sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

CONSTRUÇÃO DO ALBERGUE DE CAMOCIM

A Campanha 'Fazendo um Natal Melhor", promovida pela Caixa Econômica Federal em todo o país, contempla este ano, na cidade de Camocim, a Sociedade São Vicente de Paulo, que existe na cidade há mais de um século, sempre servindo aos mais necessitados. Entre suas atividades rotineiras, membros da instituição, conhecidos como Vicentinos, distribuem "sopão" às famílias em situação de risco, aos que moram nas ruas de Camocim e tudo isso com escassos recursos, mas com muito amor ao próximo. O sonho da construção de um albergue para essas pessoas foi o que motivou de imediato a decisão da gerência da Caixa Econômica em abraçar a causa e escolher a entidade como a beneficiada da Campanha "Fazendo um Natal Melhor". O valor de cada doação não foi estipulado, cada um doa o que puder e quiser. Além da própria Caixa Econômica, o depósito pode ser feito também nas casas lotéricas.

Campanha "Fazendo um Natal Melhor'
Agência: 0745 /
Operação: 013 / Conta: 13.397-6
 
por Tadeu Nogueira- Camocim online

Exame de consciência

Trecho do livro: Jovem, levanta-te
enviado por Dysnei Thaim

Para você fazer uma boa confissão é preciso examinar a sua consciência, com a luz do Espírito Santo, com coragem, e nada a esconder do sacerdote, que ali representa o próprio Jesus.
1 :: Amo a Deus mais do que as coisas, as pessoas, os meus programas?
Ou será que eu tenho adorado deuses falsos, como o prazer do sexo, antes ou fora do casamento, o prazer da gula, o orgulho de aparecer, a vaidade de me exibir, de querer ser “o bom”, etc.?
2 :: Eu tenho, contra a lei de Deus, buscado poder, conhecimento, riquezas, soluções para meus problemas em coisas proibidas, como: horóscopos, mapa astral, leitura de cartas, búzios, tarôs, pirâmides, cristas, espiritismo, macumba, candomblé, magia negra, invocação dos mortos, leitura das mãos, etc.? Tenho cultivado superstições? Figas, amuletos, duendes, gnomos e coisas parecidas? Procuro ouvir músicas que me influenciam provocando alienação, violência, desejo de sexo, rebeldia e depravação?
3 :: Eu rezo, confio em Deus, procuro a Igreja, participo da Santa Missa nos domingos? Eu me confesso? Comungo?

Bento XVI mostra seu apoio aos cristãos perseguidos no mundo

 Fonte: Zenit

Bento XVI dedica dois pontos inteiros da sua Mensagem para o Dia Mundial da Paz a discutir a situação dos cristãos perseguidos no mundo, especialmente na Ásia e na África.
Em sua mensagem, que será solenemente proclamada no dia 1º de janeiro de 2011, o Papa lança as bases para a sistematização dos seus ensinamentos sobre a "laicidade positiva", conceito muito importante neste pontificado, que foi central em suas viagens aos Estados Unidos, França e Inglaterra, entre outras intervenções.
Mas também é um documento de denúncia, especialmente sobre a situação dos cristãos em algumas partes da Ásia e África, bem como da "hostilidade encoberta" nas sociedades ocidentais.
Assim, a mensagem começa recordando especialmente os cristãos do Iraque, "os sofrimentos recentes da comunidade cristã".
De modo especial, o Papa condena "o vil ataque contra a catedral siro-católica de 'Nossa Senhora do Perpétuo Socorro' em Bagdá, onde, no passado dia 31 de outubro, foram assassinados dois sacerdotes e mais de cinquenta fiéis, quando se encontravam reunidos para a celebração da Santa Missa".
"A este ataque seguiram-se outros nos dias sucessivos, inclusive contra casas privadas, gerando medo na comunidade cristã e o desejo, por parte de muitos dos seus membros, de emigrar à procura de melhores condições de vida", denuncia.

