sábado, 5 de dezembro de 2009

A natureza humana consiste em amar

Oferecemos, a seguir, o texto da catequese pronunciada pelo Papa Bento XVI durante a audiência geral de quarta-feira, 02 de dezembro, realizada na Sala Paulo VI, dedicada a recolher a herança espiritual de Guilherme de Saint-Thierry.



---Em uma catequese anterior, apresentei a figura de Bernardo de Claraval, o “doutor da doçura”, grande protagonista do século XII. Seu biógrafo, amigo e admirador, foi Guilherme de Saint-Thierry, sobre quem falarei na reflexão desta semana.



Guilherme nasceu em Liège (França), entre 1075 e 1080. De nobre família, dotado de uma inteligência viva e de um amor nato pelo estudo, estudou em famosas escolas da época, como a da sua cidade natal e a de Reims. Entrou em contato pessoal também com Abelardo, o professor que aplicava a filosofia à teologia de maneira tão original que suscitava muita perplexidade e oposições. Também Guilherme expressa suas próprias reservas, solicitando ao seu amigo Bernardo que tome posição frente a Abelardo.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Fique por dentro


ORIGEM DA DEVOÇÃO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Na sexta-feira depois da oitava da festa do Corpo de Deus, a Igreja celebra a festa do Sagrado Coração de Jesus. De acordo com os desejos de Nosso Senhor, manifestados a Santa Margarida Maria Alacoque, deve ser dia de reparação, pela ingratidão, frieza, desprezo e sacrilégios que muitas vezes sofreu na Eucaristia, por parte de maus cristãos, e às vezes até por parte de pessoas que se presumem piedosas. Em todas as igrejas se fazem neste dia, solenes atos coletivos de reparação. Para estimular os cristãos e retribuir com amor tantas e tão grandes provas de amor do divino Coração de Jesus, dedicou à sua veneração, não só a primeira sexta-feira de cada mês, mas também um mês inteiro, o mês de junho.




No dia 16 de junho de 1675, durante uma exposição do Santíssimo Sacramento, Nosso Senhor apareceu a Santa Margarida Maria Alcoque e, descobrindo seu Coração, disse-lhe: Eis o coração que tanto tem amado aos homens e em recompensa não recebe, da maior parte deles, senão ingratidões pelas irreverências e sacrilégios, friezas e desprezos que tem por Mim neste Sacramento de Amor.



Quem é devoto do Sagrado Coração de Jesus?

Série Falsas Doutrinas


MADALENA: DA FRUSTAÇÃO AO PACTO COM O DEMÔNIO (SATANISMO E NOVA ERA)

O caso que se segue passou-se na França, na década passada, e é relatada pela Dra. Marie-Dominique Fouqueray, psiquiatra que participou da equipe que auxilia o exorcista diocenano.


OBSERVAÇÃO: Embora sendo um nome fictício, essa história é real. Ela foi extraída do livro: ANJOS E DEMÔNIOS - A LTA CONTRA O PODER DAS TREVAS, pp. 209, 210 e 211. Traremos episódios e estudos desses assuntos paralelos que englobam a temática “SATANISMO E NOVA ERA” (pois várias postagens sobre isso serão abordadas) para mostrar o perigo das seitas satânicas que está diante dos nossos olhos.

ORGANISTA NA PARÓQUIA E... SACERDOTISA DO DIABO!

Um dos primeiros casos que tivemos que enfrentar foi o de uma senhora de 40 anos, casada e mãe de 4 filhos, que trabalhava como educadora especializada. A causa dos seus males devera-se ao fato de que, por mais de 10 anos, freqüentara uma seita satânica. Quando se dirigiu a nós, era a terceira vez que tentava sair daquela seita.

