruzilhada entre a tecnologia de reprodução e a adoção internacional. Futuros pais estão contornando o rigor das adoções tradicionais, produzindo seus próprios bebês — muitas vezes usando uma doadora de óvulos em um país, um doador de esperma de outro, e uma mãe de aluguel que vai dar a luz em um terceiro país, criando o que alguns participantes deste setor chamam de “um bebê global”.

Igreja Anglicana inglesa lança ovo de Páscoa que “celebra Jesus”.

O produto é politicamente correto, com selo de “fair trade” [comércio justo], que certifica que um preço justo foi pago aos plantadores de cacau, que por sua vez evitam usar pesticidas e agrotóxicos nas suas plantações.
Também chama a atenção o fato de uma parte do preço pago pelo ovo ser revertido para ação social, beneficiando as instituições Baby Lifeline, que apóia mães e bebês recém-nascidos carentes, e a Traidcraft, que ajuda pequenos agricultores e produtores em vários países.
Uma campanha foi lançada no segundo semestre de 2010, quando fez-se um pedido nacional para que os membros das igrejas, bem como alunos de escolas ou outras instituições ligadas à Igreja Anglicana, fizessem a encomenda do ovo pela Internet.
Mais de 70.000 unidades foram vendidas em pouco tempo, esgotando o suprimento inicial.Cerca de 3 meses do lançamento, o ovo tornou-se um dos maiores sucessos de vendas online no Reino Unido. Agora começou a negociação com as maiores redes varejistas britânicas para que a comercialização também ocorra em supermercados e grandes redes.
Mais de 80 milhões de ovos de Páscoa são vendidos todo ano no Reino Unido.
Tradicionalmente, a ideia do ovo é simbolizar a vida e o novo renascimento. Porém, o reverendo Nigel McCulloch, bispo de Manchester, disse: “Esperamos que todos os supermercados comercializem o primeiro e único ovo de chocolate no Reino Unido que realmente explica o significado da Páscoa. Como faremos doações a obras sociais, ele nos ajuda a pensar sobre os temas cristãos da Páscoa, como esperança e vida nova”.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

As lições que aprendi com o lápis!




por Jerônimo Lauricio

Certa vez, alguém, bem inspirado, disse que a vida é um eterno aprendizado, no qual os dias sempre surgem como a oportunidade de aprendermos novas lições. Nestes dias, por exemplo, tenho sido particularmente sugerido por alguns ensinamentos do lápis. Inicialmente, fiquei fascinado com uma frase de Madre Teresa de Calcutá, que olhando para sua vocação, conclui: “Não sou nada, senão um instrumento, um pequeno lápis nas mãos do meu Senhor, com o qual Ele escreve aquilo que deseja”. Quando me deparei diante desse fragmento, fiquei surpreso por encontrar tantas lições veladas em um simples objeto, lições importantes que, se bem aprendidas, nos sugerem uma gama de significados para a nossa vida, nossa história, nossa vocação.

Não gostaria de ser metódico ao discorrer sobre os ensinamentos apresentados pelo lápis, contudo, penso que inevitavelmente o serei, pelo desejo de juntos explorarmos sua riqueza, tal como o garimpeiro se dispõe quando encontra uma mina. Com o lápis aprendemos, primeiro: a lição da confiança e do abandono em Deus. Ele nos sugere que podemos fazer grandes coisas, mas não devemos nos esquecer de que existe uma Mão que guia nossos passos, uma Mão que deseja nos conduzir. É preciso nos submetermos a essa Mão, deixando-nos ser conduzidos e orientados por ela, ainda que não seja do modo como gostaríamos que fosse. Um lápis, sem uma mão que o tome e o oriente, não tem muito sentido.

A segunda lição: na vida da gente, depois de algum tempo tempo, precisamos ser apontados. Passar pelo apontador não deve ser muito agradável ao lápis, mas para que a ponta fique evidente e apropriada para a escrita, ele precisa se deixar cortar. E deixar-se "cortar na carne". É bem verdade que temos medo do "apontador", e isso acontece porque sabemos que afiar a ponta significa quase sempre cortar excessos, aparar o que está sobrando, tirar o que não precisamos mais, e isso é muito difícil, embora seja necessário para o nosso crescimento. A beleza escondida nessa lição nos leva a uma terceira: ao passar pelo apontador, o lápis foi cortado em sua parte externa, mas também em seu interior. O grafite também foi modelado, renovado. Passou por um processo educador, porque educar, ex-ducere, quer dizer, em latim, "evocar a verdade"; tirar, extrair, trazer para fora o novo. O que realmente importa no lápis, não é simplesmente a madeira ou seu aspecto externo, mas sobretudo, o grafite que está dentro. Para que a escrita fique perfeita, a ponta precisa ser feita por inteiro, daí a importância do cuidado com aquilo que acontece em nosso interior.