CNBB apresenta mensagem de Natal para os brasileiros

Dando continuidade a uma tradição de vários anos, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou sua mensagem de Natal a todos os brasileiros. A mensagem deste ano traz menção especial à família.
Na missiva, os bispos brasileiros afirmam que "recebendo a benção de Deus, que serão derramadas abundantemente no coração de todos, Jesus é indicado como o caminho para que as nossas famílias, nas comunidades e na sociedade, vivam o amor, a reconciliação e a paz".
A CNBB também recorda que, "a exemplo de Cristo, a Igreja no Brasil assume as angústias e tristezas do povo brasileiro, bem como suas esperanças, a fim de que, animada pelo Espírito, possa realizar sua missão no horizonte da gratuidade, da solidariedade e da alegria".
Por fim, o texto faz um convite a viver esse período com gestos de partilha, colaborando na construção de uma sociedade pacífica e sem exclusões.
 
fonte: Gaudium Press

Kit gay é a nova do MEC

Deputado se pronuncia contra o maléfico Kit




Era o que faltava. O Ministério da Educação e Cultura - MEC, vai distribuir no próximo ano um kit gay, contendo vídeos de apologia ao homossexualismo voltados para as crianças de 7,8,9,10.
A palavra homofobia tem sido utilizada como cobertura para, na verdade, disseminar  a cultura gay. No caso deste kit, ainda se incentiva as crianças à prosmicuidade, prática comum no mundo dos gays, lésbicas, transsexuais e demais nomenclaturas para este grupo.
Os pais devem ficar atentos e proibir a distribuição destes kits perniciosos à formação de nossas crianças. A homossexualidade pode ser considerada um desvio de conduta e como tal pode encontrar aporte na faixa etária influenciada por uma mentalidade homossexualista.
Que pai  pode se agradar de umfilho de 10 anos afeminado, em cima de um salto alto, falando naquele tom próprio dos travestis? O esteriótipo em si puxa a gargalhada de qualquer transeunte tamanha é a descaracterização pessoal a que chega uma pessoa nestas condições, beirando o ridículo.
A pessoa em situação de homossexualidade deve ser respeitada assim como qualquer cidadão, mas a cultura gay jamais deve encontrar incentivo em nossa sociedade. Trata-se de uma modus vivendi que não gera vida biológica. Não poucas vezes, gera um desconforto existencial, pois a pessoa foi criada ou homem ou mulher, sem uma terceira “coluna”.
Faça sua parte, assine a petição que busca a proibição deste maléfico kit gay.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Eis que estou à porta e bato! Ap 3,20

Por Cássio José
Membro da Rcc e da Catequese
Grupo de Oração: Renascer
Email: cassiouab@hotmail.com



O Menino-Deus já nasceu a 2010 anos atrás em Belém, numa manjedoura em meio a um conjunto de situações difíceis que Maria e José, infelizmente, tiveram que suportar. Tudo isso, para mostrar ao mundo que o Rei que nascera, não tinha o seu poderio em meio a estruturas de riqueza e fama e, sim, de humildade e obediência a Deus para os homens. E isso, não tira a sua soberania, uma vez que Jesus é o “Chefe dos reis da terra” (Ap 1,5).

Mas, aqui estamos nós! O advento chega-se ao fim e aproxima-se o Natal do Senhor.

Ele já nasceu, claro!,Cumpriu sua Missão, morreu numa cruz, ressuscitou ao terceiro dia com glória e majestade (pois a pedra não foi capaz de prendê-lo no túmulo e nem as forças do inferno capaz de impedi-lo de ressuscitar), subiu aos céus e está sentado à direita de Deus Pai, todo poderoso, donde há de vir para julgar os vivos e os mortos e o seu Reino não terá fim.

Mas, ainda nestes dias contemporâneos, os cristãos renovam a Celebração do Natal e Ele faz questão de nascer de novo para aqueles que abrem os seus corações.

Imaginemos o diálogo entre Deus e seu Filho, Jesus, quando este, já “estava com Deus e era Deus” (Jo 1,1):

Deus pede: “Meu Filho, desça lá, naquela terra impura, faça-se homem, pregue a Palavra, realize muitos milagres, prodígios e sinais, reestabeleça o nosso e não esqueça ‘dar a tua vida’, sendo obediente até a morte e morte de cruz!”.

Você sabe as origens do clássico natalino “Noite Feliz”?

