domingo, 20 de agosto de 2017

PARTICIPE DO CENÁCULO COM MARIA NO BAIRRO OLINDA EM CAMOCIM-CE

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR
A Comunidade de Santa Edwiges, nos dias 26 e 27 de agosto, estará realizando  o I Cenáculo com Maria, com o tema "Com Maria retornemos ao Cenáculo", dois  dias especias de derramamento do Espírito Santo por meio da Intercessão de Nossa Senhora. 

Na ocasião teremos a presença do Missionário Daniel Silveira, pregador Católico da Cidade de Marco-CE,   que ministrará pregações voltadas a Nossa Senhora e contará seu belíssimo testemunho de conversão ao catolicismo por intercessão de Maria Santíssima.   

O evento será aberto à  toda comunidade, com o apoio da Comunidade de Santa Edwiges, Terço dos Homens, Legião de Maria  e movimentos da comunidade  .

Participe! Traga sua família para viver este momento poderoso de  graça e benção pelas mãos de Maria!



PROGRAMAÇÃO

SÁBADO, DIA 26 DE AGOSTO

18h30- Ofício de Nossa Senhora
19h00- Terço Mariano - Entronização da Imagem de Nossa Senhora Aparecida
19h40 - Animação / Louvor / Oração      
20h00– 1ª Pregação: “O Espírito Santo descerá sobre Ti” (Lc 1,35)
20h50 – Adoração ao Santíssimo Sacramento
21h30 – Previsão de encerramento




DOMINGO, DIA 27 DE AGOSTO

08h00 – Terço Mariano
08h20 – Acolhida / Louvor / Oração
08h50 – 2ª Pregação: “Com Maria, retornemos ao Cenáculo” (Atos 1,12-14).
09h40 – Efusão e Cenáculo
10h20 – Intervalo
10h35 - Retorno com momento de animação.
10h50 – 3ª Pregação: “A verdadeira Devoção a Virgem Maria”  
11h45 – Informes
12h – Intervalo para almoço
14h – Terço Mariano
14h20 – Animação / Louvor / Oração
14h50 – 4ª Pregação: Acaso não sabeis? Que Eu Sou da Imaculada!” ( Jo19,25-27)
15h40 – Adoração ao Santíssimo Sacramento
16h15 – Testemunhos
16h30 – Santa Missa






domingo, 21 de maio de 2017

Veja o calendário das celebrações presididas pelo Papa em junho


Foi publicado esta quinta-feira, 18, o calendário das celebrações a serem presididas pelo Santo Padre no mês de junho.

No dia 4, domingo de Pentecostes, o Pontífice presidirá à santa missa às 10h30 locais na Praça São Pedro.

No domingo, dia 18, solenidade de Corpus Christi, o Papa presidirá à Eucaristia às 19h locais na Basílica de São João de Latrão – sede da Diocese de Roma –, seguida da Procissão com o Santíssimo até a Basílica de Santa Maria Maior e da Bênção Eucarística.

Na quinta-feira, dia 29, solenidade dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo, Francisco presidira à santa missa às 9h30 locais na Basílica Vaticana, com a bênção dos pálios para os novos arcebispos metropolitanos.

Com relação à mudança de data da celebração de Corpus Christi, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Greg Burke, fez a seguinte declaração:

“O Santo Padre Francisco decidiu transferir a celebração litúrgica de Corpus Christi – que se celebra na quinta-feira 15 de junho – para o domingo, dia 18 de junho, a fim de favorecer uma maior participação do Povo de Deus, dos sacerdotes e dos fiéis da Igreja em Roma. Há ainda um segundo motivo: quinta-feira em Roma é um dia normal de trabalho, e assim fazendo se criam menos problemas para a cidade.”

Fonte: Canção Nova

Papa: o amor a Deus e ao próximo é o maior mandamento do Evangelho

O Papa encontrou os fiéis e peregrinos presentes na Praça São Pedro neste domingo para a oração mariana do Regina Coeli.

O encontro foi marcado também pelo anúncio da criação de 5 novos cardeais.