A quarta lição: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. A necessidade da borracha nos faz abandonar atitudes e vícios, nos faz mudar comportamentos, mentalidade, convicções... E nos faz olhar em outras direções, pedir perdão, voltar atrás, recomeçar, superar o egoísmo e a autossuficiência. É interessante como, de um modo admirável, o lápis nos ensina a necessidade que temos da "borracha" quando estamos diante do erro.

Finalmente, a quinta lição é que o lápis sempre deixa uma marca. Tudo o que fazemos, de algum modo, marca as pessoas, e marca, sobretudo, nós mesmos. A qualidade dessas marcas sempre resulta das escolhas que fazemos diante daquelas outras lições. É preciso deixar as boas marcas para as quais o lápis foi gerado. Se ainda não as [boas marcas] deixamos, é tempo de recomeçar. É tempo de escrevermos uma nova história. É preciso, tal como o lápis, nos abandonarmos. O tempo é agora. O tempo é neste dia que se chama HOJE. Um Bom Mestre está sentado à mesa e à Sua frente há um lápis, um apontador, uma borracha e uma folha em branco assinada. Ele olha para a folha, toma o lápis em Sua Mão e concorda com Santo Agostinho dizendo: “Ter fé, isto é, se abandonar, é assinar uma folha em branco e deixar que Deus escreva nela com o lápis da nossa vida o que quiser”.

Devemos andar nesta terra em Santidade!

Por Cássio José
Fonte: http://somosestrangeirosaquinaterra.blogspot.com/
Membro da Renovação Carismática Católica de Camocim
Grupo de Oração: Renascer
Ministério: Pregação

Certamente alguém deve está pensando que essa frase foi retirada da canção do novo CD do Ministério Adoração e Vida de nome: Em santidade, título também do CD! E foi isso mesmo. A inspiração do tema parte daí. Entretanto, essa verdade musicalmente cantada é uma ordem bíblica e vocação de todo cristão: Nascemos para ser santos e o somos quando fomos batizados porque recebemos naquele evento religioso e espiritual Aquele que nos santifica: O Espírito Santo!
Em um mundo tão hostil e rebelde para com Deus, ainda mais nesta geração tão impura e imunda, onde levantam-se mais e mais pessoas para defender o satanismo moderno e aplicado de muitas formas das mais variadas e que trata os filhos de Deus com injustiça e de forma subumana, não pode haver omissão da Igreja de Deus na pregação de santidade. Olha o que nos diz a Palavra de Deus:
Sede santos porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo”. (Levítico 19,2)

Essa Palavra deveria ser vivenciada por todos os cristãos custe o que custar! Deveria ser motivo de nossa existência porque o nosso Deus é Santo, Santo, Santo e nós, seus filhos deveríamos imitá-Lo em tudo também sendo santo, santo, santo; mesmo que incompreendidos por este mundo e taxados de loucos ou fanáticos.
Quando Deus cria o homem e a mulher, Ele o cria em estado de santidade e graça original. E os faz ter estado de perfeição e santidade para com Deus, afirma a Doutrina da Igreja. Todavia, com o episódio da entrada do pecado do mundo (Gn 3), parece ser agora impossível ser santo nesta geração, bem como sempre foi em todos os tempos. Mas a Bíblia nos dia que o nosso Deus faz acontecer o impossível (Lc 1,37).

Ávila prepara Congresso Internacional de Universidades

A Universidade Católica de Ávila acolherá o Congresso Internacional de Universidade Católicas nos dias 12 a 14 de agosto - dentro dos atos da JMJ de Madri - , em que se prevê a participação de 50 universidades católicas do mundo.

Para preparar este Congresso, acontece de 25 a 27 de fevereiro nessa cidade espanhola o 57º Encontro de Universitários Católicos (EUC).

Nesse evento os universitários trabalharão sobre os intelectuais convertidos do século XXI, com destaque para o filósofo Maritain, o escritor Claudel, o cientista Girad e o médico  Gemelli.