Fonte: Valores inegociáveis

Em 24 de dezembro de 1818, a canção “Stille Nacht” (“Noite Feliz”) foi ouvida pela primeira vez na aldeia de Oberndorf (Áustria). Foi na Missa de Galo na minúscula capelinha de São Nicolau.
Estavam presentes o pároco Pe José Mohr, o músico e compositor Franz Xaver Gruber com seu violão, e o pequeno coro da esquecida aldeia. No fim de cada estrofe, o coro repetia os dois últimos versos.
Naquela véspera de Natal nasceu a música que passou a ser como um hino oficial do Natal no mundo todo. Hoje se canta nas capelas dos Andes e no Tibete, ou nas grandes catedrais da Europa.
Há muitas histórias sobre a origem dessa canção. Entretanto, a verdadeira é simples e risonha como a canção ela própria.
O Pe. Joseph Mohr, jovem sacerdote, compôs a letra em 1816. Ele estava encarregado da igreja rural de Mariapfarr, Áustria. Seu avô morava perto e é fácil imaginar que ele criou o texto enquanto caminhava para visitar seu ancião parente.
Nenhum evento particular inspirou o Pe. José para escrever a poética canção do nascimento de Jesus.

O que o jornal vaticano “L’Osservatore Romano” publica passa pela revisão do Papa?



Em Roma, o começo de dezembro geralmente é um período de relativa calma, enquanto as coisas começam a ficar mais lentas antes dos feriados de Natal. Isso faz com que seja um bom momento para fazer um balanço, olhando para os principais pontos de mudança do ano passado e para as coisas que virão.
A reportagem é de John L. Allen Jr., publicada no sítio National Catholic Reporter, 10-12-2010. A tradução é de Moisés Sbardelotto.
* * *
O  L’Osservatore Romano nasceu há 150 anos em meio à crise doVaticano dessa época: o colapso dos Estados Pontifícios. Quando Roma “caiu”, nove anos depois que o jornal nasceu, o L’Osservatore se tornou a voz dos papas, que se declaravam “prisioneiros do Vaticano”.
Ao longo dos anos, o L’Osservatore Romano tem desempenhado um duplo papel – tanto como um veículo para que o Vaticano manifeste a sua mensagem, quanto também como um fórum de análise jornalística e de comentários sérios.

Bispo argentino lança cruzada anti-Papai Noel.


O bispo católico argentino Fabriciano Sigampa lançou uma inédita cruzada anti-Papai Noel e exigiu a “oficialização” pública da inexistência do “bom velhinho”.
A notícia é de Ariel Palacios e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo.
Sigampa, que argumenta que Papai Noel faz “concorrência direta” com Jesus Cristo, está exigindo dos pais da cidade de Resistencia, capital da Província do Chaco, que contem às crianças “a verdade”. Irritado pela presença do personagem na decoração natalina, o bispo empreende uma intensa campanha pela rádio, canais de TV locais e missas contra Papai Noel.
Comerciantes de Resistencia, para evitar as críticas diretas do bispo, estão removendo a figura de Papai Noel de suas vitrines.

Como evangelizar em uma sociedade religiosamente pluralista?


“Como evangelizar em uma sociedade religiosamente pluralista” foi o tema que norteou o trabalho da 18ª Assembleia Geral Anual do Fórum dos Leigos da Espanha. O Fórum, composto por mais de cinquenta organizações leigas, reuniu-se no centro Mariápolis Luminosa, em Las Matas, a 26 quilômetros de Madri, nos dias 27 e 28 de novembro.
Na apresentação inicial do encontro, o bispo de Canárias, Francisco Casos, responsável pelo acompanhamento do Fórum, destacou a importância da questão apresentada, porque o aumento na variedade de religiões existentes, bem como o número de pessoas que delas participam na Espanha, exige uma reflexão profunda que permitirá abrir novos caminhos para aprender a viver nesta nova realidade.
Alguns associações e movimentos apresentaram as suas ideias sobre “como evangelizar em uma sociedade religiosamente pluralista” observando que a evangelização passa pelo diálogo ecumênico e inter-religioso, sendo fiéis à sua identidade e testemunhas do que é anunciado.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Faça o bem e construa um mundo melhor