Francisco recordou o Evangelho do dia, que nos “leva àquele momento comovente e dramático que é a última ceia de Jesus com os seus discípulos. O evangelista João recolhe da boca e do coração do Senhor os seus último ensinamentos, antes da paixão e da morte. Jesus promete aos seus amigos que, depois d’Ele, receberão um outro paráclito, ou seja, um outro “advogado”, defensor e consolador, “o Espírito da verdade”, e acrescenta: “Não vos deixarei órfãos, virei até vocês”.

Estas palavras – prosseguiu o Papa  – transmitem a alegria de uma nova vinda de Cristo: Ele, ressuscitado e glorificado, está no Pai e, ao mesmo tempo, vem a nós no Espírito Santo. E nesta sua nova vinda se revela a nossa união com Ele e com o Pai: “Vocês saberão que eu estou no meu Pai e vocês em mim e eu em vocês”.

Treze votos a favor do reconhecimento da sobrenaturalidade das primeiras sete aparições de Medjugorje, um voto contra e uma abstenção. Conclusão final da comissão vaticana.

medjugorje-prayer-youth-festival_1
Treze votos a favor do reconhecimento da sobrenaturalidade das primeiras sete aparições de Medjugorje, um voto contra e uma abstenção. A maioria dos votos suspensivos e muitas dúvidas sobre o prosseguimento do fenômeno das aparições que aconteceram entre o final de 1981 e hoje. Este é o resultado final do trabalho da comissão sobre Medjugorje instituída em 2010 por Bento XVI e presidida pelo cardeal Camilo Ruini.

O Papa Francisco mencionou esse relatório durante a conversa com os jornalistas durante o voo de retorno de Fátima, quando revelou a diferença entre as primeiras aparições e o fenômeno posterior, dizendo: “Uma comissão composta por bons teólogos, bispos e cardeais. A relação da comissão é muito, muito boa”. Como se sabe, a indicação das palavras do Pontífice é positiva sobre os frutos espirituais e as conversões (“pessoas que se convertem, que encontram Deus, que mudam de vida. E isto não graças a uma varinha mágica”), mas negativa sobre as aparições que continuam atualmente: “Eu, pessoalmente, sou mais malvado, prefiro a Nossa Senhora Mãe em vez da Nossa Senhora chefe de um escritório de telégrafos e que diariamente envia uma mensagem com hora marcada”.

Uma comissão instituída por Ratzinger
Entre 17 de março de 2010 e 17 de janeiro de 2014, por vontade de Bento XVI, foi instituída uma comissão presidida por Ruini. Além do ex-presidente da Conferência Episcopal da Itália, faziam parte dela os cardeais Jozef Tomko, Vinko Puljic, Josip Bozanic, Julián Herranz e Angelo Amato. Além disso, era integrada pelo psicanalista Tony Anatrella, os teólogos Pierangelo Sequeri, Franjo Topic, Mihály Szentmártoni e Nela Gaspar, o mariólogo Salvatore Perrella, o antropólogo Achim Schütz, o canonista David Jaeger, o relator das Causas dos Santos Zdzislaw Józef Kijas, o psicólogo Mijo Mikic e o oficial da Doutrina da Fé Krzysztof Nykiel.

Ataque satânico contra mosteiro que guarda relíquia do rosto de Cristo.

EqX_xONEAs autoridades policiais estão investigando o ataque ocorrido no domingo, 7 de maio, contra o Mosteiro da Santa Face, em Alicante (Espanha), no qual picharam referências satânicas no cristal que protege a relíquia e foram encontradas várias cruzes invertidas.

Segundo a tradição, a Santa Face é um dos dois sudários com o qual Verônica enxugou o rosto de Cristo durante a Paixão. Este mosteiro é um importante lugar de peregrinação na segunda quinta-feira depois da Semana Santa desde o ano 536.

O sacerdote responsável pela abertura do mosteiro encontrou na manhã de domingo três números seis pichados em uma cruz invertida no cristal blindado que protege a relíquia da Santa Face, assim como várias cruzes da Via Sacra também foram invertidas.

De acordo com as últimas informações publicadas pelo jornal ‘El Mundo’, a autora dos fatos seria uma jovem que foi identificada pelas câmeras de segurança e que, aparentemente, se escondeu na noite de sábado, 6 de maio, dentro do templo para causar a destruição.