Todos esses intelectuais - e muitos outros - testemunham a força criativa da fé e se apresentam como desafio a imitar por cada um dos universitários do século XXI.
Fonte: Zenit

Aumenta número de seminaristas no mundo, diminui o de religiosas

Aumenta o número de batizados no mundo (cerca da metade dos católicos vive no continente americano), assim como o de sacerdotes e seminaristas, enquanto se registra uma ligeira diminuição no número de religiosas.
Esta é a informação geral oferecida pelo Anuário Pontifício 2011, apresentado no último sábado a Bento XVI pelo cardeal Tarcisio Bertone, secretário de Estado vaticano, e pelo arcebispo Fernando Filoni, substituto da Secretaria de Estado para Assuntos Gerais.
As estatísticas de 2009 oferecem uma visão sintética das principais dinâmicas da Igreja Católica nas 2.956 circunscrições eclesiásticas do mundo: os fiéis batizados no mundo passaram de 1.166 bilhão, em 2008, para 1.181 bilhão, em 2009, com um aumento absoluto de 15 milhões de fiéis e um percentual de 1,3%.
A distribuição de católicos entre os continentes é muito diferente da distribuição da população.
A América, de 2008 a 2009, manteve na população uma incidência constante no total global semelhante a 13,6%, enquanto os católicos (na América) alcançaram, em dois anos, 49,9% do número de católicos no mundo.
Na Ásia, o aumento foi de aproximadamente 10,6%, mas este é significativamente menor que o do continente no que se refere à população mundial (60,7%).
A Europa tem um peso de população inferior de três pontos percentuais da dos EUA, mas sua incidência no mundo católico é de 24%, ou seja, quase a metade da dos países americanos.
Tanto para os países africanos como para os da Oceania, o peso da população com relação ao total é um pouco diferente da dos católicos (15,2 e 0,8%, respectivamente, para a África e a Oceania).
O número de bispos no mundo passou, de 2008 a 2009, de 5.002 a 5.065, com um aumento de 1,3%.
O continente mais dinâmico é o africano (1,8%), seguido pela Oceania (1,5%), enquanto abaixo da média como um todo está a Ásia (0,8%) e a América (1,2%). Na Europa, o aumento foi de cerca de 1,3%.
A população sacerdotal mantém uma taxa de crescimento moderado, inaugurado em 2000, após um longo período de resultados decepcionantes.

Papa Bento XVI divulga mensagem para a Quaresma 2011


Fonte: CNBB
A partir da quarta-feira de cinzas, dia 9 de março, a Igreja inicia o tempo da Quaresma, em preparação à Páscoa. O papa Bento XVI divulgou na manhã de hoje, terça-feira, 22, a Mensagem para Quaresma 2011. Na mensagem, o papa cita a importância do Batismo na vida do cristão e a Quaresma, como ocasião para essa reflexão.
"Um vínculo particular liga o Batismo com a Quaresma como momento favorável para experimentar a Graça que salva", diz Bento XVI, num dos trechos da mensagem.
O Papa ressalta a relevância do Batismo como sendo uma atual fonte de conversão: "O Batismo, portanto, não é um rito do passado, mas o encontro com Cristo que informa toda a existência do batizado, doa-lhe a vida divina e chama-o a uma conversão sincera, iniciada e apoiada pela Graça, que o leve a alcançar a estatura adulta de Cristo".
No texto, o papa afirma ainda a importância da palavra de Deus como direção para viver "com o devido empenho este tempo litúrgico precioso. Para empreender seriamente o caminho rumo à Páscoa e nos prepararmos para celebrar a Ressurreição do Senhor - a festa mais jubilosa e solene de todo o Ano litúrgico - o que pode haver de mais adequado do que deixar-nos conduzir pela Palavra de Deus?".
"Queridos irmãos e irmãs, mediante o encontro pessoal com o nosso Redentor e através do jejum, da esmola e da oração, o caminho de conversão rumo à Páscoa leva-nos a redescobrir o nosso Batismo", assim termina a mensagem do papa Bento XVI para a Quaresma 2011.
Leia o texto na íntegra:
"Sepultados com Ele no batismo, foi também com Ele que ressuscitastes" (cf. Cl 2, 12).
Amados irmãos e irmãs!
A Quaresma, que nos conduz à celebração da Santa Páscoa, é para a Igreja um tempo litúrgico muito precioso e importante, em vista do qual me sinto feliz por dirigir uma palavra específica para que seja vivido com o devido empenho. Enquanto olha para o encontro definitivo com o seu Esposo na Páscoa eterna, a Comunidade eclesial, assídua na oração e na caridade laboriosa, intensifica o seu caminho de purificação no espírito, para haurir com mais abundância do Mistério da redenção a vida nova em Cristo Senhor (cf. Prefácio I de Quaresma).