151210
texto Luzia Santiago- Cançao Nova

Quanto mais praticamos o bem, tanto mais nos tornamos pessoas livres e semelhantes a Deus. O edificante é que sempre temos a oportunidade de praticá-lo, mesmo em meio às situações mais desencontradas e dolorosas da vida. Da nossa parte é preciso amor, fé, esforço e determinação, sabendo que somos os primeiros beneficiados quando tomamos por projeto pessoal passar por esta vida fazendo atos de generosidade, a exemplo de Jesus Cristo.
Vamos hoje fazer o bem a todas as pessoas que o Senhor puser na nossa vida, porque “o Senhor nos dará tudo o que é bom” (Sl 84). Pois quanto mais humildes e bons somos, tanto mais o Senhor se revela a nós e nos cumula de bênçãos e vitórias e o mundo fica mais humano.
Peçamos a Nossa Senhora que nos ensine a trilhar o caminho da humildade, da santidade e da bondade, porque ela seguiu por essa trilha e se tornou modelo a todos nós de virtude, por isso o Altíssimo a exaltou e fez nela maravilhas.
Senhor, ensina-nos a sermos homens e mulheres segundo o Teu coração.
Jesus, eu confio em Vós!

Definido o tema da Campanha Missionária 2011

 Autor: CNBB 

"Missão e Ecologia" é o tema da Campanha Missionária, para o mês de outubro de 2011. A Campanha, coordenada pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM) tem como lema "A misericórdia de Deus é para todo ser vivo" (Eclo 18,12b). Com o objetivo de iniciar a elaboração da Campanha, representantes de organismos ligados ao Conselho Missionário Nacional (COMINA), reuniram-se na sede das POM em Brasília, no dia 07 de dezembro.
Para os organizadores a Campanha Missionária 2010 foi muito positiva a reunião com destaque para a produção da Novena em DVD que popularizou o tema e sensibilizou as comunidades. Segundo as POM, entre outros subsídios, foram distribuídos 120 mil exemplares do livrinho com a Novena e 12 mil cópias do DVD para todas as paróquias do Brasil.
Na opinião do diretor nacional das POM, monsenhor Daniel Lagni, que coordena os trabalhos, "a produção do DVD foi uma inovação muito acertada e bem recebida por todos. Isso é visível não só na avaliação feita pelas POM, mas na resposta concreta da coleta realizada no Dia Mundial das Missões. Por isso, em 2011, a iniciativa deve se repetir refletindo o tema Missão e Ecologia, em sintonia com a Campanha da Fraternidade", explicou.
O maior desafio continua sendo o de garantir a distribuição do material que, por vezes, fica empilhado nas dioceses e paróquias. As coletas do Dia Mundial das Missões, recolhidas pelos Diretores Nacionais das POM das nações, constituem o Fundo Universal de Solidariedade para financiar projetos de evangelização em diversos países do mundo.
Autor: CNBB

Bento XVI cria nova diocese no Nordeste e nomeia dois novos bispos no Brasil

 Autor: ACI Digital
 
O Serviço de Informação do Vaticano (VIS) anunciou, na manhã de hoje, 15, que o Papa Bento XVI criou a diocese de Camaçari, no estado da Bahia, e nomeou Dom João Carlos Petrini, até então Auxiliar da arquidiocese de Salvador (BA), como seu primeiro bispo. Além da nomeação de Dom Petrini para a recém-criada diocese, o Papa designou Dom Josafá Menezes da Silva, 51, também bispo auxiliar de Salvador, como bispo diocesano de Barreira (BA). Ele sucederá a Dom Ricardo Josef Weberberger, de 71 anos, falecido em agosto deste ano.

A diocese de Camaçari, que fica na região metropolitana de Salvador, terá uma população de 708 mil habitantes, sendo 481 mil católicos, em uma área de 2.382 km2. São nove municípios com 18 paróquias, 20 padres, 15 seminaristas, 47 irmãs e 8 congregações religiosas. A CNBB comunica que com a nova diocese sobe para 274 o número das circunscrições eclesiásticas no Brasil (41 arquidioceses; 213 dioceses; 3 eparquias; 13 prelazias; 1 exarcado; 1 ordinariado para fieis de Rito Oriental; 1 ordinariado militar e 1 administração apostólica pessoal).

Os japoneses celebram o Natal?

Fonte: Blog do Arcanjo

O Natal no Japão surgiu após a Segunda Guerra Mundial, trazido de fora pelos americanos. A idéia desta data foi abraçada mais pelo comércio do que propriamente o verdadeiro espírito natalino. Com isso, apenas as famílias que seguem a religião católica, uma pequena parte do povo, festejam de maneira tradicional, ou seja, no sentido religioso.