Maior gráfica de bíblias do mundo fica na China comunista.

naom_5912b00942f2d
“Produzimos alimento para a alma”, resume à agência Lusa Qiu Zhonghui, presidente da empresa Amity Printing, fundada em 1987, com o objetivo de responder à procura interna de bíblias, depois da destruição em massa de exemplares durante a Revolução Cultural (1966-76).

Na maior fábrica de bíblias do mundo, na costa leste da China, as sagradas escrituras são impressas por operários fardados de azul, em mais de uma centena de línguas.

Pequim e a Santa Sé não têm relações diplomáticas e as manifestações católicas na China são apenas permitidas no âmbito da Associação Patriótica Chinesa, a igreja aprovada pelo Governo e independente do Vaticano.

Convictamente ateu e marxista, o Partido Comunista Chinês (PCC) proíbe os seus membros – mais de 80 milhões – de seguir qualquer religião, enquanto apela aos católicos do país para aderirem ao “socialismo com características chinesas” e funcionarem “independentemente” de forças externas.

A tradição antirreligiosa do país remonta à Revolução Cultural, uma radical campanha política de massas lançada pelo fundador da China comunista, Mao Zedong durante a qual “queimaram-se muitos livros, incluindo bíblias”, explica Qiu Zhonghui.

Dom Edimilson Neves toma posse como bispo da Diocese de Tianguá

A imagem pode conter: 1 pessoa, em péDom Edimilson Neves tomou posse neste último sábado, 20, como novo bispo de Tianguá, na região da Ibiapaba. Em Missa na Catedral Sant’Ana, o agora bispo emérito, dom Francisco Javier Hernandez Arnedo, passa o báculo (símbolo do pastor que conduz o rebanho) para dom Edimilson, na presença de centenas de fiéis, padres e demais bispos da região, entre eles dom Gilberto Pastana, de Crato. O início da celebração aconteceu às 16h, na entrada da cidade, e a transição às 17h, na Catedral Sant’Ana.
Dom Edimilson Neves, filho de Jardim, foi eleito bispo em fevereiro pelo Papa Francisco, sendo ordenado no mês seguinte. Ele deixa vasto legado espiritual para a Região do Cariri, sobretudo, enquanto esteve à frente da Catedral Nossa Senhora da Penha, tanto que seu lema episcopal evoca o Salmo 69, que diz: “O zelo por Tua casa me consome”, isto é, uma alusão a sua trajetória nesses vintes anos de sacerdócio.
“Desejo zelar pela casa do Senhor como lugar do encontro e da celebração da vida”, assegurou, quando da sua nomeação.
Dom Edimilson tem 48 anos e é um dos bispos mais jovens do Brasil. Foi transferido da Diocese de Crato, onde ocupava o cargo de cura da Catedral, para substituir
dom Javier, que teve aceitado o pedido de renúncia por idade. Pelo direito canônico, o bispo deve renunciar ao cargo quando completa 75 anos.
Pequena biografia
Dom Francisco Edimilson Neves Ferreira, natural da cidade de Jardim, nasceu em três de outubro de 1969. Ingressou no Seminário São José aos vinte anos. Transferido para o Seminário Regional em Fortaleza, concluiu a formação no Seminário da Prainha, sendo licenciado em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará.
Ordenado presbítero no 12 de dezembro de 1997, foi pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Crato, professor, prefeito de disciplina e diretor espiritual do Seminário Diocesano São José, em Crato. Dois anos depois, foi nomeado coordenador diocesano de pastoral, cargo que exerceu durante 14 anos. Também trabalhou como vice-diretor do Colégio Pequeno Príncipe desde 1998. Sua eleição para a missão de bispo aconteceu em 15 de fevereiro; A ordenação episcopal em 22 de março.                   (Diocese de Crato)

sábado, 6 de maio de 2017

Papa em Fátima, “com Maria, peregrino na esperança e na paz”

A viagem do Papa a Fátima nos dias 12 e 13 de maio será uma “peregrinação”. Os detalhes desta que será a 19ª viagem internacional de seu Pontificado foram apresentados na manhã desta sexta-feira na Sala de Imprensa da Santa Sé, pelo seu Diretor, Greg Burke.