24 países continuam usando, infelizmente, menores armados em conflitos.

Crianças Soldados da Somália.As organizações Alboan, Anistia Internacional, Entreculturas, Fundação El CompromisoSave the Children e o Serviço Jesuíta aos Refugiados se mobilizaram no Dia Internacional contra o Uso de Crianças-Soldado, comemorado no domingo, 13 de fevereiro, para denunciar as graves violações dos direitos humanos às quais continuam sendo submetidos diariamente meninos e meninas, em numerosos países.
Crianças Soldados da Somália.
As organizações solicitam aos Estados – que ainda não o tenham feito – que ratifiquem o “Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança”, sobre o envolvimento de crianças em conflitos armados. “É a ferramenta jurídica de proteção mais importante para as crianças em conflito”, afirmam.
“O Protocolo – garantem essas organizações, em um comunicado de imprensa – é uma ferramenta essencial para garantir que as crianças não sejam usadas em conflitos armados.”
Este instrumento aumenta para 18 anos a idade mínima para a participação direta nas hostilidades, em comparação com a idade mínima anterior, de 15 anos, determinada na “Convenção sobre os Direitos da Criança”. Também obriga os Estados a impor regras estritas onde isso não for cumprido.

Morreu o homem que se arrependeu de praticar e apoiar 75 mil abortos, tornando-se pró vida.

Morreu , aos 84 anos, o médico e ativista pró-vida Bernard Nathanson.(citado aqui no blog inúmeras vezes)
Nathanson dedicou a maior parte da sua vida a lutar pela questão do aborto: inicialmente, manifestou-se a favor da legalização do aborto; mais tarde, depois de um doloroso processo interior, manifestou-se contra.
Formado em 1949, especializou-se em obstetrícia e ginecologia. Testemunhou em primeira mão as complicações resultantes de abortos ilegais nas mulheres pobres que acorriam ao hospital de Manhattan e convenceu-se da necessidade de lutar pela legalização do aborto nos Estados Unidos. Fundou a National Association for the Repeal of Abortion Laws, que ainda hoje existe e é conhecida como NARAL Pro-Choice America, e dedicou-se não só à campanha pela legalização, mas também à prática de abortos.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

1,18 bilhões de católicos no mundo e quase metade (49,4%) vive no continente americano.


A Livraria Editora Vaticano acaba de publicar uma nova edição do Anuário Estatístico da Igreja, no qual se recolhem dados estatísticos entre os quais consta que no ano 2008 os católicos do mundo chegaram a ser 1.166 bilhão.
O anuário faz um balanço entre o ano 2000 e 2008. Ao longo destes nove anos, a presença de católicos no mundo passou que 1.045 no ano 2000 a 1.166 bilhão em 2008, com uma variação relativa de 11,54 por cento.
Lendo os dados de forma diferenciada se observa que na África se registra um aumento de 33 por cento, enquanto na Europa a situação se mantém substancialmente estável (+ 1,17 por cento); na Ásia o aumento é de 15,61 por cento, na Oceania +11,39) e na América + 10,93. Não obstante, os católicos europeus passaram de 26,81 por cento em 2000 a 24,31 por cento em 2008. Na América e Oceania os números se mantêm estáveis e na Ásia aumentam ligeiramente.