O catolicismo veio ao país no século XVI, através da vinda dos espanhóis e portugueses. Mas, o natal obtivera força, e passou a ser “comemorado” a partir de 1980, devido à introdução do conceito lucrativo do natal pelo comércio.


Diferentemente do povo ocidental os japoneses celebram a data como um evento social. Não há ceias em família, nem almoço natalino (exceto os católicos), muito menos a troca de presentes. O que há de tradição é comer frango frito e bolo decorado. Os bolos são geralmente encomendados em novembro.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Protestantes celebram a festa do natal?



Veja as razões pelas quais alguns  protestantes não celebram o natal.
Não sei se todos usam esses mesmos argumentos para justificar, nem sei se todos não celebram a festa natalina.
De qualquer forma, as razões apresentadas são fundamentalistas e seguem a mesma lógica da “interpretação pessoal”, do presente sem passado, da”certeza” sem raízes, da ausência de tradição e da visão parcial da alegria e da festa, uma fé – nesta análise natalina-culturalmente desencarnada.
Uma pena..
***
1- Porque a Bíblia não manda celebrar o nascimento.
2- Porque Jesus não nasceu em 25 de dezembro. Esta data foi designada por Roma numa aliança pagã no século IV. Jesus nasceu em setembro ou outubro.
3- A igreja do Senhor está vivendo a época profética da festa dos tabernáculos, que significa a preparação do caminho do Senhor, e, se você prepara o caminho para Ele nascer, não prepara para Ele voltar.
4- O natal é uma festa que centraliza a visão do palpável e esquece do que é espiritual. Pra Jesus o mais importante é o Reino de Deus que não é comida nem bebida, mas justiça e paz no espírito.
5- Porque o natal se tornou um culto comercial que visa render muito dinheiro. Tirar dos pobres e engordar os ricos. É uma festa de ilusão onde muitos se desesperam porque não podem comprar um presentinho para os filhos.

eja agenda de viagens do Papa para 2011.

O Vaticano divulgou o calendário completo das viagens que Bento XVI tem previstas para 2011, que incluem visitas a quatro países – Croácia, Espanha, Alemanha e Benim -, para além de quatro deslocações a dioceses italianas.
As últimas datas a serem conhecidas referem-se à terceira viagem do Papa à Alemanha, sua terra natal, a primeira com estatuto de visita de Estado, que vai decorrer de 22 a 25 de Setembro do próximo ano.
A primeira viagem vai decorrer em solo italiano, com uma viagem a Aquileia e Veneza, de 7 a 8 de Maio.
Bento XVI visita depois a Croácia, nos dias 4 3 5 de Junho, numa viagem em que vai visita o túmulo do beato Alojzije Stepinac, cardeal croata, mártir do regime comunista.
Duas semanas depois, a 19 de Junho, tem lugar a visita pastoral à diocese de São Marino-Montefeltro.
Em Agosto, acontece a terceira viagem de Bento XVI à Espanha, para participar na Jornada Mundial da Juventude, em Madrid, de 18 a 21 de Agosto.
O mês de Setembro tem duas viagens apostólicas marcadas: no dia 11, a Ancona (Itália), para a conclusão do congresso eucarístico internacional, e de 22 a 25 para a referida visita à Alemanha, com passagens por Berlim, Friburgo e Erfurt.
A 9 de Outubro, o Papa visita novamente uma localidade italiana, Lamezia Terme.
A última viagem prevista para 2011 será a segunda de Bento XVI a solo africano, tendo como destino o Benim, de 18 a 20 de Novembro, para a celebração dos 150 anos da evangelização deste país.
Nesta ocasião, o Papa vai entregar aos bispos africanos a exortação apostólica fruto do Sínodo especial para a África que decorreu no Vaticano, em Outubro de 2009.
Desde o início do pontificado, em Abril de 2005, Bento XVI fez 18 viagens apostólicas fora da Itália, incluindo uma visita a Portugal (11-14 de Maio de 2010).

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Santa Luzia, Rogai por Nós!