Contrariamente a tudo o que se podia supor, esta senhora era muito próxima a sacerdotes; e foi um deles que a conduziu a nós. De fato, ela levava ma vida dupla: conhecia muitos sacerdotes e todos os domingos tocava o órgão na Missa, embora jamais se aproximasse dos sacramentos; mas, ao mesmo tempo, era grande sacerdotisa de uma seita Wicca, cujo chefe e o próprio Lúcifer. Ela tinha sido iniciada progressivamente, e quem ingressava na seita só podia deixá-la por efeito de uma morte violenta, à qual era destinada: o suicídio. Ela sentia muito medo e queria sair, mas conhecia os riscos que isto comportava.

Procuram-se evangelizadores no poder do Espírito


Convenço-me, cada dia mais, de que a única forma de tornar presente a salvação de Jesus Cristo, é pregando o Evangelho com o poder do Espírito Santo, com sinais, prodígios e milagres. Quando o povo presencia o amor e o poder de Deus, rende-se diante d’Ele, glorifica seu nome e converte-se. (Pe Emiliano Tardif).

Virão dias – oráculo do Senhor Javé – em que enviarei fome sobre a terra, não uma fome de pão, nem uma sede de água, mas (fome e sede) de ouvir a palavra de Deus. (Amós 8, 11). A profecia de Amós se mostra cada vez mais atual em nossos dias. Deus em resposta a esta fome e sede da sua palavra, tem suscitado em meio a Igreja uma nova primavera da evangelização, convocado um exército de profetas desta nova geração para anunciarem a Boa Nova com intrepidez, desassombro no poder do Espírito Santo.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

ADVENTO: AS DUAIS VINDAS DE CRISTO!


Anunciamos a vinda de Cristo: não apenas a primeira, mas também a segunda, muito mais gloriosa. Pois a primeira, revestiu um aspecto de sofrimento, mas a segunda manifestará a coroa da realeza divina.


Aliás, tudo o que concerne a nosso Senhor Jesus Cristo tem quase sempre uma dupla dimensão. Houve um duplo nascimento: primeiro, ele nasceu de Deus, antes dos séculos; depois, nasceu da Virgem , na plenitude dos tempos. Dupla descida: uma discreta, como a chuva sobre a relva; outra, no esplendor, que se realiza no futuro .

Na primeira vinda, ele foi envolto em faixas e reclinando num presépio; na segunda, será revestido num manto de luz. Na primeira, ele suportou a cruz, sem recusar a sua ignomínia; na segunda, virá cheio de glória, cercado de uma multidão de anjos.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

ADVENTO


É um círculo de folhagens verdes, sua forma simboliza a eternidade e sua cor representa a esperança e a vida…


Deus se faz presente na vida de todo ser humano e de todas as formas deixa-nos sentir seu amor e desejo de nos salvar. A palavra ADVENTO é de origem latina e quer dizer CHEGADA. É o tempo em que os cristãos se preparam para a vinda de Jesus Cristo. O tempo do advento abrange quatro semanas antes do Natal.

Atualmente há uma grande preocupação em reavivar este costume muito significativo e de grande ajuda para vivermos este tempo. A coroa ou a grinalda do Advento é o primeiro anúncio do Natal. É um círculo de folhagens verdes, sua forma simboliza a eternidade e sua cor representa a esperança e a vida. Vem entrelaçado por uma fita vermelha, símbolo tanto do amor de Deus por nós como também de nosso amor que aguarda com ansiedade o nascimento do Filho de Deus.

IGREJA

Papa: não é possível conhecer Deus sem amá-lo



Esta quarta-feira, Bento XVI recebeu milhares de peregrinos e turistas, na Praça S. Pedro, para a Audiência Geral. Em sua catequese, o papa falou de Guilherme de Saint-Thierry, abade nascido em Lieja por volta do ano 1080.



Dotado de grande inteligência e de um amor inato pelo estudo, freqüentou uma das escolas mais famosas de seu tempo, como a de sua cidade natal, Reims, na França.