“Com Maria, peregrino na esperança e na paz”. Este é o lema da Viagem Apostólica do Santo Padre, que pela primeira vez estará em no Santuário de Fátima em Portugal, precisamente cem anos após as aparições de Nossa Senhora aos três pastorzinhos na Cova da Iria.

Francisco visitará o Santuário português 50 anos após a viagem do Papa Paulo VI – o primeiro Pontífice a peregrinar àquele Santuário mariano e no sulco das três viagens de São João Paulo II – 1982, 1991 e 2000 – e mais recentemente de Bento XVI, em 2010.

A peregrinação do Papa Francisco atende ao convite do Presidente da República e dos bispos portugueses, em pleno mês mariano. Na ocasião o Papa canonizará Francisco e Jacinta Marto, que junto com Lúcia dos Santos, presenciaram as aparições de Nossa Senhora entre maio e outubro de 1917.

Por que chamamos a Virgem Maria de Nossa Senhora?

nossa-senhoraO título de Senhor e Senhora, desde os primeiros séculos do Cristianismo, eram usados para os senhores de escravos, muito comum naquele tempo. Dentro desse contexto, a Virgem Maria disse ao anjo: “Eis aqui a escrava do Senhor” (Lc 1, 38).

Mas “Jesus é o Senhor”, como disse São Paulo (Fl 2,11); é o Rei dos Reis; e Sua Mãe é Rainha por consequência. Por isso, a Igreja entendeu que deveria chama-lá de Senhora. Os súditos do Rei eram também servos da Rainha. Ora, se somos súditos de Jesus, o somos também de Maria. A Ladainha Lauretana chama a Virgem Maria de Rainha dos Anjos, Rainha dos Santos, Rainha dos Apóstolos, Rainha dos Mártires, Rainha dos Confessores, Rainha da Virgens, Rainha dos Profetas. Ora, toda Rainha é Senhora em seu reino.

A Virgem Maria é aquela “cheia do Espírito Santo”, como a saudou sua prima Santa Isabel, que em alta voz disse: “Bendita és tu entre as mulheres” (Lc 1,42). Ela é “a filha predileta de Deus”, diz o Concílio Vaticano II (LG n. 53), “aquela que, na Santa Igreja, ocupa o lugar mais alto depois de Cristo e o mais perto de nós” (Lumen Gentium, n. 54).

A mãe de 101 anos que cuidou do filho de 63 até a morte.

mae101anos
Quando Meliah Md Diadh faleceu, em sua localidade de Kampung Bukit Nambua, na Malásia, ela tinha 101 anos de idade e uma única preocupação: quem iria cuidar do seu filho caçula, Abdul, de 63 anos, completamente dependente dela devido a graves deficiências que, desde o nascimento, o impediam de caminhar, falar, alimentar-se e vestir-se sozinho?
Nunca foi fácil“, desabafou ela, pouco tempo antes de falecer. “Ele é adulto, mas eu não me importo, eu sempre vou cuidar dele porque ele é a única pessoa que eu tenho no mundo e eu o amo acima de todas as coisas. E também quero que ele aproveite o tempo que falta
De fato, nunca foi fácil, mas ficou ainda mais difícil quando Meliah perdeu o marido. Foram mais de 20 anos de viuvez em meio a desafios econômicos e emocionais permanentes, agravados pela perda, também, dos filhos mais velhos, falecidos precocemente. Embora Meliah tenha recebido ajuda de amigos e parentes mais distantes, a mãe e o filho caçula contavam basicamente um com o outro.
Quando era questionada sobre o grau de sacrifício envolvido nos cuidados de um filho com limitações tão sérias, sendo ela própria centenária e tendo também ela grandes limitações, essa mãe extraordinária sempre foi categórica ao responder que NUNCA foi um incômodo nem jamais se arrependeu de ter dedicado a vida a cuidar do filho.
Mas a força dessa mulher não resistiu aos seus problemas respiratórios e ao peso natural do tempo: Meliah partiu aos 101 anos de idade. Os mesmos parentes que a ajudaram também acolheram Abdul, de quem continuam cuidando agora.
Aleteia

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°