Vida  de Santa Luzia

Luzia nasceu por volta do ano 280 d.C. em Siracusa, esplêndida cidade da Sicilia na Itália. O pai de Luzia, que talvez se chamasse Lúcio, morreu quando ela era muito pequena, assim foi criada pela mãe Eutíquia da qual conheceu a verdade do cristianismo e a mensagem de amor de Jesus. Foi através da mãe Eutíquia que Luzia conheceu as histórias dos primeiros cristãos, o martírio deles pelo amor de Jesus e, assim crescendo, Luzia decidiu se consagrar, unindo-se a Jesus como uma esposa, com voto perpétuo de virgem.
Peregrinação
Luzia, preocupada com uma doença que vitimava sua mãe e se agravava dia a dia, uma hemorragia considerada incurável, sugeriu uma peregrinação ao sepulcro da mártir Santa Ágata em Catania. Santa Ágata fora vítima das perseguições a todos os cristãos ordenadas pelo imperador Décio no ano 251. Muitas pessoas iam ao seu sepulcro para obter as graças porque a fama da gloriosa Santa se espalhava por todos os lugares devido aos milagres que ela fazia. No coração de Luzia era certo que um milagre também aconteceria com sua querida mãe.

Deus está em dívida ou com crédito?

fonte: Canção Nova

Entendendo o sentido das parábolas

Imagem de Destaque
Gosto muito de parábolas. Elas são um jeito simples utilizado por Nosso Senhor Jesus Cristo para ensinar algo profundo. Por isso, fico sem entender quando tentam me apresentar um Jesus complicado, mais ainda: quando mostram as lições d'Ele como algo complexo, ou pior ainda: como impossíveis de serem aplicadas na vida.


As parábolas me mostram o contrário. Nelas percebo o ensinamento de Cristo atrelado à minha vida cotidiana. Nelas percebo que minhas necessidades materiais estão intimamente ligadas às minhas necessidades espirituais. Não há como separar. Não há como dividir a minha vida.

A parábola do filho pródigo (cf. Lc 15,11-32) é um exemplo dessas instruções do Senhor. Por meio dessa narrativa, Jesus nos conta uma história sobre finanças, sobre questões relacionadas ao dinheiro. O filho mais novo pede a herança antecipadamente, acaba com o dinheiro, passa fome e volta para pedir emprego ao pai... E o filho mais velho se queixa ao pai de nunca ter gasto o dinheiro da família, de sempre ter trabalhado com ele e nunca ter recebido nada por isso...

No contexto bíblico a prestação de contas e os cálculos são metáforas comumente utilizadas para sugerir julgamento. Dessa forma, devedores e dívidas, recebedores e pagadores, possuíam também conotação religiosa. Dívida, por exemplo, possui dois significados: débito monetário e pecado.

É Jesus nos ensinando como lidarmos com nossa vida financeira e, ao mesmo tempo, e principalmente, nos explicando sobre questões do mundo espiritual.

“Terço dos homens” tem atraído multidões de homens de volta à Igreja.



O terço enrolado nas mãos lembra o gesto das antigas beatas, mas estamos falando de homens.Um grupo cada vez maior atraído pelo movimento do ‘Terço dos Homens’, iniciativa que tem arrastado uma multidão de homens para a Igreja Católica.
‘O homem é naturalmente machista, tem menos sensibilidade e por isso mesmo mais dificuldade para aceitar o que não é racional. Como o terço sempre esteve associado às mulheres, a relação com os homens é um marco muito significativo para a fé católica’, acredita o economista Antônio Fiock, 64 anos, coordenador do ‘Terço dos Homens’ na comunidade São José, braço da Paróquia de Nazaré no bairro do Umarizal, em Belém.
A reportagem é do jornal O Liberal.
O grupo de oração comandado por Fiock surgiu na comunidade em março de 2006, com apenas seis homens; hoje já são 34. ‘Lancei o desafio durante a missa. A igreja estava cheia e todos levantaram as mãos, mas na primeira reunião somente seis apareceram’, conta, recordando a resistência ao movimento no início. Atualmente, das 32 paróquias da capital, 30 já implantaram o Terço e as duas restantes estão em fase de implantação. Cada grupo conta em média com 50 homens, que se reúnem uma vez por semana, geralmente às terças-feiras, para fazer a oração. ‘Mas existem grupos maiores, com 200 ou até mais participantes.’
No Pará, dois dos maiores grupos de oração se encontram em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém, e em Castanhal, distante 68 quilômetros da capital. Neste último, 1,2 mil homens fazem parte do Terço, cerca de 600 costumam comparecer todas às terças-feiras, por volta das 19h30, aos encontros que acontecem na Igreja de São José, padroeiro da cidade. A cena é rara, já que boa parte dos bancos da igreja é ocupada exclusivamente por homens em oração. ‘Uma das ideias centrais do Terço dos Homens era justamente nos deixar à vontade para manifestar a nossa religiosidade’, explica Fiock. Durante os encontros há espaço também para testemunhos.