Amigo e biógrafo de São Bernardo de Claraval, Guilherme de Saint-Thierry, após ter sido abade em um mosteiro beneditino, decidiu fazer-se cisterciense, dedicando-se à contemplação orante dos mistérios de Deus e à composição de escritos de literatura espiritual.

Como retomar a vida de oração?

Cuidado para não buscar alimentos e remédios errados. A oração é o oxigênio da alma. “Para mim a oração é um impulso do coração, é um olhar dirigido ao céu, um grito de reconhecimento e amor no meio da provação ou no meio da alegria” (Santa Teresinha do Menino Jesus).


Então, vamos começar pela oração, nós precisamos orar, rezar, conversar com Deus sempre, como nos ensinou Jesus, que orava sem cessar buscando ocasiões para entrar em profunda intimidade com o Pai. Reze com o que está no seu coração, quer seja bom ou ruim, pois na oração nada se perde, tudo se transforma em matéria-prima para Deus, que nos ama, realizar o milagre de que necessitamos. “Tudo pode ser mudado pelo poder da Oração”.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

“Arrebatamento”. Isso é conforme a Doutrina Católica?

Muitos  fundamentalistas e protestantes evangélicos adotam uma crença conhecida como “O Arrebatamento”. Existem muitas variações desta doutrina. A série popular de livros “Deixados para Trás”, escrita por Tim Lahaye e Jerry Jenkins, apresenta apenas uma dessas variações. Para defender suas idéias, os partidários do “Arrebatamento” citam alguns versículos genéricos da Bíblia, inclusive 1Tessalonicenses 4,15-17:

“Nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares”.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

É tempo de Combate


Pesquisa: Grupo Renascer

Para esta luta contra o mal, na qual estamos todos nós empenhados, o Senhor nos oferece "armas", além da prudência que devemos ter para evitar toda contaminação. São elas:



a Palavra de Deus;

a invocação do Nome de Jesus;

o clamor do poder do Sangue de Jesus;

o louvor a sós, ou comunitário;

a frequência aos sacramentos, especialmente Eucaristia e à reconciliação;

o dom do discernimento dos espiritos;

o dom de línguas;

a invocação dos santos anjos;

a ajuda da comunidade;

a oração, o jejum e as vigílias;

a oração de libertação, cortando os laços que nos prendem aos antepassados, laços esses relativos ao ocultismo ou a toda contaminação e opressão do ocultismo;

a oração de libertação, cortando os laços que nos prendem aos antepassados quanto a maçonaria, libertando da marca da iniquidade e excomunhão, de orgulho e avareza;

a recitação do Magnificat, dos salmos 90 e 50;

a invocação de Maria, o Santo Terço;

a renovação das promessas do batismo, renunciando, mais uma vez, a satanás, ao mal, às falsas religiões e entregando-nos totalmente a Jesus Cristo como Senhor de nossa vida;

o revestimento da armadura de Deus, como vemos em Efésios 6, 10-20

Batalha Espiritual (Extraído do Livro “O Adversário)

Valores Humanos


Internet, educação e ética

A internet “sozinha” – ao contrário do que alguns apregoam – não faz com que as pessoas tenham um salto intelectual qualitativo:


Quando o email se popularizou vários acadêmicos deram entrevistas dizendo que era uma Era de Ouro da Palavra Escrita, as crianças escreveriam como nunca, teríamos milhares de novos autores, o ensino do idioma no colégio seria facilitado, etc.

Aí veio o miguxês.

As ferramentas são somente ferramentas, e dar poder às pessoas não necessariamente vai fazer com que elas adquiram responsabilidades. Às vezes, funciona. Outras vezes, no entanto – e, infelizmente, na maior parte das vezes -, as pessoas não mudam (talvez piorem), e utilizam mal o poder que lhes foi concedido.