Após sete anos, STF retoma processo que autoriza aborto de anencéfalo

Há quase sete anos tramitando no Supremo Tribunal Federal (STF), o processo que autoriza o aborto em casos de anencefalia deve voltar à pauta do plenário até o final de março. É o que afirma o relator do processo, ministro Marco Aurélio Mello. A interrupção da gravidez nesses casos se tornou praticamente uma regra no Judiciário enquanto o País espera uma palavra final do STF, de acordo com advogados, procuradores e magistrados.
“Vou liberar o processo neste trimestre, até o mês que vem”, adiantou ao Estado o ministro Marco Aurélio Mello. Seu voto está praticamente pronto. Será apenas “burilado”, nas palavras do ministro. Depois disso, caberá ao presidente do tribunal, ministro Cezar Peluso, marcar a data da sessão para o julgamento.
Com a composição do STF alterada desde 2004, o resultado é imprevisível. Porém, o julgamento deve começar com pelo menos quatro ministros favoráveis à interrupção da gravidez: Marco Aurélio Mello, Carlos Ayres Britto, Celso de Mello e Joaquim Barbosa. Para confirmar a tese de que nesses casos a gestão pode ser interrompida, seriam necessários mais dois votos.
Quando a liminar foi julgada em 2004, ainda estavam no tribunal os ministros Sepúlveda Pertence, Carlos Velloso e Nelson Jobim. De lá para cá, entraram no tribunal os ministros Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Dias Toffoli. E até que o processo seja recolocado em pauta, já estará no tribunal o ministro Luiz Fux, cuja indicação foi aprovada nessa semana.
Análise. Em razão da demora no julgamento, os juízes e tribunais dos Estados se valem de saídas jurídicas diferenciadas para superar o impasse no STF e liberar as “cirurgias “em 80% a 90% dos casos. Os argumentos vão desde a necessidade de se preservar a saúde psíquica da mulher até a afirmação de que o feto não tem vida a ser preservada pela Constituição.
Em Brasília, esses casos já nem passam pela análise de um juiz, conforme o promotor de Justiça Diaulas Ribeiro. A mulher grávida de um feto anencéfalo pode procurar o Ministério Público de posse de um laudo médico de hospital de referência. O MP analisa essa documentação e, confirmada a anencefalia, encaminha a mulher para um médico com a determinação de que a interrupção da gravidez seja feita.
O caso não passa, portanto, pelo Judiciário. Pela simplicidade desse trâmite, mulheres de outros Estados, como Piauí, Minas Gerais e Bahia, têm recorrido ao MP do Distrito Federal.
No ano passado, uma decisão da 13.ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais autorizou que a gestante C.A.R. interrompesse a gravidez de feto anencéfalo. Com isso, reformou a decisão do juiz de primeira instância de uma vara de Belo Horizonte.

Você sabia que Martinho Lutero era devoto da bem aventurada Maria?

Apesar do atual preconceito protestante no que diz respeito aos tradicionais artigos de fé católicos, como a Comunhão dos Santos, confissão auricular, Purgatório, Papado, sacerdócio, matrimônio sacramental etc, pode surpreender a muitos descobrir que Martinho Lutero era um profundo conservador em algumas de suas posições doutrinais, como na regeneração batismal, na eucaristia e, particularmente, em relação à Bem-Aventurada Virgem Maria.

Lutero era completamente devotado a Nossa Senhora, e crente em todas as doutrinas tradicionais marianas. É certo que esta constatação não é muito freqüente nas biografias protestantes sobre o reformador, contudo, é um fato irrefutavelmente verdadeiro. Parece ser uma tendência natural que os discípulos atuais do Protestantismo procurem se projetar no perfil do fundador do movimento que seguem. Saber que o Luteranismo de hoje não tem uma Mariologia muito consistente, leva-nos a supor que também Lutero tivesse – ele mesmo – opiniões similares com relação a este ponto.
Todavia, nós veremos, por meio de fontes escritas pelo próprio Lutero, que os fatos históricos são bem diferentes. Para tal, nós consideraremos citações do ex-monge nos vários aspectos da doutrina Mariana.
Lutero (bem como os principais reformadores, por exemplo, Calvino, Zwingli, Cranmer) aceitava a opinião de que Jesus não possuía nenhum irmão de sangue, crendo também na doutrina tradicional da Perpétua Virgindade de Maria, e reconhecendo seu status como Teotokos (Mãe de Deus):

“Cristo era o único filho de Maria. Das entranhas de Maria, nenhuma criança além dEle. Os ‘irmãos’ significam realmente ‘primos’ aqui: a Sagrada Escritura e os judeus sempre chamaram os primos de ‘irmãos’.” (Martinho Lutero, Sermões sobre João 1-4, 1534-39)

“Cristo, nosso Salvador, foi o fruto real e natural do ventre virginal de Maria. Isto se deu sem a cooperação de um homem, permanecendo virgem depois do parto.” (Martinho Lutero, idem.)
“Deus diz: ‘o filho de Maria é meu Filho somente.’ Desta forma, Maria é a Mãe de Deus.” (Martinho Lutero, Ibidem)

“Deus não recebeu sua divindade de Maria; todavia, não segue que seja conseqüentemente errado afirmar que Deus foi carregado por Maria, que Deus é filho de Maria, e que Maria é a Mãe de Deus. Ela é a Mãe verdadeira de Deus, a portadora de Deus. Maria amamentou o próprio Deus; ele foi embalado para dormir por ela, foi alimentado por ela, etc. Para o Deus e para o Homem, uma só pessoa, um só filho, um só Jesus, e não dois Cristos. Assim como o seu filho não são dois filhos… Mesmo que tenha duas naturezas.” (Martinho Lutero, “Nos Conselhos e na Igreja”, em 1539)

Prostituição de menores ainda é “legal” na Suíça. Pode?!