domingo, 12 de dezembro de 2010

Nossa Senhora de Guadalupe, Rogai por Nós

 


História da Aparição

Relato das Aparições de Nossa Senhora de Guadalupe ao Beato João Diego, indigena azteca, ocorridas do 9 ao 12 de dezembro de 1531.

Primeira Aparição:
Era sábado muito de madrugada quando João Diego vinha depois da missa cumprir seus deveres em Tlatilolco.
Ao chegar junto ao monte chamado Tepeyacac, amanhecia; e ouviu cantar acima do cerro; assemelhava o canto de vários pássaros.
Seu canto, muito suave e deleitoso, sobrepassava ao do coyoltoutotl e do tzinizcam e de outros pássaros lindos que cantam.
Parou João Diego para ver e disse para si: " Por ventura sou digno do que ouço?, talvez sonho?, Me levanto de dormir?, Onde estou?, Acaso no paraíso terreno, que deixaram os antepassados?, Acaso já no céu?"
Estava vendo até o oriente, acima do monte, de onde procedia ao precioso canto celestial.
E assim que cessou repentinamente e se fez o silêncio, ouviu que lhe chamavam de acima do monte e lhe diziam: "Juanito, João Dieguito."
Logo se atreveu a ir aonde lhe chamavam. Não se assutou, ao contrário, muito contente, foi subindo o monte, para ver de onde lhe chamavam.
Quando chegou ao cume viu a uma Senhora, que estava ali de pé e que lhe disse que se aproximasse.
Chegado a sua presença, se maravilho muito de sua sobre-humana grandeza: sua veste era radiante como o sol. As plantas e diferentes ervas pareciam de esmeralda, espinhos brilhavam como o ouro.

Quase 60% das mulheres que passam por aborto sofrem com depressão.


O aborto pode afetar seriamente a saúde psíquica das mulheres. Uma pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, vinculada à USP (Universidade de São Paulo) com 120 mulheres que passaram por aborto indica que mais da metade apresentara algum nível de depressão e a maioria sofre de baixa a média estima pessoal.
O estudo foi realizado entre agosto de 2008 e setembro de 2009, com mulheres internadas em um hospital público do interior do Estado de São Paulo, com diagnóstico de abortamento. Mariana detectou que 57% delas apresentavam sinais indicativos de depressão, sendo que em 33% os sintomas eram leves e prolongados e 22% eram moderados. Em 13% dos casos a depressão era grave.
Segundo a pesquisadora, estudos anteriores já mostraram que o aborto pode ter relação com depressão antes e após a ocorrência, mesmo no longo prazo.

A Aids e o preservativo: Uma questão de honestidade científica e de Moral natural

A Aids e o Preservativo*
Por Monsenhor Michel Schooyans, PhD, PhLD, STD
Traduzido do espanhol por Vladimir Lachance
A qualificação moral do uso do preservativo é um problema de honestidade científica e de moral natural. A Igreja tem não somente o direito, mas também o dever de pronunciar-se sobre este tema.
É bem conhecido que algumas pessoas contraíram a AIDS sem ter tido a menor responsabilidade moral. Esta enfermidade pode ter sido transmitida por causa de uma transfusão de sangue, um erro médico ou devido a outros contatos acidentais. Há também membros das equipes médicas que tratam dos soropositivos e que contraem o mal ao dedicar-se a estes [enfermos].
Estes não são os casos que examinaremos aqui. Nos ocuparemos das declarações formuladas nestes últimos anos e emitidas por diversas personalidades conhecidas no mundo acadêmico e/ou eclesiástico, na maioria dos casos moralistas e padres. Os chamaremos ‘dignitários’. Nos absteremos de citá-los pelo nome para evitar personalizar o debate e para concentrar nossa atenção sobre a discussão moral.

Falso pastor que fundou mais de 140 igrejas pelo Brasil é preso em São Borja (RS).