Os 10 Mandamnetos

O Oitavo Mandamento


“Não apresentarás um falso testemunho contra teu próximo” (Ex 20,16). “Ouvistes também o que foi dito aos antigos: Não perjurarás, mas cumprirás os teus juramentos para com o Senhor” (Mt 5,33).

O Oitavo Mandamento proíbe mentir ou falsificar a verdade nas relações com os outros. Deus é a Verdade; Jesus disse: “Eu Sou a Verdade” (Jo 14,6). E a vocação do povo santo é ser testemunha do seu Deus, que é a Verdade. Jesus chamou o Espírito Santo de “Espírito da Verdade” (Jo 14,17; 16,13) e deixou bem claro que o demônio é o “pai da mentira”, “Ele é homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira” (Jo 8,44).

domingo, 29 de novembro de 2009

Serie: NEW AGE!


MISSA NEGRA: PARÓDIA DA MISSA CATÓLICA
fonte: http://somosestrangeirosaquinaterra.blogspot.com

Em todos esses ambientes e práticas satânicas há a prática da Missa Negra. Nos rituais de satanismo há uma paródia da Santa Missa, oficiada por um demônio ou por de seus sacerdotes ou sacerdotisas; ou então uma Missa sacrílega, celebrada por um infeliz padre pervertido às praticas satânicas, chamada corretamente Missa Negra.


Todas as orações e ritos são invertidos ou deturpados blasfemamente. No Credo, por exemplo, se diz: “Creio em Lúficer e em seu filho Belzebu concebido por Leviatã, o Espírito Santo”. Na elevação da hóstia, quando um padre realmente consagra, faz-se uma algazarra terrível, e se aspergia os assistentes com o sangue de Cristo, e todos gritam como os judeus gritaram na Paixão: “Que o seu sangue caia sobre nós e sobre nossos filhos”. Às vezes um punhal é enfiado dentro do cálice e sai gotejando sangue; ou então crava-se uma hóstia há cruz, e todos os participantes vinham transpassá-la.

Eu Amo A RCC

A RCC veio do Protestantismo?




Ao meu – simples e limitado -- ver, afirmar dependência da RCC ao protestantismo é jogar pérola a porcos. Segundo artigo publicado pelo mestre beneditino D. Estevão Bettencourt,OSB, em PR nº 523, outubro/2006, a contemporânea “redescoberta” da ênfase na ação do Espírito Santo tem inicio em dois eventos da História da Igreja.



A princípio, em 1897 o Papa Leão XIII publica a Encíclica DIVINUM ILLUD MUNUS, sobre o Espírito Santo ["lamentando que o Espírito Santo fosse pouco conhecido e apreciado, concita o povo a uma devoção ao Espírito"], e em 01/01/1901 ele invoca publicamente a ação do Espírito Santo em nome de toda a Igreja.

Liturgia do Domingo-I Domingo do Advento (Ano C)


TEMA




Neste 1º Domingo do Tempo do Advento, a Palavra de Deus apresenta-nos uma primeira abordagem à “vinda” do Senhor.

Na primeira leitura, pela boca do profeta Jeremias, o Deus da aliança anuncia que é fiel às suas promessas e vai enviar ao seu Povo um “rebento” da família de David. A sua missão será concretizar esse mundo sonhado de justiça e de paz: fecundidade, bem-estar, vida em abundância, serão os frutos da acção do Messias.


O Evangelho apresenta-nos Jesus, o Messias filho de David, a anunciar a todos os que se sentem prisioneiros: “alegrai-vos, a vossa libertação está próxima. O mundo velho a que estais presos vai cair e, em seu lugar, vai nascer um mundo novo, onde conhecereis a liberdade e a vida em plenitude. Estai atentos, a fim de acolherdes o Filho do Homem que vos traz o projecto desse mundo novo”. É preciso, no entanto, reconhecê-l’O, saber identificar os seus apelos e ter a coragem de construir, com Ele, a justiça e a paz.
 

©2012 Grupo Renascer | Template Grupo Grupo Renascer by