Por Jean-Michel Berthoud, swissinfo.



O premiê da Itália Silvio Berlusconi deverá comparecer à justiça de seu país para responder às acusações de abuso de poder e sexo com uma prostituta menor.

E qual é a situação da Suíça na questão da prostituição de menores? Resposta com Martha Wigger, diretora de um centro de aconselhamento para prostitutas.
Uma juíza de Milão decidiu há poucos dias pelo julgamento de Silvio Berlusconi por ter tido uma relação com uma prostituta menor e por abuso de poder. A juíza deu prosseguimento às acusações do Ministério Público de Milão, que pediu na semana passada um processo sumário. A data do julgamento foi marcada para 06 de abril.
Na Itália, o abuso de autoridade pode ser punido com até 12 anos de prisão e a relação sexual com prostituta menor, até 3 anos.
Ao contrário da Itália, a Suíça, com exceção do cantão de Genebra, permite a prostituição de jovens a partir dos 16 anos, antes da maioridade (18 anos). Também é permitido aos clientes pagar os serviços de uma prostituta com idade de 16 anos.
Para a assistente social Martha Wigger, diretora da Associação XENIA, um centro de aconselhamento para as mulheres envolvidas na prostituição, o fato da Suíça se mostrar mais indulgente em comparação aos outros países é porque “a prostituição é considerada uma atividade legal na Suíça desde 1942, enquanto que na Alemanha, por exemplo, só foi legalizada em 2001. Podemos deduzir que a fiscalização no país também é menos rigorosa.
Legislação federal
Enquanto que o cantão de Genebra e agora também a prefeitura de Zurique proíbem a prostituição de menores e controlam a aplicação desta norma através de uma autorização para exercer a prostituição, outras cidades e estados aplicam a legislação federal, que deve ser revista para proteger os jovens até os 18 anos de idade.
Para a diretora da associação, o atraso jurídico no nível federal é só uma desculpa para não agir. É óbvio que a questão deve ser esclarecida a nível federal, “mas normalmente ela é abordada primeiro a nível estadual”, disse.
De acordo com uma convenção do Conselho da Europa, assinada pela Suíça em 2010, cabe ao governo federal punir a prática da prostituição juvenil e os clientes de tais serviços.
Para Martha Wigger, este não é o caminho certo. “Não que considerássemos os clientes inocentes, mas só repressão não vai resolver o problema”.
Seria melhor ser prático e próximo da realidade. “Quando um cliente vai a um bordel, há pouca luz e não é provável que exija a carteira de identidade da prostituta”. Além disso, a carteira pode muito bem ser a de uma colega.

Ministério Público Federal apoia nota da CNBB em relação a reality shows.

Fonte: Terra
O Ministério Público Federal apoiou a nota divulgada na última quinta-feira (17) pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em que a entidade condenava o “baixo nível moral” dos reality shows.
O subprocurador-geral da República, Aurélio Rios, que está respondendo interinamente pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), informou a Terra Magazines que “há várias iniciativas de procuradores da República em todos os Estados” em relação ao Big Brother Brasil, um dos principais alvos das críticas.
- Achamos que (a atração) é um grande desserviço e serve muito à deseducação. Não estimula a criação, o princípio de solidariedade, os valores éticos da pessoa e da família – afirma o procurador, que acha inapropriada a classificação indicativa do reality show.
- Na minha opinião, apenas a minha opinião, não deveria ser para 14, mas para 18 anos.
Na nota, a CNBB exortou “a todos no sentido de se buscar um esforço comum pela superação desse mal na sociedade, sempre no respeito à legítima liberdade de expressão, que não assegura a ninguém o direito de agressão impune aos valores morais que sustentam a Sociedade”. A entidade fez ainda um apelo ao Ministério Público, pedindo “uma atenção mais acurada no acompanhamento e adequadas providências em relação à programação televisiva”.
Em dezembro de 2010, a PDFC encaminhou à diretoria da Rede Globo de Televisão recomendação para que fossem respeitados, na 11ª edição Big Brother Brasil, os direitos constitucionais.

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°