Fonte: Uol notícias

Um total de 146 igrejas evangélicas fundadas até 2007, um veículo furtado e um volume ainda não contabilizado de bens e dinheiro arrecadados em golpes. Essa é a ficha criminal resumida de Sabino Saldanha, 51, que seria natural de Soledade (RS). A Polícia Federal e a Brigada Militar de São Borja (560 km de Porto Alegre) ainda não conseguiram checar de qual cidade, afinal, é o suspeito de estelionato, já que ao menos quatro carteiras de identidade falsas foram encontradas no momento da prisão em flagrante
.Saldanha –que, em São Borja, se apresentava como pastor Laércio Alves da Silva– foi preso na noite de quinta (9) no município gaúcho. A prisão aconteceu em um galpão onde ele se preparava para ministrar aulas e após dias de monitoramento de suas atividades. O falso pastor foi encaminhado ao presídio estadual de São Borja.

Advento nos convida a fortalecer a paciência e constância, diz Papa

"O Advento nos convida a potencializar a tenacidade interior, a resistência do ânimo que nos permite não nos desesperar à espera de um bem que tarda a vir, mas ao invés disso, preparar sua vinda com ativa confiança", afirmou o Papa Bento XVI no Ângelus deste 3º domingo do Advento.


Neste sentido, o Santo Padre propôs uma comparação com o camponês, que após semear a terra, tem que esperar alguns meses com paciência e constância, sabendo entretando que a semente cumprirá o seu ciclo. E acrescentou: "O agricultor não é fatalista, mas é modelo de uma mentalidade que une de maneira equilibrada a fé e a razão, porque, de um lado conhece as leis da natureza e realiza bem o seu trabalho, e por outro, confia na Providencia, porque algumas coisas fundamentais não estão nas suas mãos, mas nas mãos de Deus".

"A paciência e a constância são precisamente síntese entre empenho humano e entrega a Deus", destacou Bento XVI.

Virgem de Guadalupe escolheu Juan Diego por sua humildade, afirmou o Cardeal Rivera


.- O Arcebispo Primaz do México, Cardeal Norberto Rivera, assinalou que São Juan Diego, o vidente da Virgem de Guadalupe em 1531, foi eleito para receber esta graça porque "tinha um coração humilde".

Na homilia da Missa desta quinta-feira 9 de dezembro, dia de São Juan Diego, o Cardeal destacou a simplicidade e humildade deste índio canonizado pelo Papa João Paulo II em 31 de julho de 2002 na Basílica de Guadalupe.

O mensageiro da Virgem Morena ante as autoridades religiosas da época "viveu um dos valores mais importantes: tinha um coração humilde…e por isso foi eleito, por sua candura, sua ternura e humildade".

A inocência de Juan Diego, continuou, foi gratificada com a possibilidade de ver a Virgem em 1531 à idade de 57 anos, "escutar sua doce voz e ser seu mensageiro ante o Bispo Frei Juan de Zumárraga" diante de quem ocorreu o milagre das flores.

«Chefe» dos mineiros soterrados no Chile peregrinou a Fátima

Luis Urzúa, «chefe» dos 33 mineiros resgatados a 13 de Outubro da Mina de S. José, no Chile, após dois meses a 700 metros de profundidade, peregrinou esta Sexta-feira ao Santuário de Fátima. Na ocasião o mineiro agradeceu a Nossa Senhora de Fátima pelo seu resgate e o dos seus companheiros. Chefe de turno, Luis Urzúa foi uma das principais figuras no processo que permitiu o resgate do grupo e o primeiro a falar para o exterior.

Segundo informou a Agência Ecclesia do episcopado português, à sua chegada à Reitoria, Luis Urzúa foi recebido pelo capelão do Santuário responsável pelo acolhimento aos Peregrinos de língua espanhola, o padre espanhol Ángel Alonso Ramirez. Durante a sua permanência em Fátima, o peregrino chileno foi saudado por funcionários, sacerdotes e por outros peregrinos.

"Estou em Portugal desde a Segunda-feira (6 de Dezembro). Regresso hoje ao Chile. O acolhimento dos portugueses foi maravilhoso. Ontem liguei para a minha mulher - tenho dois filhos - para dizer-lhes que viria hoje a Fátima. Ela ficou muito feliz", afirmou.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by